Ir para conteúdo
Growroom
Entre para seguir isso  

Recommended Posts

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por berLôquera
      Existe overdose de maconha? 
      Nunca ouvi falar, mas por meu tempo trabalhando na saúde hospitalar descobri que overdose não significa necessariamente morte. Significa que você ingere uma dose maior do que pretendia ou do que poderia tolerar, o que lhe acarreta efeitos colaterais (náusea/vômito, tontura, ansiedade, paranoia, deficit cognitivo, taquicardia, PA elevada, etc.). Ou então, você usa uma maconha não tão boa, que pode conter sintéticos e resíduos/solventes da extração (vi em algumas pesquisas).
      Portanto, pode se dizer que ter uma overdose de maconha é pouco provável, mas não impossível!
      Vou deixar aqui meu relato do último final de semana...
      Fumo socialmente há 1 ano (beck, bong..), mas provei dos comestíveis e foi beeem diferente! Fiz uma receita de Cookies Canábicos (está aqui no meu perfil).

      12:30
      Comi um... e como demorava muito pra "bater", resolvi comer outro. ERRO RUDE!
      Do mesmo jeito que demora pra começar a sentir os efeitos (o estômago pode levar 30min ou horas pra fazer digestão), também demora para sair do corpo.
      Então embarquei numa viagem looonga KKKK
       
      13:00
      A partir daqui, não sei dizer os horários com precisão. Comecei a sentir moleza, leve tontura e precisava sentar. Perdi a sensibilidade das pernas.
      Depois comecei a me sentir incomodada com a claridade e fiquei de óculos escuros 😎 
      Daí veio uma tontura lancinante, que não achava jeito melhor de ficar, piorava ainda mais de olhos fechados.
      Uma vez com os olhos fechados, fui pra longe (flutuando, nadando, voando...) e com muito velocidade, ao som de uma dessas bandas psicodélicas. Foi doido!!!!
      Nesse momento, segurei a mão do meu parceiro pra ter certeza de que não estava sozinha (ele também não estava bem, mas ainda sim cuidou de mim).
      Com meu oxímetro em mãos, assustei quando vi meus batimentos oscilando entre 145-162bpm estando em repouso. 
       
      16:00
      Comecei a ficar bem nervosa e ansiosa, porque não dava uma trégua ou uma amenizada nem por um segundo. Obs: tenho transtorno de ansiedade. Mas tentava me manter bem para não desesperar! Não digo que pensei na morte, mas em ir pro hospital, sei lá, tomar um soro.
      O tempo todo bebi água para me manter hidratada.
      Fui deitar na cama e de coberta (sentia frio). Aos poucos a tontura foi passando e entrei noutra fase: a da safadeza! hehehe (transar chapada é mt bom pqp!) Estava mais sensível ao toque e desejando coisas que geralmente não quero.
      Tudo ia bem...mas quando fomos tomar um banho, minha pressão caiu do nada (e mais uma vez tive sorte por não estar sozinha). Fiquei sentada no box do banheiro, molhando o rosto, até passar.
       
      20:00
      O engraçado nesse tempo todo é que não perdi o apetite. Belisquei durante a tarde, ainda que com medo de nausear e a noite pedimos comida japonesa ❤️
      e uma Coca bem gelada foi me reanimando. 
       
      23:30
      Ainda me sentia mole, mas bem. Jogamos Uno, tomando vinho e arrisquei até a fumar um pouco.
      Sinto que perdi o sono, porque demorei a dormir e acordei na madrugada com "dor de barriga" rsrs
      Tomei um banho quente e voltei pra cama des-tru-í-da!
       
      Fim dessa experiência de quase-morte!
      Queria agradecer ao @[email protected] por ter cuidado de mim, mesmo estando na mesma. Conseguiu ser mais forte! 
      E lembrar que: não passe por nada disso sozinhx, principalmente se for a primeira experiência (e mesmo fumando já a algum tempo).
      Outro conselho é ir com calma, provando dos seus limites até encontrar a dose perfeita (pra mim meio cookie bastava). E nunca mais repita o mesmo erro!
       
      É diferente, é louco, é insano! Bjão a todos!
    • Por CanhamoMAN
      24 de julho de 2014 • 08h30• atualizado às 08h31
      Yasmin Brunet usa semente de maconha: 'milhões de benefícios' http://saude.terra.com.br/nutricao/yasmin-brunet-usa-semente-de-maconha-milhoes-de-beneficios,e9d9e874cd467410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

      Nutricionistas e endocrinologistas confirmam os benefícios, mas a semente de maconha não pode ser comercializada no Brasil
      Patricia Zwipp

      <img src="http://p2.trrsf.com/image/fget/cf/460/340/images.terra.com/2014/07/23/yasmin-credito-marcello-sa-barretto-agnews.jpg" width="460" height="340" title=" Foto: Marcello Sá Barretto / AgNews" alt=" Foto: Marcello Sá Barretto / AgNews" class="image" /> Foto: Marcello Sá Barretto / AgNews Patricia Zwipp Sabe qual é o segredo de beleza e saúde da Yasmin Brunet? Sementes de maconha. A revelação da modelo causou certa polêmica, mas ela logo esclareceu a situação em seu Twitter: “seria a semente de cânhamo ou hemp ou maconha. É a semente própria para comer e, sim, ela tem milhões de benefícios, muita proteína, óleos. Não contém nada de THC (substância alucinógena da maconha), qualquer um pode consumir”. Nutricionistas e endocrinologistas confirmam os benefícios, mas a semente de maconha não pode ser comercializada no Brasil.
      Siga Terra Estilo no Twitter
      “A semente de cânhamo é malvista por ser associada à maconha. Tanto o cânhamo quanto a maconha provêm da mesma espécie, a Cannabis sativa, porém o cânhamo é colhido de uma subespécie que não possui propriedades psicoativas”, esclareceu a nutricionista Andrea Santa Rosa Garcia. “É consumida com frequência em forma de sementes torradas na Índia e China, e recentemente foi liberada nos Estados Unidos”, acrescentou o endocrinologista Pedro Assed, pesquisador do Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares da PUC-Rio-IEDE.
      O produto contém grande quantidade de fibras, aminoácidos e ácidos graxos essenciais, como ômega 3 e ômega 6. “Os ácidos graxos beneficiam o corpo em muitos aspectos, mas dois deles são evidentes: as células e o cérebro. Protegem as membranas celulares e mantêm o fluído celular, importante para a beleza da pele saudável e a cicatrização de feridas. O cérebro também é constituído por 60% de gordura, sendo que mais de 1/3 são ácidos graxos. Consequentemente, a qualidade das gorduras é importante para uma função apropriada do cérebro”, explicou Assed.
      publicidade A semente ainda previne e contribui para o tratamento de doenças cardiovasculares, turbina o sistema imunológico, é antioxidante e melhora o funcionamento intestinal, como listou a nutricionista Kátia Tonello Semmelmann, da Salutem – Nutrição e Bem Estar. Por ser rica em fibras, tem potencial de ajudar no emagrecimento e pode substituir a linhaça e a chia, lembrou Assed. Também contribui para a melhora da elasticidade e firmeza da pele, devido aos aminoácidos essenciais, informou a nutricionista Andrea.
      Indicação
      Segundo o endocrinologista Assed, o consumo do óleo e das sementes de cânhamo é ideal para pessoas com baixo nível de ácidos graxos essenciais e também para atletas e crianças. “É ainda particularmente valiosa à população vegetariana e vegana, que encontra no cânhamo uma fonte completa de proteínas”, ressaltou. Não há contraindicação, como mencionou a nutricionista Andrea, mas as gestantes devem consultar o médico antes de investir no produto.
      Consumo
      Em países em que é liberada, a semente de cânhamo inteira (com casca) é uma boa pedida para ser torrada e pode ser consumida nos lanches, segundo a nutricionista Kátia. A descascada é ideal para polvilhar em massas, saladas, arroz ou para enfeitar sobremesas. “Pode ser usada em forma de farinha e ainda transformada em leite de cânhamo. O óleo pode ser utilizado no lugar do azeite, para temperar as saladas, possui sabor suave e agradável. Produtos já produzidos com cânhamo incluem cereais, waffles, tofu, creme, óleos, bolos, suplementos em pó, cereais orgânicos e até mesmo sorvete”, listou.
      Ainda segundo a nutricionista, o uso deve ser moderado, como o de qualquer semente. Isso porque acelera o trânsito intestinal e é rica em gordura, o que faz com que o excesso possa causar desconforto abdominal e diarreia. Por isso, a quantidade e horários adequados devem ser estipulados por médico ou nutricionista.
      Comercialização
      O produto não é comercializado no Brasil porque a Cannabis sativa está na “lista de plantas proscritas que podem originar substâncias entorpecentes e/ou psicotrópicas”, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Nos EUA existem para vender em supermercados whey de hemp, leite de hemp e semente de hemp”, escreveu Yasmin Brunet em seu Twitter.

×
×
  • Criar Novo...