Ir para conteúdo
Growroom

Ficar um tempo sem fumar


Lordervas

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Galera, to pensando em ficar um tempo sem fumar um pois é uma coisa que quero testar e também espero sentir aquela onda foda do caralho de novo. Não fumo com frequência mas aquela primeira onda a gente não esquece. Alguém já pensou sobre isso, já tentaram, o que acharam?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

irmão, as vezes eu fico quase 1 mês sem queimar um, desde que comecei a fumar ainda sinto uma brisa forte, fico meio morgado por horas, não sei se é a brisa assim mesmo porque eu não tenho muito contato com outras pessoas que fumam e sou muito reservado ou se é porque fico algum tempo sem fumar, algumas vezes eu continuo sentindo os efeitos, bem de leve mesmo se passando umas 4 horas de quando fumei

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fala brother, blz? Acho que a primeira experiencia que vc teve nunca mais acontecerá novamente. Fiquei 5 anos sem dar nem uma bolinha, quando voltei foi bom, mas nada comparado a primeira vez. Sugiro aprimorar a qualidade consumida e se disciplinar no consumo. A Paz

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Cara, eu faço isso e penso que todo apreciador da cannabis deveria fazer também, querendo ou não maconha faz mal, tem seus efeitos benéficos claro, mas pra quem usa de forma recreativa eu não aconselho o consumo diário, eu sempre fiz assim: faço o corre, e enquanto tenho a massa eu fumo diretooooo, quando eu vejo que a onda ta diminuindo ou a massa acaba, eu dou uma pausa de umas 2 semanas ou um mês, e repito.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Bom eu tento parar mas como efeito da abstinência eu acredito, minha ansiedade e depressão aumentam significativamente, aí fica meio complicado. Faz um pouco mais de um ano que eu comecei a fumar e só agora que eu estou fumando meus camarões... A não ser que o otorrinolaringologista me diga que esse zumbido na cabeça é resultado da maconha (o que eu não acredito, acho que eu tenho alguma labirintopatia e a maconha influencia mas não causa). No caso eu teria que passar o tempo do tratamento sem maconha. Vou ter que consultar mas eu acho muito difícil passar pela abstinência sozinho. Ainda mais quando VC não faz muita coisa da vida além de plantar

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
24 minutos atrás, Edu12 disse:

Bom eu tento parar mas como efeito da abstinência eu acredito, minha ansiedade e depressão aumentam significativamente, aí fica meio complicado. Faz um pouco mais de um ano que eu comecei a fumar e só agora que eu estou fumando meus camarões... A não ser que o otorrinolaringologista me diga que esse zumbido na cabeça é resultado da maconha (o que eu não acredito, acho que eu tenho alguma labirintopatia e a maconha influencia mas não causa). No caso eu teria que passar o tempo do tratamento sem maconha. Vou ter que consultar mas eu acho muito difícil passar pela abstinência sozinho. Ainda mais quando VC não faz muita coisa da vida além de plantar

Essa abstinência dura pouco, 1 a 3 dias, pelo menos pra mim. No começo parece o inferno, tm tenho ansiedade e depressao, mas é só esses dias mesmo.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
21 horas atrás, Edu12 disse:

Bom eu tento parar mas como efeito da abstinência eu acredito, minha ansiedade e depressão aumentam significativamente, aí fica meio complicado. Faz um pouco mais de um ano que eu comecei a fumar e só agora que eu estou fumando meus camarões... A não ser que o otorrinolaringologista me diga que esse zumbido na cabeça é resultado da maconha (o que eu não acredito, acho que eu tenho alguma labirintopatia e a maconha influencia mas não causa). No caso eu teria que passar o tempo do tratamento sem maconha. Vou ter que consultar mas eu acho muito difícil passar pela abstinência sozinho. Ainda mais quando VC não faz muita coisa da vida além de plantar

 

21 horas atrás, BloodyBaha disse:

Essa abstinência dura pouco, 1 a 3 dias, pelo menos pra mim. No começo parece o inferno, tm tenho ansiedade e depressao, mas é só esses dias mesmo.

Caras, então, também tenho ansiedade (falta e ar, pensamentos a todo vapor), e durante a semana preciso ficar sem fumar, pois fico sozinho com minha filha, e coincidentemente quando chega quinta ou sexta eu começo com os sintomas (falta de ar e pensamentos aleatórios). 

Será que isso é abstinência?

Que bad viu :(

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
34 minutos atrás, Nil Jardineiro disse:

 

Caras, então, também tenho ansiedade (falta e ar, pensamentos a todo vapor), e durante a semana preciso ficar sem fumar, pois fico sozinho com minha filha, e coincidentemente quando chega quinta ou sexta eu começo com os sintomas (falta de ar e pensamentos aleatórios). 

Será que isso é abstinência?

Que bad viu :(

A abstinência também da um certo mal humor e impaciência sem motivo mas pq VC n pode fumar com ela? 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
32 minutos atrás, Edu12 disse:

A abstinência também da um certo mal humor e impaciência sem motivo mas pq VC n pode fumar com ela? 

Porque, como fico sozinho com ela, gosto de dar total atenção, e tenho que fazer as coisas de pai/mãe nesses dias, dar banho, comida, fazer dormir, trocar de roupa, etc e tal.

Ela tem 3 anos apenas.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
1 hora atrás, Nil Jardineiro disse:

 

Será que isso é abstinência?

Que bad viu :(

O cérebro acostumou com o dia e horário. Mas esses tempos eu achei qur tava fumando demais e resolvi parar. A noite, antes de dormir, batia uma vontade forte sim, mas como eu tinha definido pra mim mesmo que não o faria, não foi difícil passar por essa fase. 

Tô fumando só final de semana agora. É so colocar na cabeça que é isso mesmo que quer, resistir, não ficar com pena de si mesmo. Se conseguir mudar a rotina então... já era.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
10 horas atrás, Vegetta disse:

O cérebro acostumou com o dia e horário. Mas esses tempos eu achei qur tava fumando demais e resolvi parar. A noite, antes de dormir, batia uma vontade forte sim, mas como eu tinha definido pra mim mesmo que não o faria, não foi difícil passar por essa fase. 

Tô fumando só final de semana agora. É so colocar na cabeça que é isso mesmo que quer, resistir, não ficar com pena de si mesmo. Se conseguir mudar a rotina então... já era.

Com todo o respeito amigo mas não é tão fácil quanto simplesmente ser determinado pois, se fosse fácil assim eu nem fumava maconha, passava na escola, arranjava um emprego... Não deve ter sido difícil pra vc pq vc não tem problemas que agravam na abstinência da maconha. Não to dizendo que é impossível pra quem sofre com tais problemas mas vai além de determinação as vezes uma ajuda é necessária

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Não tenha pena de si mesmo, Edu. Se cê quer, cê faz.

Já pensou quantos desses problemas são causados por ela?

Não vou ficar chorando minhas pitangas aqui, mas tenha certeza que sei do que está falando.

E só depende de você.

  • Like 1
  • Thanks 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

@Edu12 Brow, a ajuda é sempre bem vinda, porém ficar pagando o olho da cara pra psicoterapeuta e psiquiatra não vale a pena sabendo que o problema são seus hábitos. Faz um cardio, começa caminhando depois vai dando uns piques. Esse desgaste ajuda muito na ansiedade, tu fica levíssimo ate mesmo no outro dia. Fazer isso na hora que tu pensa que só fumando tu fica bem, acaba com as obsessões, paranoias, agressividades... Fora que a nutrição também encaixa-se nisso, mas ai é outra coisa.

@Nil Jardineiro Da uma corrida, brother. Sempre que sentir essas neuroses bota o corpo pra suar.  Beba água, alimente-se bem e veja se melhora.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sério, quem tem problema com o vício, não só com maconha. Pratique corrida após suas atividades diárias, ou quem não faz nada também. Eu fico enfurecido com tudo, chego na pista de corrida e desconto tudo la, corro de casaco pra suar mais, chego em casa, tomo um banho e a ansiedade, cadê? Fazendo isso seguido, até a vontade de fumar passa, cara.

 

Buscar um trabalho, estudar, praticar um esporte, fazer algo útil pra você sentir-se bem já ajuda demais. Não adianta ficar o dia todo trancado no quarto, pensando um monte de merda e achar que fumando tudo vai ficar de boas, não, velho, ta tudo errado.
~~Isso é pra quem não tem problemas e acha que tem, que era o meu caso. Eu passava o tempo todo chapadao, sentindo altas bad trips e lendo sobre problemas mentais, meu cérebro absorvia aquilo e parecia que eu tinha tudo que estava lendo, paranoia pura.

Já tenho uma grana guardada só pro grow, agora que acabou o penbosta nem vou ir buscar mais.

  • Thanks 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
9 horas atrás, BloodyBaha disse:

@Edu12 Brow, a ajuda é sempre bem vinda, porém ficar pagando o olho da cara pra psicoterapeuta e psiquiatra não vale a pena sabendo que o problema são seus hábitos. Faz um cardio, começa caminhando depois vai dando uns piques. Esse desgaste ajuda muito na ansiedade, tu fica levíssimo ate mesmo no outro dia. Fazer isso na hora que tu pensa que só fumando tu fica bem, acaba com as obsessões, paranoias, agressividades... Fora que a nutrição também encaixa-se nisso, mas ai é outra coisa.

@Nil Jardineiro Da uma corrida, brother. Sempre que sentir essas neuroses bota o corpo pra suar.  Beba água, alimente-se bem e veja se melhora.

Pois é irmão, eu corria e nadava direto até outubro, mas ai tive uma lesão no quadril, não consigo fazer mais nenhum esporte de impacto por enquanto, talvez tenha que recorrer a cirurgia. Vamos ver o que será. Adoro correr, esporte é vida, bom demais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Fala galera, to dando um tempo tbm, eu fumava todo santo dia mas parece que a brisa não vai mais sendo a mesma (considerando tbm que só fumo prensado ;/ kkkk). To dando um tempo e fumando só fds pra focar mais no trabalho, estudo etc., pois já estava começando a me atrapalhar um pouco - vou estudar tenho que fumar um beg antes, ajeitar a casa, um beg antes, sair, um beg antes etc. Não da pra negar que é massa, mas tava me lesando em medida maior do que me deixando com aquela brisa boa.

Valeu, mas é isso ae mano, da pra dar um tempo, entendo que as vezes a ajuda é necessária, mas o negócio é sempre ocupar a cabeça.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

É fácil falar pra ser saudável quando VC é saudável mentalmente mano. Não to falando da boca pra fora mas tem dia que sem maconha não rola ta ligado, eu tava pior antes do Beck e não sabia pw eu tinha preconceito com a erva. Não é nem pena de mim mesmo meu parça se exercício físico funcionasse pra mim quando eu lutava não deveria sentir essas Porras então, pq era todo dia e era bom mas não alivia depressão só deixa cansado mesmo o que é melhor pra dormir. Eu ainda ando de bicicleta direto não gosto de ficar muito tempo parado em casa se tem dia que n tem nada pra fazer eu fumo um e saio pra ver a rua... Mas fumar um pra mim da uma certa disposição mental que a depressão tira, que o remédio que eu tomava também dava mas era caro, e eu tinha que ficar em constante perda de tempo no psicólogo... Ainda volto lá algum dia só pra falar que a maconha ta me ajudando mais (me disseram que não ia)

O motivo de eu pensar em parar é por causa da possível labirintopatia que eu ainda terei que consultar com o médico. Eu ouço um zumbjdo e frequentemente me sinto tonto e já desmaiei, talvez a maconha esteja intensificando os sintomas.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Salve growlera!

Acho que é importante vc disciplinar seu consumo e se manter ocupado pra não ficar pensando só em dar um 2. Estude, leia, trabalhe, faça esportes (pra mim ajuda mt). Teve uma época em que fumava varias vezes por dia coisa de 3-5 baseado por dia, nem sentia mais brisa nenhuma, só sentia que tava lesando e me tornando lento, podre demais. Aí diminui pra um por dia e sempre de noite quando não tenho nada de importante pra fazer, já ajudou bastante. No começo é foda pq vc acostuma a dar um 2 antes de qqr coisa mas aí é se ocupar e saber que a brisa vai ser bem mais forte e daora (mesmo com o prenbosta). Então, acho que vc disciplinar seu consumo, seja fumando 1 por dia antes de dormir ou dia sim dia não, vai te fazer ter uma brisa mais forte e pra mim ajuda na execução de qualquer tarefa que exija mais concentração tipo ir na aula, dirigir, tocar instrumentos...

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 months later...
  • Usuário Growroom
Em 12/03/2018 at 23:24, BloodyBaha disse:

Sério, quem tem problema com o vício, não só com maconha. Pratique corrida após suas atividades diárias, ou quem não faz nada também. Eu fico enfurecido com tudo, chego na pista de corrida e desconto tudo la, corro de casaco pra suar mais, chego em casa, tomo um banho e a ansiedade, cadê? Fazendo isso seguido, até a vontade de fumar passa, cara.

 

Buscar um trabalho, estudar, praticar um esporte, fazer algo útil pra você sentir-se bem já ajuda demais. Não adianta ficar o dia todo trancado no quarto, pensando um monte de merda e achar que fumando tudo vai ficar de boas, não, velho, ta tudo errado.
~~Isso é pra quem não tem problemas e acha que tem, que era o meu caso. Eu passava o tempo todo chapadao, sentindo altas bad trips e lendo sobre problemas mentais, meu cérebro absorvia aquilo e parecia que eu tinha tudo que estava lendo, paranoia pura.

Já tenho uma grana guardada só pro grow, agora que acabou o penbosta nem vou ir buscar mais.

Cara, você disse oque estou passando, fico lendo casos de esquizofrenia achando que tenho isso e outros problemas, acho que tudo que penso o pessoal le meus pensamentos, hoje você não é mais assim? ainda continua fumando? eu parei faz 4 dias mas parece que essa badtrip ainda fica na minha mente.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara, tava fazendo um puta texto, mas me veio na cabeça algo muito simples.

Já pararam pra pensar no ciclo de vida da planta da cannabis?
O tempo de vegetação, floração, a colheita, a curagem e por fim a degustação.
Vocês percebem que se seguir o fator da natureza , é algo em torno de 6 meses?

Acho que isso responde muita coisa!

Tenho 31 anos, desde os meus 22 + - fumo cronicamente. AMO demais. Porém chega um momento que você percebe que ela é apenas uma erva e não água. (sacou a ironia?) , água eu preciso pra viver, enquanto cannabis posso deixar para utilizar em momentos oportunos e não abusar dela. Pois perde a graça.
Tenho um grande amigo aqui do Fórum, que já fumou muito, cultivou pacas, inclusive tem o dedo verde pra isso....
De repente ele resolveu parar e me falou algo muito interessante..."Que já zerou essa vida cannabica, fez tudo que queria" e partiu pra outra aventura de vida.
Respeito ele, na época não entendi a posição, mas hoje em dia entendo perfeitamente.
(Inclusive ainda ele é usuário do fórum , volta e meia ele dá uns pulos aqui, pois ele curte muito tema)

Como alguns colegas já comentaram ,evite o abuso, pratique outras atividades, e se possível saiba qual erva está fumando *THC *CBD etc, (eu mesmo amo as sativas, porém não posso abusar se não fico com a a ansiedade a mil).

Conheça ti mesmo. Só você pode se conhecer e com isso respeitar seus limites.

(Atualmente estou sem fumar há um tempo, uma vez ou outra encontro com algum colega e torro um, e curto muito a onda, tenho vários insights , coisa que não tinha quando fazia o uso crônico....)
Cheguei a conclusão que meu uso tem que ser desta forma para trazer algum benefício.

Mas cada organismo é único, cada mente é única, cada momento de vida é único. Então não posso generalizar.

Já passei por várias situações, das boas as piores...perdi amigos, casos de namoro, etc....
Mas já ganhei outras... tudo questão de foco e pesar na balança!

E sim, ajuda muito exercícios físicos, outras atividades para tirar a fissura e até mesmo limpar o organismo que possa estar sobrecarregado das toxinas.

Hoje em dia o que funciona muito bem para mim é fazer o uso em micro dosagens....
Quando tenho ou deixo para torrar no final de semana, ou faço micro perna de grilos para só bater a onda ao invés de torrar uma tora e ficar retardado.

Boto muita fé no que o @BloodyBaha disse.

Espero ter ajudado de alguma forma.

  • Like 4
  • Thanks 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
9 horas atrás, dsbispo disse:

Cara, você disse oque estou passando, fico lendo casos de esquizofrenia achando que tenho isso e outros problemas, acho que tudo que penso o pessoal le meus pensamentos, hoje você não é mais assim? ainda continua fumando? eu parei faz 4 dias mas parece que essa badtrip ainda fica na minha mente.

da uma olhada sobre despersonalização nesse canal.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 year later...
  • Usuário Growroom

bom tenho 17 anos, ano passado comecei a fumar maconha, fumei a primeira vez achei super legal a onda e tal, aí passei a fumar umas 2/3 vezes por semana, isso já era em setembro quase acabando o ano, fumava só na escola, quando entrou as férias não fumei, daí voltou as aulas novo ano, tava um tempo sem f1, nas primeiras semanas fumei uns foi super normal curtir e tals, ano passado só fumava prensado, daí comecei fumar umas plantas, como tomei bomba (na escola) achei q deveria dá um tempo, fumar só as vezes, daí fui fumar agr em julho e agosto, percebi que estava tremendo muito enquanto eu estava chapado, isso aconteceu umas duas vezes, agr não sei se foi por causa do tempo q fiquei sem fumar ou se poq tem sido planta, sinceramente não sei. Já aconteceu isso com vocês ou algo do tipo? espero terem entendido kkkj

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 weeks later...
  • Usuário Growroom

Boa noite pessoal tenho 33 anos ,fumo a 12 anos diariamente e estou querendo dar um tempo,mais confesso que esta sendo difícil pois como eu disse fumo diariamente,e quando fico sem fumar fico muito mal humorado parece que nada tem graça se não estiver brisado,mais sei que vou conseguir.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por hit420cs
      Aí eu queria contar um relato meu que eu passei um tempo atrás, não sei se foi a maconha que causou minha psicose diretamente ou se foi conjuntos que eu estava passando por uma fase difícil e por (traumas passados, isso era o motivo da paranóia) , eu tive isso e fiquei mais ou menos 1 mês com paranóia ansiedade e Pânico, achava que alguém queria me matar e achava que sempre tinha alguém me perseguindo mas isso por conta do trauma, de fora não tinha nenhuma outra paranóia era apenas pelo trauma e eu tava tomando rispiridona, fiquei uns 3 meses tomando o remédio aí parei fiquei suave, e quando eu tava fumando eu n sentia fome, não entendi essa de falta de apetite, mas eu estava abusando, fumando pra krl, eu fiquei desnutrido eu acredito que eu tava com uma sativona ou tinha outra coisa no meu pren(outra droga) não sei se teria como eu perceber se tinha algo mas tinha gosto e cheiro de erva e eu ficava bem elétrico, fiquei sem dormir uns 2 ou 3 dias se dormi eu dormia um pouco e já acordava e ia fumar, acredito que não tinha muito cbd pq não causava relaxamento, fiquei umas 2 semanas fumando dessa erva e depois comecei a abusar aí que tive o surto, eu fumei uma vez depois disso e foi suave, uma brisa boa, fumei um pren mas não fumei muito( a erva que eu tava fumando quando eu tive o surto era diferente era uma brisa bem estimulante mas não curti, a brisa das outras erva que eu fumava sempre foi mais suave tipo eu ficava de boa batia uma larica escutava uma música, essa aí eu n conseguia parar quieto) e depois do surto fiquei um pouco depressivo não tinha ânimo pra nada aí comecei a fazer academia e fiquei 100% e tô assim até hoje e bebo uns gole nós final de semana, alguém aí tem um relato parecido? Fala pra nois aí. Se eu voltar a fumar posso surtar de novo ou isso vai depender do meu estado de mente e espírito? O que vocês acham? Fiquem na Paz ✌️
    • Por babydarling
      Eu fumava maconha desde os 16 e atualmente tenho 22, mas não era usuária, fumava de vez em quando e um pouco apenas para ficar alegre ou leve.
      Eu tinha experimentado papel uma vez, mas não me causou nada demais e tinha vontade de experimentar novamente, no começo desse ano, o momento chegou e resolvi dropar um papel, só que eu dropei uma quantidade muito grande, segundo a minha amiga. Na hora só estava eu e meu namorado no quarto e o que eu senti, nunca aconteceu antes: a famosa “bad trip”. No começo era como se tudo que eu tivesse vivido fosse uma mentira, depois eu literalmente senti que morri e tava no meu pós vida, eu não conseguia falar nada, as coisas ficavam em loop, depois em câmara lenta, teve uma hora que senti que se abrisse a porta do meu quarto seria a porta para entrar no inferno, enfim realmente eu nunca tinha sentido nada igual então me deixei levar pela bad, acho que nesse dia fui até a última camada da minha mente, foi horrível, mas por estar com meu namorado e minha amiga depois chegou para ajudar, então consegui sair da bad. Beleza, vida que segue. Falei que nunca mais iria usar papel.
      Depois de um mês, fumei um baseado, mas foi bem pouco mesmo e “pá” entrei na bad trip de novo, dessa vez foi menos intensa, apesar de eu estar em um ambiente onde eu só conhecia minha amiga, eu já tinha noção que tudo que acontecia era coisa da minha cabeça e ao invés de ficar trancada dentro da casa que me causava um pouco de pânico, a gente saia para eu espairecer o que me ajudava a ficar “sã”. Enfim, na primeira vez que aconteceu isso, eu superei, era como se nada tivesse acontecido, mas na segunda bad apesar de ter sido mais “tranquila”, eu não consigo “superar” vez ou outra fico pensando nisso, e isso foi em fevereiro, eu tento desviar meu pensamento quando acontece mas sempre vem as lembranças. Inclusive teve um dia que eu não tinha fumado, nem bebido nada, e simplesmente eu senti como se estivesse entrando na bad. Foi muito do nada, acho que durou uns 3 minutos, fiquei dizendo a mim mesma que era coisa da minha cabeça, que tava tudo normal, mas parecia muuuito um começo de bad trip. Foi muito estranho, porque realmente era um dia comum e eu não tinha usado nada, isso que vem me assustado... Talvez, por pensar demais está me causando algum tipo de transtorno/trauma...  Minha bad vem muuuito visual e sonora, então por mais que eu tente me concentrar tá tudo distorcido, voz, pessoas, olhares, etc então, por mais que eu tente manter a calma é difícil porque tudo ao meu redor tá distorcido.
      Resolvi então ler sobre os sintomas pós-bad trip, encontrei esse site e resolvi contar minha experiência para vocês. 
    • Por BrunaSella
      Olá, estou passando por uma experiência muito negativa com a maconha e preciso de ajuda
        não uso com frequência, devo ter usado umas 10 vezes no máximo
      mas essa semana eu e meu namorado resolvemos fumar, estávamos no quarto dele que é bem fechado e bolamos um beck “grande” não era um fininho.
       No começo da onda tava tudo bem, tive uma crise de riso q eu não conseguia me controlar de tanto q eu ria porém, em uns 5 minutos a crise de risada começou a virar uma dor muito forte no peito parecia q eu ia infartar e meu coração ia sair pra fora do peito, comecei a me desesperar é só piorava jurei q fosse morrer, bebi uma água tentei me acalmar mas então decidimos pedir um uber e ir pro upa (meu namorado tbm estava com mal estar porém n sentia essa dor no peito só o coração acelerado) tive uma bad trip daquelas, músculos do corpo inteiro contraindo, tremedeira, dormência q estava toda hr em um lugar, fora a tontura, fraqueza, parecia q estava tudo em câmera lenta, e tbm via tudo em quadros como se a mesma coisa estivesse acontecendo dnv e dnv, foi barra, chegando lá eu fiz um eletrocardiograma e deu tudo normal, voltei pra casa.
       Porém desde então eu venho tendo alguns sintomas estranhos já fazem 5 dias q isso aconteceu porém a dor no peito a dormência q as vezes fica nos braços ou nas pernas, me sinto fraca, meu corpo todo dói, sem falar q fico pensando demais é isso só acaba piorando, já fiz uns 3 eletros, já fiz raio x do tórax e até então tudo normal, porém não aguento mais sentir isso, fico tendo uns comportamentos repetitivos tipo ficar mexendo a perna, inquieta msm e só queria saber se é normal sentir isso por tanto tempo.
       O que mais vem me perturbando é a dor no peito q cada hr está em um lugar sinto tbm alguns tremores as vezes enfim TODA BICHADA KKK e eu ainda fico pesquisando os sintomas q eu tenho (o que não ajuda nenhum pouco) alguém q já tenha passado por isso?? Quando isso vai passar? Ou o que eu posso fazer pra acabar com isso. Sério já cheguei a chorar pq n aguento mais!!
      obs: meu namorado tbm teve a bad só q ele já está bem e eu ainda estou nessa 
×
×
  • Criar Novo...