Ir para conteúdo
Growroom

Recommended Posts

  • Respostas 888
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Já cultivei a Chernobyl da TGA que tem a mesma planta base da Quantum Kush, a Bloodwreck. Essa é a planta que tem o cheiro mais maravilhoso que eu já senti em uma planta. Parece raspadinha de limão.

Originalmente essa era uma strain vendida pela TGA Subcool que foi descontinuada. Esse homegrown natural wonders trampava pra ele. https://www.cannabis-seeds-bank.co.uk/tga-subcool-seeds-quantum-kush/

White Widow acho que a maioria das que você encontrar por aí são todas muito parecidas. As melhores WWs em seed que eu já vi são a Black Widow do Mr. Nice, supostamente a original, e a White Widow d

Posted Images

  • Usuário Growroom
Em 03/02/2019 at 04:49, oilengine disse:

Sugar Cane (Platinum x Slurricane) - In House Genetics

LYPILimxV2AWkS6rFdCPSivNEJy08VDiEkmRE4zYjAQ.jpg?width=640&crop=smart&auto=webp&s=5d07a7cb2c9586bf3e44cbc2aaa68cd25ea6ea2f

Tava de "promoção" no Attitude (85 libras) e rachei com mais 2 amigos. Já tinha ouvido falar muito bem. Não me arrependi.

Resina insana (a foto não mente. Muitas resin trails. Uma verdadeira hashplant).

Aroma bem adocicado, frutado, terroso, puxado pra kush. Uma pena que não deve passar disso. Vamos ver depois o sabor.

Infelizmente só tinha feminizada. Mas já tirei clones e vou reverter. Vale a pena pelo rendimento (de resina). Nem tanto por aroma.

caracas nos COBs bro ? quanto de PPFD ? ta capa de high times essa ai em

  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, dreadlocos disse:

caracas nos COBs bro ? quanto de PPFD ? ta capa de high times essa ai em

Essa aí tá na HPS + COBs num espaço que compartilho com 2 amigos. Mas a ideia é trocar tudo por COBs em breve.

A genética é excelente e o fotógrafo é dos bons tbm hehehe.

Segue a foto de outro feno que saiu desse pack:

image.thumb.png.d9d4866a038d1d547b14604ad1075fd9.png

  • Like 6
  • Haha 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Estou na duvida entre a strain ice e ak48 ambas do nirvana.... queria uma planta F1 que renda bem e com no maximo estourando 12 semana de flora.

 

Tenho tbm acesso a royal quen seeds (algumas strain) e dinafem (cheese e gorilla) se alguem puder compartilhar as melhores strain se que encaixe nos quesitos que busco...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Oi mestre @black flag,

estou em eterna divida com você e meu amigo @yellowstoner, pela baita força que me deu e deram...

Em consonância com uma energia muito boa, a princípio, eu resolvi fazer o pedido. E diante do que eles tinham disponível eu peguei várias chem,por exemplo... estou muito feliz com tanta potência em mãos... vou dar uma boa estudada enquanto estiver cultivando elas pra melhorar a base e tirar flores preciosas, resinosas e etc... tomara que consiga... enfim.,.. quero agradecer mesmo, sem suas aulas eu não faria nem um terço do que fiz... suas orientações geraram esse pedido...

Bodhi Seeds

Space Monkey

Hashplant D

Karma Genetics

Biker Kush V.02

Reserva Privada

Tangie

Humbolt Seeds Organization

Lemon Thai Kush

DNA Genetics

Sour Sorbet 3 seeds fem*

Esse foi meu pedido fechado. Ainda que a Lemon eu havia esquecido que eles tinham, e pedi de última hora poucas sementes.,.. o resto são mais de 10 seeds todos os packs e tudo Regular. Quero entender bem essa questão do "pool" (assim que escreve?) genético em F2. Vou ler mais do tópico aqui e espero ter boas esperiências pra frente... Eu ganhei muitas seeds solitárias de bônus... O que você destacaria? São todas feminizadas... além de clonagem vale a pena a fertilização com os machos que poderão vir das 4 primeiras genéticas citadas? Talvez eu faça, mais pela experiência também, a reversão com prata coloidal pra manter as genéticas limpas. O que vc acha?

Olha eu perguntando ai de novo. desculpa irmão. kkkk...

 

Blue Dream – HSO

 

Blue Fire – HSO

 

Gorilla – Dinafem

 

Northern Lights x Big Bud - Medical Collection World of Seeds

 

G13 Haze Barney's Farm Seeds

 

Punk Kush - Barney's Farm Seeds

 

Girl Scoot Cookies - BlimBurn Seeds

 

G13 x Blueberry Headband - Esmerald Triangle Seeds

 

Blue OG - G13 Labs

 

DarkStar - TH Seeds

 

Lemon Candy - 710 Genetics Seeds

 

White Window - Dinafem AutoFem

 

Auto Dark Purple - Delicius Seeds Fem

E ainda de um coyote eu peguei a OG 24K, a Gorilla Ghost âmbas da BSF. Feminizadas. A Purple da Pyramide e a Destroyer e a caribe da Cannabiogen. Vishfi... kkkk... Estou extremamente feliz com elas... estou pesquisando sobre as genéticas, mas vi que tem coisa boa da Humbolt ali... a da Blimburn estou vendo que é coisa boa também... e essa da WOS misturando Northern Ligths com Big Bud? Deve ser um absurdo de rendimento? kkkk... Mano é sérioo que a Gorilla Ghost da BSF vai de 26 a 29% de THC?mínimo 26:? Isso nãoé papo de banco querendo vender? Tem que estudar a história da BSF né... então,foda... tem que sair uma facul de cannabis... 

Enfim, já me prolonguei demais...

Gratidão eterna irmão!!! Sempre... 

  • Like 5
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

Oi mestre @black flag,

estou em eterna divida com você e meu amigo @yellowstoner, pela baita força que me deu e deram...

Em consonância com uma energia muito boa, a princípio, eu resolvi fazer o pedido. E diante do que eles tinham disponível eu peguei várias chem,por exemplo... estou muito feliz com tanta potência em mãos... vou dar uma boa estudada enquanto estiver cultivando elas pra melhorar a base e tirar flores preciosas, resinosas e etc... tomara que consiga... enfim.,.. quero agradecer mesmo, sem suas aulas eu não faria nem um terço do que fiz... suas orientações geraram esse pedido...

Bodhi Seeds

Space Monkey

Hashplant D

Karma Genetics

Biker Kush V.02

Reserva Privada

Tangie

Humbolt Seeds Organization

Lemon Thai Kush

DNA Genetics

Sour Sorbet 3 seeds fem*

Boas escolhas, vai encontrar muita coisa boa aí certeza.
Hashplant D deve ser incrível, quase peguei essa no ano passado, mas tinha que ser em dinheiro e aí não rolou.
Biker e Space Monkey também, a Space é uma boa ferramenta de breeding, os machos tem muita resina.

Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

Talvez eu faça, mais pela experiência também, a reversão com prata coloidal pra manter as genéticas limpas. O que vc acha?

Reversão com prata não deixa a genética exatamente "limpa".
É mais fácil achar uma boa representação da genética em um F1.
Mas, claro que vale fazer a reversão como experiência e também porque deve sair coisa boa nas S1.

Olha eu perguntando ai de novo. desculpa irmão. kkkk...

Blue Dream – HSO

 

Blue Fire – HSO

 

Gorilla – Dinafem

 

Northern Lights x Big Bud - Medical Collection World of Seeds

 

G13 Haze Barney's Farm Seeds

 

Punk Kush - Barney's Farm Seeds

Acredito que seja Pink Kush, strain do Reeferman, boa bagaraio.

Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

 

Girl Scoot Cookies - BlimBurn Seeds

 

G13 x Blueberry Headband - Esmerald Triangle Seeds

 

Blue OG - G13 Labs

 

DarkStar - TH Seeds

Tenho 5 sementes ainda aqui de Darkstar. Ia mandar esse ano, mas tem umas cruzas aqui que entraram na frente.
Super Lemon Haze x Space Monkey e Stardawg x Space Monkey.

Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

 

Lemon Candy - 710 Genetics Seeds

 

White Window - Dinafem AutoFem

 

Auto Dark Purple - Delicius Seeds Fem

Legal, coisa pra caramba pra plantar.

Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

Mano é sérioo que a Gorilla Ghost da BSF vai de 26 a 29% de THC?mínimo 26:?

Não. É mentira. Nem a Gorilla Glue tem isso, as filhas dela com certeza também não tem.
Se não me engano GG#4 tem de 21 a 24%, no máximo.

Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

 

Isso nãoé papo de banco querendo vender? Tem que estudar a história da BSF né... então,foda... tem que sair uma facul de cannabis... 

Puro papo furado. Eles são revendedores como todos os outros.

  • Like 6
  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

1020344851_Semttulo.jpg.b8525bed9d2b24ad253cd656aeb101a6.jpg

"ace_seeds_official

A new hemp landrace from Hokkaido, Japan, has been officially released this year at our website in #regularseeds
Japanese culture has a tradition of hemp use dating back at least 10,000 years, with scientific certainty of its cultivation on all its islands for more than 2,000 years, and in particular on the northern island of Hokkaido, the Japanese prefecture that has traditionally grown more hemp since time immemorial. In fact, cannabis grows wild in Hokkaido, with authorities having to eradicate nearly a million plants every year.

Genetic analysis performed on this variety at Phylos Bioscience laboratory indicates that it is a uniform variety, homozygous and with very little genetic variation, with a rare and unique genotype, not related to other varieties of European or Russian hemp, so the origins of this variety suggest that it is more related to Chinese or Korean cannabis varieties. 
More info at our website! :) Fine #landrace #breeding and #preservation by #ACESeeds#seedbank
#Hokkaido #Japan #Hokkaidocannabis #Hokkaidohemp #Japanesehemp #landraces #lowTHC#lowCBD #hemp #cannabis #phylosbioscience #phylosgalaxy #phyloscertified"

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom
Em 19/02/2019 at 01:17, BudBrasil disse:

Oi mestre @black flag,

estou em eterna divida com você e meu amigo @yellowstoner, pela baita força que me deu e deram...

Em consonância com uma energia muito boa, a princípio, eu resolvi fazer o pedido. E diante do que eles tinham disponível eu peguei várias chem,por exemplo... estou muito feliz com tanta potência em mãos... vou dar uma boa estudada enquanto estiver cultivando elas pra melhorar a base e tirar flores preciosas, resinosas e etc... tomara que consiga... enfim.,.. quero agradecer mesmo, sem suas aulas eu não faria nem um terço do que fiz... suas orientações geraram esse pedido...

Bodhi Seeds

Space Monkey

Hashplant D

Karma Genetics

Biker Kush V.02

Reserva Privada

Tangie

Humbolt Seeds Organization

Lemon Thai Kush

DNA Genetics

Sour Sorbet 3 seeds fem*

Esse foi meu pedido fechado. Ainda que a Lemon eu havia esquecido que eles tinham, e pedi de última hora poucas sementes.,.. o resto são mais de 10 seeds todos os packs e tudo Regular. Quero entender bem essa questão do "pool" (assim que escreve?) genético em F2. Vou ler mais do tópico aqui e espero ter boas esperiências pra frente... Eu ganhei muitas seeds solitárias de bônus... O que você destacaria? São todas feminizadas... além de clonagem vale a pena a fertilização com os machos que poderão vir das 4 primeiras genéticas citadas? Talvez eu faça, mais pela experiência também, a reversão com prata coloidal pra manter as genéticas limpas. O que vc acha?

Olha eu perguntando ai de novo. desculpa irmão. kkkk...

 

Blue Dream – HSO

 

Blue Fire – HSO

 

Gorilla – Dinafem

 

Northern Lights x Big Bud - Medical Collection World of Seeds

 

G13 Haze Barney's Farm Seeds

 

Punk Kush - Barney's Farm Seeds

 

Girl Scoot Cookies - BlimBurn Seeds

 

G13 x Blueberry Headband - Esmerald Triangle Seeds

 

Blue OG - G13 Labs

 

DarkStar - TH Seeds

 

Lemon Candy - 710 Genetics Seeds

 

White Window - Dinafem AutoFem

 

Auto Dark Purple - Delicius Seeds Fem

E ainda de um coyote eu peguei a OG 24K, a Gorilla Ghost âmbas da BSF. Feminizadas. A Purple da Pyramide e a Destroyer e a caribe da Cannabiogen. Vishfi... kkkk... Estou extremamente feliz com elas... estou pesquisando sobre as genéticas, mas vi que tem coisa boa da Humbolt ali... a da Blimburn estou vendo que é coisa boa também... e essa da WOS misturando Northern Ligths com Big Bud? Deve ser um absurdo de rendimento? kkkk... Mano é sérioo que a Gorilla Ghost da BSF vai de 26 a 29% de THC?mínimo 26:? Isso nãoé papo de banco querendo vender? Tem que estudar a história da BSF né... então,foda... tem que sair uma facul de cannabis... 

Enfim, já me prolonguei demais...

Gratidão eterna irmão!!! Sempre... 

Boa brother blz comprou na onde as seeds ?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Qual é a chance de uma semente feminizada virar 100% macho? Já viram relatos?

Aconteceu com uma Franco's Lemon Cheese da Greenhouse aqui. Suponho que já ouvi falar em algum momento mas nunca havia visto de fato, nem lido um relato.

No entanto já vi vários casos de herma (já tive alguns aqui).

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom
1 minuto atrás, oilengine disse:

Qual é a chance de uma semente feminizada virar 100% macho? Já viram relatos?

Aconteceu com uma Franco's Lemon Cheese da Greenhouse aqui. Suponho que já ouvi falar em algum momento mas nunca havia visto de fato, nem lido um relato.

No entanto já vi vários casos de herma (já tive alguns aqui).

Amigo, nao sei responder, mas ja aconteceu aqui tbm com uma Jack 47 da santa semilla ...

que eu saiba a chance é bem reduzida mas existe...

será que nao pode ser herma que manifestou primeiro o lado macho? uma  vez vi o black explicando que a maconha tem 4 sexos e tal....

Aguardando a reposta dos professores tbm!

ABS!

  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Cherpuila disse:

Amigo, nao sei responder, mas ja aconteceu aqui tbm com uma Jack 47 da santa semilla ...

que eu saiba a chance é bem reduzida mas existe...

será que nao pode ser herma que manifestou primeiro o lado macho? uma  vez vi o black explicando que a maconha tem 4 sexos e tal....

Aguardando a reposta dos professores tbm!

ABS!

Flipei pra flora na sexta-feira (01/03). Então ainda tô considerando essa opção de ser herma. Esperar mais uns dias pra ver se aparece algum pistilo (até agora nem um sequer). Mas tem tanta bola que duvido que salva.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, oilengine disse:

Qual é a chance de uma semente feminizada virar 100% macho? Já viram relatos?

Aconteceu com uma Franco's Lemon Cheese da Greenhouse aqui. Suponho que já ouvi falar em algum momento mas nunca havia visto de fato, nem lido um relato.

No entanto já vi vários casos de herma (já tive alguns aqui).

Acontece até com certa frequência. Já tive aqui também. A Cannabiogen, por exemplo, vende a Peyote Purple "feminizada" deles como regular porque aparecem machos esporádicos. A OGKB é um inbreeding de um macho e uma fêmea que saíram de sementes hermas da cookie original. Independente desse "macho" vir a soltar pistilos ou não, provavelmente deve ser herma.
 

  • Like 3
  • Thanks 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, black flag disse:

Acontece até com certa frequência. Já tive aqui também. A Cannabiogen, por exemplo, vende a Peyote Purple "feminizada" deles como regular porque aparecem machos esporádicos. A OGKB é um inbreeding de um macho e uma fêmea que saíram de sementes hermas da cookie original. Independente desse "macho" vir a soltar pistilos ou não, provavelmente deve ser herma.
 

Bem lembrado. Já tive essa Peyote da Cannabiogen a alguns anos e de 6 saíram 2 machos. Na época até pensava que fosse feminizada e havia confundido.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tava falando com um amigo grower do Oregon e ele disse pra tentar forçar hermar trocando o ciclo pra vega por uns dias e depois pra flora novamente. Com isso pode ser que apareça flores fêmeas e consiga algumas sementes, pra não perder a viagem.

Citar

 

By alternating the light cycle then retriggering flowering you can produce a hermaphrodite. I've never gotten a FULL female back, but I have gotten seeds off a self seeded hermi then bred the seeds out for stability. I had done this with DJ Shorts blueberry as I'd received a cutting of a male and did not want to dilute it's gene pool to get a female.

The other option is to use chemicals. Douse female plant hormones (ethylene) would produce similar results but ruin the plant long term. I'd stick to light cycle manipulation to get what you're after.

 

 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mães de sementes feminizadas não são hermafroditas. A prata apenas age como um bloqueador de hormônio feminino e isso faz com que a planta solte flores masculinas. Mas geneticamente a planta não "herma", ela continua fêmea pura. Quando para de aplicar o produto ela para de soltar bolas. E só se reverte plantas que não são hermas. Se for herma não presta pra reversão. Claro que aconselho plantar as sementes eventuais que apareçam nos buds, apenas evitem breeding com plantas hermafroditas.

  • Like 5
  • Thanks 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

@black flag Ah sim, por isso fiquei na duvida sobre esse estresse por fotoperiodo. Então forçar um macho a hermar por estresse não é tão aconselhavel? 

Outra coisa black, ali no texto do amigo gringo ele diz assim “but i have gotten seeds of a self seeded hermi then bred the seeds out for stability”. Pelo que eu pude entender ele pegou as sementes de uma planta herma e cruzou com outras pra estabilizar? É isso mesmo? :) 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por campinfire
      essa noite meu gato derrubou meu vaso que continha minha cannabis com mais ou menos 25 dias de crescimento, ela estava gigante, linda e ja nascendo os pistilos. quando acordei de manha ela estava no chao, eu plantei ela de novo mas acho, tenho certeza, que ela vai morrer. oq eu faço?


    • Por StudentGroow
      E aí galera, plantei 1(uma) semente da genética Critical 47 e nasceu 2 plantas. Eu nunca tinha visto isso, alguém sabe falar algo sobre? Grato.
       
       

    • Por jAH kNOW
      O parágrafo único, do artigo 1º da Lei 11.343/2006 prevê que "consideram-se como drogas as substâncias ou os produtos capazes de causar dependência, assim especificados em lei ou relacionados em listas atualizadas periodicamente pelo Poder Executivo da União". Para os crimes previstos na Lei de Drogas, portanto, é necessário complemento normativo revelador do que venha a ser caracterizado como droga. Tem-se hipótese de norma penal em branco heterogênea, porquanto o conteúdo da norma é complementado por fonte diversa daquela que a editou, no caso, uma autarquia — Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) —, vinculada ao Ministério da Saúde.
      No caso, a norma complementadora é a Portaria SVS/MS nº 344/1998, editada pela Anvisa. Apenas serão consideradas drogas, para os fins previstos na Lei nº 11.343/2006, aquelas substâncias presentes na norma complementadora. Ainda que determinada substância cause dependência física ou psíquica, sua não inserção no rol de substâncias proibidas, nos termos da Lei de Regência, implica na impossibilidade de que quaisquer condutas relacionadas a tais produtos sejam objeto de incidência das disposições incriminadoras da Lei de Drogas, apesar de poderem caracterizar outras condutas típicas, como, por exemplo, o contrabando.
      No tocante especialmente à maconha, veja-se que a Portaria SVS/MS nº 344/1998, da Anvisa, prevê expressamente a substância Tetrahydrocanabinol (THC), presente na planta Canabis Sativa, como droga. Ocorre que a semente da planta não possui em sua composição o THC, gerando inúmeras discussões a respeito da tipicidade de condutas relacionadas à tal grão, porquanto, destinado à produção da planta, e esta sim, à substância entorpecente em si. Seriam, ou não, as sementes consideradas matéria-prima para a produção de droga [1]?
      Nessa perspectiva, o Superior Tribunal de Justiça firmou entendimento de que a importação clandestina de sementes de Cannabis Sativa configura o tipo penal descrito no artigo 33, §1º, I (matéria-prima, insumo ou produto químico destinado à preparação de drogas), da Lei nº 11.343/2006 [2], não sendo cabível a aplicação do princípio da insignificância na hipótese de importação clandestina de produtos lesivos à saúde pública, em especial a semente de maconha. O quadro implicou a formalização de impetrações perante o Supremo, basicamente, sob o fundamento de que as sementes não podem ser consideradas matéria-prima ou insumo destinado à preparação da droga, vez que delas não se extrai substância com efeitos entorpecentes, sendo as condutas a elas relacionadas insuscetíveis, portanto, de caracterizar delito previsto na Lei de Drogas. Alega-se ainda a viabilidade de aplicação do princípio da insignificância, pela ofensividade mínima da conduta e ausência completa de periculosidade social do agente.
      Nesse ponto, é relevante destacar decisões que externam posição de avanço quanto ao tema das drogas. Os fundamentos lançados nas impetrações perante o Supremo dizem respeito à pequena quantidade de sementes e à pendência da análise, pelo tribunal, da constitucionalidade do crime de porte de drogas para consumo próprio, não havendo, em algumas delas, contudo, alusão à presença ou não do THC nas sementes.
      No Habeas Corpus nº 143.798/SP, o ministro Luis Roberto Barroso deferiu a ordem, em 19 de dezembro de 2019, para trancar ação penal na origem, considerado o delito de porte de droga para uso próprio, ante a reduzida quantidade de substâncias apreendidas. O caso concreto é consubstanciado na importação, pelo paciente, através da internet, de 14 sementes de maconha [3]. O relator considerou plausível a alegação de que a conduta praticada pelo paciente se amolda, em tese, ao artigo 28 da Lei de Drogas, referindo à discussão, pendente de julgamento final, a respeito da constitucionalidade do dispositivo pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal [4]. Na decisão, o ministro aludiu ao próprio voto proferido no âmbito do Recurso Extraordinário nº 635.659, no qual propôs a afirmação, em repercussão geral, da seguinte tese: "É inconstitucional a tipificação das condutas previstas no artigo 28 da Lei no 11.343/2006, que criminalizam o porte de drogas para consumo pessoal. Para os fins da Lei nº 11.343/2006, será presumido usuário o indivíduo que estiver em posse de até 25 gramas de maconha ou de seis plantas fêmeas. O juiz poderá considerar, à luz do caso concreto, (i) a atipicidade de condutas que envolvam quantidades mais elevadas, pela destinação a uso próprio, e (ii) a caracterização das condutas previstas no artigo 33 (tráfico) da mesma Lei mesmo na posse de quantidades menores de 25 gramas, estabelecendo-se nesta hipótese um ônus argumentativo mais pesado para a acusação e órgãos julgadores".
      Também no Habeas Corpus nº 131.310/SE, o impetrante articulou com a ínfima quantidade de droga adquirida para consumo pessoal, dizendo-a incapaz de afetar ou comprometer a livre volição do paciente ou a saúde pública, o que afasta qualquer possibilidade de lesão ou mesmo de ameaça de lesão à saúde pública. Adotando idêntica interpretação àquela lançada ao caso mencionado, o relator, ministro Luis Roberto Barroso, destacando sobretudo a reduzida quantidade de substância entorpecente para uso próprio, concedeu a ordem, trancando a ação penal na origem. O caso é alusivo à importação, da Holanda e pela internet, de cinco sementes de maconha e 0,52 grama de substância psicotrópica, de uso proscrito no Brasil, denominada "Sálvia 'X' — Salvironina 'A'".
      Diversos outros casos, submetidos à apreciação do Supremo Tribunal Federal, tiveram ordens concedidas em Habeas Corpus para absolver o paciente ou trancar processo crime relacionado especificamente à importação de sementes de maconha, considerada a atipicidade conduta pela ausência da substância THC nos grãos.
      No âmbito da 2ª Turma, verificou-se a concessão da ordem nos Habeas Corpus nº 142.987/SP [5], alusivo a 15 sementes de Cannabis Sativa; nº 143.557/SP [6], referente a dez sementes de maconha; nº 144.161/SP [7], no qual o caso concreto diz respeito à importação de 26 sementes de maconha; e nº 144.762/SP [8], alusivo à importação de 18 sementes de maconha. As decisões, em geral, adotaram como premissa dois fundamentos: o primeiro é o de que as sementes não podem ser consideradas matérias-primas, tendo em vista que delas não se pode extrair o produto vedado pela norma (THC), mas, sim, da planta geminada da semente. O segundo, é de que o fruto do plantio seria para uso próprio, de forma que há real plausibilidade na alegação de que a conduta praticada pelo paciente se amoldaria, em tese, ao artigo 28 da Lei de Drogas, dispositivo cuja constitucionalidade, como já consignado, está sendo discutida pelo Supremo Tribunal Federal.
      Também mediante atuação individual, observam-se decisões da ministra Carmem Lúcia — Habeas Corpus nº 163.730/SP [9] —, do ministro Edson Fachin — Habeas Corpus nº 149.575/SP [10], no qual acionou o artigo 192 do Regimento Interno do STF [11], assentando encontrar-se a matéria consolidada na jurisprudência do tribunal —, do ministro Ricardo Lewandowski – Habeas Corpus nº 149.199/SP [12], referente a importação de 37 sementes de maconha provenientes da Holanda, e nº 153.568/SP [13], caso em que o paciente foi denunciado por tráfico de drogas por ter importado 15 sementes de Cannabis Sativa —, e do ministro Celso de Mello, no Habeas nº 143.890/SP.
      A análise das recentes decisões do STF revelam que a ausência da substância THC nas sementes implica na atipicidade da conduta, porque não há dúvida de que a semente em si não é droga, não podendo ser considerada, portanto, matéria-prima ou insumo ou produto químico destinado à preparação de droga ilícita.
      A discussão sobre o porte de drogas para consumo se projeta, também, sobre o tema da inconstitucionalidade da proibição da conduta, sob o enfoque da violação à intimidade e à vida privada, valores constitucionalmente protegidos e que instrumentalizam o postulado da secularização, garantindo radical separação entre o direito e a moral. Apesar de certa irreversibilidade do processo de incorporação, pelas legislações contemporâneas, de bens jurídicos que declaram proteção de interesses abstratos sob o rótulo de interesse públicos, em fenômeno chamado neoespiritualização do bem jurídico, não se pode deixar em segundo plano e ao esquecimento o sujeito concreto envolvido na situação-problema [14]. A análise do tema, sob a sistemática da repercussão geral, encontra-se em curso no âmbito do já mencionado Recurso Extraordinário nº 635.659.
       
      [1] Conforme Vicente Greco Filho e João Daniel Rassi, matéria-prima é a substância de que podem ser extraídos ou produzidos os entorpecentes que causem dependência física ou psíquica (GRECO FILHO, Vicente; RASSI, João Daniel. Lei de drogas anotada. 3ª ed. São Paulo: Saraiva, 2009. p. 99).
      [2] STJ, EDcl no AgRg no REsp 1.442.224/SP, Rel. Ministro Sebastião Reis Júnior, Sexta Turma, j. 13/09/2016.
      [3] No caso, o juízo de origem desclassificou a imputação do crime de tráfico de drogas para o de contrabando e aplicou o princípio da insignificância com fundamento na pequena quantidade da substância apreendida. Nesse contexto, o magistrado rejeitou a denúncia. No Superior Tribunal de Justiça, o relator deu provimento ao recurso especial formalizado pelo Ministério Público, para receber a denúncia, considerada a imputação do artigo 33, § 1º, da Lei de Drogas, e determinar o prosseguimento do processo-crime.  
      [4] STF, Recurso Extraordinário nº 635.659/SP, relator ministro Gilmar Mendes, com repercussão geral reconhecida.
      [5] STF, HC 142.987/SP, Rel. Min. Gilmar Mendes, Segunda Turma, j. 11/9/2018. Habeas Corpus. 2. Importação de sementes de maconha. 3. Sementes não possuem a substância psicoativa (THC). 4. 15 (quinze) sementes: reduzida quantidade de substâncias apreendidas. 5. Ausência de justa causa para autorizar a persecução penal. 6. Denúncia rejeitada. 7. Ordem concedida para determinar a manutenção da sentença e do acórdão do Tribunal Regional Federal da 3º Região.
      [6] STF, HC 143.557/SP, Rel. Min. Dias Toffoli, Segunda Turma, j. 11.9.2018. Habeas corpus. 2. Importação de sementes de maconha. 3. Sementes não possuem a substância psicoativa (THC). 4. Reduzida quantidade de substâncias apreendidas. 5. Ausência de justa causa para autorizar a persecução penal. 6. Ordem concedida.
      [7] STF, HC 144.161/SP, Rel. Min. Gilmar Mendes, Segunda Turma, j. 11/9/2018. Habeas corpus. 2. Importação de sementes de maconha. 3. Sementes não possuem a substância psicoativa (THC). 4. 26 (vinte e seis) sementes: reduzida quantidade de substâncias apreendidas. 5. Ausência de justa causa para autorizar a persecução penal. 6. Denúncia rejeitada. 7. Ordem concedida para determinar a manutenção da decisão do Juízo de primeiro grau.
      [8] STF, HC 144.762/SP, Rel. Min. Dias Toffoli, Segunda Turma, j. 11/9/2018. Habeas corpus. 2. Importação de sementes de maconha. 3. Sementes não possuem a substância psicoativa (THC). 4. Reduzida quantidade de substâncias apreendidas. 5. Ausência de justa causa para autorizar a persecução penal. 6. Ordem concedida.
      [9] STF, HC 163.730/SP, Rel. Min. Carmen Lúcia. j. 23/10/2018.
      [10] STF, HC 149.575/SP, Rel. Min. Edson Fachin. j. 13/12/2018.
      [11] Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal. "Artigo 192 - Quando a matéria for objeto de jurisprudência consolidada do Tribunal, o Relator poderá desde logo denegar ou conceder a ordem, ainda que de ofício, à vista da documentação da petição inicial ou do teor das informações".
      [12] STF, HC 149.199/SP, Rel. Min. Ricardo Lewandowski. j. 18/9/2018.
      [13] STF, HC 153.568/SP, Rel. Min. Ricardo Lewandowski. j. 11/10/2018.
      [14] CARVALHO, Salo de. A Política Criminal de Drogas no Brasil: estudo criminológico e dogmático da Lei 11.343/2006. 6ª ed. São Paulo: Saraiva, 2013, pp. 418-419.
      Fonte: Revista ConJur 
      Por: Rafael Ferreira de Souza
      Assessor de ministro do Supremo Tribunal Federal, delegado de Polícia da Polícia Civil do Distrito Federal, pós-graduado pela Fundação Escola do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.
    • Por Enio Rodrigues
      Boa noite a todos. 
      Coloquei pra germinar dia 20-06 agora uma og kush feminizada. Dia 02 - 07 entrou em vegetativo. Fiz poda toping  e depois nos ramos laterais. No dia 07 - 09 coloquei pra florar . Com quase 70 dias de vega. Ela ficou com 60 cm altura toda ramificada aberta. Coloquei no fotoperiodo das 06:00 as 18:00 HS. 
      Usei tudo Orgânico. 
      Terra boa peneirada .
      Esterco vaca curtido e moído. 
      Farinha osso.
      Tripack da top croping.  ( Excelente  ).
      Extrato Pirolenhoso  ( Fabuloso e pouco conhecido ) Da uma BLUUUM. 
      Melaço de cana escuro.
      Sou técnico Agrícola. 
      Especialista em ervas daninhas.
      E Apaixonado pelo cultivo.
      Tenho aliás sou bem velho. Só na idade.
      Nunca tive contato com ninguém antes.
      Sou muito reservado e infelizmente minha mulher manda em mim. Eu não tenho liberdade de poder falar assim como agora. 
      Gostaria de poder contribuir na medida do possível para se puder eu ajudar a quem precise. 
      Dica : GostGosto demais de trabalhar com o extrato pirolenhoso  + melaço de cana escuro
      Estou acho que nós meus últimos plantio.  Pois me encontro no programa de transplante de fígado a muitos anos. E agora está em fibrose F 3 Avançada. Só tem até F 4. Morte total do fígado. 
      Posso garantir a todos ; se não fosse a cannabis na minha vida para me tirar as dores e me deixar mais contentinho eu já teria morrido com certeza.
      Aqui quem fala é Enio Rodrigues.  Um cara de algum conhecimento,que foi abençoado de ter tido uma vida muito boa  prazerosa e com muitas coisas para contar.
      Viva com toda intensidade do jeito que você mais gosta.
      [email protected]
       
       
       
    • Por Rodrigo67420
      salve galera
       gostaria de saber se da pra tirar sementes feminizadas de uma planta macho , estressando ela e ermando ?

×
×
  • Criar Novo...