Aprenda a fazer manteiga de maconha: a base da culinária canábica

Quem quer aprender a cozinhar com maconha tem que saber fazer uma boa manteiga. Isso porque ela é a base da culinária canábica podendo ser utilizada para cozinhar diferentes pratos. Afinal, quando se tem uma manteiga com infusão de cannabis basta utilizá-la para se obter o THC que tanto se deseja ao consumir comestíveis da planta, tanto em pratos salgados quanto doces. É por isso que manteiga de maconha é tão importante na hora de fazer aquela larica psicoativa.

Fazer a tal manteiga da maconha não é difícil, porém exige alguns cuidados. Eles devem ser tomados tanto para preservar o THC e as demais substâncias da planta, quanto para a ingestão de uma cannabis limpa que vai gerar a melhor experiência possível.

Neste passo a passo você vai aprender a fazer uma manteiga de maconha que poderá ser utilizada em diversas receitas ao longo do tempo, já que ela pode ser conservada e utilizada várias vezes. Então já vai pensando no que você gostaria de comer com cannabis e vai anotando a receita.

Descarboxilação da maconha

Para aproveitar ao máximo os efeitos da maconha no comestível, independente da receita, é importante o processo de descarboxilação da cannabis que nós já publicamos aqui no Growroom. Ele irá ajudar no aproveitamento da sua cannabis na comida e deve ser feito antes de começar a fazer a manteiga de maconha.

Ignorado por muitas pessoas, a descarboxilação basicamente transforma o THCA e o CBDA, em THC e CBD permitindo com que eles se encaixem mais facilmente com os nossos receptores canabinóides. Quando a maconha é fumada ou até mesmo vaporizada isso não é necessário, pois esse processo acontece através do aquecimento da planta. Fazer a descarboxilação antes de começar a cozinhar é a certeza é de que o THC e CBD estarão ainda mais intensos.

Confira um resumo de como fazer a descarboxilação da maconha para produzir a manteiga.

Como descarboxilar

  • Pré-aqueça o forno a 110°C;
  • Forre uma forma com papel manteiga;
  • Quebre os buds em pedaços menores e preencha o fundo da forma. Mantenha os pedaços próximos uns dos outros, sem lotar demais a bandeja, mas também evite deixar muito espaço livre;
  • Aqueça a maconha no forno por cerca de 20 minutos para secar os buds. Fique de olho para retirar a forma quando a erva tiver pegando uma cor marrom clara;
  • Deixe a forma de lado para esfriar. Enquanto isso, aqueça o forno a 115°C;
  • Quando os buds esfriarem, quebre-os em pedaços menores com a mão e os espalhe até que cubram o fundo da forma;
  • Cubra a forma com papel-alumínio e coloque-a novamente no forno;
  • Para maior concentração de THC, asse por 45 a 60 minutos;
  • Para maior concentração de CBD, asse por 60 a 90 minutos;
  • Retire do forno e deixe esfriar antes de retirar o papel alumínio. Quando o papel alumínio for retirado, o resultado deve ser um farelo amarronzado. Se os pedaços ainda estiverem muito grandes, coloque o produto em um processador de alimentos (bem de leve! Não transforme-o em pó!).
  • Preserve o produto final em um pote de vidro devidamente selado.

Faça sua manteiga com flores

Você provavelmente não iria fazer um suco de goiaba podre, ou nem mesmo cozinhar um alimento que esteja com aparência feia, e que você sabe que esteve armazenado de forma duvidosa sujeito à baratas e outros tipos de insetos. O mesmo vale quando o assunto é culinária canábica. Lembre-se: você está colocando algo para dentro do seu estômago, e como qualquer alimento é importante que seja limpo.

Portanto faça sua manteiga de maconha com flores. De preferência cultivas por você mesmo para ter certeza do que está consumindo. É nas flores, nos famosos buds, que estão os benefícios medicinais da maconha e onde você irá conseguir um bom sabor para a sua manteiga de maconha, com mais THC, CBD e pureza.

Cuidados com a dosagem

Na proibição do Brasil fica difícil descobrir a dosagem de THC ou CBD que possui um bud. Somente quem cultiva sementes de bancos que conseguem ter uma dimensão do percentual da potência das suas flores, pois nem mesmo com as famosas prenseeds dá pra se ter uma ideia disso.

No caso da culinária canábica isso é ruim, pois o ideal seria ter uma dosagem correta de níveis de THC ou CBD para uma determinada quantidade de manteiga, por exemplo. Evitar superdosagens e exageros é muito importante na hora de se cozinhar com a planta já que os efeitos no estômago costumam ser mais fortes, e a absorção mais lenta do que quando a cannabis é fumada.

Já que aqui no Brasil a manteiga costuma ser comercializada em tabletes de 200g, se recomenda um percentual de cerca de 8 a 10 gramas de maconha para juntar com essa manteiga e deixá-la canábica.

Receita de manteiga de maconha

  1. Derreta a manteiga em fogo baixo

    Se necessário vá adicionando água para ajudar a regular a temperatura, pois a manteiga não pode queimar e por isso é tão importante o fogo baixo.
  2. Adicione a maconha

    Quando a manteiga estiver derretendo adicione a maconha já dichavada e descarboxilada e vá mexendo sempre em fogo baixo.

    Fazendo manteiga de maconha.

  3. Mexa.

    Em fogo baixo continue mexendo cozinhando a mistura entre maconha e manteiga e vá mexendo de vez em quando. Esse processo pode demorar cerca de uma hora e quando estiver quase pronto você vai perceber algumas bolhas aparecendo.
  4. Nunca deixe ferver

    É lei! Se você deixar ferver irá perder o THC e outras substâncias e isso é tudo o que não pode acontecer ao fazer uma manteiga de maconha. Por isso o fogo baixo é tão importante e precisa ser lembrado. Vá com calma e tenha paciência para não estragar tudo.
  5. Coe a manteiga

    Deixe a manteiga descansar um pouco e em seguida coe ela para outro recipiente. Expressa para sair todo o líquido.
  6. Guarde a manteiga de maconha

    Em seguida sua manteiga de maconha estará pronta. Coloque ela na geladeira para que ela endureça e fique no formato de uma manteiga comprada no mercado, só que repleta de THC e CBD. Pode deixar ela na geladeira por quanto tempo quiser e somente tirar o necessário para colocar nas suas receitas.

    Manteiga de maconha pronta.

Dicas do Growroom para o uso da manteiga de maconha

  • Faça um teste de dosagem antes

    Antes de fazer uma receita canábica com a manteiga de maconha para você ou mais pessoas tente testar a dosagem experimentando uma meia colher de chá dela em um pedaço de pão por exemplo. Perceba os efeitos e terá uma noção se está muito forte ou fraca.
  • Não coma demais

    Como já falamos anteriormente, consumir maconha através de comestíveis é muito seguro, pois não tem fumaça envolvida e nem combustão. Porém, uma superdosagem pode ser desagradável e por isso é bom nunca exagerar.