Vice-governador da Califórnia pede o fim da guerra às drogas

O vice-governador da Califórnia, Gavin Newsom, pediu o fim à proibição da maconha neste fim de semana. Em seu discurso na Convenção do Partido Democrata da Califórnia, afirmou que a guerra contra as drogas é um fracasso que apenas alimenta a taxa desproporcional em que as minorias são presas no país. Newsom se declarou a favor da descriminalização, tributação e regulamentação da canábis. Isso é uma notícia animadora, especialmente considerando que o político é dito ser um dos principais candidatos para a posição de governador em 2014.

“É hora de assumir que a proibição causou mais mal do que bem. A proibição é um fracasso. Só em 2011 neste país, três quartos de um milhão de pessoas nos Estados Unidos foram presas por violações da lei de maconha, 87% deles por simples posse”, disse Newsom para uma multidão de partidários. “E me escute atentamente sobre isso – as crianças afroamericanas têm dez vezes mais chances de serem presas por crimes de drogas do que os seus homólogos brancos, embora as crianças brancas são mais propensas a abusar das drogas”.

O político ainda concluiu: “Após 42 anos de fracasso, eu acho que é hora de admitir que, se continuarmos a fazer o que temos feito, vamos continuar a receber o que temos. Acho que você e todos nós merecemos melhor. Trata-se de ter princípios, ter a coragem em nossas convicções, de dizer publicamente o que muitas vezes dizemos em particular”.

Assista o pronunciamento do vice-governador. A parte da canábis é a partir do minuto 8:20. Em inglês.

 

Conheça a Semana do Grower!