rabbitxd

Porque parei de fumar maconha

Recommended Posts

Fumei maconha por 2 anos, tive periodos de fumar até 3/5 baseados por dia, periodos de fumar 1 baseado a cada 2 semanas, no inicio foi tudo muito massa, as ondas maneiras, eu dando pala, rindo, conversando com os mlks que colavam junto, até que foi ficando cada vez mais estranho, e me peguei num dilema muito grande esse fim de semana que na verdade já vem de muito tempo atrás... Sempre que fumo maconha fico grilado, fico pensando no que as pessoas pensam de mim, fico imaginando coisas, fico na maior paranoia, e isso é muito paia, quase sempre fumava sozinho, evitava fumar com pessoas que moram perto de mim, principalmente devido aos problemas que tenho com minha mãe... E durante esse fds, ia pra uma festa mas antes disso ia pra casa de um brother, ai resolvi tochar um antes... logo depois de fumar esse, já começou uma ansiedade sem explicação nenhuma, até msm a taquicardia, parecia um leve ataque de panico(que já tive uma vez enquanto estava chapado) e ai eu me confrontei, digo me perguntei o porque de estar daquele jeito, não entendia... Depois de chegar na casa dos meus amigos, eles logo notaram algo de estranho em mim, eu não conseguia ser eu mesmo parece, ficava pensando em tudo antes de falar, não conseguia ser natural... eu estava com serias dificuldades de me comunicar com eles, tinha que fazer esforço pra simplesmente conversar, e isso foi horrivel, durante a festa foi até mais tranquilo, bebi umas cervas, e o efeito da canabis já tava bemmm mais leve já que tinha fumado havia umas 5 horas +/-, e consegui me comunicar normalmente, ai que sai da festa e dormi na casa do msm amigo, e pela manhã, tinha voltado tudo ao normal, eu conseguia brincar, zuar eles, manter uma conversa sem problema nenhum com eles, e não sei, eu meio que associei essa melhora ao fato de eu não estar chapado... Fumar maconha era uma coisa q eu nem cogitava deixar de fazer, eu sempre falei pra minha mãe, e pra uma psicologa que ela pediu pra eu ir, que eu somente pararia de fumar no dia que eu quisesse parar de fumar, e eu acho que esse dia chegou... É mais como um desabafo esse post, como já vi em outros topicos, parece que a maconha não é para todos, e dado as circunstancias que estão em minha vida, acho que ela não é pra mim nesse momento, quem saiba seja só uma fase ruim que estou vivendo que não consiga mais ver a alegria das coisas chapado. Nunca pensei que iria fazer um topico desses nessa comunidade, mas sla é isso, embora nunca vá de deixar o ativismo de lado, dialogar em favor da legalização da ganja, continua entre meus prinicipios. Obrigado pela leitura quem chegou até aqui.

  • Like 9
  • Sad 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, tudo em excesso faz mal meu amigo.Talvez você tenha uma pré-disposição a ter ansiedade social que piora quando fuma demais. Como você decidiu parar vai na fé! Caso algum dia queira voltar, experimente pitar um sozinho em casa, curtindo um som só para relaxar mesmo.Assim você não vai ficar se preocupando com o que os outros estão pensando. (Desculpe-me se eu estiver errada).

  • Like 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 21/12/2015 at 16:17, rabbitxd disse:

Fumei maconha por 2 anos, tive periodos de fumar até 3/5 baseados por dia, periodos de fumar 1 baseado a cada 2 semanas, no inicio foi tudo muito massa, as ondas maneiras, eu dando pala, rindo, conversando com os mlks que colavam junto, até que foi ficando cada vez mais estranho, e me peguei num dilema muito grande esse fim de semana que na verdade já vem de muito tempo atrás... Sempre que fumo maconha fico grilado, fico pensando no que as pessoas pensam de mim, fico imaginando coisas, fico na maior paranoia, e isso é muito paia, quase sempre fumava sozinho, evitava fumar com pessoas que moram perto de mim, principalmente devido aos problemas que tenho com minha mãe... E durante esse fds, ia pra uma festa mas antes disso ia pra casa de um brother, ai resolvi tochar um antes... logo depois de fumar esse, já começou uma ansiedade sem explicação nenhuma, até msm a taquicardia, parecia um leve ataque de panico(que já tive uma vez enquanto estava chapado) e ai eu me confrontei, digo me perguntei o porque de estar daquele jeito, não entendia... Depois de chegar na casa dos meus amigos, eles logo notaram algo de estranho em mim, eu não conseguia ser eu mesmo parece, ficava pensando em tudo antes de falar, não conseguia ser natural... eu estava com serias dificuldades de me comunicar com eles, tinha que fazer esforço pra simplesmente conversar, e isso foi horrivel, durante a festa foi até mais tranquilo, bebi umas cervas, e o efeito da canabis já tava bemmm mais leve já que tinha fumado havia umas 5 horas +/-, e consegui me comunicar normalmente, ai que sai da festa e dormi na casa do msm amigo, e pela manhã, tinha voltado tudo ao normal, eu conseguia brincar, zuar eles, manter uma conversa sem problema nenhum com eles, e não sei, eu meio que associei essa melhora ao fato de eu não estar chapado... Fumar maconha era uma coisa q eu nem cogitava deixar de fazer, eu sempre falei pra minha mãe, e pra uma psicologa que ela pediu pra eu ir, que eu somente pararia de fumar no dia que eu quisesse parar de fumar, e eu acho que esse dia chegou... É mais como um desabafo esse post, como já vi em outros topicos, parece que a maconha não é para todos, e dado as circunstancias que estão em minha vida, acho que ela não é pra mim nesse momento, quem saiba seja só uma fase ruim que estou vivendo que não consiga mais ver a alegria das coisas chapado. Nunca pensei que iria fazer um topico desses nessa comunidade, mas sla é isso, embora nunca vá de deixar o ativismo de lado, dialogar em favor da legalização da ganja, continua entre meus prinicipios. Obrigado pela leitura quem chegou até aqui.

Beleza  irmão.

Seguinte vou lhe contar um relato então da minha vida sobre a cannabis. Hj eu tenho 34 anos pai de familia etc.. Na epoca dos meus 16 ate os 20 e poucos eu antes de levantar da cama tinha q da um dois. Ia na padaria tinha q dar um 2. Ia transar tinha q dar um 2.

Até um dia q fui morar em sp. Mano bateu sindrome do panico em mim + depressao pensei q ia virar mendigo serio.

Fui num psiquiatra ele me deu umas medicacoes q tomo ate hj e fiquei quase 10 anos sem fumar.

Comecei ir num lugar onde a rapiazada toda fumava no começo nem chevaga perto so cigarro(isso eh droga violenta) Ai começei a dar um doizinho só 3 pegas.. Ficava o dia todo loco.

Hoje fumo normalmente irmao mas nao sei se eh o tempo q passa idade, hoje fumo menos q 1 baseado e fumo só de peguinha.

É isso ai.

Fique com Deus.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como o  pessoal ai disse talvez tu tenha alguma pré disposição mesmo, e talvez mesmo que tu nunca tivesse fumado cannabis na vida essas crises de ansiedade digamos assim, iriam surgir ,eu também tenho problemas com ansiedade e dependendo da maconha (+ ou- thc,cbd etc...) eu fico com alguns sintomas parecidos com esses que tu citou. Mas no meu caso eu sempre fui bastante ansioso e tal a como já me conheço sei que se eu botar pra dentro um baseado com muito mais thc do que cbd já eras a ansiedade bate mesmo hehehehe, mas não me apavoro porque sei que foi causado pelo thc. Eu mesmo já parei de fumar por um tempo, fumo a 15 anos parei durante 2 anos destes 15; no meu caso foi bom ter dado um tempo assim eu vi que a maconha tinha menos a ver com alguns aspectos da minha vida do que eu imaginava. Voltei a fumar porque senti saudades e vi que fumando a ganja ou não; eu sou e sempre fui o mesmo.
Vai na fé brother! grande abraço!

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 21/12/2015 at 16:17, rabbitxd disse:

Fumei maconha por 2 anos, tive periodos de fumar até 3/5 baseados por dia, periodos de fumar 1 baseado a cada 2 semanas, no inicio foi tudo muito massa, as ondas maneiras, eu dando pala, rindo, conversando com os mlks que colavam junto, até que foi ficando cada vez mais estranho, e me peguei num dilema muito grande esse fim de semana que na verdade já vem de muito tempo atrás... Sempre que fumo maconha fico grilado, fico pensando no que as pessoas pensam de mim, fico imaginando coisas, fico na maior paranoia, e isso é muito paia, quase sempre fumava sozinho, evitava fumar com pessoas que moram perto de mim, principalmente devido aos problemas que tenho com minha mãe... E durante esse fds, ia pra uma festa mas antes disso ia pra casa de um brother, ai resolvi tochar um antes... logo depois de fumar esse, já começou uma ansiedade sem explicação nenhuma, até msm a taquicardia, parecia um leve ataque de panico(que já tive uma vez enquanto estava chapado) e ai eu me confrontei, digo me perguntei o porque de estar daquele jeito, não entendia... Depois de chegar na casa dos meus amigos, eles logo notaram algo de estranho em mim, eu não conseguia ser eu mesmo parece, ficava pensando em tudo antes de falar, não conseguia ser natural... eu estava com serias dificuldades de me comunicar com eles, tinha que fazer esforço pra simplesmente conversar, e isso foi horrivel, durante a festa foi até mais tranquilo, bebi umas cervas, e o efeito da canabis já tava bemmm mais leve já que tinha fumado havia umas 5 horas +/-, e consegui me comunicar normalmente, ai que sai da festa e dormi na casa do msm amigo, e pela manhã, tinha voltado tudo ao normal, eu conseguia brincar, zuar eles, manter uma conversa sem problema nenhum com eles, e não sei, eu meio que associei essa melhora ao fato de eu não estar chapado... Fumar maconha era uma coisa q eu nem cogitava deixar de fazer, eu sempre falei pra minha mãe, e pra uma psicologa que ela pediu pra eu ir, que eu somente pararia de fumar no dia que eu quisesse parar de fumar, e eu acho que esse dia chegou... É mais como um desabafo esse post, como já vi em outros topicos, parece que a maconha não é para todos, e dado as circunstancias que estão em minha vida, acho que ela não é pra mim nesse momento, quem saiba seja só uma fase ruim que estou vivendo que não consiga mais ver a alegria das coisas chapado. Nunca pensei que iria fazer um topico desses nessa comunidade, mas sla é isso, embora nunca vá de deixar o ativismo de lado, dialogar em favor da legalização da ganja, continua entre meus prinicipios. Obrigado pela leitura quem chegou até aqui.

Como o  pessoal ai disse talvez tu tenha alguma pré disposição mesmo, e talvez mesmo que tu nunca tivesse fumado cannabis na vida essas crises de ansiedade digamos assim, iriam surgir ,eu também tenho problemas com ansiedade e dependendo da maconha (+ ou- thc,cbd etc...) eu fico com alguns sintomas parecidos com esses que tu citou. Mas no meu caso eu sempre fui bastante ansioso e tal a como já me conheço sei que se eu botar pra dentro um baseado com muito mais thc do que cbd já eras a ansiedade bate mesmo hehehehe, mas não me apavoro porque sei que foi causado pelo thc. Eu mesmo já parei de fumar por um tempo, fumo a 15 anos parei durante 2 anos destes 15; no meu caso foi bom ter dado um tempo assim eu vi que a maconha tinha menos a ver com alguns aspectos da minha vida do que eu imaginava. Voltei a fumar porque senti saudades e vi que fumando a ganja ou não; eu sou e sempre fui o mesmo.
Vai na fé brother! grande abraço!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou um tempo sem fumar também (qse 2 meses), já aproveitei parei com o cigarro e um monte outras porcarias (açúcar, refrigerante, remédios, drogas pesadas, etc...). Só irei voltar pra fumar o ouro e depois que a gente convive aqui na casinha percebe o quanto palha é essa "maconha" comercial, mas eu gostava de ficar retardado fumo pra ficar doidão mesmo, mas o grande barato de ficar careta é que agora acho que consigo me auto controlar muito mais. Provavelmente vou levar um ciclo sem ficar fumando enquanto o grow estiver bombando.

Mas atualmente droga é muito caro (até pra levar o grow), estou meio depressivo e nem foi pro causa da maconha, existem gatilhos muito piores que a nossa querida plantinha nessa vida fodida do caralho. É hora de economizar, pra investir mais pra frente no que realmente vale a pena.

Fumei a palhosqueira e cigarro, durante 20+ anos praticamente todos os dias e minha garganta estava só o pó ! Quando voltar quero investir em métodos medicinais, concentrados orgânicos livre de contaminantes/solventes e principalmente na ingestão.

Maconha é muito mais do que o cigarrinho do capeta comprado nas biqueiras. A caminhada é longa e difícil !

 

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
44 minutos atrás, Hempensando disse:

Como o  pessoal ai disse talvez tu tenha alguma pré disposição mesmo, e talvez mesmo que tu nunca tivesse fumado cannabis na vida essas crises de ansiedade digamos assim, iriam surgir ,eu também tenho problemas com ansiedade e dependendo da maconha (+ ou- thc,cbd etc...) eu fico com alguns sintomas parecidos com esses que tu citou. Mas no meu caso eu sempre fui bastante ansioso e tal a como já me conheço sei que se eu botar pra dentro um baseado com muito mais thc do que cbd já eras a ansiedade bate mesmo hehehehe, mas não me apavoro porque sei que foi causado pelo thc. Eu mesmo já parei de fumar por um tempo, fumo a 15 anos parei durante 2 anos destes 15; no meu caso foi bom ter dado um tempo assim eu vi que a maconha tinha menos a ver com alguns aspectos da minha vida do que eu imaginava. Voltei a fumar porque senti saudades e vi que fumando a ganja ou não; eu sou e sempre fui o mesmo.
Vai na fé brother! grande abraço!

É isso ai. "Sou que nem peru de natal morro na vespera" ansiedade é foda. 

Valeu irmão.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

te contar que já tive os exatos mesmos sintomas, ansiedade extrema, aquela síndrome do centro do universo, ansiedade imensa, dificilmente conseguia conversar, aquela insegurança etc. e eu fumava assim mesmo, fumei assim durante uns 3 anos.

comecei a praticar meditação, ajudou mas não foi o suficiente porque não dominei muito a técnica, procurei ajuda na filosofia que me levou a ciência do universo, a entender meu propósito (não há propósito) li livros do carl sagan, videos de divulgadores científicos, artigos, estudos e tudo mais, deixei de acreditar nesse Deus cristão onipotente e onipresente, e isso me ajudou muito na vida em geral, tenho uma perspectiva muito mais cética do que tudo é de fato mas não foi o suficiente pra me ajudar na questão da cannabis, eu fumava e voltava a ser aquele cara ansioso e paranoico, preocupado com coisas fúteis que foram impostas durante toda minha vida pela sociedade, aproveitei a base científica e descobri que não era controlável aquela ansiedade e paranoia, era somente a base de compostos químicos, porque eram reações químicas já normatizadas no cérebro, era rotina o THC induzir a paranoia, a solução era quebrar essa rotina e dar o rumo certo ao transporte de neurônios... como fazer isso? drogas, pois é, nunca tomei 1 medicamento sequer pra cabeça em toda minha vida e não ia ser agora que eu ia tomar... já sofro de colaterais pelo uso de esteroides - que inclusive ajudam nesse desbalanço dos neurotransmissores pelo efeito rebote de se sentir o cara mais pica de todo universo (e possivelmente multiversos hehe) quando a testosterona tá lá em cima - pois o corpo para de produzir testo por um período, aumenta hormônio feminino (péssimo pro homem) e obviamente tu se sente um lixo humano, emotivo, depressivo, fraco e incapaz.

pesquisando e pesquisando, fazia loucuras pra tentar quebrar a ansiedade, aumentava a adrenalina, dançava, gritava, enfim, isso tudo ajudava mas era passageiro, pois como disse: o cérebro sempre volta as suas origens, ou tu corrige o transporte de neurônios ou eles voltam a seguir o caminho que o THC manda.

e meu velho a resposta que eu procurava tava na mesma planta que me causava horas de preocupação... CANABIDIOL... foi eu iniciar os cultivos com as índicas - híbridas e RESULTADO: paranoid ZERO, ansiedade muito pouca, os primeiros camarões que fumei deram ataque de riso igual como quando comecei a fumar, e te contar, até uma híbrida que cultivei com high THC e medium CBD não deu aquela paranoia do prensado, aquela ansiedade, sufoco e aquela porra de bad social que só quem  teve sabe como é.

a dica está aí, não precisa parar, pra tudo há uma solução...

um abraço meu velho e um feliz natal.

  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve rapeizes, obrigado a todos pelas respostas. 

É sempre a mesma coisa parece, quando eu fumo um e vou pra casa, ficar vendo um filme, ouvindo um som ou jogando no pc é tranquilo, mas quando eu parto para me envolver com amigos quando chapado não dá, eu sei que parece estranho mas até msm quando to em casa e to chapado, eu sofro essa ansiedade pra falar nos grupos que to com a galera no wpp, e é sempre a msm coisa ficar pensando no que vai falar, no que os outros vão pensar, se possivel me indiquem leituras a respeito disso seria de bom grado. Quanto a disposição não tenho ctz, nunca cheguei a ir em um psquiatra, já fui em um psicologo por cerca de 4x, mas quando finalmente estava vendo uns resultados deu uma serie de problemas com a clinica que eu estava me consultando e acabou que tive que sair, e msm assim não me quero ver tendo que tomar remedios para controlar isso, quero eu msm poder controlar (se possivel claro). Quanto ao cultivo com alto teor de cbd é impossivel no momento dado que ainda moro com minha mãe... 

quero novamente agradecer a todos pelo feedback

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala rabbitxd,

 

Eu nunca tive esse problema, mas minha namorada já teve e inclusive ficou muito tempo sem fumar justamente pela bad. Depois que a gente arrumou um vaporizador, ela voltou a fumar e nunca mais teve esse problema. Claro que não foi só o vaporizador, porque não importa a proporção THC/CBD que tem numa erva, se tu for fumar numa bad, sempre vai existir a possibilidade de tu ficar mais na bad ainda - se fossemos bichos, era só confiar nessa proporção aí e boa, só que o nosso cérebro é cabuloso, e nosso estado de espírito quando a gente fuma tem alguma influência nisso sim.

Sugiro fortemente o vaporizador, e tem que ser um bom (não dessas g-pen), enquanto tu não puder começar uma produção independente. Parece um investimento salgado, mas vai por mim, em uns 6 meses tu recupera o valor do vap só na economia de ganja - e nem por isso vai ficar menos chapado, diria até que justamente o contrário. De quebra, tu que mora com tua mãe, é muito menos pala fumar num vap, não fica aquela marofa animal de maconha, fica só um cheirinho de nada (que nem parece de maconha) e que sai assim que bate um ventinho. Aí quando tu puder vapar um green sinistro, tu jamais vai querer dar um pega num pren de morro outra vez e, se tu tiver uma brisa do mal, te garanto que dificilmente vai ser por conta do que tu cultivou (se tu seguir as dicas da galera daqui).

Abraços, feliz ano novo e melhoras aí! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É tudo psicológico, fumo desde dos 15, hoje to perto dos 19, já tive cada bad trip filha da puta, crises de pânico, pensava que ia morrer, meu coração disparava, teve um dia que pensei que ia morrer, o celular já tava na mão para ligar para a Samu kkkkk. Mas ao passar do tempo, vim me auto conhecemento, fui para psicologo, psiquiatra, meditação, me distraindo, acabei controlando esses pensamentos negativos. A chave de tudo é sua mente, acontece que a maconha é uma droga psicoativa, ela altera seu modo de pensar, e se você não controla seus pensamentos, se é uma pessoa que pensa negativo, tem traumas ou algo do tipo, tá fudido.

  • Like 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

cara, a maconha potencializa seus sentidos, mas não os cria.. suas crises provavelmente estão relacionadas com algo mal resolvido dentro de vc.. vou te dar um exemplo: se fumar maconha fosse parte do ritual de uma religião X - da qual vc seria praticante - e houvesse uma percepção clara de que seus êxtases seriam provocados por um contato com o divino ou coisa parecida (tipo daime), provavelmente você se sentiria protegido, inserido, iria fumar sem nenhum pânico.. mas como vc está (se sente) sozinho, talvez nesse momento esteja rolando uma sensação de dever não cumprido, uma premência que pode ser na sua vida pessoal, profissional ou social, sei lá.. a coisa tá dentro de vc, não é a maconha.. sugestão: trabalhe o seu eu interior, faça terapia ou ioga, reconheça seus limites (e aceite-os) e toca o barco.. é um lance de fundo emocional, só vc pode trabalhar isso..

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/12/2015 at 21:38, madsocialscientist disse:

Fala rabbitxd,

 

Eu nunca tive esse problema, mas minha namorada já teve e inclusive ficou muito tempo sem fumar justamente pela bad. Depois que a gente arrumou um vaporizador, ela voltou a fumar e nunca mais teve esse problema. Claro que não foi só o vaporizador, porque não importa a proporção THC/CBD que tem numa erva, se tu for fumar numa bad, sempre vai existir a possibilidade de tu ficar mais na bad ainda - se fossemos bichos, era só confiar nessa proporção aí e boa, só que o nosso cérebro é cabuloso, e nosso estado de espírito quando a gente fuma tem alguma influência nisso sim.

Sugiro fortemente o vaporizador, e tem que ser um bom (não dessas g-pen), enquanto tu não puder começar uma produção independente. Parece um investimento salgado, mas vai por mim, em uns 6 meses tu recupera o valor do vap só na economia de ganja - e nem por isso vai ficar menos chapado, diria até que justamente o contrário. De quebra, tu que mora com tua mãe, é muito menos pala fumar num vap, não fica aquela marofa animal de maconha, fica só um cheirinho de nada (que nem parece de maconha) e que sai assim que bate um ventinho. Aí quando tu puder vapar um green sinistro, tu jamais vai querer dar um pega num pren de morro outra vez e, se tu tiver uma brisa do mal, te garanto que dificilmente vai ser por conta do que tu cultivou (se tu seguir as dicas da galera daqui).

Abraços, feliz ano novo e melhoras aí! 

não concordo não manin...

o potencial anti psicótico do CBD é incrível, o mesmo isolado trata epilepsia como nenhuma outra droga, tanto que não é natural da planta cannabis ter proporção alta de THC e baixa de CBD, isso foi através de manipulação genética e seleção artificial...

eu concordo que o estado de espírito e preocupação pode influenciar na trip, é muito difícil o THC induzir a psicose sem que você esteja instável, o CBD tá aí justamente pra isso, pra agir como anti psicótico, pra inibir essa psicose natural ou mesmo a induzida pelo THC.

falo e repito brother, minha solução foi o CBD, já cultivei prenseed e me deixou zoado mas não na mesma maneira que o prensado, até o cheiro me fazia mal, o prensado me deixava totalmente fodido, de eu sentir no corpo a falta de ar, agonia, e ver um pensamento ruim levar ao outro, mesmo sabendo que tudo fosse imaginário, eu tentava controlar e o cérebro me jogava no chão e mostrava que eu era um merda, não havia controle, por mais que eu fizesse algo pra ''quebrar'' a psicose tipo dançar/cantar em público em questão de segundos ele voltava ao estado de psicose e mais violento ainda, e me julgava... fazia eu me perguntar por que fiz aquilo, que papel idiota, todo mundo ficou olhando etc. e não, não ouvia vozes dizendo isso hahah mas eu era induzido a me auto-julgar sem poder controlar, sem conseguir acalmar a mente e os pensamentos, e por mais que eu conseguisse focar em alguma coisa por algum instante eu sentia uma instabilidade bem profunda do tipo '' eu tenho que pensar,pensa, PENSA, PENSA'' e voltava a pensar milhares de coisas e a psicose voltava ao seu ápice... filme de terror é brincadeira comparado com isso hehe.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, se vc não tem como cultivar ou comprar genéticas melhores, melhor não fumar. Se conseguir, acho que vale a pena experimentar. Não tem nem como comparar o gosto e onda de uma super silver haze com essas merdas prensadas.

Algumas pessoas com algum tipo de tendência psicótica não podem fumar, talvez vc seja uma delas.

Enviado de meu Nexus 5 usando Tapatalk

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Brother incrível como seus relatos batem com o que eu sinto no momento tb.

Acontece que eu sempre fui uma pessoa bem extrovertida, mas não consigo mais ser assim, é foda parece que é um disturbio de personalidade, qd vc fuma vc vira outra pessoa, esse turbilhão interno não deixa vc ser vc mesmo.

A real é que eu to evitando fumar muito também, quando estou com meus amigos só do um peguinha de leve, sei que se for mais que isso vai zuar o role pra mim. Uma coisa que ajuda a acalmar toda essa ansiedade e paranóia é a bebida, tenta ao invés de fumar tomar umas breja de leve..pelo menos cmg funciona. Ganja que faz rir até perder o ar não existe pra mim ja faz anos..

Acredito que a raiz de toda essa paranóia seja a conciencia pesada, momento ruim da vida..tenho 24 anos e larguei a facul esse ano e me encontro sem um trampo...a pressão interna eh muito forte, a conciencia pesa apesar de todo mundo me achar um vagabundo que não liga de ser vagabundo. Acho que está mais que provado que a erva é uma droga que amplifica seu estado de espírito, devido a isso esta deve ser usada com sabedoria.

Portanto man, sua decisão é a mesma que a minha, vou dar um tempo pra ganja mesmo que Todos os meus amigos curtem fumar hahaha até que a vida volte ao flow 

Vc perguntou sobre um livro pra ler, não eh sobre a erva mas ajuda a aliviar o peso da vida... A arte da felicidade do Dalai Lama eh muito massa, é de uma linguagem bem simples e explana a visão dele sobre a vida e como as coisas funcionam no mundo X a visão de um psicólogo ocidental.

 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Eu sei como e essas coisas quando agente fuma tudo fica estranho. Paresce que tudo fica meio tenso. Eu ja nao fumo mais, um pouco por causa disso também. Outra porque eu percebi que quando voce gosta da maconha no nível que e comum aqui no grow parece que toda sua vida gira em torno da maconha. Sei la mais acho que a maconha e perigosa no sentido de que voce acaba nao conseguindo senti mais prazer em viver sem estar chapado...

 E também a maconha faz muito mau quando fumada, eu decidi nunca mais fumar, e se for consumi-la só consumirei de forma oral. mais em fim plantar e produzir e um hobby legal, foda quando tudo gira em torno disso. A leseira as paranoias o mal que ela causa quando fumada tudo isso quando jogada na equacao perde o sentido....

  • Like 3
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Fitipaldi Verde disse:

1 por dia depois do trabalho ta bom

 

isso nos dias de semana, pq no findi dá pra relaxar um pouco mais.

tamo junto!!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho fobia social e depressão e a maconha, querendo ou não ajuda só em certo nível, um consumo frequente e de diversos baseados por dia é ruim pra quem é propenso a esse tipo de coisa. Uma época eu fumava cerca de 13 baseados por dia e foi quando tive mais crises de pânico e fobia social, surto de não conseguir sair de casa, falar, conversar, ver gente. Foi tenso e ainda tá rolando porque querendo ou não eu fumo bastante mesmo, mas é bom fazer acompanhamento com psicólogo, po. Nem sempre é a ganja, é tudo que já pré-existe no seu corpo, organismo, sistema que é exacerbado pela erva. Eu faço acompanhamento psicológico pras crises mas são coisas que já vinham comigo, não surgiram no consumo da cannabis, as vzs também é legal você tentar fumar menos ao invés de não fumar mais e sempre fumar em situações que estejam na sua zona de conforto e que não vão te deixar eufórico, nervoso, paranóico (isso ajuda muito também!)

 

E se você optou por não fumar mesmo, respeito! Cada um sabe o que acontece no seu corpo.

 

Abraços!

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Até uns tempos atrás eu não fumava dentro de casa. Quando eu ia torrar com os parceiros eu ficava meio no receio de bater uma onda forte e eu cair na bad trip, minha válvula de escape era só torrar um com os brother, se tivesse algum goró junto, pois eu me sentia mais seguro. Quando eu comecei a fumar sozinho em casa fui me conhecendo melhor, aprendi a controlar minhas palas, aprendi até onde ia meu limite com a erva...

Enfim brother acho que você tem que descobrir seu limite, descobrir como controlar suas palas para determinadas ocasiões. Se nada disso não fizer alguma diferença positiva, de um tempo com a erva mesmo, pois ela não foi feita para bater ondas ruins... 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pô man, fumo faz 3 anos e digamos que eu senti essas mesmas coisas, como o brother disse ali em cima, eu tbm era extrovertido, agora me sinto meio introvertido por algum motivo desconhecido. Não queria ligar os problemas, com a maconha já que a mesma já me livrou de vários problemas. Ano passado 2015, fiz um experimento. Fiquei os 365 dias fumando, sem nenhuma pausa, e vou te falar: é estranho! Passei por uma falta de desejo sexual, bateu aquela depressão da vida, sabe aquela fome? Então não é como antes,

De fato me sentia como uma garotinha indefesa, tive uns altos e baixos no decorrer desse tempo. O único remédio mesmo foi largar a merda do prensado e começar o cultivo... Hoje, me sinto totalmente diferente! Fumo todos os dias, porém não na mesma quantidade kkkkkkk

Se cuida irmão, boa sorte e melhoras!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mano, eu tava virando um zumbi com o prensado, tava pouco ligando pra tudo que não fosse, apertar e fumar um beck, não conseguia sair de casa(e nem ficar em casa) sem estar chapado, tem muita energia negativa nessa parada, passou por um banho de sangue antes de chegar na sua mão, decidi que só voltaria a fumar quando tivesse o meu próprio plantado e não comprado.

Cuidado que o prensado é foda, te deixa na merda mesmo, eu era um cara com um humor pra cima, fazia piada de tudo, depois que passei alguns anos fumando, passei a perder a cada dia as boas características que ainda tinha, fui ficando anti social, indiferente ao que acontecia ao meu redor(síndrome do to nem aí pra nada) e ser negativo com tudo, é uma droga perigosa no sentido que(PELO MENOS, EU SENTIA ISSO) conforme vc vai fumando, você é levado a pensar que nada mais tem sentido se não estiver completamente chapado, oq não é verdade, é legal estar retardado mas lembre-se de quando você era feliz sem ela?!!!!!!!estou há meses sem logar no fórum e entrei pra dizer que você é DONO DE SI E QUE SE VOCÊ DECIDIR PARAR DE FUMAR(NEM QUE SEJA POR 1 ANO, SEI LÁ, UNS MESES), VÁ EM FRENTE E VEJA O QUE TE FAZ MELHOR.

Talvez eu tenha pré disposição a ser negativo com tudo e depressivo(minha avó tinha depressão) mas sinceramente, pensei em viver como mendigo, largar tudo e fazer merda nenhuma de tão fodido que fiquei nesses últimos tempos, se cuide e cuide de sua família, abraços.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É preciso ter bastante cuidado ao fazer associação de cannabis com algum problema comportamental ou psicológico. Um cara que fuma 5 becks por dia ou está muito bem, tranquilo na vida, ou muito mal, cagou para os estudos, trabalho, etc. Temos que tentar entender oq te leva a passar o dia chapado. É possível que a cannabis seja a consequência dos seus problemas e não a causa.

Alguns trabalhos argumentam que cannabis e ácido podem ser gatilhos para algumas doenças. Mas parece haver consenso que isso acontece em indivíduos que têm uma predisposição genética. O que não quer dizer que a cannabis não deve ser evitada por algumas pessoas.

Pela literatura também, parece que o percentual de pessoas com essa propensão genética é bem pequeno. E na maioria dos casos, o que temos é que o uso abusivo de cannabis é mais uma consequência de outros problemas, do que a causa.

Enviado de meu Nexus 5 usando Tapatalk

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O consumo de maconha que você tem que controla, tenho a impressão que se você fuma mais de um baseado um tira a brisa do outro é pensamento desorganizado é paranoia é alucinação tem hora que o faz mal, melhorar colocar na mente que você vai para logo de uma vez.. pensar que só vai dar um tempo trava tua mente, bom também sempre fumar com alguém pra interagir a mente alguém que seja amigo, sozinho eu ficava triloko, tem que conversar po a conversa é fundamental gosto agora fuma sozinho você não tá falando com ninguém ta preso ali na mente é só o thc fazendo sua cabeça, imagina você f1 com um colega teu nesse meio tempo vocês vão fuma e troca uma ideia aí você vai pra casa com o gatilho já na mente já sabe se tá dando muito pala se tá chapados só pelo fato de tá conversando antes.. vixi mano estuda a mente humana e estuda as pira da maconha por que nada melhor do que você mesmo aprender sozinho do que ir pela cabeça de alguém tlg.. bom pra tu investe na conversa.. tenta sempre conversar com alguém diferente no seu dia.. na rua ou no trampo.. faz bem, parece que quando você fala com alguém e esse alguém te compreende e fala contigo você se sente bem mais à vontade tua mente não pode fica entediada tag quanto mais você fala expressa vocese sente melhor.. pensa positivo sempre.. lê bastante tbm que uma hora você vai cada vez mais entendendo a mente todo dia você pensa o pq de alguma coisa, cada dia é uma experiência a mais cada dia você aprende uma coisa nova tlg, eu fumei por 2 anos quando eu fumei meu primeiro cigarro dps de 1 semana fumei outro depois de mais uma semana outro.. depois já comecei a fuma 1 dia sim outro dia não.. deu dois meses que eu tinha experimentado eu já tava fumando todo dia gostei muito da brisa e já faz 2 anos fui na loucura mesmo soq tinha vez q eu queria para aí ficava um dia sem fuma e no outro dia alguém me chamava pra torra um é eu ia.. desandei mano querendo ou não tem hora que você vai pras nuvens mesmo e é uma brisa assim mano tipo você fuma e se sente bem se sente em paz só q é tudo ilusão tlg é tipo por dentro você acha que tá bem so q as pessoas em volta vê realmente como você tá, desandei msm mano pq eu não sabia como era tlg, agora q já tenho experiência vó para é nunca mais vó fuma até eu conseguir tem o flow da vida de novo como o parente flw a uns comentários atrás, depois se eu resolver voltar vou dar uns pega pra sentir a brisa depois de muito tempo é vou começar aos poucos até eu conseguir dominar todos pensamentos aí vó fuma td dia mais aí já com progresso e se fizer mal de novo vou parar de novo é assim vai.. muita coisa é da cabeça da gente, se você tacar o foda-se igual eu fiz você vai fica mal na vida mano pra tudo tem que pensar no depois pra depois da perda não falar que não tinha pensado nisso antes, mais tudo isso aí que você flw é normal da pira do breu memo se tem que domina só.. cuidado tbm ninguém quer te ver melhor do que ele mesmo agr vó dormi pq tô chapadao é um foi meu último dia q fumei fica com Deus aí mano fica na pazzz...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu estou sem fumar a mais de 3 anos é muito dificil pra mim. Fumei por 10 anos , tenho 30.Depois posto com calma a história. Eu penso em voltar a usar.pq eh muito bom o prazer. Mas quero q seja livre de qualquer peso na consciência. E q seja uma com cbd alto tb. Se alguem puder ajudar no estudo ou indicar umas sementes ou doar umas sinistras...mas eh pela experiência mesmo. Acho q n to pronto ainda. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...