Ir para conteúdo
Growroom

Uruguai vai começar a vender maconha em farmácias em julho (depois de 3 anos da lei aprovada)


Venom420

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Uruguai vai começar a vender maconha em farmácias em julho

Graduação de substâncias psicotrópicas contidas na droga compete com a maconha contrabandeada. País aprovou regulação em 2013.

 
 

Agence France-Presse

Por France Presse

06/04/2017 20h52  Atualizado há 1 hora

Uruguai começa em julho a vender legalmente maconha nas farmácias (Foto: Rick Wilking/Reuters)

Uruguai começa em julho a vender legalmente maconha nas farmácias (Foto: Rick Wilking/Reuters)

 

O Uruguai começará em julho a vender maconha produzida por empresas privadas sob controle estatal em farmácias, anunciou nesta quinta-feira (6) a Presidência da República.

O país aprovou em 2013 uma lei de Regulação da Cannabis que permite três mecanismos para obter a droga legalmente: o autocultivo em casa, o cultivo cooperativo em clubes e venda de maconha produzida por particulares, controlados pelo Estado através das farmácias na última etapa para implementar totalmente a norma.

"Em 2 de maio vamos habilitar o registro de usuários (consumidores individuais)" do país e "no mês de julho vai se fornecer a cannabis nas farmácias", informou o pró-secretário da Presidência e presidente da Junta Nacional de Drogas, Juan Andrés Roballo, em coletiva de imprensa.

Consultado sobre uma data exata do mês de julho, Roballo se limitou a apontar que "nas duas primeiras semanas de julho, nessa altura".

A droga será vendida a US$ 1,30 o grama, segundo o secretário-geral da Junta Nacional de Drogas, Diego Olivera.

Esse preço inclui o lucro das empresas produtoras, das farmácias vendedoras e o montante que ficará com o Estado e que será utilizado "fundamentalmente para políticas de prevenção" do consumo de drogas.

 

Oferta insuficiente

 

A maconha, com efeito psicoativo, será comercializada em quantidades de 5 e 10 gramas. "Vamos começar com a embalagem de 5 gramas", informou Olivera.

O Uruguai conta com um total de 400 quilos de maconha produzida por duas empresas privadas para iniciar essa última etapa de implementação da lei aprovada em 2013 para regular a produção e a comercialização de cannabis.

"Estamos muito longe de cobrir a real demanda que haverá", admite Roballo. No entanto, a abertura do registro e a posterior comercialização "põe as empresas (produtoras) em condições de passar a produzir em uma quantidade bastante superior, em função das expectativas que temos".

 

Até o momento, apenas 16 farmácias de todo o país assinaram o convênio para vender maconha ao público. O governo espera chegar a 30 estabelecimentos para o momento em que a venda efetivamente começar.

Roballo não quis especular sobre o número possível de consumidores e informou que algumas regiões do país ainda não têm farmácia credenciada para distribuir a droga, mas acredita que superará essa situação.

 

Qualidade e concorrência

 

A graduação de substâncias psicotrópicas contidas na droga compete com a maconha contrabandeada que entra no mercado uruguaio, "em todo sentido", informou Roballo consultado por jornalistas.

Pelas características de sua geração, "o consumidor vai ter certeza da qualidade do produto que está consumindo e, assim, os riscos (associados a consumir cannabis dp mercado ilegal) vão diminuir bastante", expressou.

Roballo reiterou que um dos objetivos da iniciativa é "concorrer com o mercado informal", como disse o então presidente José Mujica (2010-2015) ao anunciar o projeto em 2012.

  • Like 5
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Algumas informações(n sei se verdadeiras ou falsas)  de como será vendido na farmácia nesse link:

 

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/05/1880215-uruguai-da-inicio-a-registro-para-venda-legal-de-maconha-em-farmacias-do-pais.shtml

 US$ 1,30 (mais barato que os prensados podres no Brasil), só que apenas 40 gramas por mês e 10 gramas por semana, diz essas informações, estrangeiros e turistas não podem comprar.

 

Paz a todos !!!

 

 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom

""Estou esperando que nos informem quais são as farmácias que não vão vender marijuana, porque serão estas as que irei frequentar. Não quero me misturar com delinquentes", dizia, em tom inconformado, Giordana Soares, 68, na manhã do último sábado (24), no bairro de Pocitos, em Montevidéu.
Aprovada pelo Congresso em 2013, impulsionada pela Presidência de José "Pepe" Mujica (2010-15), a lei já tem seus demais pontos em vigor.

Além de descriminalizar a posse, a lei permitiu o cultivo para consumo pessoal (cada usuário pode ter até seis plantas em casa) e criou os clubes de cultivo coletivos, onde até 45 membros se associam para plantar e se beneficiar da colheita, com direito ao consumo de até 40 gramas mensais per capita.

Pela norma que entra em vigor neste sábado (1), cada usuário registrado terá direito a comprar, no máximo, 10 gramas por semana, a US$ 1,30 (R$ 4,30) o grama. É preciso ser uruguaio ou residente legal no país e preencher um formulário nos Correios.

As farmácias não guardarão dados pessoais dos usuários, que serão reconhecidos apenas por suas digitais. O banco de dados de quem é usuário será mantido sob sigilo no Ministério da Saúde.
Até agora, 3.500 usuários individuais já se registraram. O Uruguai tem 3,4 milhões de habitantes.
A pedido da Associação das Farmácias do Uruguai, foram instalados botões antipânico conectados diretamente às delegacias mais próximas, para que a polícia seja acionada assim que surgir o risco de uma tentativa de roubo do estoque das lojas.
Além de descriminalizar a posse, a lei permitiu o cultivo para consumo pessoal (cada usuário pode ter até seis plantas em casa) e criou os clubes de cultivo coletivos, onde até 45 membros se associam para plantar e se beneficiar da colheita, com direito ao consumo de até 40 gramas mensais per capita.

Ambas as atividades são reguladas e fiscalizadas pelo Estado. Hoje já existem cerca de 7.000 cultivadores individuais ativos no país."

Fone: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/07/1897616-com-60-contra-uruguai-comeca-neste-sabado-venda-de-maconha.shtml

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Enquanto isso aqui........

Nota de esclarecimento*

A Associação Brasileira de Pacientes de Cannabis Medicinal - AMA+ME, aguarda esclarecimentos acerca dos fatos ocorridos com um de seus membros.

Informamos que a AMA+ME não possui laboratório nem produz medicamentos para seus associados.

Somos uma associação sem fins lucrativos, que tem a finalidade de promover educação e ajudar os pacientes e médicos a terem informações e orientação jurídica para a utilização medicinal da Cannabis.

http://amame.org.br/2017/06/30/nota-de-esclarecimento/

João Carlos Araújo Domingos  Junto a essa nota de esclarecimento venho me pronunciar:
Fui enganado, preso, exposto, torturado tudo dentro da minha casa..
Sou epilético desde os 16 anos de idade e fiz tratamento com altas dosagens de drogas farmacêuticas, que nunca chegaram nem perto de fazer o que a Cannabis fez por mim...

Aqui nessa nota venho apenas esclarecer alguns fatos....:

1- Fui preso na minha residência enganado por policiais que nem mandado de busca ou e apreensão, muito menos de prisão possuiam, disseram que eram dos correios, ao abrir a porta entraram no meu apartamento com armas em punho me oprimindo e a minha mulher que a propósito esta gravida de 8 meses e meio, perguntando sobre droga informei a eles que sou paciente de cannabis medicinal e tenho autorização da anvisa para importar medicamento mas que o SUS ainda não havia fornecido e que eu estaria com a medicina em casa. Tinha umas 300g de planta e umas 60 gramas de óleo de rick simpson foi tudo entregue sem precisar de procurar nada.

2- Houve tortura para que eles tivessem acesso ao meu celular que estava bloqueado, entao no momento que disse que nao desbloquearia eles algemaram minha mulher gravida e disseram que iam conseguir por bem ou por mal.... depois de me algemarem também, imobilizado no chão por 4 policiais que jogaram gás de pimenta na minha cara no mesmo ambiente onde estava minha mulher gravida e torceram todos meus dedos a fim de conseguir acesso ao meu celular através da impressão digital ate onde penso que conseguiram pois me colocaram sentados e sairam de perto com aparelho.

3- Apreensões: 
Como disse levaram 300g de buds e 60g de Óleo.
Trabalho com uber e eventos sou fotógrafo videomaker e Levaram meus rádios de comunicação e minha câmera de fotografar/filmar.
Minha espingarda de chumbinho comprada legalmente com nota fiscal em loja de pesca....
Em torno de 1900 reais em dinheiro que estava na minha casa para pagamento de contas e compras do mês. 
Celular que tambem é ferramenta de trabalho pois com ele que recebo as chamadas do aplicativo Uber para trabalhar...

Considerações:
Estou sem medicina, sem dinheiro, sem como trabalhar, fui torturado, exposto, dentro do interior sagrado da minha residência, fui preso, minha mulher gravida e toda minha familia presenciaram tudo isso, e muitas das pessoas viram a reportagem onde grande parte esta distorcida..
Falaram sobre armas e uma das "armas" era minha espingarda de chumbinho e outra era um revolver calibre 38 quebrado sem munição que foi encontrado nem sei onde com outro detido na mesma operação.
Então podemos agora entender um pouco da situação e tirar nossas prórias conclusões..

Minha receita prescreve mínimo de 50mg de THC/CBD diariamente, podendo ser consumida na forma in natura Cannabis ou em óleo, justamente o que eu tinha na minha residência para tratamento de um mês e meio até 2 dependendo de como utilizado.... 

Mantenho me aberto a qualquer questionamento e explicação, em nenhum momento citei nada sobre a Ama+me ou suas instalações, 

Agradeço aos que lutam pela justiça e pela verdade, que há de vencer!

https://www.facebook.com/amamebrasil/?hc_ref=NEWSFEED

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

As farmácias estão resistindo de vender Cannabis, pois sabem que muitos remédios que eles vendem ali mesmo vão sair de uso com a cannabis, aí que vc vê que não pensam na saúde de ninguém, a não ser no lucro.

 

Mtos tarjar pretas, antiinflamatórios pesados ao fígado, remédios de venda aberta e restrita que é do que lucram em cima da saúde das pessoas, pode acabar com a chegada da Erva natural.

 

Lamentável a mentalidade da indústria/comércio(que era para ser de saúde) e aceitação de algumas pessoas má informadas, devem dizer que não irão vender "drogas"(e ainda desconsiderando todo valor terapêutico da cannabis e derivados, já provados), uma farmácia kkkk e agora tb podemos ver que eles tem  certeza sobre essa mentira deslavada da esquizofrenia(que tb deixaria muitos psiquiatras e psicólogos repensando sobre a questão do que vieram do que é saúde, não mentiras), pois senão estariam loucos para venderem os remédios ali mesmo!!

 

Poderiam mudar de posição, pois da bem pra conciliar uma coisa outra, tendo só menos ganância e mais atenta a saúde dos outros(tudo depende de como se aborda a questão, n é certo perderem lucro se souberem separar a questão e tendo uma logística por trás disso, podem até ganhar com isso).

 

Na minha modesta opinião se não quiserem, deveriam vender em local próprio(o que seria até pior para as farmácias), pois a resistência é das próprias farmácias e todos sabemos o pq(e é necessário um local de venda caso os pacientes não saibam plantar ou não possam).

Sem contar ainda toda gama, de novos tipos de comércio voltados ao cultivo da cannabis e seu uso, abertura de restaurantes para larica, etc... no geral saem lucrando e muito, como todos os países que já a legalizaram, seja por economia estatal(desperdício da máquina pública) ou lucro, caso queiram.

 

Mas tirando esse porém, o Uruguai e Mujica estão de parabéns.

 

Mta paz a todos!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
×
×
  • Criar Novo...