Ir para conteúdo
Growroom

Como a legalização da maconha na conjuntura atual do Brasil afetaria a sociedade?


Recommended Posts

  • Usuário Growroom

A maconha é a matéria prima de um mercado negro que gera muitos empregos.

O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia fariam após a demissão em massa provocada pela legalização da maconha para continuar sustentando suas famílias? 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Como qualquer mercado a mão de obra acompanha a demanda, é utópico pensar q no dia seguinte à legalização vai parar de vim maconha do Paraguai, msm legalizado o tráfico ainda vai existir,  mais com a tendência de ir perdendo força com o passar dos anos. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Mano, a mudança pra melhor obviamente virá com o tempo, não vai ser da noite pro dia que vai cair a quase zero o tráfico da erva, menos pessoas vão migrar para drogas pesadas, menos dependentes, pessoas se medicando tranquilamente com derivados da cannabis, diminuição do preconceito, geração de renda para o país, menos dor de cabeça para os consumidores.

EU ACREDITO que tudo aquilo e mais um montão de coisas ótimas viram, porém não vai ser depois de 1 dia, 1 mês, ou 1 semestre, mas vai acontecer.   

 

:bong7bp:   :very_first_smiley:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A maconha é a matéria prima de um mercado negro que gera muitos empregos.

O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia fariam após a demissão em massa provocada pela legalização da maconha para continuar sustentando suas famílias? 

O que eles fariam? A mesma coisa que já fazem: ampliar os negócios, se infiltrar na política, esse tipo de coisa.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O tráfico só vai diminuir caso haja um local onde venda erva de qualidade e claro, preço agradável até porque perante a crise não adianta eles colocarem 5g $150..na moral meio absurdo mas não duvido de mais nada.

Editado por mushcelo
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

"O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia"


Como voce sabe que eles nao temem a policia? simplesmente porque eles plantam ?
Cultivo e temo a policia e acredito que tem um monte de gente aqui que teme tbm


"demissão em massa provocada pela legalização da maconha"


Demissao em massa,essa é boa em kkkk

Muita ideia fraca.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Desculpe, mas a matéria prima do mercado paralelo é a lei anti drogas e nao as drogas, so existe mercado paralelo pq nao pode haver um mercado legal ou por causa das altas taxas de tributos(caso do cigarros), nao culpe as drogas, e sim legisladores, que so legislam em causa própria e com suas ideias arcaicas. Preferem causar danos ao repara-los, enquanto trabalhadores armados( policia e meliantes) se matam e matam terceiros que nao tem nada haver com o conflito.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Man, essa foi a maior besteira que já li aqui nos últimos tempos, me desculpe pela sinceridade, dá pra ver que não entende nada sobre trabalho e receita.

Esse "trabalhador armado" não tá "empregado", o cara tá no mundo do crime, simplesmente. Seu posto de "trabalho" será substituído EM PARTE (porque o mercado negro jamais deixará de existir) por um emprego formal, de carteira assinada, conduzido por uma pessoa que trabalhará em uma empresa responsável pela produção e venda da Cannabis, seja em qual forma ela for comercializada.

Reforçando: o tráfico não gera NENHUM valor pra sociedade, absolutamente nada, nem monetário e nem social. A maior parte do dinheiro que vai para o tráfico vai para fora do país, seja na compra de armas ou mais drogas, muito pouco fica aqui, ou seja, o dinheiro que já estava aqui vai cada vez mais indo pra fora, consequentemente o país fica mais pobre. No lado social, bom, basta ligar o rádio ou abrir o jornal pra ver que o maior prejuízo disso tudo são as dezenas de mortes que acontecem diariamente.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O tráfico só vai diminuir caso haja um local onde venda erva de qualidade e claro, preço agradável até porque perante a crise não adianta eles colocarem 5g $150..na moral meio absurdo mas não duvido de mais nada.

Em Amsterdam, 2012, as ervas nos coffeeshops custavam de 9-12 euros o grama. Na época o euro valia 2,50, o que fica de 25-30 reais o grama. 

Não duvido que fique nessa faixa de preço caso algum dia haja uma regulamentação da venda

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Pó de crê Galo Cinza. "A maior parte do dinheiro que vai para o tráfico vai para fora do país, seja na compra de armas ou mais drogas, muito pouco fica aqui, ou seja, o dinheiro que já estava aqui vai cada vez mais indo pra fora, consequentemente o país fica mais pobre." 

Isso justifica a política federal atrasando a economia nacional e enriquecendo paises em consonancia com as ditaduras semelhantes. E tambem esse atraso nas politicas das drogas. Onde pelo visto a intenção é elitizar o cultivo e deixar os usuarios vitimas do crime. Seja do tráfico ou o preço do fumo comercializado. um verdadeiro roubo.

 

 

Editado por Wino
  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Man, essa foi a maior besteira que já li aqui nos últimos tempos, me desculpe pela sinceridade, dá pra ver que não entende nada sobre trabalho e receita.

Esse "trabalhador armado" não tá "empregado", o cara tá no mundo do crime, simplesmente. Seu posto de "trabalho" será substituído EM PARTE (porque o mercado negro jamais deixará de existir) por um emprego formal, de carteira assinada, conduzido por uma pessoa que trabalhará em uma empresa responsável pela produção e venda da Cannabis, seja em qual forma ela for comercializada.

Reforçando: o tráfico não gera NENHUM valor pra sociedade, absolutamente nada, nem monetário e nem social. A maior parte do dinheiro que vai para o tráfico vai para fora do país, seja na compra de armas ou mais drogas, muito pouco fica aqui, ou seja, o dinheiro que já estava aqui vai cada vez mais indo pra fora, consequentemente o país fica mais pobre. No lado social, bom, basta ligar o rádio ou abrir o jornal pra ver que o maior prejuízo disso tudo são as dezenas de mortes que acontecem diariamente.

Esse "trabalhador armado" não tá "empregado", o cara tá no mundo do crime, simplesmente. 
Desenvolva, champion.


Seu posto de "trabalho" será substituído por um emprego formal, de carteira assinada!
Depois da legalização o traficante vai entregar curriculum para ser caixa de supermercado é, lindo?

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

aqui eh ativismo pra legalizacao da maconha 

nao eh espaco pra coleta de dados de pesquisinha

acho que vc devia te postado em outra area do forum como COMPORTAMENTO esse seu topico nao tem nada a ver

Cara, a coleta de dados não é para uma simples pesquisinha, é para a formação do meu pensamento a respeito da maconha, é minha busca por conhecimento, isso algo de valor para mim, se não é para você o problema não é meu.

Ativistas não precisam conhecer o cenário que defendem? Eu quero aprender para poder ser ativista, "ativistas" desinformados só denigrem ainda mais a imagem da maconha.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

beleza cara posta la em COMPORTAMENTO  ou no APPP 

nada contra sua busca mas vc ja ta querendo tirar a galera de tempo e esse board eh exclusivo para ativismo (marcar encontros, definir acoes) esse eh o board mais importante do forum na minha opiniao e muita gente polui ele 

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Tá bem, man... Achei que aqui seria o ideal pra postar. Depois coloco a pergunta em Comportamento, tem como apagar o tópico depois? Aonde eu vejo que o board ativismo é para marcar encontros e definir ações? Eu li as regras e tal, mas sou novo aqui.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Desculpem se postei no lugar errado, sou novo aqui.
Agora, depois da resposta de alguns, percebo o quão é inocente a minha pergunta e o quanto tenho que aprender, mas as opiniões de outros, ditas em desapreço e que não agregam valor algum dificultam a busca pelo conhecimento dos novatos...

Organizei os pensamentos de alguns que quotei na estrutura abaixo:

Como a legalização da maconha na conjuntura atual do Brasil afetaria a sociedade?
A maconha é a matéria prima de um mercado negro que gera muitos empregos. O que esses trabalhadores armados que não temem a polícia fariam após a demissão em massa provocada pela legalização da maconha para continuar sustentando suas famílias?
(Desculpem o teor tendencioso da pergunta, tive minhas intenções... Entendedores entenderão. haha').

Só existe mercado paralelo porque não pode haver um mercado legal. O que mantém o mercado paralelo não é a droga, mas as leis anti drogas. Portanto, a culpa não é das drogas e sim dos legisladores que só atuam em causa própria, baseando-se em seus conceitos rígidos e ideias ultrapassadas. 
Como qualquer mercado, a mão de obra acompanha a demanda, por isso é utópico pensar que a maconha que vem do Paraguai vai parar de vir no dia seguinte a legalização. A maconha não é o único produto comercializado pelo mercado paralelo, logo sua legalização não acabaria com o tráfico que ampliaria seus negócios e, aos poucos, a maconha daria lugar a outras drogas ainda proibidas no mercado da droga. Nesse sentido, o mercado paralelo só deixaria de existir se todas as drogas fossem descriminalizadas e tivessem sua comercialização regulamentada. Por isso, a nossa luta não é acabar com o tráfico, mas separar a maconha das outras drogas.

Obrigado, senhores, por contribuirem com a formação do meu conhecimento.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Hahahahah cara, chegou aqui hoje já quer tirar a paciência de nego véio aqui que já contribuiu muito pro fórum antes de ficar perguntando bosta, se liga mano, vai estudar muito ainda antes de vir aqui ficar abrindo tópico bosta que não contribui em nada pro nosso grupo, só pra tua "formação de pensamento" que ninguém aqui tá ganhando com isso. Pensa bem antes de postar tanta merda. Quer fazer pesquisa social sobre maconha, vai lá no meio da favela e pergunta pro traficante que tu tá preocupado que vai perder o emprego o que ele acha sobre isso, se tu tiver coragem.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por davints
      Oi, esse é meu primeiro post aqui e eu gostaria de tirar uma dúvida, eu tenho alguns itens no qual gostaria de levar para uma viagem (dichavador, bandeja, tesoura e etc) pois não queria me desfazer até pq foram caros kkkk.
       Alguém que ja viajou de avião nacional/internacionalmente pode me tirar essa duvida??
       peace 🍁♥️
    • Por hit420cs
      Aí eu queria contar um relato meu que eu passei um tempo atrás, não sei se foi a maconha que causou minha psicose diretamente ou se foi conjuntos que eu estava passando por uma fase difícil e por (traumas passados, isso era o motivo da paranóia) , eu tive isso e fiquei mais ou menos 1 mês com paranóia ansiedade e Pânico, achava que alguém queria me matar e achava que sempre tinha alguém me perseguindo mas isso por conta do trauma, de fora não tinha nenhuma outra paranóia era apenas pelo trauma e eu tava tomando rispiridona, fiquei uns 3 meses tomando o remédio aí parei fiquei suave, e quando eu tava fumando eu n sentia fome, não entendi essa de falta de apetite, mas eu estava abusando, fumando pra krl, eu fiquei desnutrido eu acredito que eu tava com uma sativona ou tinha outra coisa no meu pren(outra droga) não sei se teria como eu perceber se tinha algo mas tinha gosto e cheiro de erva e eu ficava bem elétrico, fiquei sem dormir uns 2 ou 3 dias se dormi eu dormia um pouco e já acordava e ia fumar, acredito que não tinha muito cbd pq não causava relaxamento, fiquei umas 2 semanas fumando dessa erva e depois comecei a abusar aí que tive o surto, eu fumei uma vez depois disso e foi suave, uma brisa boa, fumei um pren mas não fumei muito( a erva que eu tava fumando quando eu tive o surto era diferente era uma brisa bem estimulante mas não curti, a brisa das outras erva que eu fumava sempre foi mais suave tipo eu ficava de boa batia uma larica escutava uma música, essa aí eu n conseguia parar quieto) e depois do surto fiquei um pouco depressivo não tinha ânimo pra nada aí comecei a fazer academia e fiquei 100% e tô assim até hoje e bebo uns gole nós final de semana, alguém aí tem um relato parecido? Fala pra nois aí. Se eu voltar a fumar posso surtar de novo ou isso vai depender do meu estado de mente e espírito? O que vocês acham? Fiquem na Paz ✌️
    • Por babydarling
      Eu fumava maconha desde os 16 e atualmente tenho 22, mas não era usuária, fumava de vez em quando e um pouco apenas para ficar alegre ou leve.
      Eu tinha experimentado papel uma vez, mas não me causou nada demais e tinha vontade de experimentar novamente, no começo desse ano, o momento chegou e resolvi dropar um papel, só que eu dropei uma quantidade muito grande, segundo a minha amiga. Na hora só estava eu e meu namorado no quarto e o que eu senti, nunca aconteceu antes: a famosa “bad trip”. No começo era como se tudo que eu tivesse vivido fosse uma mentira, depois eu literalmente senti que morri e tava no meu pós vida, eu não conseguia falar nada, as coisas ficavam em loop, depois em câmara lenta, teve uma hora que senti que se abrisse a porta do meu quarto seria a porta para entrar no inferno, enfim realmente eu nunca tinha sentido nada igual então me deixei levar pela bad, acho que nesse dia fui até a última camada da minha mente, foi horrível, mas por estar com meu namorado e minha amiga depois chegou para ajudar, então consegui sair da bad. Beleza, vida que segue. Falei que nunca mais iria usar papel.
      Depois de um mês, fumei um baseado, mas foi bem pouco mesmo e “pá” entrei na bad trip de novo, dessa vez foi menos intensa, apesar de eu estar em um ambiente onde eu só conhecia minha amiga, eu já tinha noção que tudo que acontecia era coisa da minha cabeça e ao invés de ficar trancada dentro da casa que me causava um pouco de pânico, a gente saia para eu espairecer o que me ajudava a ficar “sã”. Enfim, na primeira vez que aconteceu isso, eu superei, era como se nada tivesse acontecido, mas na segunda bad apesar de ter sido mais “tranquila”, eu não consigo “superar” vez ou outra fico pensando nisso, e isso foi em fevereiro, eu tento desviar meu pensamento quando acontece mas sempre vem as lembranças. Inclusive teve um dia que eu não tinha fumado, nem bebido nada, e simplesmente eu senti como se estivesse entrando na bad. Foi muito do nada, acho que durou uns 3 minutos, fiquei dizendo a mim mesma que era coisa da minha cabeça, que tava tudo normal, mas parecia muuuito um começo de bad trip. Foi muito estranho, porque realmente era um dia comum e eu não tinha usado nada, isso que vem me assustado... Talvez, por pensar demais está me causando algum tipo de transtorno/trauma...  Minha bad vem muuuito visual e sonora, então por mais que eu tente me concentrar tá tudo distorcido, voz, pessoas, olhares, etc então, por mais que eu tente manter a calma é difícil porque tudo ao meu redor tá distorcido.
      Resolvi então ler sobre os sintomas pós-bad trip, encontrei esse site e resolvi contar minha experiência para vocês. 
    • Por BrunaSella
      Olá, estou passando por uma experiência muito negativa com a maconha e preciso de ajuda
        não uso com frequência, devo ter usado umas 10 vezes no máximo
      mas essa semana eu e meu namorado resolvemos fumar, estávamos no quarto dele que é bem fechado e bolamos um beck “grande” não era um fininho.
       No começo da onda tava tudo bem, tive uma crise de riso q eu não conseguia me controlar de tanto q eu ria porém, em uns 5 minutos a crise de risada começou a virar uma dor muito forte no peito parecia q eu ia infartar e meu coração ia sair pra fora do peito, comecei a me desesperar é só piorava jurei q fosse morrer, bebi uma água tentei me acalmar mas então decidimos pedir um uber e ir pro upa (meu namorado tbm estava com mal estar porém n sentia essa dor no peito só o coração acelerado) tive uma bad trip daquelas, músculos do corpo inteiro contraindo, tremedeira, dormência q estava toda hr em um lugar, fora a tontura, fraqueza, parecia q estava tudo em câmera lenta, e tbm via tudo em quadros como se a mesma coisa estivesse acontecendo dnv e dnv, foi barra, chegando lá eu fiz um eletrocardiograma e deu tudo normal, voltei pra casa.
       Porém desde então eu venho tendo alguns sintomas estranhos já fazem 5 dias q isso aconteceu porém a dor no peito a dormência q as vezes fica nos braços ou nas pernas, me sinto fraca, meu corpo todo dói, sem falar q fico pensando demais é isso só acaba piorando, já fiz uns 3 eletros, já fiz raio x do tórax e até então tudo normal, porém não aguento mais sentir isso, fico tendo uns comportamentos repetitivos tipo ficar mexendo a perna, inquieta msm e só queria saber se é normal sentir isso por tanto tempo.
       O que mais vem me perturbando é a dor no peito q cada hr está em um lugar sinto tbm alguns tremores as vezes enfim TODA BICHADA KKK e eu ainda fico pesquisando os sintomas q eu tenho (o que não ajuda nenhum pouco) alguém q já tenha passado por isso?? Quando isso vai passar? Ou o que eu posso fazer pra acabar com isso. Sério já cheguei a chorar pq n aguento mais!!
      obs: meu namorado tbm teve a bad só q ele já está bem e eu ainda estou nessa 
  • Tópicos

  • Posts

    • Mete umas podas na mais velha, vai retardar uns dias e aumentar o número de top Buds e ramificar ela. Pode fazer umas torções nela também, pra engrossar o caule.  Esses pequenos estresses vão dar uma atrasada e ao mesmo tempo vai fortalecer.
    • Salve, mospri. Os métodos de envio tem validade, precisam ser atualizados ou alternados com regularidade; alguns tem duração maior, mas em algum momento começam a cair na fiscalização... nenhum método permanecerá 100% stealth o tempo inteiro, mas quando há uma variedade maior de itens para esconder as sementes, esse período se prolonga. Nesse ramo de comércio é imprescindível se reformular a todo momento. Eu gosto do Hipersemillas, da Sandra e do atendimento dela e por isso continuo ajudando... em junho de 2022 vai completar 2 anos que troco emails com ela, atualizando informações e apresentando ideias ao menos uma vez por semana... a Sandra é um diferencial na linha de frente, ela fala português e é muito educada, a facilidade do pagamento e o preço do envio também são muito atraentes. O segredo pra ter sucesso com o HS é pedir uma quantidade baixa/mediana de seeds que passa. Não adianta ser olho grande e pedir logo uma grande quantidade num mesmo pedido... Recebi o meu disco voador no dia 02/12, mas aguardei uns dias pra responder no tópico, pois tive que enviar um email pra Sandra e solicitar uma informação. No dia que abri a remessa, procurei as seeds e fiquei confuso, pois não as encontrei. Pensei: "Vishe, a equipe de embalamento do HS esqueceu de botar as seeds". A princípio eu só tinha o item que havíamos combinado em mãos... mas depois de uns 20 minutos procurando e revirando tudo, encontrei as seeds. Vieram sem o pack, muito bem escondidas e sem identificação... muito foda, porque foi realmente trabalhoso de achar. Demorei pra responder aqui, pois solicitei a Sandra que perguntasse à equipe qual era a variedade. Gostei muito do que recebi e não paguei por nada, nem pelo envio... foi uma recompensa pela ajuda que eu dou e também como forma de testar esse novo método de esconder as seeds. Se eu tivesse que pagar pelas seeds e pelo envio, não sairia por menos de 450. Recebi 10 seeds de Blue Bullet Auto da Sensi Seeds.  Não vou dizer como vieram escondidas, nem dentro do que veio, mas o item é muito bom, é um presentão... Sandra me disse que a mão de obra pra fazer esse envio é bem custosa, ou seja, trabalhosa, mas ficou feliz porque viu que valeu a pena e o tempo de recebimento foi recorde. Disse a ela pra avaliar a ideia de oferecer ao cliente a escolha do método (com este stealth ou sem ele e com os packs ou sem os packs). Agora isso é decisão dela ou da gerência... quem gosta do HS e quer arriscar, recomendo que combine o envio por email, enquanto não tem essa opção na página virtual. Pelo que a Sandra me passou de feedback por email, essas semanas tem tido poucas reclamações de clientes falando encomendas caindo na aduana...
×
×
  • Criar Novo...