Peru: Projeto de lei autoriza o cultivo da maconha para uso medicinal

Na última quinta-feira (19), o Congresso Peruano aprovou, com ampla maioria dos votos, um projeto de lei autoriza a legalização do uso medicinal da cannabis. Com essa permissão, o Peru se junta à Argentina, Colômbia e Chile e passa a integrar a lista dos países da América do Sul onde a maconha já é legal para fins medicinais. Na América do Norte, o México já descriminalizou o cultivo para fins terapêuticos.

A votação discutiu a produção, importação e comercialização do óleo de maconha e teve ao todo 66 votos a favor, 4 votos contra e 3 abstenções.

A discussão desse projeto de lei começou há alguns meses e contou com o apoio do presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynsk. O político ficou sensibilizado com o pedido de familiares e vítimas de epilepsia e esquizofrenia que fabricavam o óleo de cannabis em um laboratório clandestino, que foi descoberto durante uma ação policial.

“Com a aprovação desta lei, milhares de pacientes e seus familiares passarão a ter uma esperança, uma melhor qualidade de vida”, garantiu o deputado Alberto Belaunde, um dos defensores do projeto.

Em no máximo sessenta dias um projeto de regulação para a produção e comercialização fiscalizada do óleo de maconha será disponibilizado, até que a lei entre de fato em vigência.

https://twitter.com/AlbertoBelaunde/status/921210509801742337

“O consenso político de hoje nos mostra o triunfo da empatia e das evidências sobre o medo e os preconceitos”, escreveu no Twitter.

Aqui no Brasil, uma audiência pública discutirá a descriminalização do uso de maconha para uso pessoal.

Conheça a Semana do Grower!