Retrospectiva Growroom: a maconha no site em 2020

O ano de 2020 foi pra lá de esquisito, mas não poderia faltar a retrospectiva Growroom sobre o que rolou no universo da maconha. Com a pandemia do coronavírus, as atrocidades do desgoverno brasileiro e uma política conservadora nefasta assolando o país, era de se esperar que não haveria muitos avanços com relação à pauta da Cannabis. Mas não podemos viver de tristeza!

O número de cultivadores cresceu bastante no Brasil e seguimos resistindo! O Growroom esteve ativo durante todos esses meses, publicando conteúdo de qualidade sobre temas variados, de notícias a cultivo, de cultura cannábica a tutoriais e curiosidades. Aqui, fazemos uma retrospectiva Growroom dos melhores assuntos que foram postados no site. Se liguem!

STJ definiu que não é mais crime importar poucas sementes de maconha

Principais notícias cannábicas que rolaram em 2020

A retrospectiva Growroom começa com notícias não tão alegres, mas importantes: em 2020, o ativismo cannábico perdeu pessoas importantes: no Brasil, nos despedimos do médico pioneiro Elisaldo Carlini e do ativista André Kiepper; nos Estados Unidos, faleceu o Dr. Lester Grinspoon. Nos últimos meses, porém, vimos algumas notícias boas (internacionais) aparecerem por aí. A Câmara dos Estados Unidos aprovou pela primeira a legalização em nível federal, a maconha foi retirada da lista de substâncias perigosas da ONU, o México aprovou um projeto de legalização e a Argentina legalizou a erva para fins medicinais.

Já no Brasil vimos a Justiça caçar a liminar que autorizava a Apepi, associação de pacientes do Rio de Janeiro, que obteve a conquista em julho deste ano. Também vimos com muitas “pulgas atrás da orelha” o projeto de lei apresentado pelo deputado Paulo Teixeira, que deixa o cultivo caseiro de fora e entrega o mercado para as grandes empresas.  Contudo, houveram duas importantes decisões judiciais: a do STJ, que determinou que importar poucas sementes de maconha não configura crime de tráfico; e a do TRF-1, que determinou a inclusão de medicamentos à base de Cannabis no SUS.

Noticiamos ano que a maconha ficou ainda mais cara na pandemia e nos debruçamos sobre as eleições, falando sobre os candidatos cannábicos brasileiros, como o carioca André Barros, cujo vídeo de campanha gerou ira conservadora por mostrar plantas de um cultivo. Além dos posts no blog, o Growroom deixou sua opinião sobre política em sua coluna na Mídia Ninja.

Foram muitos os posts sobre cultivo no Growroom em 2020

Diversas dicas de cultivo de maconha na retrospectiva Growroom

Impossível fazer uma retrospectiva Growroom sem falar sobre cultivo de maconha. Afinal, esse é o maior portal sobre o assunto e foram muitos os posts sobre cultivo, o carro-chefe do Growroom. No primeiro semestre, falamos sobre como automatizar o cultivo para sair de férias, demos dicas de como cultivar em estufas, ensinamos técnicas de poda e treinamentos para plantas de maconha e abordamos o famoso chá de banana.

Já no segundo semestre publicamos posts explicando a técnica da poda FIM e também do treinamento LST, além de sugerir a montagem de um kit de cultivo indoor, indicar growshops no Brasil e dar dicas para cultivar gastando pouco. Falamos, também, sobre como germinar sementes da maneira correta, dissecamos os efeitos e características da Cannabis Indica, explicamos o fotoperíodo da maconha e ajudamos a identificar os problemas que causam folhas de maconha amareladas.

E rolaram ainda publicações sobre o universo das extrações. Explicamos as diferenças entre óleo e tintura de Cannabis, entramos à fundo no ritual do dab e ainda abordamos extratos como o Rosin e o Dry Sift.

Purple Haze, uma das strains sobre as quais postamos, na floração – Créditos Leafly

Strains, seeds e terpenos

Ainda sobre cultivo, o Growroom se dedicou a falar sobre diferentes variedades de maconha. Tiveram posts sobre muitas delas: Durban Poison, 24K Gold, Colombian Gold, Girl Scout Cookies, Blue Dream, Northern Lights, White Widow, Purple Haze, Chronic e AK-47.

Rolaram também publicações sobre as míticas Skunk e Manga Rosa, a genética brasileira mais conhecida do mundo, além de dicas sobre variedades ricas em CBD. Ensinamos também como comprar de bancos de sementes e a distinguir as seeds regulares das feminizadas e automáticas.

Outro tópico importante abordado por aqui foram os terpenos que não poderiam faltar nessa retrospectiva Growroom 2020, pois foram muito falados aqui. Além de explicar o que são essas substâncias que dão os aromas e sabores das flores de Cannabis, falamos um pouco sobre algumas delas, como Linalool, Limoneno, Mirceno e Cariofileno.

Um dos posts sobre maconha e saúde abordou a redução de danos – Foto: Getty Images

Uso medicinal da Cannabis na pauta

Um assunto inevitável para 2020. Começamos sobre maconha e coronavírus, dando dicas para usuários evitarem a propagação da Covid-19 por meio de baseados compartilhados. Também tiveram posts que abordaram o uso medicinal da Cannabis para a fibromialgia, que falaram sobre Cannabis e saúde bucal, que deram dicas de como não entrar numa bad trip de maconha e que abordaram a fundo a redução de danos. Outras duas publicações importantes foram o guia de habeas corpus para cultivo de Cannabis medicinal e a lista de associações de pacientes no Brasil.

Post sobre como bolar um baseado com perfeição foi dos mais acessados – Créditos: IbTimes

Tutoriais e curiosidades para fumar melhor na retrospectiva Growroom

O Growroom também publicou, em 2020, vários tutoriais para ajudar os maconheiros que nos seguem. Um dos mais acessados foi o que ensina como bolar um baseado com perfeição, mas também tiveram outros: como fazer o beque queimar devagar, o que usar quando a seda acabar, como fumar sem deixar cheiro, como fazer um bong caseirocomo guardar o prensado, como plantar sem ser descoberto, como preparar um brisadeiro,

Também abordamos curiosidades, como nos posts que explicam o que é o prensado e o que é a psilocibina, substância ativa dos cogumelos mágicos. Falamos do clássico sedanapo,  abordamos os mitos e verdades sobre os maconheiros, demos sugestões de como lidar com a maconha em família, tentamos desvendar quantas gramas de maconha tem um baseado, demos dicas para quem quer trabalhar no mercado da Cannabis legal, falamos dos cosméticos de maconha e ainda explicamos o que é o artigo 28 do Código Penal.

Não podiam faltar as publicações que fizemos sobre a cultura cannábica. Falamos sobre a celebrada dupla de comediantes Cheech & Chong e sobre o rimador carioca Marcelo D2, sugerimos músicas para ouvir fumando um na quarentena, séries sobre maconha na Netflix, documentários sobre a erva e comédias para assistir chapado. Tiveram, ainda, posts sobre tatuagens de maconha, sobre vaporizadores de mesa e uma útil lista de headshops espalhadas pelo Brasil.

Professor do curso de cultivo da GRHS – Créditos: Bernardo Vieira

Curso de cultivo de maconha da GRHS já tem mais de 1 mil alunos.

Em 2020, a GRHS solidificou seu pioneiro curso de cultivo de Cannabis como a principal iniciativa do tipo no Brasil. Os cursos, ministrados por William Lantelme, criador do Growroom, chegaram a ser tema de uma reportagem publicada no site de notícias Uol. Além de abrir novas turmas para o curso, foram realizados dois intensivões gratuitos de cultivo, com lives com personalidades do mundo cannábico: a Imersão Grower, em novembro; e a Semana do Grower, em julho.

A GRHS fez ainda uma edição do curso de culinária cannábica, ministrado pela professora Lilica 420, que contou com desafios e competições.

Esperamos que tenha gostado da retrospectiva Growroom 2020.

Nos vemos com muitas novidades, conteúdos e maconha em 2021.