Ir para conteúdo
Growroom
Alex Kidd

Novatos E Iniciantes Façam Suas Perguntas Aqui

Recommended Posts

Salve galera....

 

após 4 dias da aplicação do ferti 10-4-4 , fiz a medição do PH do solo e obtive os seguintes dados:

- de uma tava 6.2 e das outras 6.9 a 7.1 , alguém pode me informar se esse é o PH ideal? as meninas estão com 29 dias de vida. 

 

Vlw !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

daé, então estou com automática florescendo está com 60 dias no total, sera que é tarde para comecar aplicar prata coloidal ? Quem manja ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, King of the bongo disse:

 

Se você está comprando a mistura de algum maconheiro que prepara em casa e vende ensacado, tenha certeza que ou ele não sabe nada de húmus, ou é pior do que eu com números (ou seja, muito ruim) ou fumou um baseado em forma de mastro de caravela antes de ter responder.

A mistura de solo é calculada sempre por volume, não peso. Se você quer 30 litros de substrato, vai precisar de 10 litros de turfa, 10 litros de perlita e 10 litros de húmus (dãh 😋), ou X, Y e Z kg de cada a depender da densidade. 

 

Salve king!! 

Depois que postei fiquei pensando que tinha misturado unidades diferentes em meus cálculos kkkk mas ao menos o erro foi pra baixo, não ia matar a planta 😂

 

Ontem tive mais uma decepção, mais um macho foi pra vala😖 restou apenas uma Maria grande, e a pequena que já está em outro vaso e está reagindo muito bem, está linda.

Diante deste fato, tentei fazer dois clones... Coloquei água com carvão, deixei hidratando o galho por 2h na água, fiz novo corte e etc...(segui uma receita que achei aqui) porém não usei nenhum gel nem enraizador (ainda não investi nisso), e to na torcida que vai enraizar e vingar... ✌️

Agora estou pesquisando um novo solo pros clones, vou usar fibra de coco + turfa que vou escolher na floricultura (vi que tem muitos tipos numa loja que encontrei) + húmus de minhoca ou de cogumelo,

Gostaria de saber qual seriam as porcentagens de uma boa turfa... Digo dos nutrientes que aparece na embalagem... Aqui onde moro não existe turfa de sphagnum 😖

E também qual a diferença de húmus de minhoca e de cogumelos? Já usaram ? Qual melhor?

E será que esses clones vão vir sem usar gel e enraizador?

Seguem fotos.

Valeu pessoal, cada dia mais conhecimento trocado, só assim que evoluímos.

☮️ ✌️✌️

IMG_20180717_192650070_crop_999x578.jpg

IMG_20180718_073230796_HDR-1200x1600.jpg

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 16/07/2018 at 21:54, King of the bongo disse:

O seu solo é praticamente inerte, a única coisa que alimenta a planta é a ureia e o calcário. A ureia com certeza deu bastante nitrogênio, por isso a planta cresceu bem. Mas ureia assim é forte pra caramba, pode queimar as raízes e ainda deixa a terra salgada, o que potencialmente explica o porque ela cresceu e parou (aliás, aquelas folhas inferiores em sutil forma de canoa e as pontas ligeiramente queimadas e formando uma garra indicam que pode ter rolado um excesso de nitrogênio, mas o leve amarelamento mostra que a planta já consumiu esse nitrogênio delas, que é um elemento móvel, para usar nas superiores folhas, talvez por não conseguir buscar nas raízes apesar de o elemento estar lá). Se faz quase duas semanas que ela não é regada e não murchou ainda estando em um vaso pequeno, é porque não está puxando muita água da terra, indicando que o metabolismo está estacionado. 

Você faz bem de pegar leve nos fertilizantes. Mas a planta tá se alimentando exclusivamente de nitrogênio e magnésio já que não tem nada mais fornecendo potássio, fósforo e os micronutrientes que ela precisa, justificando o caule roxo e as folhas novas parecendo agulha. Evite adubos NPK agrícolas no solo, aquele em bolinhas, eles vão ser difíceis de controlar e criar bolsões de alta concentração com risco de fritar a raiz. Em uma plantação, ele é usado por cobertura e entra na terra conforme vai dissolvendo na água, mas em um vaso o sistema é mais sensível. Como a diferença entre criar peixe em um lago ou em um aquário, qualquer desequilíbrio pode ocorrer muito rapidamente e de forma intensa. 

Na preparação do solo, se você não for fazer 100% inerte e fornecertoda alimentação externamente, um pouco de torta de mamona pro nitrogênio, farinha de osso pro fósforo, e cinzas de madeira (de preferência, madeira de lei, ou mesmo de cascas de banana, limão ou pepino) pro potássio, além de húmus pra micronutrientes, fazem um solo básico bem eficiente.

Se você prefere usar fertilizantes minerais encontrados facilmente em lojas agrícolas ou floriculturas, até supermercados, há os tipo Forth ou Jimmy, que são fáceis de achar e baratos. Pra fase de crescimento, você pode usar o Forth Hortaliças, que tem NPK 15-5-10, e na floração mude para o Flores, com 6-15-12. Há também as versões líquidas de proporções semelhantes. Não são fertilizantes especializados de alto rendimento, mas pelo menos vão fornecer uma nutrição básica adequada. 

Mas fertilizante mineral sempre vai ter a questão de controlar pH e ppm na rega, enxaguar o solo de tempos em tempos, o sabor do fumo pode ficar amargo se não for feito o enxágue final correto... Se você usar chás com húmus, torta de mamona, farinha de osso, casca de banana, melaço e outros componentes simples, vai ter algum trabalho no preparo e cuidar para não deixar a fermentação passar do ponto, mas o risco de sobrecarregar a planta é quase inexistente.

Dê um pulo nas seções de solo e fertilizantes do fórum que você vai encontrar muita informação e receitas prontas já testadas e aprovadas pra copiar se quiser, inclusive de uso dos fertilizantes minerais. Mas busque a informação completa antes de agir porque a única coisa mais perigosa do que nenhuma informação é informação incompleta. Por exemplo, esterco é um adubo excelente, além de aerar o solo, mas se ele não for muito bem curtido, vai trucidar as raízes, então deve ser usado em

 

proporções mínimas. Além disso, ele pode conter sementes que vão ficar germinando e concorrendo com a cânabis, forçando você a constantemente catar plantas invasores. 

Cara, MUITO obrigado por toda paciência e tempo dedicados.

 

Fiz o seguinte:

17/07/2018 (dia 91)

Flush (9 regadores)

ph 6,35

Ppm 067

 

Rega

5g de fert Maxigro

Ph 6.38

Ppm 445

 

Out

Ph 6,69

Ppm 206

 

A pergunta é: Quanto tempo você acha que eu deveria esperar pra elas apresentarem alguma mudança? Estão em um vaso de 7L e eu tenho um esquema que tira fotos a cada 1 minuto pra acompanhar o crescimento da planta.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Iae mano axo q meu pe ta meio atrofiado paro de crescer  ele tbm comeco da sementes iae vcs sabe alguma coisa ai pra por pra eles inchar mas as bucha

20180718_124112.jpg

20180718_124058.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 minutos atrás, Biel disse:

Iae mano axo q meu pe ta meio atrofiado paro de crescer  ele tbm comeco da sementes iae vcs sabe alguma coisa ai pra por pra eles inchar mas as bucha

20180718_124112.jpg

20180718_124058.jpg

Caraaaa que linda, eu não sei a idade da tua planta nem sou muito bom no assunto, mas eu chutaria que ela parou de crescer pq está perto da hora de colher... Mas guenta aí que o pessoal mais experiente vai te dar uma certeza... E já pode ir dando mais informações kkk

 

Valeu✌️

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, Biel disse:

Iae mano axo q meu pe ta meio atrofiado paro de crescer  ele tbm comeco da sementes iae vcs sabe alguma coisa ai pra por pra eles inchar mas as bucha

20180718_124112.jpg

20180718_124058.jpg

Salve irmão, linda planta!

Então, como o amigo ai de cima já alertou, sua planta já não está na hora de colher? Pq se não tem nenhum macho por perto e não está rolando stress nela, pode ser que ela esteja criando sementes por passar muito da hora de colheita. Geralmente as plantas quando florescem e fazem 100% da produção das flores, se demorar muito para colher, elas começam a se auto fecundar para gerar sementes e perpetuar, então se ela já estiver com uma proporção boa de tricomas ambares, colhe logo antes que ela semeie tudo haha. Abraçoss!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Retmalu disse:

Salve king!! 

Depois que postei fiquei pensando que tinha misturado unidades diferentes em meus cálculos kkkk mas ao menos o erro foi pra baixo, não ia matar a planta 😂

 

Ontem tive mais uma decepção, mais um macho foi pra vala😖 restou apenas uma Maria grande, e a pequena que já está em outro vaso e está reagindo muito bem, está linda.

Diante deste fato, tentei fazer dois clones... Coloquei água com carvão, deixei hidratando o galho por 2h na água, fiz novo corte e etc...(segui uma receita que achei aqui) porém não usei nenhum gel nem enraizador (ainda não investi nisso), e to na torcida que vai enraizar e vingar... ✌️

Agora estou pesquisando um novo solo pros clones, vou usar fibra de coco + turfa que vou escolher na floricultura (vi que tem muitos tipos numa loja que encontrei) + húmus de minhoca ou de cogumelo,

Gostaria de saber qual seriam as porcentagens de uma boa turfa... Digo dos nutrientes que aparece na embalagem... Aqui onde moro não existe turfa de sphagnum 😖

E também qual a diferença de húmus de minhoca e de cogumelos? Já usaram ? Qual melhor?

E será que esses clones vão vir sem usar gel e enraizador?

Seguem fotos.

Valeu pessoal, cada dia mais conhecimento trocado, só assim que evoluímos.

☮️ ✌️✌️

IMG_20180717_192650070_crop_999x578.jpg

IMG_20180718_073230796_HDR-1200x1600.jpg

Pô, que mal o outro sacudo. Mas é a natureza, não tem como ser tudo fêmea mesmo.

Já vi essa receita de usar carvão na clonagem, ruim certamente não é. Algumas cepas são um pouco encardidas de enraizar, mas outras soltam raízes até se você largar resto de poda em cima de um monte de terra (tá, nem é tão fácil assim 😋). Algo me sugere que prenseeds talvez enraízem com mais facilidade do que sementes profissas por serem mais fortes, tipo cachorro vira-lata costuma ser mais saudável que cão de raça. Chute de lógica da minha parte, não saia espalhando que eu revelei a verdade absoluta. 😅

Tem muita gente que clona apenas fazendo o corte e deixando em um copo d'água sem enraizador, sem domo de umidade, sem nada.  Mas você pode preparar enraizadores porretas com lentilha, galho de salgueiro (chorão) ou mesmo bulbo de raiz de tiririca. O Google será pródigo em lhe indicar as receitas, mas já adianto: pra fazer errado, tem que se esforçar bastante.

Cara, eu nunca trabalhei com turfa e, pra falar a verdade, só tinha ouvido falar de húmus de cogumelo de relance. Em teoria, não deve ser ruim ou não venderia na floricultura, mas costuma valer a pena ser conservador nessas horas pra não ficar com um solo problemático depois. Não sei os tipos que você viu aí, mas a turfa de Sphagnum é um pouco ácida, então precisa corrigir o pH já na mistura e depois nas regas... Algo semelhante pode ocorrer com o cogumelo, talvez ele seja mais indicado pra certos tipos de plantas que não a que a gente curte, por isso eu usaria o velho e bom cocô de minhoca mesmo que não tem surpresas.

Lembre-se que uma mistura assim vai ter só o húmus fornecendo nutrientes e, depois que ele for consumido pela planta, nem isso. Toda a alimentação complementar terá que ser feita na mão, seja com orgânicos ou ferts químicos salgados. Eu sei que a turma do solo inerte defende que isso é melhor por se poder controlar exatamente a dieta das raízes, mas isso significa que você está trocando o trabalho de preparar um solo bacanudo com ingredientes simples que vai dar um arroz e feijão firmeza por trabalho de ficar aplicando nutrientes a cada rega. Não que você não possa usar e se dar bem, eu só acho mais trampo e risco, ainda mais até pegar mais experiência.

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 17/07/2018 at 11:37, wabalabdubdu6 disse:

Salve Growers 

Seguinte, em torno de 2 dias estarei pegando voo á serviço p/ uma grande capital do Brasil.

Só preciso levar 2 flores pro meu consumo próprio, porém to grilado em relação ao aeroporto.

Dicas p esconder 2 pequenas amostras da minha menina?

Grato, paz! 

Coloque dentro de um potinho de plástico bem fechado, tipo aquele que vem no Kinder Ovo, passe uma fita em volta de qualquer fresta e bote no bolso. Se quiser ser muito precavido, na cueca, depois você passa no banheiro e põe na mala. Você só vai passar pelo detector de metais, enquanto a mala vai no raio-x e uma muquinha de material vegetal poderia chamar atenção. A não ser que as suas flores sejam compostas de 30% cânabis e 70% fedor, alguém só vai desconfiar que algo está errado se você der vacilo de ficar com cara de cagaço, mexendo no bolso o tempo todo, olhando pros lados dando recibo de culpado. Seja simpático, cumprimente o pessoal sem exagero, coloque seus pertences na bandeja com naturalidade, faça alguma piadinha na hora de tirar o cinto que ainda bem que a calça não é muito folgada, mostre que é só uma viagem de rotina que eles farão apenas a verificação de rotina.

  • Like 1
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, King of the bongo disse:

Pô, que mal o outro sacudo. Mas é a natureza, não tem como ser tudo fêmea mesmo.

Já vi essa receita de usar carvão na clonagem, ruim certamente não é. Algumas cepas são um pouco encardidas de enraizar, mas outras soltam raízes até se você largar resto de poda em cima de um monte de terra (tá, nem é tão fácil assim 😋). Algo me sugere que prenseeds talvez enraízem com mais facilidade do que sementes profissas por serem mais fortes, tipo cachorro vira-lata costuma ser mais saudável que cão de raça. Chute de lógica da minha parte, não saia espalhando que eu revelei a verdade absoluta. 😅

Tem muita gente que clona apenas fazendo o corte e deixando em um copo d'água sem enraizador, sem domo de umidade, sem nada.  Mas você pode preparar enraizadores porretas com lentilha, galho de salgueiro (chorão) ou mesmo bulbo de raiz de tiririca. O Google será pródigo em lhe indicar as receitas, mas já adianto: pra fazer errado, tem que se esforçar bastante.

Cara, eu nunca trabalhei com turfa e, pra falar a verdade, só tinha ouvido falar de húmus de cogumelo de relance. Em teoria, não deve ser ruim ou não venderia na floricultura, mas costuma valer a pena ser conservador nessas horas pra não ficar com um solo problemático depois. Não sei os tipos que você viu aí, mas a turfa de Sphagnum é um pouco ácida, então precisa corrigir o pH já na mistura e depois nas regas... Algo semelhante pode ocorrer com o cogumelo, talvez ele seja mais indicado pra certos tipos de plantas que não a que a gente curte, por isso eu usaria o velho e bom cocô de minhoca mesmo que não tem surpresas.

Lembre-se que uma mistura assim vai ter só o húmus fornecendo nutrientes e, depois que ele for consumido pela planta, nem isso. Toda a alimentação complementar terá que ser feita na mão, seja com orgânicos ou ferts químicos salgados. Eu sei que a turma do solo inerte defende que isso é melhor por se poder controlar exatamente a dieta das raízes, mas isso significa que você está trocando o trabalho de preparar um solo bacanudo com ingredientes simples que vai dar um arroz e feijão firmeza por trabalho de ficar aplicando nutrientes a cada rega. Não que você não possa usar e se dar bem, eu só acho mais trampo e risco, ainda mais até pegar mais experiência.

Mano já tentei fazer o enraizador de lentilha, mas a água do pote mofou por cima, embolorou, fiquei com medo de dar aquilo pra plantas, achei que tinha dado errado...

Acho que vou escolher a turfa que tiver o ph mais próximo de 6,5 (isso se estiver escrito na embalagem), e vou ficar no húmus de minhoca mesmo... Como é meu primeiro cultivo não quero errar tanto, eu esperava uma grande colheita... Esperava até ser auto suficiente 😂😂 mas desse jeito não vai rolar muitas gramas no fim... 

Valeu man!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, livermore77 disse:

Alo pessoal

vale a pena secar e fumar um banza que encheu de mites, pulgoes, e cochonilhas?

aguard os experts

As opções são fumar um do ótimo com um pouco de proteína ou jogar tudo fora... 🤔

Inseto (OK, spider mite é aracnídeo...) não curte ficar em planta morta porque a seiva já não circula, então eles vão sair sozinhos quando cortar, mas aqueles que são mais teimosos (ou mortos e ovos) requerem um incentivo. Já vi gente falando pra lavar a flor com água morna, agita um pouco e pendura pra secar bem e evitar mofo, depois é só proceder com a cura normalmente.

O pior que pode rolar é alterar ligeiramente o sabor, mas vai chapar tranquilamente sem fazer mal. Bichinhos assim podem parecer nojentos, mas são mais inofensivos do que a gente costuma pensar. Lembre-se que a ANVISA tem normas determinando limites máximos para pedaços de inseto e até fezes em alimentos industrializados, e esses limites não são zero.

Se a infestação tá descontroladamente alta e dá pra ver muito bicho e isso te incomodar, você pode fazer haxixe com essas flores, aí vai separar os tricomas dos bichos. 

Não faça igual uma ex-namorada minha que uma vez me fez jogar fora um quilo de açúcar inteiro só porque tinha uma formiguinha daquelas minúsculas passeando... FDP, nunca mais -- literalmente -- fiz uma caipirinha pra infeliz de tanta raiva da frescura que fiquei.

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, CRONOSdudu disse:

Salve galera....

 

após 4 dias da aplicação do ferti 10-4-4 , fiz a medição do PH do solo e obtive os seguintes dados:

- de uma tava 6.2 e das outras 6.9 a 7.1 , alguém pode me informar se esse é o PH ideal? as meninas estão com 29 dias de vida. 

 

Vlw !!

https://www.google.com.br/search?q=pH+ideal+solo+cannabis

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, Silvasauro disse:

Boa galera... Estava curtindo os ensinamentos que top a conversa... Querendo aproveitar a conversa sobre esses cuidados podem ajudar em uma dúvida.... Temperatura dentro da minha estufa é fácil de manter.... Porém como ainda meu investimento em lâmpadas é baixo eu durante o dia deixo ela fora de casa.... A incidência de sol é forte até 16:20 ...kkkk 16:00 eu trago ela para o grow.. primeiro dúvida... Durante o dia pode chegar a 33grau ...até mais... Hoje na sombra 26... Sol direto o termo higrômetro dispara a temperatura Porém a noite no grow com luz apagada chega a 19 .... Essa diferença vi gente falando que mais de 10 é stresse ... Isso é regra? Assim c tornando herma....  Outra dúvida... Sobre as seeds auto( c é que são de verdades kkkk) a germinação está sendo como dizem... Água para quebrar a dormência... Papel toalha... Após isso levar direto para o vaso final...? Dizem para evitar o stress da troca... Na legenda da seeds diz até 1.20 de altura.... Qual litragem de caso seria legal? 

Idealmente (ou seja, em uma estufa com parâmetros cuidadosamente controlados), a oscilação poderia menor, mas não está tão brutal a diferença. Se você estivesse plantando só no externo, de dia a temperatura seria alta e à noite, baixa, sem que você pudesse fazer nada, e a planta produziria de boa. Evite deixar baixar de 15 °C, isso poderia causar estresse porque começa a rolar uma "hipotermia" na planta, especialmente nas genéticas sativas acostumadas a clima tropical.

Sobre o vaso das autos, aí recomendo perguntar lá nas seções específicas ou mesmo ver se o banco de sementes sugere algo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, goriac disse:

Fiz o seguinte:

17/07/2018 (dia 91)

Flush (9 regadores)

ph 6,35

Ppm 067

 

Rega

5g de fert Maxigro

Ph 6.38

Ppm 445

 

Out

Ph 6,69

Ppm 206

 

A pergunta é: Quanto tempo você acha que eu deveria esperar pra elas apresentarem alguma mudança? Estão em um vaso de 7L e eu tenho um esquema que tira fotos a cada 1 minuto pra acompanhar o crescimento da planta.

Não tenho intimidade com Maxigro, mas 445 ppm é uma dosagem baixa -- melhor pecar pela falta do que excesso.

Toda mudança em solo é mais lenta do que hidro e, pra variar, a pressa é inimiga da chapação. 😅 A partir de uma semana, já costuma mostrar efeito, mas não se desespere se não notar melhora no dia 24, a não ser que ela passe a mostrar cada vez mais problemas.

Uma opção seria fazer aplicação foliar, os ferts costumam informar a medida, mas algo entre 1/4 e 1/2 do que usaria no solo funciona. O lado de baixo das folhas é o mais importante, que é onde os poros estão. Borrife sempre fora de luz forte pra não queimar, talvez uns 30 minutos após as luzes se apagarem, precisa apenas molhar de maneira uniforme sem escorrer muito para o solo. Faça um borrifamento só com água no dia seguinte pra remover sais da superfície e também evitar queimar. A absorção assim é imediata, então é uma boa opção pra corrigir problemas temporariamente. Só cuidado para não somar com o que foi no solo e sobrecarregar a garota.

Pô, esse esquema de uma foto por minuto é bacana, hein? Às vezes a gente olha a planta e não consegue notar diferença porque vê sempre, então uma sequência permite comparar a progressão!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, railan disse:

Salve Salve Galera do GrowRoom , alguém pode tirar minha duvida, Devo me preocupar com essas folhas amareladas ? 

035.jpg

Sim, mas sem pânico.

Isso é deficiência de nitrogênio. No final da flora, é normal a planta mostrar deficiências nas folhas, principalmente de nitrogênio, mas a sua parece ainda jovem pra tudo isso.

Com quanto tempo de floração ela está? O que você está usando de alimentação? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, King of the bongo disse:

Não tenho intimidade com Maxigro, mas 445 ppm é uma dosagem baixa -- melhor pecar pela falta do que excesso.

Toda mudança em solo é mais lenta do que hidro e, pra variar, a pressa é inimiga da chapação. 😅 A partir de uma semana, já costuma mostrar efeito, mas não se desespere se não notar melhora no dia 24, a não ser que ela passe a mostrar cada vez mais problemas.

Uma opção seria fazer aplicação foliar, os ferts costumam informar a medida, mas algo entre 1/4 e 1/2 do que usaria no solo funciona. O lado de baixo das folhas é o mais importante, que é onde os poros estão. Borrife sempre fora de luz forte pra não queimar, talvez uns 30 minutos após as luzes se apagarem, precisa apenas molhar de maneira uniforme sem escorrer muito para o solo. Faça um borrifamento só com água no dia seguinte pra remover sais da superfície e também evitar queimar. A absorção assim é imediata, então é uma boa opção pra corrigir problemas temporariamente. Só cuidado para não somar com o que foi no solo e sobrecarregar a garota.

Pô, esse esquema de uma foto por minuto é bacana, hein? Às vezes a gente olha a planta e não consegue notar diferença porque vê sempre, então uma sequência permite comparar a progressão!

Muito obrigado, vou deixar anotado e acompanhar.

 

Eu to testando o sistema de smartgrow feito por mim mesmo, não sou da area então tudo é bem lento, mas atualmente o sistema (raspberry pi 3 rodando raspbian) usa um módulo de câmera pra tirar fotos a cada 1 minuto e salvar numa pasta com a data e a hora de cada foto, quando da meia noite ele cria uma pasta no google drive e uploadeia as fotos pra lá, depois eu só baixo e faço um timelapse do dia.

 

Já tá plugado mas eu ainda não comecei a interagir ainda com o sensor de temperatura e umidade do ar, que eventualmente vai ativar ou desativar a fan, e um sensor de umidade do solo que fica no fundo do vaso (na parte de dentro) que eventualmente eu vou calibrar pra me mandar email quando o solo tiver perto de ficar seco.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Biel disse:

Iae mano axo q meu pe ta meio atrofiado paro de crescer  ele tbm comeco da sementes iae vcs sabe alguma coisa ai pra por pra eles inchar mas as bucha

20180718_124112.jpg

20180718_124058.jpg

Verticalmente, parece que nem é pra crescer mesmo, mas entendo que o problema são os camarões que estacionaram.

Tá com quanto tempo de floração esse pé? A leve deficiência de nitrogênio nas folhas inferiores é normal nessa fase, parece que já está no final da floração. Já viu o pH do solo? Qual é a alimentação? Se for fertilização mineral, o primeiro passo pra qualquer tratamento é deixar o solo secar e enxaguar bem pra limpar algum acúmulo de sais que possa estar bloqueando a absorção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Retmalu disse:

Mano já tentei fazer o enraizador de lentilha, mas a água do pote mofou por cima, embolorou, fiquei com medo de dar aquilo pra plantas, achei que tinha dado errado...

Acho que vou escolher a turfa que tiver o ph mais próximo de 6,5 (isso se estiver escrito na embalagem), e vou ficar no húmus de minhoca mesmo... Como é meu primeiro cultivo não quero errar tanto, eu esperava uma grande colheita... Esperava até ser auto suficiente 😂😂 mas desse jeito não vai rolar muitas gramas no fim... 

Valeu man!!

Troque a água do pote pra evitar o mofo. Um tempo atrás eu testei fazer (nem ia usar, só pra treinar quando fosse precisar) e também mofou, aí troquei a água todo dia e foi beleza. Às vezes a lentilha demora muito pra germinar, uma dica que vi no YouTube é deixar ela uns três dias submersa e, se não andar pra frente, tira a água e deixa só bem úmida. Fiz isso aqui e foi tiro e queda, no dia seguinte tava cheio de cabelinho saindo.

Mano, no começo do cultivo a gente sonha que vai jogar a semente na terra, ir molhando e colher de tonelada! 😅 Pode não ser tão simples assim, mas também não tem tanto segredo. O que rola e eu defendo sempre é ser conservador, deixar pra aplicar as técnicas mirabolantes que a gente vê nos diários pra quando já tiver mais tarimba, conhecer o ritmo da planta, souber identificar, corrigir e, principalmente, prevenir problemas. Por isso eu digo, faça um solo básico, vá de orgânico que é mais estável e gradual, e nem é difícil ter uma colheita farta logo de cara. 

✌️

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, goriac disse:

Muito obrigado, vou deixar anotado e acompanhar.

 

Eu to testando o sistema de smartgrow feito por mim mesmo, não sou da area então tudo é bem lento, mas atualmente o sistema (raspberry pi 3 rodando raspbian) usa um módulo de câmera pra tirar fotos a cada 1 minuto e salvar numa pasta com a data e a hora de cada foto, quando da meia noite ele cria uma pasta no google drive e uploadeia as fotos pra lá, depois eu só baixo e faço um timelapse do dia.

 

Já tá plugado mas eu ainda não comecei a interagir ainda com o sensor de temperatura e umidade do ar, que eventualmente vai ativar ou desativar a fan, e um sensor de umidade do solo que fica no fundo do vaso (na parte de dentro) que eventualmente eu vou calibrar pra me mandar email quando o solo tiver perto de ficar seco.

Cara, que massa! Meu sonho é montar um esquema desse, inclusive programando (não manjo nada) um controle gradual do exaustor em vez de só liga/desliga pra manter na faixa ideal. Já viajei até em ter uma câmera IP em um trilho e controle de direção e zoom pra poder monitorar as plantas no detalhe à distância se me ausentar por alguns dias. Já imaginou estar com saudade, sacar o celular do bolso e abrir um aplicativo com histórico de temperatura e umidade, além dos dados atuais, e ainda poder ver como as minas estão em tempo real? Melhor que isso, só um braço robótico pra permitir fazer amarras e poda de longe! 😋

Esse sensor de umidade é aquele padrão que usa com Arduíno e Raspberry Pi, com duas "línguas"? Cuidado que eles reagem com a terra e oxidam muito rapidamente, aí vão dar leitura errada ou simplesmente parar de funcionar. Vi esses tempos um vídeo no YouTube em que o cara explicava isso e mostrava que tem um tipo de sensor que não oxida, mas, obviamente, é mais caro e pode inviabilizar colocar um em cada vaso do cultivo.

Pô, falar e não mostrar é feio 😄, então manje aí: 

Dos cinco modelos que ele avalia, só o último não tem problema de corrosão por ser capacitivo e não ter contatos expostos.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, King of the bongo disse:

Coloque dentro de um potinho de plástico bem fechado, tipo aquele que vem no Kinder Ovo, passe uma fita em volta de qualquer fresta e bote no bolso. Se quiser ser muito precavido, na cueca, depois você passa no banheiro e põe na mala. Você só vai passar pelo detector de metais, enquanto a mala vai no raio-x e uma muquinha de material vegetal poderia chamar atenção. A não ser que as suas flores sejam compostas de 30% cânabis e 70% fedor, alguém só vai desconfiar que algo está errado se você der vacilo de ficar com cara de cagaço, mexendo no bolso o tempo todo, olhando pros lados dando recibo de culpado. Seja simpático, cumprimente o pessoal sem exagero, coloque seus pertences na bandeja com naturalidade, faça alguma piadinha na hora de tirar o cinto que ainda bem que a calça não é muito folgada, mostre que é só uma viagem de rotina que eles farão apenas a verificação de rotina.

Valeu pela atenção King, em breve posto o relato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mais uma dúvida...

As folhas que vão amarelando por baixo por falta de nitrogênio, é melhor retirar logo ou deixar secar bem ? 

Não sei se é melhor deixar a planta sugar todo o nitrogênio da folha, ou se acaba gastando mais energia pra deixar a folha viva 🤔 

Thanks!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...