dine

Stf Deve Julgar Neste Semestre Descriminalização Do Porte De Drogas

Recommended Posts

 

Mais uma andadinha... Agora sim, tá nas mãos certas!!! SQN!!!

PQP, é phoda viu!!!

Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
06/09/2017  Despacho    Protocole-se o Ofício M. 151/17, Câmara Municipal de Campinas, juntando-se aos autos. Encaminhem-se os autos ao Gabinete do Min. Alexandre de Moraes. Publique-se.

 

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, siro disse:

 

Mais uma andadinha... Agora sim, tá nas mãos certas!!! SQN!!!

PQP, é phoda viu!!!

Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
06/09/2017  Despacho    Protocole-se o Ofício M. 151/17, Câmara Municipal de Campinas, juntando-se aos autos. Encaminhem-se os autos ao Gabinete do Min. Alexandre de Moraes. Publique-se.

 

Aff... é brincadeira quando parece que vai um passo pra frente volta dois passos para trás.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2017/09/13/cdh-vai-debater-descriminalizacao-do-cultivo-de-maconha-para-uso-proprio

Andando a passos de formiga mas a gente não vai desistir e nem desanimar.
Hoje 13/09/17 esses putos definiram q vão discutir a causa do cultivo caseiro, só não definiram data, pra variar, mas ja é alguma coisa.

Vai q vai brasil legaliza logo!!!!

 

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
28 minutos atrás, _Xan_ disse:

http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2017/09/13/cdh-vai-debater-descriminalizacao-do-cultivo-de-maconha-para-uso-proprio

Andando a passos de formiga mas a gente não vai desistir e nem desanimar.
Hoje 13/09/17 esses putos definiram q vão discutir a causa do cultivo caseiro, só não definiram data, pra variar, mas ja é alguma coisa.

Vai q vai brasil legaliza logo!!!!

 

Acredito. Que agora vai

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É notícia de 3 meses atrás. Mas o Brasil sempre gostou de imitar americano. quem sabe imite isso tbém!!!

Republicans & Democrats Join Together in Senate to Legalize Pot on Federal Level

cannabis

In a bipartisan push back against the tyrannical Jeff Sessions and his relentless war on cannabis, U.S. Sens. Rand Paul (R-Kentucky), Cory Booker (D-New Jersey) and Kirsten Gillibrand (D-New York) have introduced a bill that will end federal prohibition of marijuana.

“The fact is our marijuana laws in America are broken,” Democratic Sen. Cory Booker said at the bill’s unveiling at the Capitol. “They are savagely broken, and the jagged pieces are hurting American people.”

The Compassionate Access, Research Expansion and Respect States, or CARERS, Act would go directly after the DEA’s absurd and immoral classification of marijuana under the Controlled Substances Act. It would allow for the states to act on their own in regards to possession, production, and distribution of medical marijuana.

While this bill was originally introduced in 2015 — as the first ever medical marijuana bill in the US Senate — it now boasts even more support, adding Democratic Sen. Al Franken and Republican Sens. Lisa Murkowski and Mike Lee.

This bill mirrors bipartisan legislation that was introduced in Congress by Representatives Tom Garrett (R-VA) and Tulsi Gabbard (D-HI) to exclude cannabis from the federal Controlled Substances Act (CSA) in February, and illustrates how preventing the government from caging and killing people over a plant has transcended party lines.

The CARERS Act also specifically addresses veterans and the ability to obtain this most beneficial plant. SB-683 directs the Department of Veterans Affairs (VA) to authorize VA health care providers to provide veterans with recommendations and opinions regarding participation in state marijuana programs.

“The reintroduction of the CARERS Act is the first of many steps we hope this Congress will take to end the federal prohibition of medical marijuana,” Don Murphy, director of conservative outreach for the Marijuana Policy Project, said in a statement. “Polls show overwhelmingly strong support for medical marijuana, and it spans the political spectrum.

“The federal government should not be meddling in state laws that allow it or obstructing research into its many medical benefits.”

This bill comes at a dire time in the history of cannabis prohibition in America. Just after tyrant Jeff Sessions was exposed for privately sending a letter to congressional leaders asking them to turn legal medical marijuana patients into criminals, Republicans and Democrats put their party differences aside and joined forces to stave off the inevitable persecution of innocence that would follow such assinine policy.

“I believe it would be unwise for Congress to restrict the discretion of the Department to fund particular prosecutions, particularly in the midst of an historic drug epidemic and potentially long-term uptick in violent crime,” Sessions penned. “The Department must be in a position to use all laws available to combat the transnational drug organizations and dangerous drug traffickers who threaten American lives.”

Notably, the senators are even calling Sessions out for his misguided rage against cannabis, pointing out how it has already — in spite of prohibition — saved the lives of countless children who suffer from seizures.

“I dare him to sit down with families and listen to their stories and then pursue a policy like he’s advocating for now,” Booker says of Sessions’ letter.

However, judging from Sessions’ ignorance and obstinance on the issue of marijuana, he would most likely arrest the parents and their child for possessing a controlled substance.

As Rolling Stone reports, While the bill’s proponents know their proposal faces an uphill battle, they also say they believe the effort is quickly picking up steam, especially because many red states have now passed some form of legal weed. “I believe things are changing and they’re changing fast,” Sen. Gillibrand tells Rolling Stone“I think we will get the support we need.”

Gillibrand is right, the times are changing. People are no longer accepting the status quo of government kidnapping and caging people for possessing a plant. People are also waking up to the fact that cannabis is a medicine and can fight our current opioid problem in this country.

Those who continue to persecute their fellow American for possessing this plant would do well to get on the right side of history and refuse to enforce such tyranny. After all, without the state’s enforcers willing to ruin people’s lives by extorting, kidnapping, caging, and killing people over pot, prohibition is nothing more a piece of paper, scribbled on by a bunch of corrupt lowlifes who couldn’t care less about their fellow human

 
google tradutor
 
Em um empurrão bipartidista contra o tirânico Jeff Sessions e sua implacável guerra contra a cannabis, os EU Sens. Rand Paul (R-Kentucky), Cory Booker (D-New Jersey) e Kirsten Gillibrand (D-Nova York) apresentaram um projeto de lei que acabará com a proibição federal da maconha.

"O fato é que nossas leis de maconha na América estão quebradas", disse o senador democrata Cory Booker na apresentação do projeto de lei no Capitólio. "Eles são brutalmente quebrados, e as peças irregulares estão prejudicando os americanos".

Os Estados de Compassão de Acesso, Expansão de Pesquisa e Respeito, ou a Lei CARERS, irão diretamente após a classificação absurda e imoral da marijuana da DEA sob o Ato de Substâncias Controladas. Isso permitiria que os estados atuassem por conta própria em relação à posse, produção e distribuição de maconha medicinal.

Embora este projeto de lei tenha sido originalmente apresentado em 2015 - como o primeiro projeto de lei de maconha medicinal no Senado dos Estados Unidos - agora possui ainda mais apoio, acrescentando o senador democrata Al Franken e os senadores republicanos Lisa Murkowski e Mike Lee.

Este projeto de lei reflete a legislação bipartidária que foi introduzida no Congresso pelos representantes Tom Garrett (R-VA) e Tulsi Gabbard (D-HI) para excluir a cannabis do Federal Controlled Substances Act (CSA) em fevereiro e ilustra como impedir o governo de enjaular e matar pessoas em uma planta transcendeu as linhas partidárias.

A Lei CARERS também aborda especificamente veteranos e a capacidade de obter esta planta mais benéfica. O SB-683 dirige o Departamento de Assuntos de Veteranos (VA) para autorizar os prestadores de cuidados de saúde do VA a fornecer aos veteranos recomendações e opiniões sobre a participação nos programas estaduais de maconha.

"A reintrodução do Ato CARERS é o primeiro de muitos passos que esperamos que este Congresso tome para acabar com a proibição federal de maconha medicinal", afirmou em um comunicado Don Murphy, diretor de divulgação conservadora do Projeto de Política de Marijuana. "As pesquisas mostram um apoio esmagadoramente forte para a maconha medicinal, e abrange o espectro político.

"O governo federal não deve se intrometer em leis estaduais que o permitam ou obstruam a pesquisa em seus muitos benefícios médicos".

Este projeto de lei ocorre em um momento horrível na história da proibição da cannabis na América. Logo depois que o tirano Jeff Sessions foi exposto por enviar uma carta aos líderes do Congresso, pedindo que eles passassem pacientes legítimos de maconha medicinal em criminosos, republicanos e democratas deixaram suas diferenças de partido e juntaram forças para evitar a inevitável perseguição de inocência que seguiria tal assinine política.

"Eu acredito que seria imprudente para o Congresso restringir a discrição do Departamento para financiar processos particulares, particularmente no meio de uma epidemia histórica de drogas e potencialmente aumento de longo prazo em crimes violentos", Sessões escritas. "O Departamento deve estar em posição de usar todas as leis disponíveis para combater as organizações transnacionais de drogas e traficantes de drogas perigosas que ameaçam a vida americana".

Notavelmente, os senadores estão mesmo chamando Sessions para sua raiva equivocada contra a cannabis, e ressalta como já - apesar da proibição - salvou a vida de inúmeras crianças que sofrem de convulsões.

"Eu desafio-o a sentar-se com as famílias e a ouvir suas histórias e, em seguida, seguir uma política como ele está defendendo por enquanto", diz Booker sobre a carta de Sessões.

No entanto, a julgar pela ignorância e obstinação das sessões sobre a questão da maconha, ele provavelmente prenderia os pais e seus filhos por possuir uma substância controlada.

Como os relatórios do Rolling Stone, enquanto os defensores da conta sabem que sua proposta enfrenta uma batalha difícil, eles também dizem que acreditam que o esforço está rapidamente aumentando, especialmente porque muitos estados vermelhos já passaram alguma forma de erva legal. "Eu acredito que as coisas estão mudando e estão mudando rapidamente", disse o senador Gillibrand à Rolling Stone. "Eu acho que vamos conseguir o apoio que precisamos".

Gillibrand está certo, os tempos estão mudando. As pessoas já não aceitam o status quo do seqüestro do governo e colocam as pessoas em gusa para possuir uma planta. As pessoas também estão despertando para o fato de que a cannabis é um remédio e pode lutar contra o nosso atual problema de opióides neste país.

Aqueles que continuam a perseguir seus companheiros americanos por possuir esta planta farão bem em entrar no lado direito da história e se recusar a impor tal tirania. Afinal, sem que os agentes do estado desejam arruinar a vida das pessoas, extorquem, seqüestrando, enjaulando e matando pessoas sobre o pote, a proibição não é mais um pedaço de papel, rabiscado por um grupo de baixos corruptos que não se importariam menos com seus companheiro humano
  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deu mais uma andada o processo hoje em 15/09/2017: 

 

15/09/2017  Certidão    Referente à Petição nº 53361/2017.    
 
15/09/2017  Petição    53361/2017 - 15/09/2017 - Ofício nº 151/17 - Câmara Municipal de Campinas - Encaminha documento.  
 

 

Mas acho que é algo irrevelante. Alguma info?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Weed33 disse:

Deu mais uma andada o processo hoje em 15/09/2017: 

 

15/09/2017  Certidão    Referente à Petição nº 53361/2017.    
 
15/09/2017  Petição    53361/2017 - 15/09/2017 - Ofício nº 151/17 - Câmara Municipal de Campinas - Encaminha documento.  
 

 

Mas acho que é algo irrevelante. Alguma info?

Será que é algo ligado a isso?

 

http://portal.tododia.uol.com.br/_conteudo/2017/09/cidades/147574-perugini-adere-a-luta-contra-drogas.php

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esses babacas nao sabem de nada .e so querem atrasar o nosso lado amigos . mais nao vamos desistir estamos bem perto familia ... estamos torcendo.e vamos contagiar todos ate que se libera o cultivo da canabis . e fora o trafico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pois, se os porcos imundos que criaram a proibição legalizarem a nível federal, qm sabe os porcos imundos daqui do brasil mudem.. ou não né, qm se importa.. bora plantar e guardar um troco pro advogado :emoticon-0172-mooning:

 

agora com o  carequinha incompetencia, cargo no stf eh vitalicio, a camara de veradores de campinas criou a lei que multa qm for pego fumando maconha em praças publicas, perto de escolas e etc.. olha, sinceramente, acho até justa essa lei, pessoal tem q ter um nível de bom senso, não da pra fumar maconha em qlqr lugar, tbm seria uma vantagem da regulamentação, vc poder definir quais os locais possíveis de fumar. Por outro lado, a camara de veradores de campinas, mandar um parecer muito suspeito, pro gabiente do carequinha incompetente q é mais suspeito ainda.. tem algo mt estranho nessa historia..

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
55 minutos atrás, Venom420 disse:

ahahahahahaha INACREDITÁVEL AHAHAHAHAHAHAHAHA lol

 

 

ahahahahahahahahahaha

 

eu nem sabia disso kkkk nossa to rindo alto aqui

 

quer dizer que um grupo de vagabundos, eu digo vagabundos pq politica pra mim não é trabalho de verdade, nao querem a "liberação" das drogas pq vai destruir a familia ahahahahahaha nossa tava demorando pra esse tipo de coisa aparecer kkk to rindo aqui

 

os cara batem em mulher, dirigem bebado, cheiram pó, são pederastas, aceitam propina, matam pessoas, ganham dinheiro público pra não fazerem ABSOLUTAMENTE NADA, mas a maconha q é o problema ahahahahahahaha

 

bom, pra nossa sorte esse monte de gente velha é burra p krl e o principal argumento deles é "proteger a familia" proteger a familia o meu saco, proteger a familia de qm? o cara tem medo de cocaina ser vendida em bar, porra, o cara eh politico velho, q hipocrisia, todo mundo sabe a índole dessa raça maldita, lá em brasilia a cocaina rola solta, poltico ter medo de cocaina é a mesma coisa q macaco ter medo de banana, a unica coisa q politico tem medo é de ficar pobre

 

o cara fala da familia dele, e as milhares de familias aqui no gr? de gente que trabalha no setor privado, tem seu grow, paga seus impostos, muitos aqui tem filhos, quem vai proteger a gnt??? aff bando de politico cuzao :anim_09:

 

 

  • Like 4
  • Sad 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, sóamangarosa disse:

o cara fala da familia dele, e as milhares de familias aqui no gr? de gente que trabalha no setor privado, tem seu grow, paga seus impostos, muitos aqui tem filhos, quem vai proteger a gnt??? aff bando de politico cuzao :anim_09:

 

http://esquerdaonline.com.br/2017/09/15/vem-do-ceara-primeiro-salvo-conduto-para-um-adulto-plantar-maconha-medicinal/

 

Por: Ítalo Coelho de Alencar,
*impetrante do Habeas Corpus, ativista da Marcha da Maconha Fortaleza e do setorial de drogas do MAIS 

Nesta sexta-feira, dia 15 de setembro, a juíza da Vara de Execuções de Penas Alternativas de Habeas Corpus, Dra. Maria das Graças Almeida de Quental, de Fortaleza, no Ceará, deferiu salvo conduto autorizando o cultivo de maconha para fins medicinais, confirmando liminar concedida em 19 de maio de 2017.

Entenda o caso
O habeas corpus preventivo foi impetrado por este que subscreve, pela advogada Jordana Sales, Emílio Figueiredo e Ricardo Nemer, advogados ativistas da Abracannabis e da Reforma da Política de Drogas, do Rio de janeiro.

O paciente sofreu, em 2005, acidente em uma piscina, que lhe ocasionou quadro de tetraplagia. Desde então, mesmo tendo se submetido aos mais diversos tratamentos, como cirurgia de células tronco, inúmeras fisioterapias, entre outros tratamentos, o quadro de dores crônica e espasmos não se alterava satisfatoriamente. Sua lista de medicamentos chegou a ter 17 remédios alopáticos, dentre eles Dormonid (pré-cirúrgico), Tramal, Clonazepam e outros. Tais remédios, além de não serem suficientes para seu alívio, ainda o expunham a riscos de morte, além de náuseas, perda de apetite, irritação.

Em 2013, de maneira recreativa, o paciente experimentou Maconha e, surpreendentemente, ficou mais de um dia sem sentir dores, coisa que nunca havia acontecido, desde o acidente. Foi aí que iniciaram pesquisas sobre os benefícios desta planta. Como não poderia deixa de ser, a literatura científica já tem uma série de estudos acerca dos diversos usos de Cannabis para dores e espasmos. Também se comprovou a eficácia, no seu caso, de melhora significativa em seu apetite, visto que conseguiu recuperar peso e estabilização do humor. De 17 medicamentos, por conta do uso da Cannabis, seus médicos retiraram cinco, dentre eles, os mais perigosos, acima citados.  

O problema é que, por ser uma substância ainda proibida, o mesmo teve que se submeter a conseguir seu remédio no mercado ilícito, o que o expunha a uma série de riscos, desde a violência policial e do tráfico, à má qualidade e desconhecimento sobre qual maconha poderia lhe ajudar. A partir daí, começou a saga por autorização, junto à ANVISA, para a compra do Mevatyl (sativex). Mesmo conseguindo tal autorização, outro problema apareceu, o alto custo e a burocracia para importação. A quantidade necessária para seu uso ultrapassaria R$ 5 mil mensais. 

Foi, então, que decidiu plantar. Ocorre que existem inúmeros casos de pessoas no Brasil que decidem fazer o mesmo, cultivar seu remédio sem depender dos abusos da indústria farmacêutica, mas acabam sendo inseridas no artigo 33 da lei 11.343/06 (tráfico de Drogas). Ele buscou apoio jurídico e de ativistas pró-legalização, para tentar esta autorização judicial. 

Baseado nos precedentes judiciais que felizmente existem no país, como o caso de mães e pais, como Margarete guete, Marcos Lins, do Rio de Janeiro, que conseguiram o direito de cultivar em casa o remédio de sua filha, iniciou-se a batalha legal para conseguir o mesmo feito. 

Em maio deste ano, foi impetrado o Habeas Corpus, tendo como autoridades coatoras os chefes das Polícias Federal, Civil e Militar. Todas se pronunciaram no sentido de cumprimento da liminar deferida. Assim como o Ministério Público. 

Esta sentença é muito importante para encorajar mais famílias e pessoas que precisam fazer uso de um medicamento natural que, por inúmeros motivos, como racismo, ainda continua proibida. É preciso furar os diques desta proibição insana que atenta contra a vida, saúde, dignidade e felicidade das pessoas.

  • Like 9
  • Thanks 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabens Emílio, mais uma vitoria....

Mais um paciente que vai ter seu remedio sem precisar se preocupar com porcos invadindo sua casa...

Você é foda!!! Voce e todos os outros envolvidos....

A comunidade agradece...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 15/09/2017 at 23:35, sóamangarosa disse:

os cara batem em mulher, dirigem bebado, cheiram pó, são pederastas, aceitam propina, matam pessoas, ganham dinheiro público pra não fazerem ABSOLUTAMENTE NADA, mas a maconha q é o problema ahahahahahahaha

Faz uma busca no Google com isso: o vídeo que está chocando a internet 7 de jun de 2017, que vc vai como são as coisas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Juniaum disse:

Faz uma busca no Google com isso: o vídeo que está chocando a internet 7 de jun de 2017, que vc vai como são as coisas.

Esse vídeo é muito bom. Estou divulgando em todo canto!!

 

____________________________________________________________________

 

Eu acredito que a descriminalização esteja perto, pessoal. Acho que como estamos mais pertos do que nunca, deveriamos tentar animar mais um pouco esse fórum e puxar o debate a todo momento e a todo custo. Debater, explorar ideias, explicar, divulgar sobre a maconha, a população já tá desesperançosa com o governo, o negócio é dar a esperança.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Logo logo esse tópico completará uma decada e esse careca ta la ainda procurando maconha no meio do mato pra cortar.

  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em dez pontos: como pensa a nova procuradora-geral, Raquel Dodge?

6. Melhorar distinção de usuários e traficantes de drogas Em diversas ocasiões, Dodge tem criticado o fato de pessoas pegas com pequenas porções de drogas receberem penas de prisão tão ou mais graves do que aquelas detidas com gra... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2017/09/18/em-dez-pontos-como-pensa-a-nova-procuradora-geral-raquel-dodge.htm?cmpid=copiaecola

 

Mais uma notícia positiva. No entanto, não sei como a PGR poderia ajudar na luta a favor das descriminalização. Algum entendido das funções da procuradoria para nos dar uma luz?

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
46 minutos atrás, Weed33 disse:

Mais uma notícia positiva. No entanto, não sei como a PGR poderia ajudar na luta a favor das descriminalização. Algum entendido das funções da procuradoria para nos dar uma luz?

a procuradora geral da republica é chefa do ministério público federal então ela que seria a acusadora do processo

diversos casos quem acusa não considera crime a ação, tornando assim mais facil de julgar, afinal se quem acusa considera o réu inocente, o que tu acha que a defesa vai argumentar?

 

em resumo, se juntar ministério publico federal, defensoria publica e 6 ministros do STF, temos a maioria daqueles que decidem as regras do seu e do nosso quintal

  • Like 2
  • Thanks 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não tem UMA questão sequer que a ciência já não tenha esclarecido a favor do cultivo caseiro.

se a situação tá uma merda, não vai pra frente, é por OUTROS "intere$$es",

certamente não por falta de clarividência de quem deveria tomar vergonha na cara e fazer a coisa andar.

...

careca filho da puta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vocês acham que a maconha será descriminalizada em Setembro, Outubro, Novembro ou Dezembro?

Vi essa notícia e não sei mais o que pensar...

http://m.congressoemfoco.uol.com.br/noticias/maconha-para-consumo-proprio-tem-amplo-apoio-em-enquete-do-senado-mas-senador-veta/

"

“Embora o tema seja bastante controverso, existindo argumentos favoráveis e contrários à sua descriminalização, entendemos não ser conveniente e nem oportuna a apresentação de projeto de lei neste sentido”, diz Petecão na análise do relatório.

“Ressalte-se ainda que, na audiência pública realizada na CE [Comissão de Educação], o médico Ronaldo Laranjeira, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), alertou para os graves danos sociais causado pela liberação da droga. Como exemplo, citou a experiência de legalização da maconha no estado de Denver, nos Estados Unidos, onde o uso crescente da maconha incentivou o consumo de produtos alimentícios considerados prejudiciais à saúde (chocolates, biscoitos, bebidas energéticas etc) e também de cigarros eletrônicos”, acrescenta o senador, para quem “a sociedade brasileira não está preparada para a descriminalização do uso da cannnabis para uso recreativo e a sua consequente regulamentação”.

No encerramento da análise, Petecão faz menção a outra pesquisa feita pelo Senado, esta há cerca de três anos. “Finalmente, cabe destacar pesquisa de opinião de abrangência nacional, promovida pelo Serviço de Pesquisa DataSenado [...] sob o título Legalização da Maconha, onde [sic] foram ouvidas 1.106 pessoas de 16 anos ou mais. Nessa pesquisa, 42% dos entrevistados são contrários à legalização da maconha, sendo que, em relação aos demais, 48% é favorável [sic] à legalização apenas para fins medicinais e apenas 9% é [sic] a favor da legalização para todos os fins (inclusive recreacionais). Ademais, 67% discordam de que, com a legalização da maconha, o tráfico irá diminuir, e 82% afirmam que o uso legal da maconha fará com que o usuário experimente drogas mais pesadas”, concluiu Petecão."

  • Sad 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que do jeito que a coisa anda nem em dezembro de 2018, logo menos já é dezembro todos esse orgãos públicos já param de trabalhar, ai só depois do carnaval pra alguém pensar em se movimentar, mas infelizmente 2018 é ano de eleição, mais uma razão pra tudo ficar parado e ninguém fazer muita coisa, a menos que aconteça algo em outubro ou novembro desse ano, coisa que acho difícil de acontecer , acho bem improvavel que mude alguma coisa.

:sleeping:

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mais uma atualizada hj no processo, pessoal. Seguimos de olho.

 

Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
19/09/2017  Remessa    dos autos (com 10 volumes e 5 apensos) ao gabinete do Exmo. Sr. Ministro Alexandre de Moraes    
 
19/09/2017  Certidão    Certifico que foi formando o Apenso 5.    
 
19/09/2017  Juntada a petição nº     53361/2017. 53361/2017    
 

 

http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudenciarepercussao/verAndamentoProcesso.asp?incidente=4034145&numeroProcesso=635659&classeProcesso=RE&numeroTema=506

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.