Holanda: 'Coffee Shops' só podem vender droga a consumidores locais

do Expresso

Haia, Holanda, 11 Set (Lusa) – As ‘coffee shops’, lojas onde é possível comprar pequenas quantidades de cannabis na Holanda, devem vender esta droga “exclusivamente” aos consumidores locais, anunciou hoje o governo holandês.

“As ‘coffee shops’, onde a venda de haxixe e erva é tolerada, devem tornar-se menores e devem ser dirigidas exclusivamente aos consumidores locais”, afirmou, em comunicado, o governo, repetindo as recomendações feitas em Julho por uma comissão de peritos.

“Será mais difícil para os turistas comprar ‘cannabis’ nestes estabelecimentos”, disse uma porta-voz do Ministério holandês da Justiça, Karin Temmink, acrescentando que será apresentada no parlamento uma proposta de lei neste sentido.

A lei deverá “reduzir o problema destes espaços comerciais nas regiões fronteiriças”, onde milhões de turistas vêm abastecer-se de droga.

Os projectos-piloto – como o de Maasstricht que limita, a partir de Janeiro de 2010, o acesso a estes estabelecimentos aos detentores de um cartão de identificação – deverão permitir fazer um teste a este princípio.

O projecto prevê que os clientes paguem a droga que comprarem com cartão bancário holandês e fixa quantidades máximas que podem ser compradas.