O que é Haxixe e como fazer extrações de maconha

Poucos assuntos se tornaram tão populares nos últimos tempos dentro da cultura canábica quanto o Haxixe e as extrações e concentrados de maconha. Embora seja produzido e consumido há séculos, assim como a própria Cannabis, o Haxixe vem ganhando cada vez mais adeptos, e principalmente produtores e espaço dentro do mercado legal da planta. E por mais que todos saibam que o Haxixe nada mais é do que a extração do THC para alcançar maior potência psicoativa, poucos sabem sua história ou como fazer o próprio Hash.

Entender o que é Haxixe é fundamental para qualquer maconheiro. Afinal, além de estar cada vez mais disponível na indústria legal, como nos estados legalizados americanos, nos coffe shops de Amsterdam, e também nas copas canábicas e eventos que rolam no Uruguai, tem também cada vez mais acessórios disponíveis para as extrações nas head e grow shops. São itens tanto para armazenar e manusear o Haxixe, mas também para produzir a partir de diferentes métodos e técnicas.

Entendendo o que é Haxixe

Se formos resumir, o Haxixe nada mais é do que separação de uma substância de uma planta, no caso o THC, das demais, buscando assim encontrar uma maior concentração de pureza deste elemento. Porém, como estamos falando de uma planta complexa como a maconha, a explicação pode ser um pouco mais longa também. Isso porque é preciso saber onde está toda essa potência de Tetrahidrocanabidiol.

Para fazer Haxixe, é necessário encontrar os Tricomas mais resinados de uma planta de Cannabis. Ou seja, aqueles cristais resinados e pegajosos, que costumam ficar junto das flores das plantas fêmeas, são os que liberam essas glândulas repletas de THC. Esses Tricomas ou cristais podem ser extraídos de diferentes maneiras: manualmente, com solventes ou BHO, ou até mesmo com a submersão da Cannabis em água gelada.

E é por ter diferentes métodos de produção que o Haxixe pode ter aspectos e cores distintas, o que acaba confundido muitos que não conhecem. Pode ser igual uma massa de modelar, mas também parecido com um cristal ou vidro, ou até mesmo óleo. O Haxixe também pode ter uma cor marrom escura, mas também amarelo, preto, bege, e até mesmo verde escuro por dentro. Tudo depende de como ele foi extraído.

Esses são os Tricomas que são extraídos e se tornam o Haxixe – Créditos Alchimia

Efeitos do Hash

Por ser uma extração da própria Cannabis, o Haxixe possui efeitos bem semelhantes, só que muitas vezes mais intenso. Isso acontece justamente por ser um concentrado de THC, diminuindo a presença de outras substâncias. Logo, quem consome Haxixe tem uma “brisa” praticamente pura de THC, já que muitos podem chegar a até 99% de pureza. Entretanto, o mais comum são percentuais de 50% a 80%, o que acaba garantindo também a presença de outros elementos, como o próprio CBD que promove os efeitos medicinais.

Como consumir Haxixe

Existem diferentes maneiras de consumir Haxixe, e isso também pode variar conforme ele foi produzido e qual a textura do resultado final. Há quem prefira colocar o Haxixe junto do baseado ou até mesmo de um tabaco, para sentir somente o seu sabor único. Tem quem prefere “melar” o beck com o Haxixe também, principalmente quando ele está mais líquido ou oleoso. Muita gente curte colocar aquela “cobrinha” de haxixe em cima do beck também.

Porém, uma das formas de se consumir Haxixe mais utilizada atualmente é através de bongs, ou até mesmo estações de dab que podem ser conectadas na energia elétrica mantendo o recipiente aquecido bastando só largar o extrato para queimar e ser tragado. Existem vaporizadores que permitem o uso de Haxixe também, o que é ótimo para reduzir danos.

Esquentando nail do bong para fumar Haxixe – Créditos Leafly

 

Consumindo Haxixe no baseado – Créditos Alchimia

Diferentes métodos para fazer extrações de maconha

Como falamos anteriormente, além de existirem diferentes formas de se consumir Haxixe, existem também métodos distintos para sua extração. A maioria dos produtores de Hash costuma ter sua preferência, mas experimenta todas as alternativas antes de ter uma certeza, já que todos eles podem oferecer ótimos concentrados.

  • Extração com alcoól.
  • Extração de Haxixe com Gás Butano (BHO).
  • Bubble Hash.
  • Rosin.
  • Charas.
  • Extração Dry Sift a seco.
Fazendo extração com BHO – Créditos Weed Seeds Shop

Produzindo o próprio hash

Depois que já se conhece cada um dos métodos para obtenção de Haxixe basta escolher um deles para produzir o próprio Hash. Para colocar em prática é só ter uma maconha natural, de preferência cultivada por si próprio, o que dá um gostinho ainda melhor para tudo. E claro, os equipamentos necessários para começar. Alguns itens específicos podem ser encontrados em locais legalizados, como o Uruguai, mas a maioria você encontra no Brasil mesmo, como Gás Butano ou Álcool de Cereal.

Bags para produção de Bubble Hash, que é o Haxixe com gelo – Créditos Herb Approach