Ir para conteúdo
Growroom

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Salve, galera do bem!

      Inicio este tópico para tratarmos sobre a utilização da Cannabis na Medicina Veterinária. Como vcs bem sabem, a utilização da maconha medicinal vem crescendo de forma significante no mundo, mas na medicina veterinária é pouco falado (pelo menos pelo que pesquisei). Não encontrei nenhuma rede de vet's que prescrevem, nem mesmo sei como é a posição do CFMV em relação a isso.

Então a idéia é criar um espaço onde possamos fazer relatos de uso e troca de informações da utilização da cannabis na medicina veterinária.

Esta idéia surgiu, pois meu cãopanheiro tá doente. Retirou um tumor enorme e está na quimio. Estou na correria para tentar encontrar uma forma legal de tentar amenizar os desconfortos que virão. Logo explico melhor a situação dele.

Valeu!

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 weeks later...
  • Usuário Growroom
Em 11/04/2020 at 12:17, Tchumin disse:

Salve, galera do bem!

      Inicio este tópico para tratarmos sobre a utilização da Cannabis na Medicina Veterinária. Como vcs bem sabem, a utilização da maconha medicinal vem crescendo de forma significante no mundo, mas na medicina veterinária é pouco falado (pelo menos pelo que pesquisei). Não encontrei nenhuma rede de vet's que prescrevem, nem mesmo sei como é a posição do CFMV em relação a isso.

Então a idéia é criar um espaço onde possamos fazer relatos de uso e troca de informações da utilização da cannabis na medicina veterinária.

Esta idéia surgiu, pois meu cãopanheiro tá doente. Retirou um tumor enorme e está na quimio. Estou na correria para tentar encontrar uma forma legal de tentar amenizar os desconfortos que virão. Logo explico melhor a situação dele.

Valeu!

 

Boa noite! Sou médica veterinária e tb estou tentando descobrir o usso da cannabis p tratamento de caes epilépticos! Estou cansada e frustrada por ter que fazer eutanásia em animais que não respondem mais ao tratamento convencional.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por LeoF1
      Rapaziada ultimamente eu vi uns vídeos no YouTube dizendo que é pra pôr menos que 10 minutos a ganja com o álcool, eu sempre coloquei 40 minutos pra não desperdiçar nada, 10 minutos é muito pouco? Se eu fizer com 40 minutos tem algum risco de ficar menos potente? Preciso de uma resposta pois meu pai tem parkinson e eu introduzi a maconha pra ele, desde então a gente começou a pesquisar maneiras de se usufruir dessa plantinha maravilhosa
    • Por Cbdfspanaceia
      Olá pessoal!
      Um amigo meu comprou uma caixa de cbd full spectrum em cápsulas gelatinosa pra mim nos EUA e enviou por correio, para o meu endereço, com o meu nome ligeiramente diferente.
       
      Ele colocou as cápsulas (parecidas com de ômega 3) dentro de um pote de suplemento de óleo de peixe e lacrou novamente o pote. 
       
      Atualmente a medicação está na alfândega “aguardando pagamento”, de acordo com a mensagem do correio. 
       
      Imagino que seja a taxa obrigatória de importação de 15 que todos os produtos q entram no Brasil estão sujeitos. No entanto, como o pacote não possui identificação de cpf e outros documentos do destinatário, o correio pede para efetuar o login e associar seu cpf com a mercadoria para fins de fiscalização aduaneira. 
       
      Ou seja, não é possível pagar a taxa sem me associar a encomenda. E se a taxa não for paga em 30 dias a mercadoria é devolvida.
       
      Será q ela ja foi fiscalizada e só estão aguardado o pagamento? Ou será q ainda vai ser verificada? Tem muita chance de ser pego?
       
      Oq vcs acham?
      Muito obrigado pela ajuda e atenção!!

    • Por Jay pee
      Galera, eu moro no exterior e pretendo trazer um vidro de cbd pra minha mãe que está com depressão quando for de férias.
      Alguém aqui já fez isso?
      Será que corro algum risco?
      Abraços 
       
  • Tópicos

  • Posts

    • Salve, rapazeada! Com base no que venho estudando e no que tenho praticado nesse meu último ciclo, acredito que a questão das regas depende muito do tipo de substrato e do método de cultivo (se é substrato inerte, semi-inerte ou orgânico). No meu caso, levo a maioria das plantas em inerte (perlita, turfa 50/50) e uma planta em solo Tropikali. No começo eu estava regando bem no mesmo esquema que tu falou, @mospri, uns 20% da capacidade do vaso (meus vasos são de 11L, então uns 2L), até pra evitar o runoff. Acontece que pelas aulas que vi do https://www.instagram.com/brunocg310/ sobre fertirrigação, no caso do substrato inerte e ferts minerais, é importante sempre regar com pelo menos uns 20% de runoff pra você ter certeza que está deixando escorrer qualquer excesso e para garantir que a planta estará com a solução que você acabou de regar.  Confesso que no meu caso, com vasos de 11L, fica difícil regar com 20% de runoff, senão é muito fert que vai pro ralo. Mas tenho regado todas as vezes com 5-6L de solução de fert, muitas vezes diluída em água com até mais volume pra fazer um flush quando mudo de solução. No caso da Tropikali, eu dou muito mais tempo entre as regas e nunca vi aquele substrato secar totalmente. Estou adorando no sentido de que me dá pouquíssimo trabalho e as flores dele estão muito lindas. Só água direto da torneira com 2 gotinhas de pH down. E no caso do Tropikali, rego com 1L, no máximo 1,5L, pra evitar mesmo o runoff.   Outra coisa que parece ser muito importante (e muito subestimada) são os períodos de dryback (o período de seca). Segundo a mesma fonte que citei antes, da 3a/4a semana de flora em diante cada dryback é importante, deixando o substrato ficar com uns 20% de umidade (bem leve, mas antes de murchar as flores/folhas) pra então regar novamente.  E mais uma curiosidade quanto a isso, parece que existe um consenso de que quando você deixa o substrato secar a ponto de a flor murchar, você perde o equivalente a 12 horas de desenvolvimento (que é o tempo que a planta demora pra voltar a funcionar normalmente após murchar).   Pra quem cultiva inerte, recomendo muito o insta que mencionei acima. O cara é agrônomo e chefia a plantação da AlienLabs, uma empresa de cannabis no Arizona, curto bastante porque ele sempre dá as aulas com bastante base científica.
    • to ligado, mas digo dar muita agua ou mais que o necessario e ao longo do tempo matar ela ou estressar / atrasar ou algo assim. Nao deixo sair agua por baixo ate pq uso vaso de feltro (nao indico) e para sair agua por baixo so colcoando um pono em baixo para "absorver" a agua que esta no fundo ou regar de mais mesmo
×
×
  • Criar Novo...