Kief: Descubra o que é o kief de maconha e como fazer até com o seu prensado!

O kief é uma das extrações mais famosos da maconha e é bastante conhecido principalmente pela facilidade para fazê-lo em casa, sem a necessidade de gastar muito para consumir sua maconha de forma diferente e aproveitando todos os seu tricomas.

Se você quer saber mais sobre esse extrato da cannabis ou quer fazer um para uma session com os amigos, clique nos tópicos abaixo:

O que é o Kief?

O kief, keef ou kif, é um extração da maconha que se assemelha a um pó. Mas esse pó é feito a partir dos pequenos cristais (glândulas) das flores da maconha, os tricomas.

Apesar de muitas pessoas acharem que o kief é feito do pólen da maconha ou até mesmo o farelinhos do prensado, na verdade ele é feito a partir desses tricomas, que são uma parte da planta responsável por proteger as flores da perda de água e de predadores.

Assim, o kief se torna um haxixe, formando uma grande concentração desse pó de tricomas compactado.

Uma das maiores vantagens do kief é que ele é fácil de produzir, podendo ser feito em casa, com flores e um dichavador por exemplo, ou com peneiras/filtros.

Além disso, ele concentra altas moléculas de THC e CBD, fornecendo uma trip mais intensa.

Como fazer extrair Kief da maconha?

Para fazer o kief de maconha você só precisa de um dichavador de três partes e de flores, não prensado. Esse item também é conhecido como triturador com tela.

Esse modelo de triturador é composto por três repartições:

  • A parte de cima é onde você coloca as flores da maconha;
  • A parte do meio possui uma tela onde o kief vai atravessar;
  • A parte inferior é um pote para armazenar o keef que cai. Geralmente acompanha uma pá para raspar o kief.

Veja uma foto do modelo para comprar o ideal para fazer seu kief:

Pronto, uma vez que você está com seu dichavador em mãos, basta colocar suas flores da cannabis na parte de cima e triturar.

Qualquer espécie pode ser usada – a cannabis sativa ou a indica.

Automaticamente, conforme você vai triturando, o kief cai na terceira parte do acessório. Aí é só usar a pá para coletar ou colocar tudo em cima do beck para dar um recheio mais especial.

Como armazenar o kief?

O próprio compartimento do dichavador serve para guardar seu kief. O importante é não expor o pó a altas temperaturas ou ao Sol, pois isso irá derreter ele, deixando-o grudento.

Por isso, contanto que seu dichavador fique guardado em um armário fresco, seco e sem exposição à luz solar, seu kief estará bem armazenado.

Como fazer com prensado?

O kief não deve ser feito com o prensado. Isso porque o prensado é feito por processos rápidos e muitas vezes sujos. Eles contém impurezas e até insetos no meio do produto, o que não permite que somente o tricoma seja extraído corretamente, pois ali não tem somente as glândulas, mas também muita sujeira e baixo valor medicinal ou até mesmo recreativo.

É comum que as pessoas se refiram ao pózinho do prensado no dichavador como kif, mas esse não é o termo correto.

O kief é feito somente com as flores da cannabis, e não com prensado.

Ao triturar sua maconha prensada no dichavador, o resultado não é um kief a partir dos tricomas das flores triturados. O resultado é apenas um pó do prensado que foi triturado muitas vezes.

É possível fumar ou vaporizar o kief?

O kief pode ser fumado de diversas formas, como:

  • Fumando um baseado na seda;
  • Através de um vaporizador;
  • Queimando no cachimbo.

Além dessas formas, também é possível adicionar o kief ao tabaco do seu cigarro ou no bong para potencializar os efeitos de outros fumos.

Veja como consumir o seu com nossas dicas a seguir.

Fumando

Para fumar um baseado com kief, você tem duas opções: fazer um beck inteiro ou usar pequenas quantidades do pó.

Da primeira forma, basta aguardar ter uma grande quantidade de pó até ser o suficiente para bolar um beck. Aí é só bolar seu baseado normalmente, sem segredo.

Mas, isso pode demorar um pouco enquanto o pote do seu dichavador vai enchendo, então requer paciência.

⚠️ IMPORTANTE: Depois de acender seu baseado de kief, ele não apaga sozinho. O pó continua queimando, portanto, fique atento para não desperdiçar o beck.

Outra possibilidade é polvilhar seu beck. Veja como:

  1. Faça seu baseado normalmente com suas flores;
  2. Quando o beck estiver pronto, dê uma lambida em volta da seda – cuidado para não molhar demais, a ideia é apenas umedecer para grudar;
  3. Em seguida, polvilhe o beck com seu kief;
  4. Utilize a pazinha para polvilhar, pois ao jogar o pó com os dedos, o suor da mão pode fazer ele grudar e não cair no baseado.

Além de usar sua própria saliva, também é possível passar algum óleo cannabico na seda ou mel, se quiser adicionar sabor. Fica a seu critério e depende do que você tem à disposição.

O resultado será esse:

Vaporizando

Para vaporizar, basta extrair o kif com um dichavador e inserir o pó no seu vaporizador com o auxílio daquelas pequenas pazinhas que acompanham os acessórios de cannabis.

Se você não tiver nenhuma pá, uma faca pode te ajudar a coletar o pó com mais facilidade. Porém, o vaporizador só vai conseguir processar o keef se ele for específico para ervas secas.

Os vapes específicos para concentrados e extratos não funcionam para o kief, pois acabam queimando o pó e deixando um sabor de planta queimada na boca.

Usando o cachimbo

Fumar o kief no cachimbo também é uma opção, mas não é a mais escolhida, pois é um pouco mais complicado.

Como o cachimbo é feito para receber flores secas de tamanho maior, o ideal é ter um cachimbo com tela ou filtro para que o pó não acabe indo para sua boca.

Se o seu acessório não tem esse tipo de tela, você pode apertar o kif com os dedos até ele virar a massa de haxixe e queimar, mas aí é necessário ter uma grande quantidade de pó.

Onde comprar?

Assim como a maconha é criminalizada no Brasil, o kief também é, afinal, ele é uma extração da cannabis.

Por isso, não é possível encontrar o kief à venda no Brasil sem ser caracterizado como tráfico.

O ideal é plantar a própria maconha e fazer o próprio Kief em casa.

Qual é a faixa de preço do Kief?

Em alguns estados dos Estados Unidos, onde a maconha é legalizada, você pode comprar o kif em lojas físicas e também em lojas online.

É possível encontrar a grama do kief a partir de US $9 (nove dólares), e o preço aumenta de acordo com o tipo de kief que você deseja.

Portanto, existe uma grande variedade de kiefs, alguns produzidos com sabor de frutas vermelhas, essências de baunilha, aroma adocicado, entre outros.

Efeitos do Keef

O kief é mais potente que o baseado normal que fumamos, justamente por ser uma extração. Ele também queima mais rápido que as flores inteiras ou trituradas.

Por isso, ao consumir, leve em consideração que os efeitos do kief surgem mais rápido no corpo e também são mais intensos.

Em geral, os efeitos irão depender da espécie da cannabis, com a diferença que serão mais intensos do que quando se consome a flor inteira ou triturada.

Por isso, se você optar por fazer um kif com a cannabis sativa, irá sentir euforia e agitação, mais energia física e pensamentos rápidos, além de melhorar o humor e aumentar bastante o apetite.

Já com a cannabis indica os efeitos são de relaxamento muscular, sensação de calma e tranquilidade, além de momentos reflexivos e também um aumento de apetite.

Se fumado, os efeitos do kief duram entre 15 a 40 minutos. Para garantir que você aproveite a onda com tranquilidade, comece por doses pequenas e tome precauções para evitar a bad trip de maconha.

Tem como fazer haxixe com o Kief?

Sim, o Kief é uma forma de haxixe que pode ser compactado.

Isso porque quando ele cai no dichavador, assume a forma de pó. Mas, quando você tem uma grande quantidade de kif, basta apertá-lo entre os dedos que você terá uma massinha maleável, que conhecemos como haxixe.

Ao apertar o pó, a pressão dos dedos quebra os tricomas do keef e liberta a resina da maconha, fazendo ela ficar com aquela textura pastosa.

Agora que você já sabe como preparar o keef em casa, compartilhe esse artigo e dê essas dicas para seus amigos também!