Recommended Posts

O livro CASO 181, narra a história de um estudante de Psicologia que fuma Maconha, 

e passa a observar os grupos "Sativos" no intuito de desenvolver um estudo sobre a 

questão social da maconha. 

No desenrolar da história, Sexo, Drogas & Rock n' Roll.

 

Livro anexo abaixo.

CASO 181 - H. H. Costa.pdf

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Massa.

Enviado de meu SM-E700M usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 minutos atrás, H. H. Costa disse:

O livro CASO 181, narra a história de um estudante de Psicologia que fuma Maconha, 

e passa a observar os grupos "Sativos" no intuito de desenvolver um estudo sobre a 

questão social da maconha. 

No desenrolar da história, Sexo, Drogas & Rock n' Roll.

 

Livro anexo abaixo.

CASO 181 - H. H. Costa.pdf

 

Você já leu o livro?

Vale a pena ou é baboseira?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que viagem, hein! 

Dei uma "folheada" aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Respondendo a sua pergunta sobre o Livro Caso 181,

fica difícil de não te dar uma resposta pessoal, sendo que Eu escrevi o Livro,

mas garanto que não é baboseira,  é uma obra bem estruturada e totalmente contra cultural,

que apoia e questiona valores não só da Maconha, mas de outras drogas e outras questões ligadas ao ser humano, de forma Revolucionária.

Espero que goste da leitura!!

 

Abraço, H. H. Costa.

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou ler, camarada. Obrigado por compartilhar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que da hora, acho que maconha e psicologia juntas não foram tão exploradas como deveriam (ou foi mas eu não tive acesso antes), acho psicologia muito interessante, e sob os diversos efeitos que a ganja produz deve ser algo fascinante para se "estudar".

To lendo um livro no momento, mas assim que eu tiver lido com calma e formado uma boa opinião voltarei pra dar o feedback.   é noiz !

:roll-up:  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 23/12/2015 at 22:06, .DON disse:

Que da hora, acho que maconha e psicologia juntas não foram tão exploradas como deveriam (ou foi mas eu não tive acesso antes), acho psicologia muito interessante, e sob os diversos efeitos que a ganja produz deve ser algo fascinante para se "estudar".

To lendo um livro no momento, mas assim que eu tiver lido com calma e formado uma boa opinião voltarei pra dar o feedback.   é noiz !

:roll-up:  

 

O Livro é uma Mensagem ContraCultural..

Pô cara, fico no aguardo do Feedback..

 

valeu!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 15/12/2015 at 23:46, bujjhati disse:

Que legal cara, foi publicado por alguma editora?

Vou dar uma lida mais tarde quando estiver de férias.

 

 

Fiz algumas tiragens independentes. Tô levantando uma grana pra imprimir mais exemplares.

Projeto 2016!

Valeu

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

maneiro! vou ler, obrigado por compartilhar

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara seu livro e uma obra de arte, apesar de ainda não ter terminado de ler, eu também sou estudante de psicologia, ainda mais que você conheceu uma galera da minha cidade, (Montes Claros).

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Li alguma introdução e me interessei bastante. Certeza que outras pessoas vão se identificar com essa 'inadequação' ao 'mundo real e seus complementos'.

Mais ainda, me identifiquei com a tua escolha quanto ao curso... Desde o fundamental que meu objetivo como profissão é psiquiatria e hoje estagio num hospital psiquiátrico. Todo esse processo pelo qual se passa, desde a fixação de metas, valores e desejos até a experimentação do tal objetivo, na prática

Tem bastante coisa que é gostoso de conversar e tá no livro, dá pra escrever um post imenso.
Parabéns pela obra, cara. Vou ler o quanto antes

Cê fez uma revisão ortográfica?

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 05/02/2016 at 10:35, welson disse:

Cara seu livro e uma obra de arte, apesar de ainda não ter terminado de ler, eu também sou estudante de psicologia, ainda mais que você conheceu uma galera da minha cidade, (Montes Claros).

Valeu Camarada!!

Espero que ajude a enxergar a Psicologia de uma forma mais interessante..

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/02/2016 at 11:00, Cumpadre disse:

Li alguma introdução e me interessei bastante. Certeza que outras pessoas vão se identificar com essa 'inadequação' ao 'mundo real e seus complementos'.

Mais ainda, me identifiquei com a tua escolha quanto ao curso... Desde o fundamental que meu objetivo como profissão é psiquiatria e hoje estagio num hospital psiquiátrico. Todo esse processo pelo qual se passa, desde a fixação de metas, valores e desejos até a experimentação do tal objetivo, na prática

Tem bastante coisa que é gostoso de conversar e tá no livro, dá pra escrever um post imenso.
Parabéns pela obra, cara. Vou ler o quanto antes

Cê fez uma revisão ortográfica?

 

Acho que o ponto mais forte, é que durante a leitura o próprio livro faz esse diálogo com o leitor, e abre possibilidades de novas discussões

com outras pessoas, ou consigo mesmo.

 

Eu mesmo fiz a revisão, quis usar uma linguagem menos formal, uma "Literatura Urbana".

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, comecei a ler seu livro, me identifiquei com varias partes já, muito bacana sua idéia, vou terminar-lo também e volto. Mas vou fazer o mesmo questionamento ou até que fique uma sugestão, você fez uma revisão com word ou lendo tudo? Tem uma palavrinha ou outra escrita de forma errada, mas nada que interfira na idéia. Parabéns pela iniciativa, tinha uma ex-namorada que fazia psicologia, e sempre conversávamos sobre algumas linhas de pensamento depois de fumar um... Me interesso muito por psicologia e esse formato de livro é interessantíssimo pra quem é "de fora". 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Salagreen disse:

Cara, comecei a ler seu livro, me identifiquei com varias partes já, muito bacana sua idéia, vou terminar-lo também e volto. Mas vou fazer o mesmo questionamento ou até que fique uma sugestão, você fez uma revisão com word ou lendo tudo? Tem uma palavrinha ou outra escrita de forma errada, mas nada que interfira na idéia. Parabéns pela iniciativa, tinha uma ex-namorada que fazia psicologia, e sempre conversávamos sobre algumas linhas de pensamento depois de fumar um... Me interesso muito por psicologia e esse formato de livro é interessantíssimo pra quem é "de fora". 

Cara, 

eu mesmo fiz a revisão, confesso que é bem cansativo e que alguns erros passam por causa da associação da palavra já instituída na mente. Vou fazer uma outra revisão com mais calma pra identificar estes erros, salvo aqueles na qual utilizei um vocabulário mais informal, pois quis escrever como se estivesse contando a história para o leitor, utilizando uma linguagem mais urbana, do jeito que se fala, mas valeu pela ideia! Espero que viaje na leitura..

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Conteúdo Similar

    • Por Malta_Fe
      Olá, sou novo aqui e queria tirar uma dúvida com vocês, joguei umas sementes que separei do prensado e gostaria de saber se é um pezinho de maconha kkkkk

    • Por trevorpeacelove
      Eai pessoal, gostaria da opinião de vocês sobre o acontecido, preciso contextualizar antes.

      Estava a exatos 3 meses sem fumar, hoje tenho 24 e desde os 18 sou usuário, de fumar quase todo dia, minhas bad ate então era ficar "cabreiro", do restante sempre foi boas reflexões filosóficas, risadas, euforia, morga, etc.
      Estou a conhecer uma mina que vem ganhando meu coração, ela sabe que sou maconheiro e que estava sem fumar por 3 meses, ela começou a fumar pouco mais de 6 meses, ela tem 18 anos.
      Eu acabei cedendo a minha proposta de 6 meses e aceitei um convite pra fumarmos junto. TOP tava animadaço, coração a mil, 1- porque já sou meio ansioso, 2-to gostando dela, 3- macooonhaaa.
      Antes desse rolê, estávamos indo bem, química batendo, reciprocidade, conexão se encaixando e só oque me atrapalhava era minha ansiedade em fazer dar certo e preocupado com a aprovação dela em minha ações e falas. Pois bem, então em nosso 4º encontro e por enquanto ultimo foi o seguinte:
      Chegamos no local planejado, era bem calmo, 1 carro passando a cada 1h só.
      Coloquei um lofi, pq ambos curtem.
      demos alguns abraços e beijos antes
      ela me deu a honra de acender, um baseado bem considerável pra duas pessoas
      apos terminar o baseado, trocamos um papo normal e quis analisar o quanto eu estava chapado
      eu de numa escala de 0 a 10 fiquei 8.5 ela disse que 6.5, pois bem
      percebi que não estávamos num time certo, eu muito eufórico e ela bem menos, ate pra beijar e abraçar eu estava muito acelerado, [percebivel
      OFF pra um contexto- Eu na maioria fumava com meus amigos, e lá temos uma cultura de alem dos papos cabeças sermos idiotas e piadistas, creio que isso é normal.
      A PARADA FOI ESSA, eu comecei a ser piadista, mas do bem claro, nada ofensivo, tipo o idiotão da classe, no começo tava massa, tirei varias risadas dela, dela rir pra porra, e nesse caminho entrei num vicio horrível em falar que ta brincando, exemplo, falava uma piada e no final da frase "kkkk brincadeira" mandava mais uma fala zuera "kk to brincando". Ai as vezes era sobre uma coisa sobre ela e falava "kkk to brincando" eu REALMENTE FIQUEI VICIADO EM FALAR ISSO, isso levou 1h30 +-, de tão modo que ela se irritou com razão, ela falo "que porra é essa mano, se é sempre assim?" eu falei que "não! de ficar falando que "to brincando", não! 
      E isso a incomodou a respeito de que nada que eu dizia era concreto e verdadeiro, e eu mesmo fiquei assustado com a situação mas tava chapado, ai ia tentar falar algo falava piada e continuava com o vicio véi.
      Eu ficava em silencio por alguns minutos, conseguia "VOLTAR" mas ai passava um pouco e repetia.. e assim era.
      Foi muito desconfortável pra ela, ela achou que tudo era uma piada ate o fato de eu estar ali e pensou que eu era um Joker do caralho mano, e isso foi triste pra mim.
      Alguns minutos em silencio apos ter "VOLTADO " eu disse pra ela que não sabia oque tava acontecendo e que minhas intenções era só dar amor, carinho e ser engraçado, pra que ela não defina quem sou por isso que estou fazendo, porque isso claramente pra mim estava sendo euforia até o talo, ansiedade, e tanto medo da aprovação sua que tudo que eu falo, estou usando esse gatilho "to brincando" pra sempre ficar em cima do muro sobre oque disse, eu analisando depois, pra mim foi isso, eu disse, inclusive ainda chapado.. e que estou errado sim pois preciso ser mais seguro e confiante. "
      Ela disse que entende e continuamos o role
      o melhores momentos foi no inicio do role, antes de começar meu vicio,
      depois tbm tivemos momentos agradáveis mas ainda com aquilo na cabeça. aquilo que eu digo e que senti é que ela ficou com medo de quem eu sou, ela me acha meio louco, me acha com transtorno de personalidade coisa do tipo, mas eu acho que não tenho isso não mano, nunca me aconteceu e acho que sou normal sim.
      Agora ela ta sem falar comigo  e eu to planejando em pedir pra nos vermos pessoalmente e eu disser oque penso mas eu perdi credibilidade nas minhas falas, eu sei que vou parecer autentico e real a falar sobre isso mas quem tem que avaliar é ela né, e isso ta me matando. Vontade de pedir pra td mundo que já fumei gravar um vídeo falando que não sou assim kkk.

      Como sair dessa com a mina é difícil vocês me ajudarem mas aceito qualquer sugestão e opinião, mas e a opinião sobre esse meu vicio, é preocupante ou bah nem é ? 
      Grato pela atenção pessoal ✌️
    • Por lucasoformiga
      Salvee galera, esse é o meu primeiro post, e tambem meu primeiro cultivo, estou com duvidas sobre a floração, o pé esta a mais ou menos 2 meses em floração, tirei algumas foto dos tricomas, sera que ja esta na hora da colheita? A historia desse pé foi quando meus pais descobriram que fumava, ele simplesmente nasceu do nada, eu comprava minha cota, e as sementes jogava tudo pela janela, um certo dia meu pai me perguntou, que pé de maconha é esse? eu fiquei tipo?????????? ele não foi muito bem cuidado, fiz duas vezes o transplante dele para colocar em um lugar mais seguro, longe de olhos, e acho que por isso ele não se desenvolveu tanto, segue as fotos






    • Por juniorxd308
      sensação de paralisia ao fumo, nunca tentei fazer um brizadeiro
    • Por doggbill
      Sempre fumei com um amigo q o irmão descolava a
      ganja em quantidade, mas esse amigo se mudou
       Nunca fui numa boca e nem sei onde tem uma, n conheço mais ngm q fuma
      tem algum jeito de eu descobrir onde ficam as biqueiras da minha cidade?
      PS: n moro perto de favela ou algum lugar q seja muito obvio, oq mais se aproxima são as praias