Ir para conteúdo
Growroom

Stf Deve Julgar Neste Semestre Descriminalização Do Porte De Drogas


dine

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Era mais do que óbvio que a ANVISA ia usar o argumento baseada nas Convenções Proibicionistas da ONU.

O Brasil, na minha opinião, só legaliza se for pelo STF ou quando a ONU mudar as diretrizes. Lembremos,
inclusive, que talvez tenha sido ótimo o julgamento do RE ter sido adiado para o ano que vem, pois ano que
vem será o ano em que a ONU fará a reunião em abril para mudar o principal eixo ''Guerra às Drogas'', 
recomendando aos países membros a descriminalização.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

porra.

vcs iam esperar o q d um presidente q diz a esse respeito: "nao podemos permitir a pesquisa com substâncias que são fora do padrão ético"

tomanocu,

mas o dele tá guardado, assim como de todos outros proíbas e pessimistas.

#acaravananaopara

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

E diretriz da ONU que viola princípios constitucionais tem algum valor? e desde quando alguém é obrigado a obedecer alguma diretriz? todos temos direito a liberdade, saude, diversão e uma pohada de direitos elencados na C.F alegar diretriz e como chutar cachorro morto, na minha opinião e melhor eles pegarem aqueles " estudos" que maconha pode acarretar doenças mentais, seria bem mais coerente. Agora é esperar bom senso do corpo de colegiado.

 

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

alguem ae e de brasilia da um salve pro juiz que a luta continua 

EU TENHO ESPERANÇA MEUS HABITOS NAO VAO MUDAR E MESMO QUE EU NAO FUMASSE ISSO E UMA QUESTAO DE ETICA HUMANITARIA.

MENOS PESSOAS PERDERIAM A VIDA SE FOSSE REGULAMENTADO ESTE COMERCIO QUE ACONTECE TODO TEMPO. E IMPOSSIVEL QUE ESTES CARAS SEJAM TAO BURROS

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Na verdade não é uma questão de inteligência e sim de interesses. 

Pode estar certo que o bem estar do cidadão não está entre esses interesses.

Como vc pode ver pelas  noticias está tudo contaminado. Planalto, Congresso. Senado, STF.

Vamos esperar e ver o que vai rolar em 2016.

Só a força do povo para mudar isso. 

Cada um que faça sua parte.?

 

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

perdoeme o linguajar

regulamentação fode com o trafico, que fode com as quadrilhas. essas nao podendo financiar campanhas fodem com os politicos, que não vao aprovar isso dai de jeito nenhum. 

pode ter certeza que se existe um caminho, nao é o dos tres poderes.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 02/12/2015 00:06:14, Juniaum disse:


http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/brasil/2015/11/27/interna_brasil,612829/anvisa-entra-com-embargo-contra-a-liberacao-de-thc-no-pais.shtml

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entrou com um embargo contra a decisão da Justiça Federal que, entre outras questões, que retira o THC, uma das substâncias derivadas da maconha, da lista de produtos proibidos no país. A autarquia usa como base duas Convenções Internacionais da Organização das Nações Unidas (ONU). Na percepção da agência de fiscalização, cumprir a determinação do juiz é ir contra as diretrizes, as quais o Brasil assumiu o compromisso de seguir. O recurso suspende a ordem judicial até o julgamento do mérito. 

Apesar do questionamento, a Anvisa esclarece que atividades com o THC como pesquisa, solicitação de registro de medicamento e a utilização excepcional por pacientes são permitidas no país. Sendo que este sempre combinado com outra substância, o CBD, e em proporções inferiores.

Para subsidiar o posicionamento, a autarquia cita as seguintes diretrizes:
- Convenção de 1961 sobre Substâncias Entorpecentes, que classifica a planta Cannabis, suas resinas, extratos e tinturas nas listas I e IV, e estabelece que o país signatário deverá proibir a produção, manufatura, exportação, importação, posse ou uso das substâncias listadas, com exceção para fins médicos e científicos, sob controle e supervisão direta do país membro;

- Convenção de 1971 sobre Substâncias Psicotrópicas, que lista o canabinóide Tetrahidrocanabinol (THC) e alguns isômeros em sua lista I e estabelece que o país proíba todo tipo de uso destas substâncias, exceto para fins científicos e propósitos médicos muito limitados, por meio de estabelecimentos médicos e pessoas autorizadas pelas autoridades governamentais (artigo 7º).

Histórico
A decisão da Justiça Federal foi tomada na segunda-feira, 9 de novembro, e acata parte dos pedidos apresentados pelo Ministério Público Federal (MPF). O juiz federal Marcelo Rebello esclarece que a análise da questão se refere apenas ao uso medicinal e científico da cannabis e destaca a maneira proibitiva como o tema tem sido tratado no país e as consequências para quem depende de medicamento. Além da reclassificação do THC, o magistrado determinou que a agência permita a importação de produtos compostos da substância e de CBD para uso exclusivamente medicinal. Assim como permitiu que a Anvisa e o Ministério da Saúde autorizem e fiscalizem pesquisas científicas com maconha.

Anvisa se baseando nos pensamentos DESCARADAMENTE retrógrados, 1961 e 1971, CHESUSSS..

Já há milhares de justificativas e questionamentos à decisão das Convenções da ONU.. Se não me engano, o lance da mesma recomendar aos países, a legalização, ainda não rolou não, só acho que esta está sendo negligente com os países DECIDIDAMENTE representado por figuras conservadoras... Século XXI, ALOUUUU.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
23 horas atrás, lixeiro300 disse:

Anvisa se baseando nos pensamentos DESCARADAMENTE retrógrados, 1961 e 1971, CHESUSSS..

Já há milhares de justificativas e questionamentos à decisão das Convenções da ONU.. Se não me engano, o lance da mesma recomendar aos países, a legalização, ainda não rolou não, só acho que esta está sendo negligente com os países DECIDIDAMENTE representado por figuras conservadoras... Século XXI, ALOUUUU.

Acho que é a indústria farmacêutica mesmo viu.

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
14 minutos atrás, Kalyptra disse:

Sim, e acho q tb a das bebidas, a droga legal q tem em qq esquina e mata pra cara...

 

18 minutos atrás, meninacannabis disse:

Acho que é a indústria farmacêutica mesmo viu.

É isso, dos empresários do ramo farmacêutico até o têxtil..
Fora o claro lucro dos grandes narcotraficantes..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O que eu não entendo é nos países que legalizaram ou descriminalizaram tbém não tem industria farmacêutica,  textil e narcotráfico?

Será que é porque nesses lugares os legisladores são menos hipócritas que aqui.

Hoje me deparei com mais  esta notícia.

Canadá será primeiro país do G7 a legalizar maconha, em 2016

O Canadá se tornará, em 2016, o primeiro país do grupo G7 a legalizar a maconha ao adotar uma lei que regulará seu consumo, anunciou nesta sexta-feira o primeiro-ministro Justin Trudeau.
Trudeau confirmou em seu discurso geral para 2016, no Parlamento, seu compromisso de cumprir uma promessa de sua recente campanha: legalizar a maconha.
O novo governo liberal, eleito no último 19 de outubro, deseja adotar no ano que vem "medidas legislativas (...) que legalizem e regularizem o consumo de maconha e limitem o acesso a esta substância", disse o governador-geral, David Johnston, que leu o discurso preparado por Trudeau, sentado ao seu lado na Câmara dos Comuns.
O protocolo britânico estabelece que as sessões parlamentares sejam abertas com a leitura do discurso do Trono por parte do governador-geral, que é o representante da rainha Elizabeth II, que ostenta o título de chefe de Estado do Canadá.
Trudeau, vencedor surpresa das eleições legislativas, havia reconhecido durante sua campanha que ele mesmo havia fumado maconha "cinco ou seis vezes", uma delas em 2010, quando era deputado liberal no Parlamento.
Outro governo liberal havia tentado descriminalizar, em 2004, o consumo desta substância, mas desistiu diante das pressões, principalmente do vizinho Estados Unidos, que se opunha firmemente.
Contudo, onze anos mais tarde, quatro estados dos Estados Unidos legalizaram a maconha, e os defensores canadenses da medida destacaram as receitas significativas que a legalização gerou. 

http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/economia/20151204/canada-sera-primeiro-pais-legalizar-maconha-2016/323452

  • Like 10
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Como o nosso governo é arcaico e não descriminaliza/legaliza o uso de maconha, aproveitando a demanda que é gigantesca, o governo poderia cobrar impostos que poderiam ser destinados à saúde, educação, isso sem falar que diminuiria o trabalho da policia e aliviaria o sistema carcerario.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

o que vai acontecer é a liberação do cultivo em associações com finalidade medicinal...meio que já rola isso, e muita gente já faz, a turma dos pais do cbd, essas associações que estão surgindo no brasil, mas tudo ainda meio por debaixo dos panos....................

acredito que o caminho é fortalecer com essa galera mesmo, o cultivo com finalidades unicamente recreativas é coisa pros meus netos ou bisnetos.......

agente tem que fortalecer pra virar algo como a california onde qualquer dor no dedo se consiga a liberação medicinal do cultivo

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
21 horas atrás, Thseeker disse:

agente tem que fortalecer pra virar algo como a california onde qualquer dor no dedo se consiga a liberação medicinal do cultivo

Aqui já não é o país do jeitinho pra tudo mesmo? Eu acho q logo vamos estar nesse caminho.

No Rio vc já se livra de quase qq coisa mais leve mesmo, só depende do humor do cana e do tamanho do "cafézinho" ($$$).

Eu do meu lado, prefiro andar certinha com tudo, e se faço algo q não é tão certo assim pros padrões deles, faço bem escondidinha. Já vi tentarem tirar o cafézinho no trânsito de gente q não tinha NADA de errado no carro e documentos, de tão corriqueiro q isso é.

Mas aí algum Cunha da vida vai ter a bela ideia de fazer uma lei q vai criminalizar o profissional de saúde q receite, e vai dizer q todo mundo tem direito a usar maconha prescrita por médico, o crime é só do médico se receitar. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Bas pinned this topic
  • Alex Kidd locked this topic
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...