Paulinhuuu

São Paulo Proíbe Campanha Que Discute Legalização

Recommended Posts

maio 29, 2015
peu-araujo-1427384255-crop_social.jpg

por Peu Araújo

Repórter

sao-paulo-proibe-campanha-que-discute-le
Foto retirada do site SOS Policiais.

Os ônibus no Rio de Janeiro passaram 30 dias, de 20 de abril a 20 de maio, estampando charges dos cartunistas Angeli, Laerte, André Dahmer, Arnaldo Branco e Leonardo botando luz numa discussão ainda polêmica: DROGAS. A campanha Da Proibição Nasce o Tráfico foi criada para, segundo eles mesmo, "estimular o debate público sobre os danos que a proibição de determinadas drogas causa à sociedade". A ação rendeu pautas, fomentou a discussão, repercutiu e veio parar em São Paulo na quarta-feira, dia 27 de maio, e azedou o caldo.

O que era para estar em 40 ônibus, de 10 diferentes linhas, também por 30 dias, durou apenas um. Uma nota oficial do Consórcio INTERVIAS, empresa que gerencia e opera todas as linhas intermunicipais do estado de São Paulo, afirma que a campanha descumpre uma cláusula contratual e que as peças publicitárias seriam removidas.

Veja aqui a nota:

NOTA - Consórcio Intervias


O Consorcio Intervias comunica que a EMTU/SP, gerenciadora do transporte metropolitano na Grande São Paulo, não tinha ciência do conteúdo de cartazes relativos a campanha "Da Proibição Nasce o Tráfico" veiculada em alguns ônibus das linhas metropolitanas, o que configura descumprimento de cláusula contratual.


Por esta razão a Intervias já determinou a remoção das peças publicitárias dos veículos.

A ação foi vista como arbitrária por quem organizou, financiou e produziu a campanha. "Eu soube que alguém da EMTU teria ligado pra empresa e dito que essa campanha estava proibida pelo Governo do Estado (de São Paulo) e que toda essa publicidade teria que ser reirada imediatamente", conta a idealizadora da campanha Julita Lemgruber, socióloga e coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) da Universidade Candido Mendes. Ela completa: "Eles estão dizendo que a campanha é uma campanha de apologia às drogas e a gente diz que em nenhum momento estamos fazendo essa isso. A gente tá justamente chamando a atenção para o fracasso da guerra (contra o tráfico), mas ninguém tá fazendo apologia".

sao-paulo-proibe-campanha-que-discute-le
Charge do cartunista Angeli.

André Dahmer, um dos cartunistas envolvidos, também subiu o gás. "Achei lamentável e autoritário, ainda mais vindo da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo, uma bosta de empresa, pode escrever aí." E completa. "O mercado da violência agradece. Vão continuar a vender grades, cadeados, alarmes, segurança privada. Essas coisas. Ai deles se as drogas forem vendidas no lugar certo: na DROGARIA, acabaria uma indústria enorme. Seguro de carro, carros blindados... muita coisa".

sao-paulo-proibe-campanha-que-discute-le

Cartum de André Dahmer.

Pedro Abramovay, diretor latino-americano da Open Society Foundations, patrocinadora da campanha, endossa o coro dos descontentes. "A censura é absurda e antidemocrática. O STF já decidiu que defender a mudança da política de drogas não é apologia, representa livre direito de manifestação. A democracia não é o regime da maioria. É o regime que dá os meios para a minoria virar maioria. Se um grupo é impedido de defender suas ideias, o maior atingido é a democracia."

Procurada, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S.A (EMTU), disse que não se pronunciaria, porque o "erro" teria sido cometido pela Intervias. Até o fechamento desta reportagem o porta-voz da concessionária, Claudio de Freitas, não estava disponível para falar com a imprensa.

sao-paulo-proibe-campanha-que-discute-le

Charge da Laerte.

  • Like 9

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tomara que não fique por isso mesmo e que essa campanha possa seguir ativa.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só reforçaram ainda mais a importância da campanha.

É como disseram, bom de um lado, ruim pro outro, porque a maioria da população apoia esse tipo de censura.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Enxergo uma luzinha no fim do túnel, essas campanhas publicitárias contra a guerra às drogas(guerra aos pobres) podem mudar a mentalidade dos brasileiros de uma forma surpreendente, se aumentarem esse tipo de "protesto pacífico" as coisas irão caminhar muito mais rápido.É começar a colocar cartazes pró legalização do uso medicinal e posteriormente recreacional, essa mudança na legislação vai se dar em passos curtos(curtíssimos) mas só de ver esse tipo de campanha, mesmo em pequeno número, já é um grande avanço!!!Que os milhões de empresários brasileiros, maconheiros ou não, pois todos sofrem com esse derramamento inútil de sangue, se sensibilizem e criem mais publicidades do tipo.AVANÇA NA DIREÇÃO CERTA, BRASIL!Políticas públicas falidas tem que ficar no passado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Conteúdo Similar

    • Por maconheiro2010
      Salve galera de São Paulo!!!
      Estava navegando aqui pela internet, procurando alguma marcha nas proximidades aqui de minha casa, vi que na região de Campinas, estará acontecendo uma marcha da maconha na data do dia 27 de maio deste ano de 2017.
      Acabei encontrando uma página com o tema, me parece ser a organizadora.
      Saberiam me dizer, se de fato esta marcha irá ocorrer?
      Se sim, gostaria de convidar á todos para participar é claro, nós da casinha, com certeza deveríamos prestigiar o evento !!!
      Essa seria uma ótima oportunidade para todos daqui se encontrarem durante um evento para nos conhecermos e fumarmos uns baseados!!
      Estarei com vestes da cor do reggae, provavelmente fumando um baseadão, facinho de me achar kkkkkkkkkkkkk
      Bom, era só p compartilhar a ideia com vocês mesmo...
      Não sei se estou infligindo alguma regra da casa, mas vou postar o link da página da marcha aqui só p vcs darem uma olhada.
      Caso eu esteja quebrando as regras, por favor, peço que algum moderador venha e retire o tópico por gentileza.
      Um abraço amigos!
      https://pt-br.facebook.com/mmcampinas
      ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
    • Por Bas
      Quem assistiu!?

      Quem curtiu!?

      Deixem suas opiniões

      Quem tiver o link, posta aí!


    • Por growroom
      Salve, salve, galera!

      Dezembro é mês de festas, e já começamos a contagem regressiva para a visita do Guru Internacional do Cultivo, o professor Jorge Cervantes.

      Ele estará no Brasil entre os dias 17 e 22 de dezembro para uma série de workshops, onde o tema principal não poderia ser outro: o cultivo da canábis e suas variedades. Será uma chance e tanto aos brasileiros.

      Como o maior nome do cultivo no Planeta, o Professor também está disposto a conhecer de perto o que nós brasileiros andamos aprontando em termos de produção em terras tupiniquins.

      E você já imaginou o Jorge Cervantes conhecendo de perto o seu cultivo? Pois bem. Se você mora no Rio de Janeiro ou em São Paulo, ou no máximo uns 150 km dessas capitais, terá essa chance única, o sonho de qualquer grower.

      Para receber a visita do professor Cervantes no seu espaço é preciso que você poste aqui, até o dia 20 de novembro, vídeos com a configuração do seu cultivo. Além disso, você precisa explicar ainda o porquê que Jorge Cervantes precisa conhecer suas técnicas e sua organização de trabalho com suas plantas.

      Os cultivos mais votados receberão a visita do Professor durante sua passagem pelo Brasil. Não vacile! Não é sempre que aparece aos simples mortais uma oportunidade dessas de conhecer o Deus do cultivo de canábis no mundo.

    • Por ozzy verde
      Agora ficou mais fácil pra galera de São Paulo...