Cannabis Indica: história, efeitos, dicas de cultivo e muito mais

Planta mais versátil do mundo, a maconha está dividida também em diferentes tipos. Pode ser Cannabis Indica, Cannabis Sativa, Cannabis Híbrida que é o cruzamento entre as duas citadas, e também Ruderalis, que é a de uso industrial/cânhamo, com baixo teor de THC. Porém, é inegável que as strains de Cannabis Indica estão entre as mais procuradas e comercializadas onde a planta já é legal. Adorada por growers, usuários e pacientes medicinais, a maconha tipo Indica é conhecida por seus fortes efeitos relaxantes e quase sedativos.

Se você já fumou um e ficou parecendo que tomou um anestésico de tão “dormente” que ficou, provavelmente você consumiu uma Cannabis Indica ou com predominância desse tipo. Mas como saber se está cultivando maconha Indica ou Sativa afinal? Bom, é que cada uma tem suas características e portanto nada melhor do que saber quais são para identificar e saber cultivar direitinho uma Cannabis Indica.

História da Cannabis Indica

Documentos históricos fazem pesquisadores acreditar que a Cannabis Indica é originária do subcontinente asiático e da região do Afeganistão. Segundo o Museu da Cannabis, foi o naturalista francês Jean-Baptiste Lamarck, o primeiro botânico europeu a classificar esse tipo de Cannabis em 1785. Ele teria recebido amostras dessa planta diretamente da Índia e  e por isso apelidou a planta de Cannabis Indica, nome que ficou até hoje.

Isso ocorreu após Lamarck notar diferenças entre as plantas conhecidas como Cannabis Sativa, que já estavam catalogadas. Segundo ele, a maconha Indica alcança menor altura e apresenta muitos ramos, agrupados de forma mais compacta. Além disso, as plantas Indicas possuem folhas mais largas e têm a tendência a adquirir uma forma mais cônica ou piramidal do que as Sativas.

A planta de folhas largas, são em sua maior parte compostas por afegãs e kush paquistanesas. As plantas de cannabis indica selvagens geralmente exibem um conteúdo relativamente alto de CBD.

Características de uma maconha Indica

Querendo identificar se a sua Cannabis é Indica ou Sativa. Abaixo tem um resumo das características da Indica, mas também te um texto explicando as diferenças entre a Cannbis Indica e Sativa. Leia agora e aprenda mais.

  • Folhas largas.
  • Plantas menores em altura.
  • Aparência compacta com ramificações próximas.
  • Ramos mais laterais.
  • Buds bem densos e duros.
  • Floração rápida.
Características da Cannabis Indica

Efeitos da Cannabis Indica e consumo medicinal

A Cannabis Indica é conhecida por seus efeitos mais centrados no corpo físico e menos na mente. Isso significa que a tendência ao se fumar ou ingerir de outra forma uma strain Indica, é que o corpo se relaxa totalmente e os efeitos sejam sentidos especialmente no peso corporal.

Isso não quer dizer que você não vai viajar ou dar boas risadas, mas ela vai ser ótima muito mais para tirar aquele cansaço do corpo do que para ficar conversando, por exemplo. Se for possível escolher, opte por consumir uma Indica no período noturno ou naqueles dias que está com bastante tempo para relaxar.

Além disso, as genéticas de maconha Indica costumam ser muito utilizadas de forma medicinal. Isso porque além dos efeitos quase que anestésicos, boa parte das strains Indicas possuem um alto teor de Canabidiol (CBD), substância da planta mais conhecida justamente por promover alívios medicinais. s

Dicas para cultivar genéticas de maconha Indica

Quer cultivar uma strain de Cannabis Indica? Então preste atenção nessas dicas que vão ser fundamentais para tirar o máximo de rendimento dela. Primeiramente é bom saber que pela estatura menor, as Indicas podem ser ótimas para quem cultiva indoor, já que é mais difícil que atinjam o limite em altura de uma estufa de cultivo ou armário nesses casos.

Outra característica da maconha Indica que está relacionada justamente à sua história e linhagem é a resistência à diferentes temperaturas e também o rápido período de floração. Embora essas plantas normalmente se desenvolvam em forma de pinheiro ou pirâmide, esse crescimento pode ser domesticado e manipulado para nivelar a copa e direcionar mais luz para todos os locais de através de treinamentos como SCROG ou LST.

Uma das principais “desvantagens” e que o grower deve ficar atento quando cultiva genéticas Indicas é que por ter seus belos buds mais densos, duros e até mesmo maiores,  eles também correm um risco muito maior de mofar ou até mesmo desenvolver fungos com temperaturas muito baixas ou muita umidade. Isso é importante de se controlar ao cultivar uma planta de Cannabis Indica.

Dicas para cultivar Cannabis Indica

10 strains com predominância Indica para cultivar ou degustar

Se depois de ler esse texto você está decidido(a) a cultivar alguma genética de Cannabis Indica, então anota algumas genéticas famosas e conhecidas para procurar e quem sabe comprar umas sementes.

  • Northern Lights
  • Bubba Kush
  • Blue Cheese
  • OG Kush
  • Kosher Kush
  • Afghani
  • Black Mamba
  • Tangerine
  • Blueberry
  • Critical
Bud de Cannabis Indica bem denso