Ir para conteúdo
Growroom
lucascbueno

Será a canabis ou a fase da minha vida?

Recommended Posts

Eai galera, beleza? Sou novo aqui no fórum (como cadastrado) e venho pedir humildemente a opinião de vocês sobre o que estou passando atualmente.

Comecei a fumar no final de 2017, depois de me formar no ensino médio e passar no vestibular (tinha 16 anos) no começo eu não conseguia ver a ganja tomando conta da minha rotina, fumava nos finais de semana, nas festas, carnaval, geralmente era uma vez por semana, em 2018 fui morar em outra cidade longe da família em função da faculdade e consequentemente tinha mais "liberdade" para fumar, mas mantinha as responsabilidades, só fumava depois que chegava da facul a noite e tudo tava certo, até que chegou num ponto que comecei a fumar antes da faculdade, depois da academia, ao acordar.. e por aí vai.

Atualmente to naquela fase que acho que todo adolescente passa, completar 18 anos, ir atrás de carteira de motorista, começar a trampar e por aí vai 

Há cerca de 3 meses terminei o meu primeiro relacionamento e aos poucos meu uso foi ficando mais e mais frequente, fumando em média 3-5 baseados de 0,5g, minha rotina mudou completamente, parece que o meu corpo não tem disposição nenhuma, deixei meu negócio (tabacaria) ficar totalmente desorganizado, mesmo tendo aumentado o faturamento em geral, e me sinto mal por isso (aliado a questão do término, que depois dele uns amigos que eu via todo dia acabaram tomando seus rumos e fiquei "sozinho", aí comecei a ver as coisas que eu não aproveitava no relacionamento e vem aquela bad vibe) se eu não fumo fico muito mais produtivo, mas quando não fumo não consigo comer quase nada, não consigo dormir, fico pensando na ex, parece que a minha vida mesmo progredindo (financeiramente), tudo piorou.

Se puderem me ajudar, ou se alguém já passou por uma situação parecida, vocês acham que essa "bad" é pelo excesso de cannabis, pela questão das mudanças entrando na vida de verdade, pelo término, os amigos, ou uma junção de tudo isso?

Peço desculpas se falei algo desnecessário ou que não cabe falar aqui no fórum, ainda estou aprendendo aqui

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Redefini a senha dessa conta só pra te responder. Boa noite.

Temos a mesma faixa de idade e o mesmo problema, embora que as circunstâncias sejam diferentes. Não sou especialista, mas baseado em experiências pessoais, acredito que a maconha nao seja a causa do seu problema, mas sim que ela influência nele de forma ativa (pois a maconha tem psicoativos)

Eu passei (estou passando) por algo parecido, meu caso é específico pois eu tenho depressão e não estou fazendo uso de remédios pois não tenho dinheiro pra pagar um psiquiatra (estou em 200 lugar na fila do SUS), nem acompanhamento cm psicólogo estou fazendo mais, infelizmente. Quando eu fumo, por exemplo, no domingo, me sinto disposta o resto da semana, porém se eu não fumar de novo volto a ficar miserável como de costume. As vezes nem a maconha é o suficiente pra me dar ânimo de viver e tal.

Eu não to dizendo que você tem depressão igual a mim, mas sim que você pode estar começando a desenvolver. Se eu entendi bem vc está na faculdade, né? Geralmente elas fornecem aconselhamento psicológico gratuito para alunos. Passa por lá. Todo cuidado é pouco se tratando de saúde mental.

Lá em cima, quando eu disse que a maconha pode tá influenciando, nao quis dizer nem negativamente e nem positivamente. Pois como o THC mexe com nosso cérebro pode ser que altere algumas coisas, mas eu sou leiga e não posso te dizer se é positivo ou negativo (se ajuda ou atrapalha). Boa sorte, espero que não seja isso.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Brother escuta o que o seu corpo e mente está te falando. 

Se tá trazendo mais malefícios que benefícios, diminua o uso, pare, dê um tempo. 

Tá ligado que o ideal é começar a fumar dps dos 20 e talz, que seu cérebro já desenvolveu 100%...

É normal pensar na sua ex um tempo, analisar sua vida e ver o que pode estar errado e tentar corrigir/fazer melhor... 

Falta de fome/sono quando não fuma é abstinência, 1 semana, 2 semana sem fumar tudo vai voltar ao normal..

Tenta quando fumar da próxima vez tirar uma lição da brisa... Já tive brisa que conheci mais a mim mesmo, que deveria dar valor a certas coisas e me afastar de outras, brisa de começar a fumar normalmente vendo comédia e começar a chorar 10min dps por pensamentos que estavam debaixo da cortina... 

Use a cannabis como uma ferrsmente de auto conhecimento e pra relaxar, celebrar, se está trazendo malefícios fica esperto! 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

O excesso no uso da maconha está indicando que ela está se tornando um apoio essencial para você; no entanto, ela não deve se tornar uma muleta - algo que você não consiga ficar sem - pois nesse ponto perde-se o efeito terapêutico. A parte boa é que você conseguiu perceber essa mudança, então é somente uma questão de se policiar para dosar melhor.

Pessoas com estresse pós traumático consomem maconha pra ajudar a esquecer ou desfocar as memórias estressantes, mas somente isso não é o suficiente, é necessário criar um substituto para essas memórias, geralmente um propósito para "seguir em frente", como atividades físicas, novas metas, relacionamentos construtivos, etc. - "mente vazia é moradia do diabo".

Resumindo, a maconha pode te ajudar a "sair do poço", mas não vai te tirar de lá sem o seu esforço, e se não tomar cuidado, ela pode te afundar ainda mais. Não me entenda mal: não estou querendo dizer que você não está se esforçando o suficiente, mas que a lógica de aumentar a dose de um remédio vai curar mais rápido não é procede.

Bom, lembre-se que tem muito peixe nesse mar, e que se a vida é um carrossel, um cavalinho só é pouco.

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/08/2019 at 18:34, 123gogogo disse:

Olá,

O excesso no uso da maconha está indicando que ela está se tornando um apoio essencial para você; no entanto, ela não deve se tornar uma muleta - algo que você não consiga ficar sem - pois nesse ponto perde-se o efeito terapêutico. A parte boa é que você conseguiu perceber essa mudança, então é somente uma questão de se policiar para dosar melhor.

Pessoas com estresse pós traumático consomem maconha pra ajudar a esquecer ou desfocar as memórias estressantes, mas somente isso não é o suficiente, é necessário criar um substituto para essas memórias, geralmente um propósito para "seguir em frente", como atividades físicas, novas metas, relacionamentos construtivos, etc. - "mente vazia é moradia do diabo".

Resumindo, a maconha pode te ajudar a "sair do poço", mas não vai te tirar de lá sem o seu esforço, e se não tomar cuidado, ela pode te afundar ainda mais. Não me entenda mal: não estou querendo dizer que você não está se esforçando o suficiente, mas que a lógica de aumentar a dose de um remédio vai curar mais rápido não é procede.

Bom, lembre-se que tem muito peixe nesse mar, e que se a vida é um carrossel, um cavalinho só é pouco.

Seu reply foi muito bem, principalmente a parte que vc fala que mente vazia e oficina do diabo e tal, como disse acho que ele pode ter o mesmo problema que eu e isso me ajudou também. Eu já faço exercícios e tal, recentemente eu fumei todos os dias e em grande quantidade (papo de 4 beck ou mais por dia), eu nunca tava sóbria.

Agora vouou diminuir pra usar só em ocasiões especiais e nos finais de semana, a única exceção seria um dia que eu tiver que resolver umas treta no centro da cidade, fazer compras, dar um rolê e tal, que aí eu vou tá fumando mas não vou tá mongolando em frente a televisão ou olhando pra parede, fumando só por fumar. Sempre gostei de fumar com um objetivo, quando comecei eu fumava pra ver um vídeo específico, uma série específica, um filme, etc. Acho que meu primeiro ano fumando (tenho 2 anos e uns 4 meses de uso, sempre fumei bastante) eu fiz tudo o que se tinha pra fazer chapada:

Assisti série/filme, assisti vídeos, li matérias sobre maconha, li capítulos de livros, mangás, vi desenho, vi Chaves, fiz trilha, nadei, tomei banho, comi, desenhei, escrevi, assisti aula, assisti vídeo aula, fiz prova, tirei foto, gravei vídeo, olhei o céu, olhei as estrelas, lavei o cabelo, andei de bike, fiz caminhada de 2 km (ir e pra voltar) pra comprar ganja, bebi cerveja, bebi vinho, bebi tequila, andei de ônibus, participei de churrasco em família, virei a noite, e muito mais que não consigo lembrar agr kkkk nos primeiros meses eu fumava exclusivamente pra fazer coisas específicas, eu fumava cm um propósito. Não quero fumar e ficar atoa, mesmo que essa seja a vontade, eu prefiro ficar atoa de cara do que chapado, pq não quero ser dependente de uma coisa que me faz bem, tá lgd? Que eu gosto mesmo

Vai ser dureza, talvez eu não consiga, mas se eu falhar mês que vez tento de novo.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Conteúdo Similar

    • Por trevorpeacelove
      Eai pessoal, gostaria da opinião de vocês sobre o acontecido, preciso contextualizar antes.

      Estava a exatos 3 meses sem fumar, hoje tenho 24 e desde os 18 sou usuário, de fumar quase todo dia, minhas bad ate então era ficar "cabreiro", do restante sempre foi boas reflexões filosóficas, risadas, euforia, morga, etc.
      Estou a conhecer uma mina que vem ganhando meu coração, ela sabe que sou maconheiro e que estava sem fumar por 3 meses, ela começou a fumar pouco mais de 6 meses, ela tem 18 anos.
      Eu acabei cedendo a minha proposta de 6 meses e aceitei um convite pra fumarmos junto. TOP tava animadaço, coração a mil, 1- porque já sou meio ansioso, 2-to gostando dela, 3- macooonhaaa.
      Antes desse rolê, estávamos indo bem, química batendo, reciprocidade, conexão se encaixando e só oque me atrapalhava era minha ansiedade em fazer dar certo e preocupado com a aprovação dela em minha ações e falas. Pois bem, então em nosso 4º encontro e por enquanto ultimo foi o seguinte:
      Chegamos no local planejado, era bem calmo, 1 carro passando a cada 1h só.
      Coloquei um lofi, pq ambos curtem.
      demos alguns abraços e beijos antes
      ela me deu a honra de acender, um baseado bem considerável pra duas pessoas
      apos terminar o baseado, trocamos um papo normal e quis analisar o quanto eu estava chapado
      eu de numa escala de 0 a 10 fiquei 8.5 ela disse que 6.5, pois bem
      percebi que não estávamos num time certo, eu muito eufórico e ela bem menos, ate pra beijar e abraçar eu estava muito acelerado, [percebivel
      OFF pra um contexto- Eu na maioria fumava com meus amigos, e lá temos uma cultura de alem dos papos cabeças sermos idiotas e piadistas, creio que isso é normal.
      A PARADA FOI ESSA, eu comecei a ser piadista, mas do bem claro, nada ofensivo, tipo o idiotão da classe, no começo tava massa, tirei varias risadas dela, dela rir pra porra, e nesse caminho entrei num vicio horrível em falar que ta brincando, exemplo, falava uma piada e no final da frase "kkkk brincadeira" mandava mais uma fala zuera "kk to brincando". Ai as vezes era sobre uma coisa sobre ela e falava "kkk to brincando" eu REALMENTE FIQUEI VICIADO EM FALAR ISSO, isso levou 1h30 +-, de tão modo que ela se irritou com razão, ela falo "que porra é essa mano, se é sempre assim?" eu falei que "não! de ficar falando que "to brincando", não! 
      E isso a incomodou a respeito de que nada que eu dizia era concreto e verdadeiro, e eu mesmo fiquei assustado com a situação mas tava chapado, ai ia tentar falar algo falava piada e continuava com o vicio véi.
      Eu ficava em silencio por alguns minutos, conseguia "VOLTAR" mas ai passava um pouco e repetia.. e assim era.
      Foi muito desconfortável pra ela, ela achou que tudo era uma piada ate o fato de eu estar ali e pensou que eu era um Joker do caralho mano, e isso foi triste pra mim.
      Alguns minutos em silencio apos ter "VOLTADO " eu disse pra ela que não sabia oque tava acontecendo e que minhas intenções era só dar amor, carinho e ser engraçado, pra que ela não defina quem sou por isso que estou fazendo, porque isso claramente pra mim estava sendo euforia até o talo, ansiedade, e tanto medo da aprovação sua que tudo que eu falo, estou usando esse gatilho "to brincando" pra sempre ficar em cima do muro sobre oque disse, eu analisando depois, pra mim foi isso, eu disse, inclusive ainda chapado.. e que estou errado sim pois preciso ser mais seguro e confiante. "
      Ela disse que entende e continuamos o role
      o melhores momentos foi no inicio do role, antes de começar meu vicio,
      depois tbm tivemos momentos agradáveis mas ainda com aquilo na cabeça. aquilo que eu digo e que senti é que ela ficou com medo de quem eu sou, ela me acha meio louco, me acha com transtorno de personalidade coisa do tipo, mas eu acho que não tenho isso não mano, nunca me aconteceu e acho que sou normal sim.
      Agora ela ta sem falar comigo  e eu to planejando em pedir pra nos vermos pessoalmente e eu disser oque penso mas eu perdi credibilidade nas minhas falas, eu sei que vou parecer autentico e real a falar sobre isso mas quem tem que avaliar é ela né, e isso ta me matando. Vontade de pedir pra td mundo que já fumei gravar um vídeo falando que não sou assim kkk.

      Como sair dessa com a mina é difícil vocês me ajudarem mas aceito qualquer sugestão e opinião, mas e a opinião sobre esse meu vicio, é preocupante ou bah nem é ? 
      Grato pela atenção pessoal ✌️
    • Por SmokeADaKoosh
      Fala galera, fumei a primeira vez em 2014 e como muitos falam não senti nada, acho que estava esperando rolar algo e não rolou. Voltei a fumar em 2016 e fumava regulamente, algumas vezes sentia que enquanto andava meu pescoço ficava quente quase que fervendo, sensação de formigação em todo corpo e minha visão ficava preta total, ou seja, a brisa não era boa, mas com o tempo fui aprendendo a fumar aos poucos e curtir a lombra. 
      Ja ano passado, chegava a fuma uns 4 baseados numa tarde de boa, só que de uns meses pra cá eu fumo e a primeira sensação que sinto é que estou me MIJANDO, isso mesmo me mijando, varias vezes passo a mão e vejo que não tem nada, mas a sensação é grande. Alguem sabe pq acontece isso? Por favor, ajudem!!
      Eu achava que era o prensado ou que estou com ansiedade, troquei pra uma maconha "melhor" e não me deu essa sensação, mas as vezes isso pq to em casa se fumo perto de muita gente essa pira de se mijar volta
    • Por Barto
      Boa tarde meu povo.
      Muitas vezes fumei um back e pude conversar com qualquer pessoa dar risada e ficar tranquilo e sempre atento( nao fiquei numa leza total) , mas a maioria acabo entrando em paranoias do tipo corpo tremendo e achar que vou desmaiar e tambem nao presto muita atenção nas coisas. Mas conforme a brisa passa depois de algumas horas eu me sinto muito bem e relaxado
      Strains ricas em cbd podem me ajudar a controlar isso?
      E como controlar?
      Outra duvida rapida.... devo lavar o preensado?....
       
      Abraço e muita paz 
       
    • Por Barto
      Galera resolvi abrir esse topico apenas para receber uma opinião e alguma informação.
       
      Eu fumava um a uns anos atras, fumava todos os dias e meu comportamento mudava muito, nao conseguia interagir e nao prestava muita atenção nas coisas, eu tmb ficava preocupado com as coisas que eu iria dizer. Entao resolvi parar por um tempo e fiquei uns 4 anos sem fumar, hoje eu tenho 20 e resolvi voltar a fumar um mas os efeitos foram os mesmos só que agora tenho mais controle, mas minhas maos tremem muito e eu me sinto ancioso.
      Sempre me interecei muito sobra a erva tanto sua historia qua do a parte espiritual( essa em especial) 
      Sinto que o unico grupo que eu me encontro sao os maconheiros mas estou com esse problema quando fumo 
      Obrigado pela atenção de todos.
    • Por Edug
      Genti me Ajudem estou Arrependido e Sentimento de Culpa ! Eu ja usei maconha 2 vezes mais nessa 3 eu gme sinti mal , Olha é o Seuinte Antes de eu Completar 18 Anos eu fui cm amigos na praça a gente começou a beber lembro de ter começado a beber vinho tomei uns 2 copos de vinhos depois nos vimos 2 garotas , e elas é maconheiras das antigas nunca usei com elas eu tinha ja usado com amigos da minha sala 2 vezes mais nessas 2 vezes num bateu bad nada eu fiquei bebado misturei vinho, cerveja e vodka e comemos linguiça calabresa  e nos levamos essas 2 garotas e eu o idiota aqui fui pegar maconha de uns cara que tava na praça foi um beck de 10 reais tamanho de um cigarro normal , e estavamos em 6 amigos nessa casa do meu amigo , bebemos e fumamos eu na rodinha dos amigos eu fui o menos que puxou , cheguei em casa vomitei passei mal , depois no dia seguinte que eu tava são limpo eu começei a pensar na coisa que eu fiz e por ai foi começando por um probleminha pequeno viro grande pra mim , Depois que eu usei nessa ultima vez que vai fazer 4 meses eu não me sinto o mesmo eu vou pros lugar tipo casa do meu vô ou casa de amigos não como antes com a cabeça limpa eu vou pros lugar com a cabeça pensativa num quero mais fazer isso alguem pode me ajudar se alguem ja passou por isso ? eu fico sabe as vezes eu fico sozinho e pensativo em casa nem da vontade de sair de casa, me da vontade de volta no tempo ! Meu Psicologo Disse que minha Cabeça num conseguiu Absorve esse peso na consciencia , alguem pode me ajuda ???? me da conselho , qndo fico sozinho em casa eu fico deprimido não me sinto , tipo como antes aquelas 2 vezes q eu usei foi são mais nunca tinha batido arrependimento , nessa me deu arrependimento oque eu faço ? 
       
      Boa Noite !
×
×
  • Criar Novo...