Marchas da maconha já começam a ser definidas

O ano começou quente e os coletivos canábicos brasileiros já se articulam para fazer bonito nas marchas da maconha. O fim de semana passado, inclusive, foi de ativismo puro. Nele, foram decididas as datas de duas importantes marchas – em São Paulo a festa acontece no dia 19 de maio, enquanto em Belo Horizonte os canabistas marcharão no dia 12 do mesmo mês. Outras marchas que também já tiveram suas datas confirmadas são as de Curitiba (dia 19 de maio) e Niterói (12 de maio). Trajetos e demais detalhes serão decididos nas próximas reuniões.

A tradicional Marcha da Maconha do Rio de Janeiro também já tem data definida e acontece no dia 5 de maio. O trajeto mudou, e agora os canabistas vão marchar da Praia do Arpoador até o Posto 9. A fim de arrecadar fundos para a marcha, será lançado, nesta quarta-feira, o Calendário Rádio Legalize 2012, com 12 belíssimas “pot models” estampando os meses do ano. O lançamento acontece às 19h, na loja La Cucaracha (R. Teixeira de Melo, 31- Loja H – Ipanema – Rio de Janeiro). Os calendários custam R$30 e também podem ser adquiridos nas lojas virtuais da Rádio Legalize (www.radiolegalize.com), La Cucaracha (www.cucaracha.com.br) e Growroom (www.growroom.net/loja).

Também com o intuito de arrecadar fundos para as marchas da maconha, o Growroom lança sua rifa, que esse ano será repaginada e contará com mais prêmios. Serão quatro rifas com o valor é R$ 40, lançadas, entre fevereiro e maio, no dia 15 de cada mês. Os prêmios serão diversos – alguns exclusivos! – e oferecidos pelos patrocinadores do Growroom, sendo produtos de tabacaria, livros, material de cultivo, entre outros. Informações sobre a rifa serão divulgadas no portal do Growroom ainda esta semana, fique atento!

Além das passeatas, as marchas pelo Brasil estão buscando diversificar o evento, com iniciativas culturais, como doações de roupas e alimentos para moradores de rua, e também culturais, como shows e performances artísticas. O Growroom pede aos coletivos que enviem as informações decididas sobre as marchas para o e-mail growroom@growroom.net ou mesmo no fórum, no board destinado apenas às discussões sobre a Marcha da Maconha, para que possamos divulgar e dar ênfase ao trabalho de cada cidade.