Como identificar e diferenciar plantas fêmeas e machos de maconha

Se no mundo ideal o certo seria o gênero de uma pessoa não ter importância nenhuma no tratamento que ela recebe da sociedade, no caso da cannabis a situação é bem mais injusta e saber o sexo da planta é tarefa importante e indispensável para quem está cultivando. Afinal, saber identificar plantas fêmeas e machos de maconha irá influenciar diretamente no restante do seu cultivo e principalmente no resultado final, na hora de finalmente degustar a sua colheita.

Você pode ter uma decepção enorme se não souber isso e acabar cultivando uma ou várias plantas machos no seu grow que não vão servir pra você fumar, simplesmente porque somente as plantas fêmeas de maconha é que dão aquelas flores resinadas que buscamos ao plantar. Isso sem falar que plantas machos podem vir a polinizar as fêmeas que estão no mesmo ambiente, prejudicando-as.

Portanto, conhecer as características de plantas fêmeas e machos de maconha é tão importante e isso que esse texto do Growroom vai ensinar.

 

Sementes regulares e feminizadas de maconha

 

Se você comprou sementes de algum banco de genéticas provavelmente teve a oportunidade de escolher entre sementes feminizadas ou regulares. Sementes regulares costumam vir com 50 % de chance de serem machos e outros 50% de chance de serem fêmeas, enquanto as feminizadas já dão uma garantia maior, mas não 100%, de que vai cultivar e colher meninas.

Por isso que optar por sementes já feminizadas podem acabar sendo crucial para não desperdiçar nem dinheiro e nem tempo, caso você esteja fazendo investindo em genéticas específicas. Agora se você está cultivando com as sementes de prensado, as famosas prenseeds terá que tentar a sorte, embora nós já tenhamos publicado aqui que é possível encontrar e selecionar sementes no prensado que se bem cultivadas vão virar belas flores.

 

Diferenciando plantas fêmeas e machos de maconha

 

O primeiro passo para diferenciar plantas fêmeas de plantas masculinas é esperando que se desenvolvam, pois é somente na fase mais adulta que elas começam a revelar seu gênero. Se o período vegetativo é a infância, e a floração a fase adulta da maconha, então a identificação do gênero pode começar a ser feita entre um fotoperíodo e outro, na transição da “adolescência” para seu estágio final.

É nesse estágio que fica mais fácil identificar e diferenciar o gênero das suas plantas, embora algumas apresentem uma pré-flora já na 6ª semana de vida, porém nem sempre tornando possível essa verificação do sexo. É com o início da floração que os sinais mais claros aparecem tanto nas plantas fêmeas quanto nas machos: bolas ou pistilos.

 

  • Pistilos nas fêmeas

O principal sinal de que está se cultivando uma ou mais plantas fêmeas de maconha é com o surgimento de pistilos brancos no início deste período de floração, embora muitas vezes a manifestação feminina possa a vir a demorar mais. Esses pequenos “cabelos” que vão surgindo principalmente entre o tronco central e os primeiros ramos que na verdade são flores que começam a brotar e se formar.

Se verificar esses pistilos, então pode comemorar que você é pai de uma menina e agora é só fazer essas flores crescerem e engordarem mais e mais durante esse período.

 

Planta fêmea.

 

Planta fêmea mostrando Pistilos

 

  • Bolas nos machos

Identificar uma planta macho de maconha é ainda mais fácil, pois ela começa a liberar pequenas “bolinhas” logo após o fim do período vegetativo, e que na verdade são sacos de pólen que podem inclusive afetar outras plantas que não tenham o mesmo gênero. Em alguns casos essas bolas ou sacos de pólen ficam tão grandes que até lembrando um cacho de uva, e caso eles permanecem e fiquem ainda maiores, uma hora vão ser liberados e essa planta vai começar a polinizar.

Por isso muitos cultivadores sempre cortam imediatamente as plantas machas que venham a aparecer pra não correr o risco de afetar todo o cultivo.

Bolas de pólen características das plantas machos de maconha.

 

Saco de pólen de planta macho.

Plantas com características femininas e masculinas?  Pode ser hermafrodita

Dificilmente ocorre essa dúvida ou dificuldade de identificar ou diferenciar as plantas fêmeas e as masculinas, mas caso perceba que ainda não teve uma manifestação clara, ou que os pistilos não saíram completamente, é melhor esperar e ver como esse gênero ainda não identificado vai se revelar nos próximos dias, pois é melhor do que simplesmente matar uma fêmea por confundi-la.

Caso as características de ambos os sexos permaneça naquela área das plantas, então é possível que esteja cultivando espécies hermafroditas e que devem ser cortadas como os machos caso não se tenha intenção de polinizar.

Planta hermafrodita.

Diferentes utilidades para as plantas fêmeas e machos de maconha

 

Maconha fêmea

  • Tendência a alto teor de THC e CBD.
  • Produção de flores.
  • Clonagem
  • Produção de medicamentos ou comestíveis.

 

Maconha macho

  • Uso industrial enquanto cânhamo.
  • Polinização.