8 documentários sobre maconha: Os melhores longas sobre uso medicinal e recreativo da cannabis!

-Com o crescente debate sobre a legalização da maconha e medicamentos derivados dela no Brasil e no mundo, não faltam  documentários sobre maconha para quem quer se informar sobre os efeitos positivos ou negativos da planta sob diferentes perspectivas.

Hoje em dia é fácil encontrar documentários sobre maconha que abordam a proibição dela sob o ponto de vista racial, enquanto outros falam sobre sua história ou até assuntos mais específicos, como a política de drogas no Brasil ou o acesso à medicamentos com Cannabis. Tem opções para todos os gostos e o Growroom preparou uma lista de documentários sobre maconha abaixo para abrir a sua mente sobre o uso medicinal e adulto da planta sem tabus.

1. The Legend of 420

Para quem tem mais interesse em saber sobre as diversas formas de uso da maconha, o documentário The Legend of 420, lançado em 2017, explora todas essas possibilidades.

O filme de 86 minutos aborda a tendência de legalização da cannabis em alguns estados dos Estados Unidos, que vem abrangendo cada vez mais locais. A ideia é mostrar o uso da planta não só para fins medicinais, mas também na culinária, na arte e em outros ambientes.

Com um toque de humor, o documentário mostra, de forma descontraída, os argumentos ilógicos para a proibição da maconha e os resultados positivos no mercado e na sociedade após sua legalização.

2. Baseado em fatos raciais

Mais um documentário sobre maconha é o “Baseado em Fatos Raciais”, da Netflix. Ele é uma visão de especialistas sobre a história da maconha nos Estados Unidos sua relação com questões raciais.

O diferencial do filme é que ele aborda como a  proibição da maconha se tornou uma desculpa para justificar ações políticas racistas que tinham o objetivo de reprimir a cultura negra e latina no país.

Com isso, podemos entender como há uma lógica repressora e calculista na política construída contra o uso da maconha, servindo apenas de pano de fundo para criminalizar a existência do povo negro nos Estados Unidos.

A narrativa aborda também o fato de que, mesmo após a legalização da cannabis, a população negra continua sendo criminalizada e sofrendo preconceito, além de não ser sempre ela quem colhe os lucros do mercado cannábico.

3. Maconha Medicinal: Cura ou Crime?

Disponível na Netflix, o documentário Maconha Medicinal: Cura ou crime? (em inglês, Weed The People) acompanha a luta de cinco famílias que possuem crianças diagnosticadas com câncer.

Enquanto as crianças fazem tratamento com quimioterapia, a cannabis medicinal é utilizada como terapêutico em conjunto com outros medicamentos. Assim, o filme aborda a falta de pesquisas sobre o potencial dos efeitos medicinais da planta.

Afinal, a maconha serve para o tratamento do câncer, Alzheimer, Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) e casos graves de epilepsia. Diversas doenças podem ter os sintomas amenizados com o uso do óleo de canabidiol.

4. Quebrando o Tabu (2012)

O documentário Quebrando o Tabu, lançado em 2012, é uma produção brasileira que analisa como o consumo de drogas é visto ao redor do mundo e aborda uma reflexão sobre a eficácia das políticas de tolerância zero ao uso ilegal de drogas.

O filme aborda as reais consequências das políticas brasileiras e mundiais do combate às drogas. No roteiro, acompanhamos Fernando Henrique Cardoso, que admite já ter sido intolerante a esse assunto por falta de informação.

Hoje, o ex-presidente FHC defende a regulamentação da maconha para uso pessoal e produção de remédios cannábicos no Brasil e participa de diversos eventos de estudo e incentivo da legalização da planta.

Diversos países declararam guerra às drogas há mais de 40 anos e até hoje especialistas levantam análises de que o resultado disso não têm sido tão eficiente, gerando cada vez mais disseminação de informações equivocadas, aumento da criminalidade e fortalecimento de facções criminosas.

Portanto, a ideia do Quebrando o Tabu é convidar o espectador a refletir sobre a presença de substâncias psicoativas na história da humanidade e se as políticas adotadas atualmente são eficientes e quais as alternativas à proibição absoluta da maconha e outras drogas.

Você pode assistir ao documentário gratuitamente clicando aqui.

5. Ilegal – A Vida Não Espera

Mais uma produção nacional, o documentário Ilegal, produzido pela revista Super Interessante, apresenta histórias de mães brasileiras que precisaram recorrer à clandestinidade para tratar suas filhas com o uso da cannabis medicinal.

O roteiro gira em torno de duas mães: Katiele Bortoli Fischer e Margarete Brito.

Katiele é a mãe de Anny, que com apenas 5 anos sofre de graves sintomas de um tipo incurável de epilepsia resistente a todas as medicações acessíveis no Brasil. A menina tem crises e convulsões desde que nasceu – cerca de 80 vezes por semana.

Com as exaustivas tentativas de tratamento, o canabidiol (CBD) foi o único medicamento que ajudou a reduzir as crises de Anny. Assim, Katiele se viu obrigada a traficar o medicamento do exterior para tratar sua filha.

A história também narra a luta de Margarete Brito, a primeira mãe a conseguir autorização judicial para plantar cannabis sativa no Brasil sem correr risco de prisão. Sua filha Sofia também sofre de convulsões frequentes e apenas o óleo do canabidiol reduzia as crises.

O problema dessas mães é que o uso do canabidiol para fins medicinais era proibido no Brasil até 2018.

Portanto, as duas mães desesperadas pela cura de suas filhas tiveram que importar a planta ilegalmente do exterior. Suas histórias foram tão comoventes que viraram assunto de programas com repercussão nacional – como o Fantástico e Encontro.

O documentário nos faz refletir sobre os empecilhos jurídicos, burocráticos e sociais impostos na lei brasileira sobre o uso da maconha medicinal e como isso limita a vida de tantas pessoas que não têm outra opção de tratamento. Assista ao longa gratuitamente aqui.

6. Estado de Proibição

O documentário sobre maconha chamado “Estado de Proibição” nos apresenta os dois lados da história sobre a proibição da erva.

De um lado, temos uma família que precisa da cannabis para tratar uma criança com graves crises epiléticas. De outro, uma família chora a perda de seus amigos e familiares, mortos pelo Estado, que criou a guerra às drogas.

Mesmo com a liberação da importação de medicamentos à base de canabidiol em 2015, os custos são muito altos e o processo é muito burocrático. Portanto, muitas famílias ainda recorrem ao tráfico para extrair o CBD e o THC por conta própria.

Enquanto isso, nas favelas e comunidades, uma população inocente e negra é assassinada diariamente, muitas vezes por uma quantidade mínima da planta. Tudo graças a guerra às drogas, que só afeta o lado mais fraco. O documentário tem menos de 20 minutos e está disponível gratuitamente no Youtube.

7. Cortina de Fumaça

Neste documentário sobre maconha, o diretor Rodrigo Mac Niven apresenta uma produção nacional que aborda as questões moralistas em torno da cannabis.

O filme usa argumentos científicos, psicológicos, além de fatores socioculturais e históricos para mostrar como a proibição da erva é seletiva e hipócrita, já que outras drogas são permitidas em sociedade.

O longa-metragem traz a reflexão de por que escolhemos drogas específicas para legalizar e o que há por trás disso. Afinal, a história da humanidade nunca esteve distante do uso de psicoativos, então por que permitir somente alguns?

Para assistir, acesse o filme de 1h30 disponível gratuitamente no YouTube.

7. Drauzio Dichava

Apesar de não ser um documentário sobre maconha, o título “Drauzio Dichava” se refere a um conjunto de vídeos didáticos no YouTube do reconhecido médico Drauzio Varella.

No canal de Varella, o médico entrevista especialistas, usuários, sociólogos, entre outros profissionais, com o objetivo de entender o uso adulto (ou recreativo) da maconha.

A ideia dos vídeos não é falar sobre os aspectos medicinais da droga. O roteiro foca no uso da planta como forma de diversão, já que é nesse âmbito que estão os maiores tabus e dúvidas.

Acompanhe Drauzio nessa sequência de vídeos e descubra se a planta vicia, as formas de trabalhar com maconha, quais são os benefícios da erva e problemas de legalizá-la, como reduzir danos, etc.

8. Weed – Documentário da CNN

Weed é um documentário sobre maconha famoso principalmente porque seu diretor, Sanjay Gupta, era publicamente contra o uso da planta até alguns anos antes do lançamento do filme.

No filme, Sanjay viaja o mundo para entender o uso medicinal e recreativo da planta. Ao fim da sua jornada, ele acabou divulgando um editorial na CNN pedindo desculpas por ter sido contrário ao uso da erva.

O documentário mostra como somente o conhecimento e a informação sobre a maconha é capaz de acabar com os tabus relacionados à droga.

Gostou da lista? Você tem alguma outra indicação de filme sobre maconha? Deixe sua sugestão nos comentários!