Ir para conteúdo
Growroom

Ansiedade E Maconha = Panico?


Ravid

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Bom Dia,

Gostaria de esclarecer uma duvida com vocês

Gostaria de saber se a maconha tem alguma interação perigosa com o uso de antidepressivos para síndrome do pânico.

Eu tive uma crise de pânico a mais ou menos 6 meses, devido o stress, sou fumante assíduo a 7 anos, todos os dias, porém de uns tempos pra cá eu tenho dado bad trip com a impressão do coração estar acelerado.

Eu fiz eletrocardiograma e o médico disse que meu coração é saudável e sem problema nenhum.

Acredito que ela de fato aumenta o ritmo cardíaco, sempre aumentou, porém depois que fiquei com essa cisma depois de uma crise de ansiedade cismei com esse lance do coração, antes devia aumentar e eu nem reparava.

Tenho sentido uma certa angustia, pois a medicação me deixa apático e infelizmente não posso descontinuar ela nos próximos 6 meses ou 1 ano, meu médico disse que não é bom eu fumar por causa da ansiedade, mas acho que ele é meio conservador quanto a isso.

Gostaria de saber se tem alguma informação ou artigo, qualquer coisa, pra ser mais especifico eu uso PAROXETINA pela manhã 20mg e durante a noite 0,5mg de ALPRAZOLAM, já vasculhei a internet e não encontrei nada a respeito.

Se puder ao menos me dar uma luz, queria poder voltar a fumar um fino ao menos quando chego do trabalho, ou em situações recreativas.

Outro detalhe, gostaria de saber se é possível eu ter um infarte mesmo não tendo predisposição a problemas cardiacos e ter feito eletro recente, eu sempre odiei remédios controlados, e a favor da homeopatia, mas no meu caso é bem necessário eu terminar o uso dos remédios, mas não gostaria de abandonar a ganja, sou psicoterapeuta e sei que isso tudo é coisa da cabeça, mas gostaria de o conforto e ou a informação de vocês.

Desde já agradeço e obrigado quem teve pasciencia de ler todo o drama.

Atenciosamente

Rafael

  • Like 4
  • Sad 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Brother, tamnbem tive um problema parecido e depois dessa crise de pânico, algumas vezes em que eu fumava tambem sentia coração acelerado e uma sensação ruim, mas com o tempo fui conseguindo relevar isso, principalmente pelo fato de que toda vez acontecia isso mas eu nunca passava mal.

Era totalmente psicologico, tente pensar por esse lado.

Acho errado misturar maconha com um remedio forte como antidepressivo, se for pra continuar o tratamento, é melhor parar.

Mas, eu no seu caso, não tomaria esse remedio e voltaria com a maconha aos poucos, diminui um pouco a quantidade, em vez de fumar um baseado inteiro de uma vez, fuma metade. O efeito bate mais leve e vc vai voltando a ficar na brisa boa, sem badtrip. eu pelo menos fiz dessa maneira. Agora, ter um infarte ou parada cardíaca por fumar maconha, acho beem improvável, mesmo sendo leigo sobre essas questões.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Bom Dia,

Gostaria de esclarecer uma duvida com vocês

Gostaria de saber se a maconha tem alguma interação perigosa com o uso de antidepressivos para síndrome do pânico.

Eu tive uma crise de pânico a mais ou menos 6 meses, devido o stress, sou fumante assíduo a 7 anos, todos os dias, porém de uns tempos pra cá eu tenho dado bad trip com a impressão do coração estar acelerado.

Eu fiz eletrocardiograma e o médico disse que meu coração é saudável e sem problema nenhum.

Acredito que ela de fato aumenta o ritmo cardíaco, sempre aumentou, porém depois que fiquei com essa cisma depois de uma crise de ansiedade cismei com esse lance do coração, antes devia aumentar e eu nem reparava.

Tenho sentido uma certa angustia, pois a medicação me deixa apático e infelizmente não posso descontinuar ela nos próximos 6 meses ou 1 ano, meu médico disse que não é bom eu fumar por causa da ansiedade, mas acho que ele é meio conservador quanto a isso.

Gostaria de saber se tem alguma informação ou artigo, qualquer coisa, pra ser mais especifico eu uso PAROXETINA pela manhã 20mg e durante a noite 0,5mg de ALPRAZOLAM, já vasculhei a internet e não encontrei nada a respeito.

Se puder ao menos me dar uma luz, queria poder voltar a fumar um fino ao menos quando chego do trabalho, ou em situações recreativas.

Outro detalhe, gostaria de saber se é possível eu ter um infarte mesmo não tendo predisposição a problemas cardiacos e ter feito eletro recente, eu sempre odiei remédios controlados, e a favor da homeopatia, mas no meu caso é bem necessário eu terminar o uso dos remédios, mas não gostaria de abandonar a ganja, sou psicoterapeuta e sei que isso tudo é coisa da cabeça, mas gostaria de o conforto e ou a informação de vocês.

Desde já agradeço e obrigado quem teve pasciencia de ler todo o drama.

Atenciosamente

Rafael

Tá usando maconha verde...

Se amadurecer não dá isso.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Mano, eu tive o mesmo problema, tomei o mesmo remédio e vou te dar a explicação que meu médico me deu...

Paroxetina é um inibidor seletivo de recaptação de serotonina, ou seja, ela faz seu organismo recaptar a serotonina disponível mais lentamente, para assim vc se sentir bem. A maconha faz exatamente o contrário, acelera esta recaptação, por isso o uso das duas coisas não combina. É isso, não sou médico e não sei até onde isso é 100% verdade, mas eu parei por seis meses...isso ja faz uns 4 anos e eu nao preciso mais de remédios, nem prensado rsrsrs meu conselho, c vc quer algum é: desconte em algum esporte que te faça transpirar e se cansar, é melhor que qqer antidepressivo!

Abs, saúde e boa sorte!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Também já peguei essas bads,de ficar com medo de ter um ataque cardíaco depois de fumar erva,ficar muito ansioso e agitado,isso é culpa de problemas internos mal resolvidos,apenas coisa psicológica,eu ainda sinto um pouco isso,mas estou conseguindo controlar fumando menos,eu faço minha cabeça com 4-5 puxadas,é impressionante!se eu fumar um beck inteiro, é quase certeza de me sentir mal e muito sensível.

Se eu fosse você,largava os remédios,procurava fumar uma strain indica,que é mais indicada para relaxamento,e ao mesmo tempo procurava fumar menos,apenas meio baseado ou nem isso,e com menos frequência e fazer uma atividade fisica/esporte.

Eu apenas reduzi a quantidade de erva fumada,e já percebi uma melhora bem significativa!importante é quando a onda vier,saber curtir a onda,não ficar querendo sair dela,pois isso gera stress e só complica as coisas!é importante estar preparado psicológicamente.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Galera, se vocês se sentirem REALMENTE mal ao fumarem um baseado, prestem atenção na erva e em vocês mesmos. Isso não é normal, é necessário verificar, ir mais afundo e ver o que possa ser.

Não sou profissional da saúde e muito menos quero assustar ou algo assim. É apenas pra vocês ficarem alertas... A maconha não trás malefícios (físicos) que sejam relevantes e/ou preocupantes... Na maioria das vezes, como citaram antes, é coisa da própria mente. De qualquer forma busquem uma ajuda de profissionais.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Obrigado a todos que me reponderam :)

eu uso 20mg de paroxetina por dia, eu não fumo, mas se vaporizar a cinderella verde eu fico em pânico...se estiver madura não acontece isso

A maconha do tráfico é uma sativa colhida cedo, vai dar ansiedade com certeza...

Esse lance de maconha acelerar a oxidação da monoamina é migué do médico...

Baixas doses de THC podem e devem ser usadas como antidepressivo...Veja o vídeo no minuto 50, um especialista em maconha fala sobre maconha e depressão.

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

CatNip Smoker, o que seria monoamina?

Serotonina é uma das Monoaminas, substancias bioquímicas derivadas de aminoácidos através do processo de descarboxilação. As principais monoaminas são as catecolaminas(a saber dopamina,norepinefrina,epinefrina), originadas da Tirosina; a serotonina derivada da triptamina e a histamina que vem da histidina.

As monoaminas atuam no corpo humano como neurotransmissores, sendo a norepinefrina, a serotonina e a dopamina as mais abundantes no sistema nervoso

Tu não toma um inibidor de recaptação de serotonina?

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara to passando pela msm bad trip que você.. no começo do ano tive uma "crise" achei que tava infartando e tlz, fiquei 1 semana malz até ser diagnosticado com transtorno de ansiedade generalizada, meu medico me receito os msm remedios que voce toma paroxetina de dia, aprazolan de noite; Paroxetina : serve para tira ansiedade esse sintomas que hajem no coração e o Aprazolan ja é mais pra relaxar e dormir, porem nesse tempo que estou me tratando sempre que ia fuma tb sentia essas briza, de coração acelera, angustia, pressão, é uma sensação ruim, se acha que vai da um ataque... oq to me fazendo no momento é me tratando, fazendo so uso de remedios e esporte, dei um tempo do beck pq nao tava me fazendo bem igual antes, so usuario ah 5 anos diaramente, agora vo espera nem penso em beck no momento, pq msm sem fuma as vezes tava sentindo uns "aperto no peito" então fui no medico esses dia ele aumento minha dose de paroxetina e isso ta sumindo.. acho que o tratamento pra quem desenvolve tag ou sindrome do panico é bem lento, nos temos que ser paciente, da um tempo pro nosso corpo se renegera ( minimo 1 ano ), desde que tive fumei uns baseado mas minhas brisas nao foi ah das melhores entao, entao é melhor da um tempo msm faze oq, é gostoso fuma e tlz mas com briza ruim nao dá,.. é isso, boa sorte ae no tratamento se jah quise logo nois ta fumando sem crises, abraço

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara to passando pela msm bad trip que você.. no começo do ano tive uma "crise" achei que tava infartando e tlz, fiquei 1 semana malz até ser diagnosticado com transtorno de ansiedade generalizada, meu medico me receito os msm remedios que voce toma paroxetina de dia, aprazolan de noite; Paroxetina : serve para tira ansiedade esse sintomas que hajem no coração e o Aprazolan ja é mais pra relaxar e dormir, porem nesse tempo que estou me tratando sempre que ia fuma tb sentia essas briza, de coração acelera, angustia, pressão, é uma sensação ruim, se acha que vai da um ataque... oq to me fazendo no momento é me tratando, fazendo so uso de remedios e esporte, dei um tempo do beck pq nao tava me fazendo bem igual antes, so usuario ah 5 anos diaramente, agora vo espera nem penso em beck no momento, pq msm sem fuma as vezes tava sentindo uns "aperto no peito" então fui no medico esses dia ele aumento minha dose de paroxetina e isso ta sumindo.. acho que o tratamento pra quem desenvolve tag ou sindrome do panico é bem lento, nos temos que ser paciente, da um tempo pro nosso corpo se renegera ( minimo 1 ano ), desde que tive fumei uns baseado mas minhas brisas nao foi ah das melhores entao, entao é melhor da um tempo msm faze oq, é gostoso fuma e tlz mas com briza ruim nao dá,.. é isso, boa sorte ae no tratamento se jah quise logo nois ta fumando sem crises, abraço

Tu precisa usar uma planta indica bem madura...com maior indice de cbd, tipo uns 2-3%, vai melhorar tua ansiedade

Ao contrário se usar uma bem sativa, tipo cinderella99 e ainda estiver um pouco verde, tu vais piorar no ato...

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

cara indica ta dificil de achar pelos aqui na regia que moro, só rola skunk pontente de thc.. faz muito tempo que nao acho indica e pedi de fora é osso, pf ta em cima em tudo que vem pro brasil.. nao quero me arrisca a toa;; não é tao simples arruma uma planta com mais cbd do que thc...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 weeks later...
  • Usuário Growroom

Eu tive uma bad trip terrível na 1a vez que fumei. E quando me lembro de algumas coisas fico muito pensativa, mas não acho que tenha a ver com síndrome de pânico por mais que o choque tenha sido grande e me traga algumas lembranças ruins, mas enfim, me ajudem a entender umas coisinhas aiiii gente...

Eu estava com meu namorado na casa dele, e por volta de umas 22h30 descemos pra garagem dele pra fumar. Eu tinha ouvido o amigo dele dizer que aquela era bem fortinha, mas meu namorado pareceu não dar mta atencao, logo acabei não me importando também. Começamos a fumar na garagem escura e fechada, eu segurava por bastante tempo e fazia isso várias vezes até o cigarro acabar. e logo após alguns minutos comecei a sentir os efeitos, e tive sensações muito estranhas. A primeira delas foi que perdi completamente a noção de espaço e tempo. Eu não conseguia destinguir se as coisas estavam acontecendo naquele exato momento (?), ou se eu estava me lembrando das cenas passadas (?) ou se eu estava prevendo o futuro segundos antes de acontecer (???).

Logo depois comecei a sentir muita tontura, fechava os olhos e colocava as mãos na cabeça. Foi aí que meu namorado percebeu q eu não estava bem, e que aquilo parecia me trazer um desconforto enorme. Ele me abraçava e perguntava o que estava acontecendo mas eu também não entendia oq tava rolando ali. Não tava conseguindo formular as frases, eu tinha esquecido quem eu era, onde eu estava e também não lembrava que eu tava daquele jeito pq tinha fumado.

Foi aí que eu entrei pra um estado completamente mental, eu sentia que meu corpo e os meus sentidos tinham se desligado de mim (tanto é que eu não escutava mais meu namorado me chamar), e era como se agora eu só enxergasse o universo dos meus pensamentos... e a grande maioria deles caminhava numa linha meio filosófica: pensamentos que variavam entre paradoxos, figuras geométricas rotatórias, pensamentos sobre a existência/origem do homem e uma certa empatia pela galerinha que vive em hospício (sim eu comecei a achar que eu tava ficando louca). Ai comecei a ficar com medo de nunca mais sair desse estado, pedia pro meu namorado não deixar ninguém me ver daquele jeito. Eu já entrava em pânico pensando que iam me mandar pra um hospício e que iam telefonar pra minha minha família avisando (ahhaahaha) foi bizarro... eaí começaram as taquicardias e os tremiliques muito fortes, sentia muito frio e eu realmente pensava que meu coração ia estourar (pq me olhei no espelho e via que tava pálida), tive a sensação da boca estar seca (e delirava mais ainda quando passava o dedo na língua e via que na verdade não tava rsrsrsrs). Enfim, foi uma loucura! a sensação foi péssima do início ao fim, já que meu namorado não ajudava muito e começou a querer discutir justo naquela hora. Ou seja, tive que sair daquele estado sozinha (depois que o auge do efeito passou) tentando controlar alguns pensamentos e respirando bem fundo, ai comecei a me lembrar das coisas e a cabeça começou a ficar organizada aos poucos)

Bom galera, no final meu namorado disse que parecia ter umas 10 de mim diferentes, e eu acabei com a brisa dele logo nos primeiros minutos, acho que ele ficou meio preocupado comigo né? rs. Diz ele que nunca tinha visto uma bad parecida com a minha...

E toda vez que lembro desse episódio eu fico pensando se isso aconteceu comigo por conta da minha forma cotidiana de pensar, pq eu sempre fui uma pessoa mto racional que fica sempre "cozinhando coisas na cabeça" sobre o mundão rsrsrs, então passar por aquela sensação de não conseguir organizar os pensamentos ou não conseguir formular uma frase foi terrível pra mim.

Eu queria mto saber se essa falta de cognição acontece normalmente, ou só quando em bad trips.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

É normal ter bad trips no inicio.

No seu caso claramente dá pra saber que você exagerou e pela qualidade da erva.

Na próxima tenta se manter mais tranquila, um ambiente/momento que te agrade, com coisas que vc goste.

Não fique prensando a fumaça também.

A onda é muito mais leve do que a do álcool, por exemplo!

As primeiras ondas são basicamente muito do nosso psicológico.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Não acha que essa 1a má impressão que tive possa influenciar em uma outra bad trip?

Não necessariamente.

Fique tranquilinha que a vibe flui melhor, se a erva for forte como essa fume menos.

Pois vc ainda não tem muita resistência ao THC!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Tive uma crise dessas em fevereiro e desde então minha vida não foi mais a mesma.

Abusei muito do prensado durante uns 5 meses, eram pelo menos 4 baseados por dia e 1 carteira de cigarro e uma hora paguei o preço. Por pensar muito em coisas negativas, brigas familiares, lado pessoal e social, tudo isso veio a minha mente e uma hora eu senti na pele o que é ansiedade generalizada.

Ia pra uma festa a noite e como de costume, não podia deixar de fumar um verdinho. Então fui lá, acendi o primeiro e fui de boas, quando chegou de tarde, a briza já tinha passado e resolvi acender outro pra ir a festa alegre. Então, acendi um e fumei metade, a outra metade fumei quando chegasse perto da hora da festa.

Depois de fumar essa outra metadade, comecei a sentir pontadas no peito e logo veio a ansiedade generalizada e o medo de morrer, pq as pontadas eram constantes e estava apavorado, fiquei dias e dias deitado na cama, com medo de sair, fazer algo e ter algum troço na rua. Tive que usar medicamentos para dormir (rivotril) e mesmo assim, quando acordava de manhã, me sentia tão lixo quanto no dia seguinte, a depressão veio.

Fui no cardiologista, fiz todos os exames possíveis, de sangue, eletro, eco, teste ergométrico e não havia nada, minha saúde estava normal, porém o fator psicológico estava lá ainda, esse semestre foi o fundo do poço para mim. Minhas notas na faculdade estão um lixo, não pego mulher a uns meses já e tenho medo de fazer algumas coisas que eram coisas banais antigamente. Não podia ver noticias de pessoas morrendo do coração que a bad vinha de tal forma que não conseguia controlar a minha cabeça , parecia que a sensação de morte e medo eram constantes.

Então, resolvi ir ao psiquiatra e ao psicologo, contei tudo para eles e descobri que era a tal de sindrome do pânico e ansiedade generalizada. Comecei a tomar anti-depressivo como Paroxetina 20mg, no começo foi dificil aceitar a medicação, pq nunca na minha vida eu precisei fazer uso de medicamentos. Tenho casos na familia de bipolaridade, depressão e outras coisas, até problemas de coração, então tudo veio a minha cabeça como algo ruim.

Só quem passou por sabe o que é, uma sensação horrível, você não se sente seguro, nem sóbrio, pq sua mente cria esse bloqueio e nada na vida parece que tem mais sentido, vc vive feito um robo.

Enfim, passou 2 meses de tratamento com remédio e psicologo, me sinto melhor do que antes, porém não 100%, dizem que o tratamento é de 6 meses a 1 ano dependo do caso. Usei maconha 3 vezes nesse periodo, as 2 primeiras me senti mal, não com as pontadas, mas com pensamentos ruins. Na ultima festa eu bebi cerveja e bateu uma vontade de dar uns pegas, nesse dia eu passei mal, gorfei e voltei pra casa sendo carregado pelos amigos, de tão chapado e bebado que fiquei, deitei e apaguei.

Acordei no dia seguinte me sentido péssimo, não fisicamente, mas psicológicamente falando, não foi a mesma coisa de antes.

Bom, é isso, sei que é um momento dificil e todos passam, nunca pensei que a maconha pudesse fazer um estrago desses na minha cabeça, também não sei se foi a maconha que foi um ''gatilho'' para esses sintomas de depressão e ansiedade.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Eu tive uma bad trip terrível na 1a vez que fumei. E quando me lembro de algumas coisas fico muito pensativa, mas não acho que tenha a ver com síndrome de pânico por mais que o choque tenha sido grande e me traga algumas lembranças ruins, mas enfim, me ajudem a entender umas coisinhas aiiii gente...

Eu estava com meu namorado na casa dele, e por volta de umas 22h30 descemos pra garagem dele pra fumar. Eu tinha ouvido o amigo dele dizer que aquela era bem fortinha, mas meu namorado pareceu não dar mta atencao, logo acabei não me importando também. Começamos a fumar na garagem escura e fechada, eu segurava por bastante tempo e fazia isso várias vezes até o cigarro acabar. e logo após alguns minutos comecei a sentir os efeitos, e tive sensações muito estranhas. A primeira delas foi que perdi completamente a noção de espaço e tempo. Eu não conseguia destinguir se as coisas estavam acontecendo naquele exato momento (?), ou se eu estava me lembrando das cenas passadas (?) ou se eu estava prevendo o futuro segundos antes de acontecer (???).

Logo depois comecei a sentir muita tontura, fechava os olhos e colocava as mãos na cabeça. Foi aí que meu namorado percebeu q eu não estava bem, e que aquilo parecia me trazer um desconforto enorme. Ele me abraçava e perguntava o que estava acontecendo mas eu também não entendia oq tava rolando ali. Não tava conseguindo formular as frases, eu tinha esquecido quem eu era, onde eu estava e também não lembrava que eu tava daquele jeito pq tinha fumado.

Foi aí que eu entrei pra um estado completamente mental, eu sentia que meu corpo e os meus sentidos tinham se desligado de mim (tanto é que eu não escutava mais meu namorado me chamar), e era como se agora eu só enxergasse o universo dos meus pensamentos... e a grande maioria deles caminhava numa linha meio filosófica: pensamentos que variavam entre paradoxos, figuras geométricas rotatórias, pensamentos sobre a existência/origem do homem e uma certa empatia pela galerinha que vive em hospício (sim eu comecei a achar que eu tava ficando louca). Ai comecei a ficar com medo de nunca mais sair desse estado, pedia pro meu namorado não deixar ninguém me ver daquele jeito. Eu já entrava em pânico pensando que iam me mandar pra um hospício e que iam telefonar pra minha minha família avisando (ahhaahaha) foi bizarro... eaí começaram as taquicardias e os tremiliques muito fortes, sentia muito frio e eu realmente pensava que meu coração ia estourar (pq me olhei no espelho e via que tava pálida), tive a sensação da boca estar seca (e delirava mais ainda quando passava o dedo na língua e via que na verdade não tava rsrsrsrs). Enfim, foi uma loucura! a sensação foi péssima do início ao fim, já que meu namorado não ajudava muito e começou a querer discutir justo naquela hora. Ou seja, tive que sair daquele estado sozinha (depois que o auge do efeito passou) tentando controlar alguns pensamentos e respirando bem fundo, ai comecei a me lembrar das coisas e a cabeça começou a ficar organizada aos poucos)

Bom galera, no final meu namorado disse que parecia ter umas 10 de mim diferentes, e eu acabei com a brisa dele logo nos primeiros minutos, acho que ele ficou meio preocupado comigo né? rs. Diz ele que nunca tinha visto uma bad parecida com a minha...

E toda vez que lembro desse episódio eu fico pensando se isso aconteceu comigo por conta da minha forma cotidiana de pensar, pq eu sempre fui uma pessoa mto racional que fica sempre "cozinhando coisas na cabeça" sobre o mundão rsrsrs, então passar por aquela sensação de não conseguir organizar os pensamentos ou não conseguir formular uma frase foi terrível pra mim.

Eu queria mto saber se essa falta de cognição acontece normalmente, ou só quando em bad trips.

Amiga, seu caso é mais comum do que pensa, oque aconteceu contigo foi que sua pressão caiu, no texto vc diz que segurava muito, e isso faz com que sua pressão caia, logo depois foi quando a erva começou a fazer efeito com taquicardia, sensibilidade etc, e te digo uma coisa, não existe coisa PIOR do que uma brisa no meio da queda de pressão, aconselho a não prender a fumaça muito no pulmão, trague e solte que vc vai ver como a brisa é bem mais tranquila e gostosa.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Senti paranoia é uma coisa, agora vc senti taquicardicas, baixa pressão, senti pontadas, coração acleerado, voce é usuario ja faz anos é diferente, vamo se conscientiza galera, nao fume em locais fechado que vc vai se senti mal ou entrar em paranoia, não confudam as coisas, ansiedade e maconha é uma doença que pode ser desenvolvida se voce fica muito nessa paranoia, fuma na paz !

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A cannabis é uma planta muito, muito perigosa. Se não estudar e conhecer boa parte das informações básicas, vai apanhar. Taquicardia, neura, etc etc.... pode acontecer, até comigo, maconheiro assíduo há uns 15 anos. Quando eu percebo esse tipo de situação, respiro fundo, e sei que a maconha é lixo. Fico alternando minha produção com prensado, e as vezes vem umas bombas, mas vou me livrar em breve. Agora no brasil tem gente fumando maconha a rodo, não estuda, não sabe, não conhece o sistema canabinóide, o negócio é sério. Por isso os países mais evoluidos liberaram o uso da cannabis par alguns fins medicinais, coisa que o chines ja sabia faz tempo. Mas como foi conviniente para o governo proibir a maconha, devido aos lobby da industria farmacêutica, o povo sofre. Melhor comprar um buscopan q fuma um. Ai o povo não estuda, não conhece...e apanha. Eu por enquanto nada de gripe, isso em 4 anos. Vacina contra gripe do governo, só se for no traseiro da dilma.

é isso ai... bora :rollj:

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por cielzinho
      Olá, eu fumo/vaporizo maconha recreativamente, mas recentemente meu pai começou a ter insônia devido a problemas no trabalho, procurou ajuda médica e foi diagnosticado com ansiedade, o médico receitou 3 remédios diferentes, dentre eles alprazolam, sertralina. 
      Meu pai (60 anos) tem tido problemas para dormir, consegue adormecer mas acorda no meio da madrugada e não consegue voltar ao sono, fica pensando no trabalho - depois que ele tomou os remédios, os problemas continuaram só que ele ficou mais 'dormente' durante o dia. 
      Eu sugeri a ele conversar com o médico sobre o uso de CBD, mas ele me respondeu que no Brasil só seria liberado em casos mais graves, e ai está minha duvida - ainda hoje ainda está bem restrito a casos mais graves, como última opção? 
      Vejo alguns usuários comentando o uso do CBD em casos de ansiedade/insônia, mas não informam se utilizam do CBD prescrito/receitado ou se produzem/conseguem e se 'auto-medicam'.
       
      Ele não se considera um caso grave e aceitará os remédios tarja preta que lhe receitarem, mas com tantos efeitos colaterais eu me questiono se o CBD de alguma forma serviria como tratamento para esse caso 'não grave'. 
      Ele nunca fumou ou vaporizou maconha, já pensei em oferecer uma vaporizada algumas horas antes dele dormir, mas não tenho acesso* a uma flor rica em CBD, então descartei a ideia visto que o THC poderia agravar a insônia. 
       
      *ainda  ; se me disserem que vaporizar uma flor rica em CBD poderia ser uma forma de tratamento, consigo acesso
    • Por babydarling
      Eu fumava maconha desde os 16 e atualmente tenho 22, mas não era usuária, fumava de vez em quando e um pouco apenas para ficar alegre ou leve.
      Eu tinha experimentado papel uma vez, mas não me causou nada demais e tinha vontade de experimentar novamente, no começo desse ano, o momento chegou e resolvi dropar um papel, só que eu dropei uma quantidade muito grande, segundo a minha amiga. Na hora só estava eu e meu namorado no quarto e o que eu senti, nunca aconteceu antes: a famosa “bad trip”. No começo era como se tudo que eu tivesse vivido fosse uma mentira, depois eu literalmente senti que morri e tava no meu pós vida, eu não conseguia falar nada, as coisas ficavam em loop, depois em câmara lenta, teve uma hora que senti que se abrisse a porta do meu quarto seria a porta para entrar no inferno, enfim realmente eu nunca tinha sentido nada igual então me deixei levar pela bad, acho que nesse dia fui até a última camada da minha mente, foi horrível, mas por estar com meu namorado e minha amiga depois chegou para ajudar, então consegui sair da bad. Beleza, vida que segue. Falei que nunca mais iria usar papel.
      Depois de um mês, fumei um baseado, mas foi bem pouco mesmo e “pá” entrei na bad trip de novo, dessa vez foi menos intensa, apesar de eu estar em um ambiente onde eu só conhecia minha amiga, eu já tinha noção que tudo que acontecia era coisa da minha cabeça e ao invés de ficar trancada dentro da casa que me causava um pouco de pânico, a gente saia para eu espairecer o que me ajudava a ficar “sã”. Enfim, na primeira vez que aconteceu isso, eu superei, era como se nada tivesse acontecido, mas na segunda bad apesar de ter sido mais “tranquila”, eu não consigo “superar” vez ou outra fico pensando nisso, e isso foi em fevereiro, eu tento desviar meu pensamento quando acontece mas sempre vem as lembranças. Inclusive teve um dia que eu não tinha fumado, nem bebido nada, e simplesmente eu senti como se estivesse entrando na bad. Foi muito do nada, acho que durou uns 3 minutos, fiquei dizendo a mim mesma que era coisa da minha cabeça, que tava tudo normal, mas parecia muuuito um começo de bad trip. Foi muito estranho, porque realmente era um dia comum e eu não tinha usado nada, isso que vem me assustado... Talvez, por pensar demais está me causando algum tipo de transtorno/trauma...  Minha bad vem muuuito visual e sonora, então por mais que eu tente me concentrar tá tudo distorcido, voz, pessoas, olhares, etc então, por mais que eu tente manter a calma é difícil porque tudo ao meu redor tá distorcido.
      Resolvi então ler sobre os sintomas pós-bad trip, encontrei esse site e resolvi contar minha experiência para vocês. 
    • Por BrunaSella
      Olá, estou passando por uma experiência muito negativa com a maconha e preciso de ajuda
        não uso com frequência, devo ter usado umas 10 vezes no máximo
      mas essa semana eu e meu namorado resolvemos fumar, estávamos no quarto dele que é bem fechado e bolamos um beck “grande” não era um fininho.
       No começo da onda tava tudo bem, tive uma crise de riso q eu não conseguia me controlar de tanto q eu ria porém, em uns 5 minutos a crise de risada começou a virar uma dor muito forte no peito parecia q eu ia infartar e meu coração ia sair pra fora do peito, comecei a me desesperar é só piorava jurei q fosse morrer, bebi uma água tentei me acalmar mas então decidimos pedir um uber e ir pro upa (meu namorado tbm estava com mal estar porém n sentia essa dor no peito só o coração acelerado) tive uma bad trip daquelas, músculos do corpo inteiro contraindo, tremedeira, dormência q estava toda hr em um lugar, fora a tontura, fraqueza, parecia q estava tudo em câmera lenta, e tbm via tudo em quadros como se a mesma coisa estivesse acontecendo dnv e dnv, foi barra, chegando lá eu fiz um eletrocardiograma e deu tudo normal, voltei pra casa.
       Porém desde então eu venho tendo alguns sintomas estranhos já fazem 5 dias q isso aconteceu porém a dor no peito a dormência q as vezes fica nos braços ou nas pernas, me sinto fraca, meu corpo todo dói, sem falar q fico pensando demais é isso só acaba piorando, já fiz uns 3 eletros, já fiz raio x do tórax e até então tudo normal, porém não aguento mais sentir isso, fico tendo uns comportamentos repetitivos tipo ficar mexendo a perna, inquieta msm e só queria saber se é normal sentir isso por tanto tempo.
       O que mais vem me perturbando é a dor no peito q cada hr está em um lugar sinto tbm alguns tremores as vezes enfim TODA BICHADA KKK e eu ainda fico pesquisando os sintomas q eu tenho (o que não ajuda nenhum pouco) alguém q já tenha passado por isso?? Quando isso vai passar? Ou o que eu posso fazer pra acabar com isso. Sério já cheguei a chorar pq n aguento mais!!
      obs: meu namorado tbm teve a bad só q ele já está bem e eu ainda estou nessa 
  • Tópicos

  • Posts

    • Pra semente compensar ser plantada aqui no Brasil outdoor ela precisa ser sativa de verdade ou pelo menos híbridos com sativas verdadeiras. Eu diria que pelo menos umas 98% das sementes quem vendem nos seedbanks não rende nada se for plantada no out aqui no Brasil, porque não vegetam na nossa latitude, mesmo no verão aqui chega no máximo a umas 13 horas de luz por dia (que é insuficiente pra manter qualquer indica ou hibrido moderno no vegetativo) as plantas ficam minúsculas, mesmo algumas que eles dizem ser predominantemente sativa tipo AK 47.    Ace seeds nunca decepciona, tem uma coleção de sativas monstras, Golden tiger, Malawi, Golden Tiger x Panamá. Canabiogen tem a Destroyer que é maravilhosa.  Tropical seeds nunca plantei nenhuma mas vi umas coisa boa nos fóruns gringos. ano passado plantei uma indica da barneys farm porque veio de brinde a seed, rendeu umas 10 g de buds mofados.  mexican sativa da sensi seeds também ficou pequena aqui.
    • Opa meu irmão, valeu pela resposta, no seu caso, você cultivou apenas com o carolina soil e nutriu com chá e a farinha? 
    • @dronemanJá parou para pensar que o "prenseed" pode ser a mesma coisa que um bulk seed? Não sei pq esse preconceito com prenseed ... Sinceramente, só o fato de vc pagar 50 conto em uma semente que custa menos de 5 cents já deveria ser motivo pra vc não dar seu dinheiro suado pra coyote etc ... Outra coisa, quem garante que esses 200 contos que vc vai gastar, não serão prenseeds tbm? Fazer marketing no instagram é uma coisa, mas vc ou o coyote vão garantir a originalidade da semente? Um banco com mais qualidade tem maior garantia de originalidade (não estou falando de germinação ok?).  Sua nave caiu? Já tentou lugares diferentes? Eu sei que o dólar está alto, mas vc pode ir juntando uma graninho por mes enquanto leva as prenseeds, e final do ano vc pega uma promo em algum site norte americano/canadense ... E quando estiver plantando uma genética legal, vc aproveita e faz cruzas pra gerar suas sementes e não precisar passar esse sufoco de importar, bem melhor né?  Tem um rapaz no insta, canadense, que faz algumas cruzas e disponibiliza as sementes por um preço mais em conta, já conversei com ele e ele envia para o Brasil, não vou jogar o @ aqui, mas mando pra vc por PM se quiser! 👍 Além disso, vc encontra diversos vendedores no Strainly, o FPUNK já citou um monte lá no outro tópico de strains. Não fica frustrado mano, só precisa dar o tiro certo.
×
×
  • Criar Novo...