Ir para conteúdo
Growroom

Maconha,Despersonalização,Ansiedade,Depressão e Pânico


Dulrso

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada.

Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. 

Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho

Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa.

Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro.

Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal...

As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?"

Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais.

Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo.

Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins.

Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né?

Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente.

Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro  de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante.

Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses.

 

Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros.

 

Que Jah os abençoe ;)

  • Like 7
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Você usou a palavra "gatilho".

Ela é muito apropriada para determinar sua situação, visto que a condição psicológica se estendeu além do tempo do efeito da cannabis.

Se não dá mais pra você, é melhor parar mesmo.

Te cuida, cara.

Enviado de meu LG-E410f usando Tapatalk

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

o THC sem o CBD e outros canabinoides é um desencadeador de psicoses, imagino que a natureza das primeiras plantas matinham um equilibrio perfeito entre canabinoides, o homem que modificou através da seleção artificial, mas isso não chega nem perto do que uma planta prensada, estragada e em decomposição pode fazer com os neurotransmissores, a própria amônia da planta podre já supre teu sistema respiratório, que provavelmente é 50% de gatilho pra ansiedade... é jogar baralho com o cérebro mesmo.

a questão é que, além disso, mesmo a maconha mais podre, ela ainda tem uma porcentagem de canabidiol, o THC vai precisar de algo a mais pra causar uma psicose, é aí que entra o pensamento ansioso...

um pensamento ansioso, mínimo que seja, tipo ''faltei ao trabalho hoje'', vira uma bola de neve quando tem muito THC e pouco CBD correndo no teu cérebro, imagine esse pensamento como uma ponta de 10cm de uma corda de 5 metros, e o THC como uma polia, quanto mais THC mais a polia gira, e derrepente essa ponta de 10cm virou 5 metros de corda, ou seja, centenas de pensamentos ansiosos, um em cima do outro, disputando a atenção do teu Eu... é aí que tu tem uma crise de ansiedade.

imagine que ao invés de UM ÚNICO pensamento ansioso você tenha vários, como a pressão da sociedade em ti, sobre o trabalho, sobre o futuro, sobre relacionamentos, conquistas etc. que é comum alguém na tua idade ter, eu tive por exemplo, e essa foi a maior ou talvez única causa dos problemas que tive com a ganja.

então, a causa principal é ambiental, somado com o THC - a não ser que tu injete THC intravenoso a causa da psicose vai ser sempre ambiental - o THC só vai fazer com que uma pequena preocupação se torne uma grande perturbação.

menor de idade tem ambiente hormonal e psíquico favorável a uma psicose, então de um tempo na ganja, cuide da tua vida pessoal e profissional e quando estiver bem resolvido consigo mesmo volte a fumar aos poucos - se ainda tiver interesse - , e preferencialmente plantas de boa qualidade, nada de planta podre do topo do morro.

  • Like 5
  • Thanks 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 6 months later...
  • Usuário Growroom

eu tenho ansiedade e a maconha ajuda muito a segurar. Claramente é preciso saber dosar, em momentos de muita ansiedade é difícil controlar os pensamentos ansiosos. O ideal para quem tem ansiedade é procurar strains mais puxadas pra indica, uma vez que essas tem uma chapação menos "na cabeça" e mais no corpo, sendo mais fácil de controlar os pensamentos ansiosos. É questão de saber o seu limite. Eu tinha picos de ansiedade quando usava logo no começo, mas estudei bastante e a ansiedade diminuiu. Quando os pensamentos ansiosos vem, eu já sei que não vou surtar, não vou morrer, não tem ninguém me perseguindo ou seja lá o que for. Daí eu foco na respiração e rapidamente esses pensamentos somem e se tornam cada vez mais escassos e consigo manter uma vibe boa demais.

Muitas pessoas podem ter gatilhos associados à perda de controle e a maconha ajudaria nisso. O importante é não fazer nada que piore a sua saúde mental. A maconha não deve ser prioridade pra quem já percebeu problemas associados ao seu uso. No mais, talvez conversar disso com o seu psicologo ajude, não esconda nada deles! É isso, qualquer coisa tamo aqui pra ajudar, tmj!

  • Like 1
  • Thanks 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
38 minutos atrás, AK_B disse:

Eu fumei apenas uma vez, posso vir a ter isso? 

 

dificilmente! não noia com isso que a ansiedade tá toda na cabeça. O corpo de cada um é diferente, tenho amigo com sindrome do pânico que fuma desde adolescente e nunca teve uma crise de ansiedade sequer quando tava usando maconha.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 2016-10-30 at 04:21, Dulrso disse:

Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada.

Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. 

Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho

Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa.

Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro.

Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal...

As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?"

Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais.

Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo.

Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins.

Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né?

Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente.

Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro  de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante.

Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses.

 

Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros.

 

Que Jah os abençoe ;)

Cara...   depressão, alegria, paz, briga, discussão, amor, humildade, etc..., tudo isso acontece com todos nós de uma forma ou de outra, umas mais intensas do que as outras.  Mas no fundo estamos todos no mesmo barco, uns afundando mais que os outros...eheheheheh, não dá para deixar o barco afundar não... mas alguns usam determinados produtos para tentar amenizar as horas mais amargas, e outros usam diferentes métodos.  Cada um é cada um.  A origem disso tudo, ou seja, a origem do nosso estado emocional (mental, intelectual, qualquer nome que possamos dar para isto) é o pensamento.  E mais ainda, antes do pensamento vem a consciência que gera todo nosso estado emocional e consequentemente os pensamentos, palavras e atos.  Um estado emocional ruim pode durar minutos, horas ou até meses, anos, depende da reação da própria pessoa em relação à isso.  
Se o remédio está aliviando, vá em frente mas não deixe de ler a bula e ver o que está tomando.
Outro ponto é se percebermos onde está a origem, então todos estes artefatos que usamos para potencializar este estado emocional se tornam secundários no momento em que você perceber.  Existe tipos de meditação que podem ajudar, pois como a origem é a consciência, a qualidade da forma de pensar são fundamentais e assuntos de entendimento e conhecimento são de extrema utilidade.  O remédio pode amenizar no seu caso, e no caso de alguns outros aqui no forum como eu, nos damos bem com a cannabis e também algum tipo de estudo.  Tem algumas cannabis que também não me dou bem, principalmente sativa pura.
As drogas, incluindo alcool, ou melhor, tudo que altera em algum determinado nível a sua consciência, não irão alterar a sua atitude ou seu estado emocional, e sim potencializá-las, como já dito em muitos outros posts por aqui e também na web.
Algumas drogas como LSD e outros alucinógenos podem fazer com que coisas do subconsciente venham à tona e a consciência vai não sabemos para onde.  Não descarto a possibilidade de que alguma espécie de cannabis possa também despertar algumas coisas vindas do sub... se acontece é mais sutil do que o ácido.  O LSD era usado para este fim, regressão, etc...  Nada aconselhável...  Droga que deve ser extremamente controlada.
Provavelmente a maioria aqui também já curtiu algumas boas depressõeszinhas com a cannabis, sem a cannabis, com a cannabis e alcool, com o alcool então nem se fala.  
O negócio é não esquentar muito a cabeça se não a caspa vira mandiopã...

Quando estou contente comigo mesmo, aceitando com sou, da forma que sou, e também sempre pensando em melhorar alguma coisa pois ninguém nasce sabendo, quando eu estou neste estado e fumo um, advinha???   É alegria na certa pode ser indica, sativa, ruderalis, remédio, alcool, o que for.  Mas do contrário funciona da mesma forma.
Se o ponto é na mente tem que ver quem é bom nisso.  Provavelmente alguém e não algo.  O remédio com certeza alivia a dor mas estes tipos de remédios também tem que haver alguma precaução, acredito eu.
Brother, se cuida e tem muita coisa boa na internet com relação à isso.  Dá uma boa pesquisada que você vai achar algo bom.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...
  • Usuário Growroom

Eis aqui o que aconteceu comigo:

No domingo passado eu fumei junto de uns amigos meus, e a brisa bateu muito forte. Fumamos em torno das 21h se eu não me engano, e eu, como eles, ficamos na lombra pesada. Acho que foi a lombra mais forte que já tive. Então fomos pra rua, já na lombra, pra beber. No bar, lembro de estar rindo de tudo e numa brisa muito boa, não muito forte, coisa que eu já tinha experimentado antes, e não prestando atenção nas coisas que estavam ao meu redor. Não bebemos muito, coisa de 2 copos de cerveja. Ao sair do bar fomos à casa de outro amigo fumar mais. Chegando lá, apertamos 1 beck e meio e a onda não mudou tanto assim, e logo depois disso, lá pelas 2h da manhã fui pra casa, tomei um banho e fui dormir. Dia seguinte eu simplesmente não consegui me levantar pela parte da manhã, me sentia muito pesado, só consegui me levantar mais tarde, lá pelas 13h, e, desde então, parece que ainda restam resquícios da lombra em mim. Os sintomas são: vertigem, um pouco de tontura, com a visão meio lenta, como se estivesse atrasada, e uma dormência/formigamento estranho nas pernas.Não acho que seja despersonalização, porque não sinto bada além desses sintomas. E eles ainda não passaram! Já faz 4 dias! Tomo bastante água e me alimento bem, porém não faço exercícios. Não sei o que fazer pra isso passar. Alguém, por favor, poderia me dar uma luz e me explicar o que tá acontecendo comigo?

Obs.: Não fumo a muito tempo, coisa de 1 ano, e também não fumo muito, e quando fumo, não fumo com frequência. 

Obs(2).: Ah, esqueci de mencionar! Dois dias antes de domingo, sexta, eu tinha fumado, mas deu uma onda fraca comparada a de domingo, porém foi uma boa onda, e no dia seguinte acordei completamente normal.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
4 horas atrás, Hichan disse:

Eis aqui o que aconteceu comigo:

No domingo passado eu fumei junto de uns amigos meus, e a brisa bateu muito forte. Fumamos em torno das 21h se eu não me engano, e eu, como eles, ficamos na lombra pesada. Acho que foi a lombra mais forte que já tive. Então fomos pra rua, já na lombra, pra beber. No bar, lembro de estar rindo de tudo e numa brisa muito boa, não muito forte, coisa que eu já tinha experimentado antes, e não prestando atenção nas coisas que estavam ao meu redor. Não bebemos muito, coisa de 2 copos de cerveja. Ao sair do bar fomos à casa de outro amigo fumar mais. Chegando lá, apertamos 1 beck e meio e a onda não mudou tanto assim, e logo depois disso, lá pelas 2h da manhã fui pra casa, tomei um banho e fui dormir. Dia seguinte eu simplesmente não consegui me levantar pela parte da manhã, me sentia muito pesado, só consegui me levantar mais tarde, lá pelas 13h, e, desde então, parece que ainda restam resquícios da lombra em mim. Os sintomas são: vertigem, um pouco de tontura, com a visão meio lenta, como se estivesse atrasada, e uma dormência/formigamento estranho nas pernas.Não acho que seja despersonalização, porque não sinto bada além desses sintomas. E eles ainda não passaram! Já faz 4 dias! Tomo bastante água e me alimento bem, porém não faço exercícios. Não sei o que fazer pra isso passar. Alguém, por favor, poderia me dar uma luz e me explicar o que tá acontecendo comigo?

Obs.: Não fumo a muito tempo, coisa de 1 ano, e também não fumo muito, e quando fumo, não fumo com frequência. 

Obs(2).: Ah, esqueci de mencionar! Dois dias antes de domingo, sexta, eu tinha fumado, mas deu uma onda fraca comparada a de domingo, porém foi uma boa onda, e no dia seguinte acordei completamente normal.

experimenta não ficar prestando atenção nesses sintomas e também não ficar pensando que não passo e tals apenas relaxe que vai passar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 30/10/2016 at 05:21, Dulrso disse:

Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada.

Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. 

Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho

Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa.

Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro.

Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal...

As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?"

Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais.

Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo.

Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins.

Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né?

Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente.

Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro  de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante.

Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses.

 

Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros.

 

Que Jah os abençoe ;)

Eu acho que esses sintomas é devido a proibição a nossa cabeça já nos fala que estamos fazendo algo errado, "fumar maconha" é uma coisa negativa pra sociedade e querendo ou não nossa cabeça e pensamentos também veem dessa forma. Eu quando mais novo nos meus 16 17 anos bebia ficava muito loco passava mal e nunca tive bad trip agora depois de fumar um beck já tive varias vezes mas compreendi que era coisa  da cabeça, eu me sentia mal de fumar, parecia estar fazendo algo de muito errado, que minha família não ia me aceitar  e tentava parar de fumar ae não conseguia e me sentia um viciado tal. Só que quando esses pensamentos entram na nossa cabeça não adianta parar de fumar porque a semente já está plantada eu consegui me liberta dessas coisas com a própria maconha, fumava e ficava refletindo refletindo hj eu posso dizer que estou bem melhor que antes, fumo pouco 1 beck dura 2 3 dias  e curto de boa a vibe me sinto melhor fumando pouco e tendo controle dela o negocio é esse usar ela a nosso favor pra relaxa refletir sobre coisas boas claro. Com o tempo vc vai voltar ao normal fé

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 9 months later...
  • Usuário Growroom

Tive o mesmo problema que você fui usuário de maconha por 9 anos certo dia fui fumar como fazia todos os dias a noite...ja não estava passando muito bem nesse dia.... depois de fumar comecei a passar muito mal falta de ar tontura uma sensação horrivel parecia q ia morrer uma sensação horrivel nunca tinha me sentido tão mal coração parecia q ia sair pela boca braços dormentes....fui parar no hostipal esse dia fiz um monte de exames no dia e não deu nada graças a Deus o medico falou que tinha me dado crise de ansiedade e crise do pânico tomei um diazepam e fui para casa nesse dia não conseguir dormir a noite toda....e depois desse dia nunca mas fui o mesmo....mesmo parando de fumar o que foi muito dificil pois estava acostumado a fumar diariamente....tenho  crises horríveis de ansiedade e pânico constantemente as vezes fico dias bem e do nada me da crise tenho problemas pra dormir...nunca tive nada antes disso não tenho mas coragem de fumar isso ja faz 7 meses e vou procurar um psicólogo pq não estou bem desde aquele dia....alguem sabe o que pode ser isso ? 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara minha experiência foi muito parecida com a sua... no começo  de 2016 eu terminei de f1 com 3 mano e depois saí pra da um rolê (apenas com um dos 3 mano), meia hora depois eu comecei a sentir (ou achar q tava sentindo) uma dor no peito q me preocupou mt e resolvi  passar um tempo sem fumar... passei  1 mês  sem fumar e pensei mt sobre oq tinha acontecido... depois de um mês  sem fumar resolvi temtar f1 pra ver se aquilo ia acontecer de novo... aí  q começou  o pesadelo !!!... fui fumar num lugar abandonado perto de casa, sozinho... e pra acabar de piorar eu n tava nd confiante em fazer aquilo de novo... tava com muito medo de acontecer  de novo... e como muitos sabem o medo gera ansiedade, e ansiedade+medo... transforma a brisa de qualquer um em um abismo q parece n ter fim... Quando terminei de fumar voltei pra casa e n parava de penssar sobre aquilo, oq ia piorando a cada minuto q passava... foi a partir daí q comecei  a entrar em desespero comecei  a achar q ia ter um imfarto pois meu coração tava disparado... resolvi chamar meu avô  pra ir ao hospital... eu tava totalmente nervoso e confuso dos pensamentos... mais acreditem AINDA PIORA... Quando cheguei  no hospital, meu avô foi na recepção (passar as informações)... daí  eu senti uma tontura e quase desmaei foi aí  q me levaram para sala de exames numa cadeira de rodas... foi quando deitei na maca, q uma crise de pânico veio a tona pra cima de mim... comecei  a ficar fora de si... não  conseguia quieto... foi preciso os enfermeiros me segurarem  darem uma injeção  DIAZEPAN pra eu poder ficar  mais calmo... mesmo assim eu comecei  a gritar no hospital achando q tava tendo um infarto e ia morrer... até  o médico achou q eu tava infartando pois depois do diazepan ele aplicou morfina em mim... enfim no outro dia fui pra  casa mt angustiado e traumatizado com aquilo... E por incrível  q pareça eu voltei a fumar no final de 2017... Mais nao  foi nd facil voltar a fumar depois do ocorrido... no começo dava 2 ou 3 pega... e nd de fumar sozinho pois vc n ia ter com  quem converssar se tivesse caindo na trip sinistra...  aos poucos to tentando enfrentar o medo, pois o medo era oq gerava ansiedade extrema em mim e a cada dia eu vou progredindo na luta contra o medo de acontecer de novo...AGORA MEU APOIO PRA QUEM PASSOU POR ESSSAS EXPERIÊNCIAS MAIS AINDA SIM QUER VOLTAR  A FUMAR ESSA ERVA SANTA Q É  A CANNABIS: DAS COISAS Q MAIS ME AJUDOU ATÉ  AQUI A ENFRENTAR ISSO FOI O GROWROOM... VENDO Q VÁRIAS  PESSOAS RELATAM EXPERIÊNCIAS SIMILARES... E Q ISSO TD É  FRUTO DE NOSSA IMAGINAÇÃO... GALERA A ANSIEDADE É  UM DISTÚRBIO MUITO COMPLEXO PRA SER RESOLVIDO APENAS COM A AJUDA DE UM PSICÓLOGO, POIS ENVOLVE MUITOS FATORES RELACIONADOS A SEU ESTADO  EMOCIONAL, SEUS TRAUMAS E ATÉ  MESMO SUA FORMA DE PENSSAR... OQ EU ACHO IMPORTANTE  VCS SABEREM É Q TUDO ISSO PODE SER SUPERADO ATRAVÉS  DE VCS MESMOS... PRIMEIRAMENTE É  PRECISO VENCER O  MEDO... E N É  SÓ  UMA VEZ N... O MEDO VAI BATER MUITAS VEZES ATÉ VC SUPERALO... EU MESMO AINDA TENHO MT MEDO QUANDO  FUMO... MAIS PROGREDI BASTANTE COMPARADO AO INÍCIO... TEMTA DAR 1 PEGA CARA DAÍ  VC VAI APRENDENDO A CONTROLAR SUA MENTE... É  MELHOR VC SUPERAR ESSE TRAUMA DO Q FUGIR DELE, ATRAVÉS  DE MEDICAMENTOS Q N SÃO  ND SAUDÁVEIS DE FATO... EU TOU CONSEGUINDO... ESPERO Q VCS CONSIGAM TBM... É  ISSO !!! 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Faz cinco dias que fumei maconha pela segunda vez, a primeira vez a onda "não pegou" acredito que eu tenha fumado errado ou sei lá, mas sexta-feira quando fumei com um amigo meu pela segunda vez, bateu forte, e eu n lembro direito nem de ter voltado pra casa. O problema é que já se passaram quase 6 dias e eu continuo com essa sensação horrível de que ainda estou chapado, eu não consigo focar em mais de uma coisa, as vezes é difícil de focar até em só uma, minha memória está péssima, eu consigo lembrar dos dias no geral, mas coisas não muito relevantes eu não consigo lembrar, se por exemplo eu virar para um dos meus colegas de trabalho e contar alguma curiosidade que vi, logo depois que eu tento lembrar do ato de ter conversado parece que aconteceu a mais tempo do que realmente aconteceu, e parece que nem sequer aconteceu de verdade, a forma como lembro das coisas se assemelha muito com memorias de um sonho, poucos detalhes, e a sensação de que não foi real. As vezes eu tenho dores de cabeça e sensação de que minha pressão está caindo, quando vou fazer algo eu sinto que não penso direito, estou agindo mais de forma automática, no "instinto". Eu já procurei o que estou sentindo na internet e vi pessoas falarem que isso é da cabeça de quem está sentindo, por que o efeito do thc e outras substâncias da maconha jamais durariam por tanto tempo, foi então que achei um artigo falando sobre despersonalização, e os sintomas que as pessoas que dizem que sofreram disso, são muitos semelhantes ao que estou sentido. Isso é realmente assustador, estou tomando cuidado e me controlando para não ter nenhuma crise de ansiedade ou ficar me culpando por que ter experimentando. Eu consigo fazer minhas atividades e trabalhar normalmente, então estou tentando levar minha vida como sempre, na esperança de que isso passe,  mas eu realmente estou com um medo profundo de ficar assim pra sempre (creio que talvez isso seja parte da ansiedade). Enfim, queria compartilhar isso aqui, porquê acho que pode me ajudar.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom
Em 30/10/2016 at 05:21, Dulrso disse:

Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada.

Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. 

Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho

Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa.

Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro.

Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal...

As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?"

Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais.

Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo.

Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins.

Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né?

Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente.

Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro  de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante.

Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses.

 

Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros.

 

Que Jah os abençoe ;)

Mano me add no Facebook Taerre Alves queria trocar uma ideia contigo 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Triste história mano... eu passei por consequências semelhantes, foi bem ruim mesmo, mas consegui dar um tempo antes de se tornar algo pior. Eu creio que infelizmente isso aconteça com frequência no nosso país, pela falta de informação, o governo determina como ilegal e ponto, mas enquanto isso os jovens estão pagando por qualquer maconha de um traficante. Foi bem na época que tu escreveu o ocorrido contigo que aconteceu comigo, na época eu tinha 18 anos. Agora com 20 depois de ter me informado bastante, estou atrás de sementes de plantas medicinais com THC a baixo de 5% e CBD acima de 10%, estou ansioso para receber minhas sementinhas e ver os resultados bons que trarão para minha vida (eu tenho ansiedade, e recentemente tive ataques de ansiedade, mas isso tenho desde criança).

Abraço! se vc tiver lendo isso hoje, espero que tenha progredido contra esses problemas mentais!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...
  • Usuário Growroom

Olá! Identifico-me em algumas partes com muitos comentários. 

Comecei a fumar cannabis com 19, hoje tenho 25. Sempre me senti bem, embora o meu corpo fique super pesado se fumar demais. Sou uma pessoa bastante introspetiva e sempre pensei em demasia na existência das coisas. 

Desde pequena que sinto esse tal sindrome de despersonalização, algo que me causa ansiedade e medo, mas nunca passou disso. 

De há uns tempos para cá, uns 2 anos no máximo, sinto que o sindrome intensifica uns 1000% quando fumo. Perco a noção de onde estou, é como se tivesse o tempo todo a sonhar e de repente, com a brisa, acordo do sonho e vejo a minha vida de uma maneira mais real. Parece absurdo, mas o sentimento é mesmo de que acordo de um sonho. Como se toda a minha vida eu fosse uma marioneta que apenas cai na realidade quando fuma. 

É mesmo muito estranho, e por isso tenho diminuido muito no consumo.

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 5 months later...
  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Comigo foi parecido

fumei e tive uma semana de sintomas horríveis: visão lenta e “por fotos”, formigamento no corpo todo, despersonalizaçao, tonturas, etc

ja faz um mês, tenho tudo isso mas não tão intenso

vou a um psiquiatra na próxima semana 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom
Em 30/10/2016 at 05:21, Dulrso disse:

Post com intuito de ajudar, caso precise de ajuda/conselho não exite em me chamar por mensagem privada.

Bom esse é meu primeiro post, resolvi criar uma conta especificamente para criar esse post e dar um alerta pra galera ou até mesmo ajudar quem tem/teve problemas similares. 

Acompanho o fórum a algum tempo e estou vendo muitos casos de problemas psíquicos, no qual eu também obtive por conta do uso da maconha, que serviu como gatilho

Bom, se você está com problemas, sentindo que a onda não passa, se sentido fora de si, angustia, medo constante (pânico), confusões mentais, paranoias, recomendo primeiramente que pare de ler tudo relacionado a isso na internet, pois isso só ira piorar e também que procure um psiquiatra o mais rápido possível, aceite que você precisa de ajuda, não espere ficar pior.. Quanto mais cedo você tratar disso, mais rápido sairá dessa.

Hoje infelizmente não posso mais fumar, ultima vez que tentei fumar (a 3 dias atras) com apenas 2 tragos em 1 beck, tive uma crise que pensei que fosse a ultima(pensei que iria morrer), senti Despersonalização, Pânico e Ansiedade novamente; Vou contar a história pra que tudo fique mais claro.

Fumo macohna des dos 15 anos, hoje com 17, no começo era só trip boa, risada, bem estar e tudo que atribui a uma good vibe. Porem, nos últimos tempos, estava tendo umas brisas bem "pesadas" apesar de fumar pouco, no máximo 1 fino,já conseguia viajar legal, ou melhor dizendo, bem mal...

As brisas não eram como antes, quando fumava sentia que entrava em um filme, me tornava espectador da minha pessoa, havia dificuldade grande de raciocínio e motora também, quando misturava alchool e maconha era bad trip na certa,só pensava em coisas ruins, o quanto era imprestável, pensamentos do tipo " Para que tudo isso, se no final a gente morre?"

Meu erro foi insistir em fumar, com pensamento de voltar ter as velhas e boas brisas do começo, porem, a coisa foi ficando cada vez pior, cada vez eu ia tendo brisas mais pesadas, era como isso fosse um sinal/aviso, mas só entendi quando já era tarde de mais.

Fui em um festa, bebi, fumei, voltei me sentindo meio fora de si,foi ai que tudo começou, 2 dias depois a onda ainda não havia passado, me sentia estranho e eu pensei,"deve ser só algo da minha cabeça, ta tudo normal" e la vai eu fumar de novo... Encontrei uns amigos e acendemos um, de começo foi só risada, mas sentia que minha cabeça estava destorcendo tudo, foi a brisa mais louca e ruim que tive na minha vida, era como se tudo fosse mentira e estivesse em um filme e alguém tivesse dando play e pause no mesmo.

Só percebi o quanto nada disso era engraçado quando cheguei em casa e vi que a brisa que não passava e havia se intensificado, minha cabeça estava rodando, eu sentia angustia, despersonalização e medo, muito medo com medo de ficar daquele jeito para sempre. Tive a ideia de tentar dormir para ver se isso passava, tudo que eu mais queria era acordar no outro dia normal, mas isso só piorou, ao deitar,minha cabeça começou a rodar em sentimentos e pensamentos horríveis, foi ai que surtei, tive minha primeira crise de pânico, sai correndo pro banheiro lavei meu rosto e tentei me acalmar, comecei a ler coisas na internet e fiquei pior ainda, com medo de ser algo ruim permanente, por isso recomendo que não leiam essas bostas, só serviu para intensificar os pensamentos ruins.

Depois desse dia não conseguia mais dormir, entrei em conflito com o tempo e comecei a agonizar mentalmente, só conseguia ter pensamentos ruins, fiquei 5 dias sem dormir pensando em merda, minha mente não me deixava em paz sequer 1 segundo, ficava o dia todo deitado chorando, não ia pra escola, nem trabalho e tambem nem tinha contado para minha familia, até que eles perceberam que havia algo de errado comigo e conseguiram me levar ao um psicologo que me encaminhou a um psiquiatra, logo então fui diagnosticado com tudo que contem no titulo, sim, Despersonalização,Ansiedade,Depressão Aguda e Síndrome do Pânico, foda né?

Fiquei aproximadamente 2 meses nessa "onda" ruim, até me sentir um pouco melhor, hoje faço terapia psicológica e estou sendo medicado com Paroxetina, consigo dormir e ter mais controle do meu pensamento ( coisa que havia se tornado impossível). As vezes sinto sensações ruins, como agora enquanto escrevo esse texto, mas é algo que estou aprendendo a lidar, aos poucos vou tomando controle de mim, já vejo uma boa melhora mas acabei regredindo um pouco como dito acima quando decidi fumar novamente e senti tudo novamente, me arrependo profundamente.

Infelizmente isso foi o que a maconha despertou em mim, até então nunca tinha dando sinais de loucura, pânico, depressão, era uma pessoa normal feliz que, infelizmente não teve sorte com o psicoativo.Nunca imaginaria que a maconha pudesse fazer isso comigo e até mesmo tirava sarro  de quem falava que ela podia sim, trazer efeitos negativos em pessoas com pré-disposição a transtornos mentais, mas também eu nem imaginava que eu era vulnerável, em toda minha vida a erva foi a unica coisa que usei, nunca cheguei perto de doce nem nada semelhante.

Se você passa/passou por isso, saiba que nenhuma dor é eterna, tudo é fase, tudo passa, esteja ciente disso sempre, eu mesmo no ápice da depressão, pensei em me suicidar, não por ser fraco, mas por ser algo realmente insuportável. Tudo isso aconteceu a pouco mais de 5 meses.

 

Que isso sirva de ajuda para alguém e de conhecimento para outros.

 

Que Jah os abençoe ;)

Gostaria de saber se um usuario de maconha as vezes perde a noção do que esta fazendo. exemplo: roubar para usar maconha e não lembrar do que fez, ou fazer coisas que não lembram depois?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 months later...
  • Usuário Growroom
Em 21/11/2018 at 22:57, BiaAra disse:

Olá! Identifico-me em algumas partes com muitos comentários. 

Comecei a fumar cannabis com 19, hoje tenho 25. Sempre me senti bem, embora o meu corpo fique super pesado se fumar demais. Sou uma pessoa bastante introspetiva e sempre pensei em demasia na existência das coisas. 

Desde pequena que sinto esse tal sindrome de despersonalização, algo que me causa ansiedade e medo, mas nunca passou disso. 

De há uns tempos para cá, uns 2 anos no máximo, sinto que o sindrome intensifica uns 1000% quando fumo. Perco a noção de onde estou, é como se tivesse o tempo todo a sonhar e de repente, com a brisa, acordo do sonho e vejo a minha vida de uma maneira mais real. Parece absurdo, mas o sentimento é mesmo de que acordo de um sonho. Como se toda a minha vida eu fosse uma marioneta que apenas cai na realidade quando fuma. 

É mesmo muito estranho, e por isso tenho diminuido muito no consumo.

 

 

 

Em 21/11/2018 at 22:57, BiaAra disse:

Olá! Identifico-me em algumas partes com muitos comentários. 

Comecei a fumar cannabis com 19, hoje tenho 25. Sempre me senti bem, embora o meu corpo fique super pesado se fumar demais. Sou uma pessoa bastante introspetiva e sempre pensei em demasia na existência das coisas. 

Desde pequena que sinto esse tal sindrome de despersonalização, algo que me causa ansiedade e medo, mas nunca passou disso. 

De há uns tempos para cá, uns 2 anos no máximo, sinto que o sindrome intensifica uns 1000% quando fumo. Perco a noção de onde estou, é como se tivesse o tempo todo a sonhar e de repente, com a brisa, acordo do sonho e vejo a minha vida de uma maneira mais real. Parece absurdo, mas o sentimento é mesmo de que acordo de um sonho. Como se toda a minha vida eu fosse uma marioneta que apenas cai na realidade quando fuma. 

É mesmo muito estranho, e por isso tenho diminuido muito no consumo.

 

 

É dessa forma aí mesmo, kkk! Toda vez que fumo tá acontecendo isso agora 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 21/11/2018 at 22:57, BiaAra disse:

Olá! Identifico-me em algumas partes com muitos comentários. 

Comecei a fumar cannabis com 19, hoje tenho 25. Sempre me senti bem, embora o meu corpo fique super pesado se fumar demais. Sou uma pessoa bastante introspetiva e sempre pensei em demasia na existência das coisas. 

Desde pequena que sinto esse tal sindrome de despersonalização, algo que me causa ansiedade e medo, mas nunca passou disso. 

De há uns tempos para cá, uns 2 anos no máximo, sinto que o sindrome intensifica uns 1000% quando fumo. Perco a noção de onde estou, é como se tivesse o tempo todo a sonhar e de repente, com a brisa, acordo do sonho e vejo a minha vida de uma maneira mais real. Parece absurdo, mas o sentimento é mesmo de que acordo de um sonho. Como se toda a minha vida eu fosse uma marioneta que apenas cai na realidade quando fuma. 

É mesmo muito estranho, e por isso tenho diminuido muito no consumo.

 

 

Isso aí mesmo, kkk toda vez que fumo tá acontecendo isso

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

São duas veias importantes da vida.. 

Problemas pessoais, transtornos, stress e todo acúmulo pessimista dos centros urbanos.

Cannabis, viver com ela, usufruir dos ensinamentos e colher bons frutos com ela, Cannabis.

Quando se mistura essas duas veias em sua vida, como o piá disse aí encima, largue de fumar, você vai ficar louco e dificilmente vai recuperar sua realidade, espiado sempre thei thei thei 

Sorrie sempre, irmão.

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • 5 months later...
  • Usuário Growroom
Em 04/06/2019 at 14:44, THETHE disse:

Gostaria de saber se um usuario de maconha as vezes perde a noção do que esta fazendo. exemplo: roubar para usar maconha e não lembrar do que fez, ou fazer coisas que não lembram depois?

Mais fácil isso acontecer com álcool...

Maconheiro não perde noção do que faz, tão pouco rouba pra fumar...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por hit420cs
      Aí eu queria contar um relato meu que eu passei um tempo atrás, não sei se foi a maconha que causou minha psicose diretamente ou se foi conjuntos que eu estava passando por uma fase difícil e por (traumas passados, isso era o motivo da paranóia) , eu tive isso e fiquei mais ou menos 1 mês com paranóia ansiedade e Pânico, achava que alguém queria me matar e achava que sempre tinha alguém me perseguindo mas isso por conta do trauma, de fora não tinha nenhuma outra paranóia era apenas pelo trauma e eu tava tomando rispiridona, fiquei uns 3 meses tomando o remédio aí parei fiquei suave, e quando eu tava fumando eu n sentia fome, não entendi essa de falta de apetite, mas eu estava abusando, fumando pra krl, eu fiquei desnutrido eu acredito que eu tava com uma sativona ou tinha outra coisa no meu pren(outra droga) não sei se teria como eu perceber se tinha algo mas tinha gosto e cheiro de erva e eu ficava bem elétrico, fiquei sem dormir uns 2 ou 3 dias se dormi eu dormia um pouco e já acordava e ia fumar, acredito que não tinha muito cbd pq não causava relaxamento, fiquei umas 2 semanas fumando dessa erva e depois comecei a abusar aí que tive o surto, eu fumei uma vez depois disso e foi suave, uma brisa boa, fumei um pren mas não fumei muito( a erva que eu tava fumando quando eu tive o surto era diferente era uma brisa bem estimulante mas não curti, a brisa das outras erva que eu fumava sempre foi mais suave tipo eu ficava de boa batia uma larica escutava uma música, essa aí eu n conseguia parar quieto) e depois do surto fiquei um pouco depressivo não tinha ânimo pra nada aí comecei a fazer academia e fiquei 100% e tô assim até hoje e bebo uns gole nós final de semana, alguém aí tem um relato parecido? Fala pra nois aí. Se eu voltar a fumar posso surtar de novo ou isso vai depender do meu estado de mente e espírito? O que vocês acham? Fiquem na Paz ✌️
    • Por cielzinho
      Olá, eu fumo/vaporizo maconha recreativamente, mas recentemente meu pai começou a ter insônia devido a problemas no trabalho, procurou ajuda médica e foi diagnosticado com ansiedade, o médico receitou 3 remédios diferentes, dentre eles alprazolam, sertralina. 
      Meu pai (60 anos) tem tido problemas para dormir, consegue adormecer mas acorda no meio da madrugada e não consegue voltar ao sono, fica pensando no trabalho - depois que ele tomou os remédios, os problemas continuaram só que ele ficou mais 'dormente' durante o dia. 
      Eu sugeri a ele conversar com o médico sobre o uso de CBD, mas ele me respondeu que no Brasil só seria liberado em casos mais graves, e ai está minha duvida - ainda hoje ainda está bem restrito a casos mais graves, como última opção? 
      Vejo alguns usuários comentando o uso do CBD em casos de ansiedade/insônia, mas não informam se utilizam do CBD prescrito/receitado ou se produzem/conseguem e se 'auto-medicam'.
       
      Ele não se considera um caso grave e aceitará os remédios tarja preta que lhe receitarem, mas com tantos efeitos colaterais eu me questiono se o CBD de alguma forma serviria como tratamento para esse caso 'não grave'. 
      Ele nunca fumou ou vaporizou maconha, já pensei em oferecer uma vaporizada algumas horas antes dele dormir, mas não tenho acesso* a uma flor rica em CBD, então descartei a ideia visto que o THC poderia agravar a insônia. 
       
      *ainda  ; se me disserem que vaporizar uma flor rica em CBD poderia ser uma forma de tratamento, consigo acesso
    • Por babydarling
      Eu fumava maconha desde os 16 e atualmente tenho 22, mas não era usuária, fumava de vez em quando e um pouco apenas para ficar alegre ou leve.
      Eu tinha experimentado papel uma vez, mas não me causou nada demais e tinha vontade de experimentar novamente, no começo desse ano, o momento chegou e resolvi dropar um papel, só que eu dropei uma quantidade muito grande, segundo a minha amiga. Na hora só estava eu e meu namorado no quarto e o que eu senti, nunca aconteceu antes: a famosa “bad trip”. No começo era como se tudo que eu tivesse vivido fosse uma mentira, depois eu literalmente senti que morri e tava no meu pós vida, eu não conseguia falar nada, as coisas ficavam em loop, depois em câmara lenta, teve uma hora que senti que se abrisse a porta do meu quarto seria a porta para entrar no inferno, enfim realmente eu nunca tinha sentido nada igual então me deixei levar pela bad, acho que nesse dia fui até a última camada da minha mente, foi horrível, mas por estar com meu namorado e minha amiga depois chegou para ajudar, então consegui sair da bad. Beleza, vida que segue. Falei que nunca mais iria usar papel.
      Depois de um mês, fumei um baseado, mas foi bem pouco mesmo e “pá” entrei na bad trip de novo, dessa vez foi menos intensa, apesar de eu estar em um ambiente onde eu só conhecia minha amiga, eu já tinha noção que tudo que acontecia era coisa da minha cabeça e ao invés de ficar trancada dentro da casa que me causava um pouco de pânico, a gente saia para eu espairecer o que me ajudava a ficar “sã”. Enfim, na primeira vez que aconteceu isso, eu superei, era como se nada tivesse acontecido, mas na segunda bad apesar de ter sido mais “tranquila”, eu não consigo “superar” vez ou outra fico pensando nisso, e isso foi em fevereiro, eu tento desviar meu pensamento quando acontece mas sempre vem as lembranças. Inclusive teve um dia que eu não tinha fumado, nem bebido nada, e simplesmente eu senti como se estivesse entrando na bad. Foi muito do nada, acho que durou uns 3 minutos, fiquei dizendo a mim mesma que era coisa da minha cabeça, que tava tudo normal, mas parecia muuuito um começo de bad trip. Foi muito estranho, porque realmente era um dia comum e eu não tinha usado nada, isso que vem me assustado... Talvez, por pensar demais está me causando algum tipo de transtorno/trauma...  Minha bad vem muuuito visual e sonora, então por mais que eu tente me concentrar tá tudo distorcido, voz, pessoas, olhares, etc então, por mais que eu tente manter a calma é difícil porque tudo ao meu redor tá distorcido.
      Resolvi então ler sobre os sintomas pós-bad trip, encontrei esse site e resolvi contar minha experiência para vocês. 
    • Por BrunaSella
      Olá, estou passando por uma experiência muito negativa com a maconha e preciso de ajuda
        não uso com frequência, devo ter usado umas 10 vezes no máximo
      mas essa semana eu e meu namorado resolvemos fumar, estávamos no quarto dele que é bem fechado e bolamos um beck “grande” não era um fininho.
       No começo da onda tava tudo bem, tive uma crise de riso q eu não conseguia me controlar de tanto q eu ria porém, em uns 5 minutos a crise de risada começou a virar uma dor muito forte no peito parecia q eu ia infartar e meu coração ia sair pra fora do peito, comecei a me desesperar é só piorava jurei q fosse morrer, bebi uma água tentei me acalmar mas então decidimos pedir um uber e ir pro upa (meu namorado tbm estava com mal estar porém n sentia essa dor no peito só o coração acelerado) tive uma bad trip daquelas, músculos do corpo inteiro contraindo, tremedeira, dormência q estava toda hr em um lugar, fora a tontura, fraqueza, parecia q estava tudo em câmera lenta, e tbm via tudo em quadros como se a mesma coisa estivesse acontecendo dnv e dnv, foi barra, chegando lá eu fiz um eletrocardiograma e deu tudo normal, voltei pra casa.
       Porém desde então eu venho tendo alguns sintomas estranhos já fazem 5 dias q isso aconteceu porém a dor no peito a dormência q as vezes fica nos braços ou nas pernas, me sinto fraca, meu corpo todo dói, sem falar q fico pensando demais é isso só acaba piorando, já fiz uns 3 eletros, já fiz raio x do tórax e até então tudo normal, porém não aguento mais sentir isso, fico tendo uns comportamentos repetitivos tipo ficar mexendo a perna, inquieta msm e só queria saber se é normal sentir isso por tanto tempo.
       O que mais vem me perturbando é a dor no peito q cada hr está em um lugar sinto tbm alguns tremores as vezes enfim TODA BICHADA KKK e eu ainda fico pesquisando os sintomas q eu tenho (o que não ajuda nenhum pouco) alguém q já tenha passado por isso?? Quando isso vai passar? Ou o que eu posso fazer pra acabar com isso. Sério já cheguei a chorar pq n aguento mais!!
      obs: meu namorado tbm teve a bad só q ele já está bem e eu ainda estou nessa 
×
×
  • Criar Novo...