Entre para seguir isso  
Bud Weiser

Frenchy Cannoli

Recommended Posts

Video com imagens explicitas ....

Pros interessados em hashish esse cara é dos mais intendidos.

No link abaixo >>>> vários artigos "top" que ele publicou na mídia especializada ...

https://frenchycannoli.com/articles/

Bem insider ... Melhor que Netflix "Murder Mountain" >>> tb vi e aconselho ...

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por hidrogrow
      Para conhecimento e debate
      Programa da TV Senado do dia 17 de novembro de 2017 sobre a legalização do plantio de maconha para uso recreativo e medicinal.
       
    • Por OGKush
      Bevar Christiania!

      Olá! Este tópico tem o intuito de condensar os relatos de Christiania que até agora estavam espalhados pelo forum. Creio que isto facilitará a vida de quem ainda planeja visitar este paraíso anarquista do Hash que fica localizado na Dinamarca.

      Da seu dab dae que lá vem a história.



      Breve panorama de Christiania :
      A história começa em 1971, quando um terreno do exército cheio de alojamentos abandonados foi invadido por grupos de hippies, libertários, socialistas, punks e fugitivos (da lei, dos pais, da sociedade convencional), entre tantos outros. A Cidade Livre de Christiania é uma comunidade independente e autogestionada localizada na cidade de Copenhaga, Dinamarca. Christiania, também conhecida como "Freetown Christiania" (em dinamarquês: Fristaden Christiania) é um bairro auto-proclamado autonomo e sustentável. Com cerca de 850 habitantes, cobrindo uma área de 34 hectares, no bairro de Christianshavn na capital dinamarquesa Copenhague. As Autoridades publicas consideram Christiania como uma grande comuna, uma área de um status único na medida em que é regulada por uma lei especial, a Lei de Christiania, a lei de 1989, que transfere partes da supervisão da área do município de Copenhague para o estado . Christiania é organizada em vários conselhos, onde todos os moradores têm direito a opinar e discutir os problemas comunitários. As decisões não são feitas por votação, mas sim através do consenso. Isso significa que não é a maioria que decide e sim que todos tem que estar de acordo com as decisões tomadas nas reuniões. Às vezes, contam-se os votos somente para se ter uma idéia mais clara das opiniões, mas essas votações não tem nenhum significado deliberativo, não contam como uma solução para os problemas da comunidade. Christiania é dividida em 15 áreas, cada uma administrada pelos seus moradores, para facilitar o funcionamento dos serviços básicos. Christiania não tem leis, mas foram criados alguns consensos para o bom convívio da sociedade: Não às drogas pesadas Não às armas Não à violência Não se negociam prédios ou áreas residenciais


      Minha jornada por la começou no verão de 2012. Fiquei cerca de trinta dias por lá e, na moral, é o paraíso na terra. Pedalando, do centro de Copenhagen, dava 5 min no max. até o bairro Christiania. Tem feira de hashish ao ar livre, show de jazz em pracinhas, sol o dia inteiro no verão, mulheres lindas, ciclovias por toda cidade e comida incrível.

      É um lugar super relax, mas não tire fotos perto da barraca de hash, tenha bom senso e divirta-se q tudo sairá bem. Enfim, no bairro de Christiania tem mtu hash e maconha sendo fumados, shows de musica e barzinhos. Além de muitas barracas de parafernálias com pipes e até uns Roors.

      Tbm achei super legal a normalidade com que os locais encaram tudo isto. A barraca de frutas e verduras fica a 15 passos de distancia de barracas de hashs e maconha. No bairro tem muita arte urbana, cafés, restaurantes, bares e lugar para shows. Além da natureza, trilhas de bike e um visual incrível. É verdade que em algumas partes do bairro tem o aspecto descuidado mas no geral o bairro é muito fera. Rola uns picos perto do lago pra curtir uma brisa, mulher fazendo topless tomando sol, umas casas simpaticas. outras menos, muita turistada, mas muita galera local tbm.

      Os locais são bastante hospitaleiros e bem mais sorridentes e acolhedores qdo comparando com outros países escandinavos. Só a lingua dinamarquesa que é foda demais! Aprendi apenas que 'hai' é 'oi' e 'tak' é 'obrigado'. Mas mesmo assim é bem tranquilo pois todos falam inglês fluentemente. Além disso, vale muito conhecer Copenhagen toda. Tem restaurantes sensacionais, museu da Carslberg [ com edições exclusivas nos supermercados] , parque do Lego, Tivoli, etc.

      Pois é rapaziada, um viva p/ cidade livre de Christiania! Viva a terra da carlsberg e do frikadeller...com um pouquito de hash!





      Olha o solzinho das 19:30, tava começando escurecer as 22h . Não sei como é o inverno mas no verão é o paraíso na terra: muita cerveja, mulher bonita,sol,festivais de musica pela cidade e paisagens iradas.







      A feira de hashish não fecha nem domingo, com muitas barracas diferentes espalhadas pelo green light district. E na real, é igual comprar verdura. Tem hash de tudo quanto é tipo e tudo quanto é preço. Escuros, claros, macios, duros, kiff, ice, wax, etc.

      E com buds iguais de amsterdam [ nada demais ] . Maioria midgrades e tlvz um ou outro quase highgrade. Uns que vi foram Super Skunk, Jack Herer, Super Silver Haze

      Minha primeira experiência na feira foi na barraca que tinha uma certa fila. O cara que tava atendendo era um hiponga das antigas de cabelo comprido e barbona branca. Creio que isto é uma raridade lá hoje em dia, pois a maioria dos hippies não vendem mais hash devido a certos casos de repressão do governo dinamarquês no inicio do século 21. Acho que era o unico lá desse naipe se bobear.

      Perguntei do hash mais saboroso e ele foi super simpatico e sugeriu o Marroc, com gostinho floral, frutado e apimentado. Pala suave, bom para um fim de tarde tranquilo.










      O segundo que acabei pegando um tal de malana sweet cream q tinha la e que tava com a cara boa..bem melento.

      Malana Sweet Cream



      Alem desse peguei um pouco de Durban Poison, SSilver Haze e Zero Zero






      Preço? Varia dependendo da qualidade e quantidade como qualquer lugar do mundo. Para efeito de comparação, a grama do Charas nesta foto abaixo estava 80 Krones [ aprox. 33 reais ]


    • Por growroom
      Galera

      Criamos um especial sobre a Marcha da Maconha 2014 no Portal Growroom



      A página vai trazer um monte de informações sobre a Marcha da Maconha 2014

      Vídeos, notícias, fotos, calendário de eventos, lista de cidades, etc

      Quem quiser colaborar produzindo conteúdo em texto, vídeos e fotos pode entrar em contato conosco no email

      Estamos aperfeiçoando a página ainda. Críticas e sugestões serão bem vindas!

      Vamo que vamo!

      Nossa vitória não será por acidente!




    • Por planta
      Salve galera,

      Navegando na internet americana, para quem fala inglês e curte culinária, encontrei um site muito bacana: bakingafoolofmyself.com - Watermelon's girl.

      Uma loiraça americana apresentando diversas receitas de todos os tipos que vale conferir. Curti demais o vídeo dos métodos de conversão/extração para fazer diferentes bases para se usar em receitas. Em dois vídeos vi 4 modos interessantes, sendo um a seco, um com álcool, um com manteiga (super clássico, mas o video tem seu diferencial) e com óleo...

      Aqui o vídeo com as 3 técnicas, exceto a seco, que está num outro vídeo. Melhor ainda é ir no próprio site, clicando aqui.

      http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=dhHAE800_8c

      Abraços!!!
  • Tópicos

  • Posts

    • Salve @BodãoSc, Espere pelo menos até o terceiro nó para fazer a poda.  Por ser uma planta automática eu faria uma poda fim ou levaria com lst(amarras) para evitar estressar sua planta. De resto só manter o solo aerado, bastante luz(nas automáticas você pode levar em um ciclo de 20h/4h ou 24h direto) e regar e fertilizar com bastante cuidado, para evitar um overwater ou overfert. Bom cultivo 
    • sua planta se recuperou? a farinha de osso so foi a causa se voce jogou muito, pois depois que ja ta no vaso o solo com uma planta é mais dificil de fazer a mistura da mesma na compostagem(teu substrato, só q no teu caso a planta ja ta plantada no composto) e a farinha de osso q voce jogou so farinha efeito daqui a umas duas semanas e olha la , dependendo da vida microbiana do seu solo, parece ser mais excesso de água pq ela ta murcha, e falta nao é segundo voce, voce rega só com água certo, repara se a água ta descendo bem, pra saber se ta bem drenado, se nao caiu nada, joga mais um pouco e se nunca cair é pq ta lamacento por dentro provavelmente, e sobre jogar mt farinha de osso, é bom elevar a porcentagem só qd se joga numa compostagem sem planta nenhuma e deixar la 1 mes q ai fica mais aeradinho fofinho até tu nao conseguir notar diferença no solo, e parecer ser uma coisa só, ou seja, quando a farinha de osso ja deu uma decompostada, 10% do solo, junto de outros adubos claro, calcário dolomotico inclusive pra regular a acidez do solo, agora se voce quer jogar assim depois de ja plantada, é melhor so uma xicara de chá e esperar os resultados, do que jogar muito pois o solo irá ficar lamacento e dar overwater, ou seja como te disse, so foi a farinha de osso se voce jogou mt. e ficou lamacento. O cultivo começa desde a compostagem se voce for fazer organico, não adianta plantar sem o solo pronto. abraços, espero que ela tenha se recuperado, e se não se recuperou tenta transplantar ela pra um solo mais aerado com uma mistura feita com mão menos pesada.. que ela se recupera.