Ir para conteúdo
Growroom
dine

Stf Deve Julgar Neste Semestre Descriminalização Do Porte De Drogas

Recommended Posts

Galera, menos suscetibilidades, por favor! 

É claro que está tudo conectado. Quem rema na direita e quem rema na esquerda tem que remar em sintonia. Senão o barco ou anda em círculos ou não sai do lugar.

Nada é óbvio, mas não é difícil de ver que todas as lutas estão juntas. A opressão é uma só, uns sentem mais (mulheres, pretos, pobres, periféricos, gays...) e outros sentem menos (o meu caso, branco, hetero, classe média, morador de zona central...).  Quem quiser discordar fique a vontade, mas peço que seja em outro tópico.

Vamos focar no tema do tópico. STF e ativismo judicial pela reforma da lei de drogas.

  • Like 14

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho q nego via deixar  pra votar depois de abril quando a onu vai dar seu pitaco sobre as drogas no mundo.

Vai ficar muito mais suave pra um teoriz falar q esta votando a favor seguindo uma recomendação dos homi la de cima .... kkk

 

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

kkkkkKk comeco o.mi mi mi

 

galera qem fo dde direita pasa o beck pra direita qem fo de esqerda pasa o beck pra esqerda e o bondecontinuaaa kkkkkkKkkB)

  • Like 15

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo, aprecie o seu pastel e não fale do pastel do outro. :P  A ideia é só não incentivar qualquer tipo de desagregação aqui por motivos evitáveis. Daí sim começa os "mimimi". Nem tomei partido por A ou B.
Todos pela Ganja galera!!!!  

Acho que esses vistos no processo é pra ganhar tempo mesmo, galera vai tentando não nadar contra a maré pra evitar criar inimigos. No fim, é sempre maior o peso político das decisões.
Dessa vez a vitória é nossa!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu vou ressaltar o que em algum momento eu escrevi: esses passos que o judiciário está dando lentamente é de propósito. Não há como mudar radicalmente, de uma vez só, a legislação. Eu já até acho que é melhor assim pois dá tempo para a sociedade como um todo, inclusive os setores mais conservadores, de digerir e aceitar as mudanças. Nós sabemos que existe setores ultra conservadores que são absolutamente contra a legalização da planta. O repertório de argumentos dessa parte da sociedade é imenso.

A guerra contra as drogas foi por muito tempo o cerne, sustentado pelo argumento de que o tráfico de drogas é a principal causa da violência, da proibição. Pra reverter isso, essa visão, depende quase que exclusivamente da forma com que as mudanças nas leis ocorrerá. Eu acho, novamente, que devemos lutar sempre de forma argumentativa, utilizando os dados técnicos e científicos. Assim conquistaremos territórios em favor de uma causa que até poucos anos antes era considerada totalmente perdida e sem fundamento.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pódecrê urubuz que cnclusão genial! :) hora outra o Brasil acorda descriminalizado.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E ai pessoal.

Dentro do assunto da proibição da canabis, a classe médica inseriu a canabis como um psicotrópico forte e nós sabemos que não é verdade.  Hoje eles alegam que existe benefícios na canabis mas que não conseguem separar o produto psicotrópico do produto medicinal, pois são inseparáveis.  Se eles verificarem os remédios que existem hoje para dor, enxaqueca, etc..., verão que estes produtos também contém um leve toque psicotrópico.  Isto referente aos remédios de prateleira, nem vamos mencionar os de armário porque aqueles sim, não conseguiram separar o efeito psicotrópico, pois são remédios fortes.
Estes mesmos remédios são vendidos sob prescrição médica e muitas pessoas se tornam viciadas em função do efeito, tanto o alívio da dor, quanto o efeito psicotrópico que parecem ser inseparáveis.  Neste contexto poderíamos dizer que muitas pessoas são dependentes dos comprimidos.
Ok. O ponto que estou querendo chegar não é este e sim como podemos abrir o intelecto das pessoas que não vêem a canabis com bons olhos, e através de quem podemos fazer isto?
Já li aqui no forum que os políticos e juízes não estão interessados na parte medicinal da canabis, e sim da criminal.
Nos EUA, Europa, Israel, etc..., o que eles fizeram foi envolver a classe médica, mostrando tanto os benefícios físicos que a planta pode trazer assim como os benefícios financeiros para esta classe. Tô com dor de cabeça vou ao médico pegar uma receita para comprar canabis na farmácia, é o que está acontecendo na maioria destes países.
Os juízes e os políticos não são capazes de enxergar isto na canabis, mas a classe médica sim, e se esta classe aprovar ou até mesmo, dentro do contexto liberação/proibição, poderia colocar a canabis como produto de uso medicinal com prescrição médica e tudo o que advém desta ação, ou seja, produção, distribuição, autorização, impostos, vendas, marketing, etc...
Nós dizemos isto, que a canabis é uma planta boa, que não é nada disso que pensam, mas a classe médica dizer é outra coisa.  Coloque a sociedade médica para ir ao palanque defender o uso disto, aí pode acontecer alguma coisa.
Os médicos nos EUA e EUROPA se beneficiam muito desta nova descoberta, que na verdade não é nova.  Eles estão ganhando um bom dinheiro e também ajudando os outros e também ao governo.
Quem quiser plantar em casa pode solicitar uma autorização/receita de um anvisa/médico para isto também.  Poderia ser feito desta maneira.
Meio utópico...   mas quem sabe...   Trazer benefícios à todos, classe canábica, classe médica, governo, empresas, e por aí vai...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

" De acordo com as normas da corte, o processo deve ser devolvido na segunda sessão após o pedido do ministro. "

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, plantu disse:

E ai pessoal.

Dentro do assunto da proibição da canabis, a classe médica inseriu a canabis como um psicotrópico forte e nós sabemos que não é verdade.  Hoje eles alegam que existe benefícios na canabis mas que não conseguem separar o produto psicotrópico do produto medicinal, pois são inseparáveis.  Se eles verificarem os remédios que existem hoje para dor, enxaqueca, etc..., verão que estes produtos também contém um leve toque psicotrópico.  Isto referente aos remédios de prateleira, nem vamos mencionar os de armário porque aqueles sim, não conseguiram separar o efeito psicotrópico, pois são remédios fortes.
Estes mesmos remédios são vendidos sob prescrição médica e muitas pessoas se tornam viciadas em função do efeito, tanto o alívio da dor, quanto o efeito psicotrópico que parecem ser inseparáveis.  Neste contexto poderíamos dizer que muitas pessoas são dependentes dos comprimidos.
Ok. O ponto que estou querendo chegar não é este e sim como podemos abrir o intelecto das pessoas que não vêem a canabis com bons olhos, e através de quem podemos fazer isto?
Já li aqui no forum que os políticos e juízes não estão interessados na parte medicinal da canabis, e sim da criminal.
Nos EUA, Europa, Israel, etc..., o que eles fizeram foi envolver a classe médica, mostrando tanto os benefícios físicos que a planta pode trazer assim como os benefícios financeiros para esta classe. Tô com dor de cabeça vou ao médico pegar uma receita para comprar canabis na farmácia, é o que está acontecendo na maioria destes países.
Os juízes e os políticos não são capazes de enxergar isto na canabis, mas a classe médica sim, e se esta classe aprovar ou até mesmo, dentro do contexto liberação/proibição, poderia colocar a canabis como produto de uso medicinal com prescrição médica e tudo o que advém desta ação, ou seja, produção, distribuição, autorização, impostos, vendas, marketing, etc...
Nós dizemos isto, que a canabis é uma planta boa, que não é nada disso que pensam, mas a classe médica dizer é outra coisa.  Coloque a sociedade médica para ir ao palanque defender o uso disto, aí pode acontecer alguma coisa.
Os médicos nos EUA e EUROPA se beneficiam muito desta nova descoberta, que na verdade não é nova.  Eles estão ganhando um bom dinheiro e também ajudando os outros e também ao governo.
Quem quiser plantar em casa pode solicitar uma autorização/receita de um anvisa/médico para isto também.  Poderia ser feito desta maneira.
Meio utópico...   mas quem sabe...   Trazer benefícios à todos, classe canábica, classe médica, governo, empresas, e por aí vai...

Políticos eu concordo que são incapazes de tomar qualquer decisão baseada em lógica. Políticos estão lá para se manterem lá. Uma tristeza, mas a verdade é que a Administração Pública é importante demais para ser deixada nas mãos dos agentes políticos. Mas excluir juízes, delegados, promotores e etc e tal é um erro. Esse profissionais são altamente capacitados para analisar fatos relativos à correlação maconha X violência. E os fatos, se analisados de forma isenta e lógica, pendem totalmente para o lado da legalização. O que acontece é que juízes, promotores, delegados e etc e tal, apesar de serem pessoas altamente inteligentes (afinal, foram capazes de passar por um processo seletivo altamente rigorosos) ainda são humanos e humanos não conseguem agir somente com seu lado racional, toda decisão que tomamos é tomada após passar pelo nosso filtro racional/EMOCIONAL. Infelizmente, a maconha passou por um processo de deturpação monstruoso, e esse processo faz com que o lado emocional do nosso filtro sobreponha o lado racional.

Outro erro é achar que médicos são super-humanos, que não possuem preconceitos e que são imunes a falácias e irracionalidades. Que se focarmos em mostrar para médicos todos os dados que corroboram com a "inocuidade" e com o potencial medicinal da cannabis eles vão chegar a uma conclusão de que o melhor é legalizar e vão convencer o resto da sociedade deste fato. Se o ativismo pró legalização focar somente nos benefícios medicinais nada impede que a maconha somente acabe tendo a mesma relação com a sociedade que tem a papoula. Existe o uso médico legalizado da morfina e existe o uso recreativo que é ilegal. E todo mundo aqui sabe que não dá para comparar os danos que a morfina/heroína/codeína causam em um ser humano fazendo uso recreativo destas com os danos que a cannabis causa.

Não dá para focar somente em um campo de batalha nesta guerra. Tem que mostrar para a comunidade médica o potencial medicinal que a cannabis possui e que o uso recreativo dela não oferece risco para o usuário e tem que mostrar para os juízes, promotores, delegados e etc e tal que a proibição é baseada em dados médicos errados, deturpados a décadas, que não se sustentam a luz da ciência, e que o proibicionismo vigente além de não conseguir fazer a população parar de usar a maconha, ainda causa um dano social gigantesco.

E não dá para esquecer do trabalho que tem que ser feito para com a sociedade em geral que, provavelmente, é o mais difícil.

Só dá para esquecer dos merdas dos políticos que não tem um que se salva, todos são farinha do mesmo saco e de onde menos se espera é de onde não sai nada mesmo.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esquerdas e direitas à parte.

O que vale  é saber  que tem gente lutando para transformar todos em 1.

 

LIMINAR PODE ABRIR CAMINHO PARA O PLANTIO

O advogado Emílio Figueiredo, especialista no tema, acredita que esta liminar, se for mantida, irá reforçar a aprovação do cultivo da planta para fins medicinais no Brasil. Algo que, segundo ele, pode demorar alguns anos.

— Estamos a caminho da regulação do cultivo, porque para haver uso medicinal com acesso amplo e pesquisas científicas, será necessária uma produção, com o cultivo sendo feito aqui — explica. — Sem isso, os brasileiros continuarão a pagar os custos do produto importado. O que deve ser feito com critério e cuidado é estipular como será o controle deste cultivo.

Fonte: 

http://m.oglobo.globo.com/sociedade/saude/mpf-mira-na-criacao-de-agencia-para-maconha-18026439?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

Precisa falar mais!!!

Em vez de ficarmos de mimimi, como diz o urubuz, deveríamos ver em que poderíamos ajudar o Dr Emilio na nossa causa. Afinal a luta é de todos e o resultado é para todos.

Quem sabe poderíamos criar um fundo de apoio financeiro para esse pessoal da linha de frente. é uma idéia.

 

 

  • Like 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quantos cultivadores de cannabis para consumo próprio em atividade deve ter no país? 

 

Criar uma onda viral e todos os growers saírem do armário ao mesmo tempo e assumindo a opção do cultivo ao tráfico,  daria certo?  

Não acredito que mandariam prender milhares e milhares de pessoas ao mesmo tempo..

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sano se pudesse tirar uma duvida minha brother:

Agora sera feita a retirada do THC da lista de proscritos certo e passara a listar em substancias de uso controlado, sendo a CANNABIS SATIVA L uma planta que tem componentes que agora serão considerados de uso controlado e não mais proscritos, deveria a planta ser retirada da LISTA E também não? Pois no meu entender juridicamente falando que as substancias que aquela planta tem não são mais proscritas, não a motivo para manter a planta proibida certo?

Na teoria facilitaria mais ainda o acesso ao uso medicinal, eu tenho uma ação civil pronta aqui para entrar (ainda não entrei por conta do medo de passar a ser um alvo) por conta da minha epilepsia pedindo o direito de plantio para uso medicinal e tenho ficado empolgado com essa decisão e como ela ira refletir na pratica.

  • Like 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bum!!! Apesar de não parecer estamos do lado certo da vida. Reparem só brothers and sistas... 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu só nao entendo pq segurar a RE. 

O ministro Fachin  em 2 semanas devolveu o processo, apesar de ser novo na casa, ele sim teria respaldo para segurar mais tempo o processo. O qual está segurando o processo agora é tão antigo quanto a RE. Se até hoje ele não conhece o processo e precisa ficar segurando significa que ele tem intençoes ocultas que não é o bem estar da Nação. 

É muito triste isso. Mas nao desanimador. 

Um brinde à procuradora da República Luciana Loureiro Oliveira ao juiz federal Marcelo Rebello Pinheiro, da 16ª Vara/DF,

Tomara que apareçam mais profissionais assim.,

  • Like 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 14 de novembro de 2015 16:19:58, Kosmico disse:

Quantos cultivadores de cannabis para consumo próprio em atividade deve ter no país? 

 

Criar uma onda viral e todos os growers saírem do armário ao mesmo tempo e assumindo a opção do cultivo ao tráfico,  daria certo?  

Não acredito que mandariam prender milhares e milhares de pessoas ao mesmo tempo..

Um chute pessoal meu, no Brasil tem 200mil cultivadores domésticos, e a grande maioria não acessa a internet.

21 horas atrás, laguerte disse:

Sano se pudesse tirar uma duvida minha brother:

Agora sera feita a retirada do THC da lista de proscritos certo e passara a listar em substancias de uso controlado, sendo a CANNABIS SATIVA L uma planta que tem componentes que agora serão considerados de uso controlado e não mais proscritos, deveria a planta ser retirada da LISTA E também não? Pois no meu entender juridicamente falando que as substancias que aquela planta tem não são mais proscritas, não a motivo para manter a planta proibida certo?

Na teoria facilitaria mais ainda o acesso ao uso medicinal, eu tenho uma ação civil pronta aqui para entrar (ainda não entrei por conta do medo de passar a ser um alvo) por conta da minha epilepsia pedindo o direito de plantio para uso medicinal e tenho ficado empolgado com essa decisão e como ela ira refletir na pratica.

Sim, o próximo passo é retirar a Cannabis da lista de vegetais proscritos. Ainda não sei quando irá acontecer, mas a pressão segue.

  • Like 11

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Temos que acabar com o preconceito quando se fala maconha, cannabis... Minha filha hoje tem uma vida boa graças a maconha"

boa a reportagem.... é com atitudes dessa que vamos mudar a visão do brasileiro

  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim sim! Foram mais dez minutos de mídia na globo. Dilminha paz e amor mais vergonha na cara dos ministros, por favor! "A maconha cura". E eleva o ibope :) Teori passa a bola malander! Toda a sociedade se movimentando e o senhor aí chocando ovoto? Tsc tsc tsc

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Conde RaH disse:

"Temos que acabar com o preconceito quando se fala maconha, cannabis... Minha filha hoje tem uma vida boa graças a maconha"

boa a reportagem.... é com atitudes dessa que vamos mudar a visão do brasileiro

Fiquei muito feliz com a reportagem, bem na hora que a coroa tava assistindo começou a passar e bateram na msm tecla que eu bato todos os dias que é o preconceito que existe sobre maconha. Ao meu ver ta tudo se levando para a descriminalização, juntamente agora com a decisão do juiz de liberar para fins medicinais, a posição do juiz que fez a distinção entre trafico de 6 plantas ganha mais embasamento agr depois disso.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É galera se Deus quiser e ao que tudo indica de 2016 não passa, será descriminalizado e poderemos ter uns pés tomando sol em nossos quintais... avante !

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...