Óleo ou tintura de cannabis: Qual a diferença e como escolher o certo para sua receita?

Tanto a tintura quanto o óleo de cannabis são extratos da maconha utilizados para diversos fins, seja com fins medicinais para o tratamento de doenças ou para preparar receitas de comestíveis cannábicos.

Mas, se você não é tão acostumado com outras variedades da maconha além das ervas secas e tem dúvida sobre o óleo e a tintura de cannabis, continue lendo para entender mais sobre esses produtos.

Saiba aqui qual é a diferença entre o óleo e a tintura de cannabis. Descubra também qual deles escolher na hora de preparar suas receitas!

O que é a tintura de cannabis?

É possível consumir a cannabis de diversas formas, seja fumando, comendo ou vaporizando, por exemplo. A tintura é apenas um dos métodos de extração do canabidiol da maconha.

De acordo com uma definição da área da farmácia, tinturas são todos os extratos alcoólicos de uma erva ou outras substâncias não voláteis.

Sendo assim, a tintura de cannabis é um medicamento de maconha em que o álcool foi o solvente utilizado na sua produção.

Para produzir a tintura de maconha, é necessário descarboxilar a erva misturando-a com o álcool, podendo alcançar uma concentração de até 60% do etílico.

A tintura também pode ser feita com outras soluções à base de água, como o glicerol ou o vinagre, sendo uma alternativa para quem não deseja utilizar o álcool.

O que é o óleo de cannabis?

Como o próprio nome diz, o óleo de cannabis é extraído utilizando algum óleo e não o álcool.

Portanto, o óleo de maconha pode ser produzido a partir de uma descarboxilação com azeite, manteiga ou outros óleos adequados.

Um exemplo disso é no preparo do brisadeiro, em que a manteiga utilizada na receita é misturada com maconha para liberar o THC no óleo sem a necessidade de ingerir a erva em si.

Qual é a diferença entre a tintura e o óleo de cannabis?

Visualmente, o óleo e a tintura de cannabis são muito parecidos, sendo necessário sentir a textura do conteúdo para identificar a diferença.

Pela própria definição do óleo e da tintura de cannabis, a principal diferença entre esses dois extratos é a forma como eles são produzidos, ou seja, a diferença está no solvente utilizado.

Além disso, a tintura de cannabis dura mais tempo para uso, pois ela se mantém conservada no álcool, que garante que o conteúdo não estrague rápido.

Veja outras diferenças entre a tintura e o óleo de cannabis:

Tintura de Cannabis Óleo de Cannabis
Usa álcool como solvente Usa óleo como solvente
É líquido e dissolve fácil em outros líquidos Possui textura pegajosa
É mais fácil de dosar o consumo É mais difícil de identificar a dosagem certa
Pode ser usado na pele ou consumido via oral (sublingual) Consumido via oral, vaporização ou tópica (menos eficiente)
Apresenta efeitos mais rápidos no corpo Demora o tempo da digestão para apresentar efeitos
Sua produção é mais discreta, pois não libera odores O preparo do óleo libera o odor da maconha no ambiente
É mais saudável e pouco calórico É mais calórico que a tintura
Pode ser armazenado por mais tempo, durando mais de meses Pode mofar mais facilmente, não durando mais que algumas semanas
Tinturas geralmente são mais baratas que óleos Medicamentos a base do óleo são mais caros
É encontrado em diferentes sabores: chocolate, baunilha, etc Tem sabor mais desagradável
Demora cerca de 45 dias na produção caseira É mais rápido e fácil de fazer em casa

Além desses fatores, as tinturas de cannabis dão mais flexibilidade no preparo, pois podem ser misturadas com uma grande variedade de ingredientes, como adoçantes, aromatizantes e nutrientes.

Vale reforçar também que os óleos canábicos geralmente são mais potentes que as tinturas, pois possuem menos ingredientes, o que garante uma concentração maior de CBD.

Já o armazenamento de ambos os produtos é bem semelhante, sendo comum o uso de um frasco de vidro com conta gotas.

Qual é melhor: o óleo ou a tintura de cannabis?

Considerando as diferenças entre cada produto, não existe um método melhor ou pior. Tanto o óleo quanto a tintura de cannabis são eficazes para o alívio do estresse, relaxamento e outros tratamentos e efeitos.

Até por isso ambos são bastante escolhidos no tratamento pediátrico. A escolha entre eles irá depender unicamente das necessidades do usuário.

Porém, as tinturas são mais escolhidas por quem deseja consumir a maconha sem sentir o gosto forte ou a textura pegajosa que o óleo possui.

Já quem possui mais sensibilidade a conteúdos alcoólicos acaba preferindo o uso do óleo. Além disso, a tintura costuma ser escolhida por ser mais barata e ter um sabor mais agradável.

Qual escolher para a minha receita?

Considerando que os benefícios e propriedades da tintura e do óleo de cannabis são os mesmos, na hora de preparar sua receita canábica, separamos algumas dicas para você, veja!

A tintura de cannabis é ideal para:

  • Adicionar os efeitos da maconha sem alterar o sabor da receita;
  • Receitas doces, pois muitas tinturas no mercado possuem sabores e aromatizantes;
  • Receitas fit com baixas calorias;
  • Ideal para quem quer experimentar uma receita canábica e quer saber a dose exata na comida;
  • Receitas líquidas, pois se dissolve mais facilmente;
  • Indicada para quem não pode fazer receitas canábicas com forte odor no ambiente.

O óleo de cannabis é indicado para:

  • Receitas que envolvem frituras;
  • Temperar receitas utilizando azeite canábico;
  • Comidas de sabor marcante que conseguem “disfarçar” o sabor forte do óleo;
  • Receitas que não exigem uma dosagem exata da cannabis;
  • Receitas que exigem o uso de manteiga, podendo usar o óleo como manteiga canábica;
  • Ideal para quem tem alguma sensibilidade ou alergia ao álcool presente na tintura;

Além disso, o óleo canábico é indicado para aquela receitinha que você está com pressa de fazer ou não planejou muito, pois ele é mais fácil e rápido de preparar.

Agora que você já sabe quando usar o óleo de cannabis e quando optar pela tintura nas suas receitas, deixe seu comentário sobre qual escolheu!