cirilonesta

Tô Escrevendo Um Livro Sobre Maconha

Recommended Posts

Então galera.. Sempre gostei muito de ler e especialmente escrever. Comecei agora um projeto que une duas coisas que sou apaixonado: Direito e Maconha.
Tô trabalhando em um livro de linguagem e narração simples, não muito extenso e que será dividido em forma de "episódios". Um livro pra quem gosta de ler e pra quem não gosta também rsrs.
Se eu conseguir e não procrastinar, pretendo publicar por editora, e talvez faça um site pra divulgação e disponibilização online e gratuita.
Quanto ao nome da obra... Ainda não me decidi, mas to na dúvida entre "Ilegal" e "Inortodoxo".
Vou deixar pra vocês três sinopses distintas pra que tenham uma noção do plot. To aberto à dicas, sugestões e críticas também.
Breve postarei mais detalhes e informações pra quem se interessar.



SINOPSES

1. "Léo é um jovem advogado que vê seu mundo desmoronar quando seu cultivo de maconha é descoberto pela polícia. Após ser absolvido pela justiça pelo crime de tráfico, o jovem é obrigado a prestar serviços comunitários oferecendo defesa jurídica gratuita aos moradores da Barra Funda, uma comunidade carente com alto índice de violência e tráfico de drogas.

Léo, no entanto, volta a descumprir a lei continuando a fumar maconha enquanto é inserido na realidade violenta marcada por assassinatos, abusos policiais, miséria e violação de direitos, além de visualizar com clareza os jogos de poder e corrupção que orbitam em torno da guerra às drogas".

2. "O que poderia ser pior pra um jovem - filho de renomados políticos conservadores - que ter seu cultivo de maconha descoberto pela polícia?
Esse é o drama em que está inserido Léo, um jovem pai de família que tinha uma carreira de sucesso pela frente no direito, isso se não fosse preso e tivesse toda a credibilidade do seu nome arruinada. Agora, após ser absolvido do crime de tráfico, ele se vê obrigado a prestar serviços comunitários na Barra Funda, uma comunidade carente assolada pela guerra às drogas, e percebe, lidando diretamente com o crime, que o buraco é muito mais embaixo do que ele imaginava".


3. "Léo é um jovem advogado e pai de família que vive uma vida alternativa, inortodoxa e tranquila, filho de políticos famosos e conservadores com visões totalmente opostas às suas. Tudo o que Léo queria era fumar maconha e se livrar do tráfico. Ele tinha um cultivo. Tinha, porque a polícia o descobriu e ele foi em cana. Agora ele teve sua carreira destruída e é obrigado pela Justiça a prestar serviços comunitários em umas das comunidades mais violentas e perigosas do estado".

  • Like 14

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

curti brother, manda haver...

só substitua 'serviços comunitários' por reclusão de 5-15 anos, que é a atual realidade do br...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

hehehehe.. siro... o fato de ele ser alternativo não vai girar em torno do fato de ele ser usuário de maconha, mas sim no seu modo de vida (será um personagem que vive fora da cidade em área ruralizada e que não segue os padrões sociais ortodoxos, daí o "inortodoxo").
Que bom que gostara, valeu a todos ai pelo comentário... Breve mais informações!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Manda a ver!

Me lembrou um amigo meu que aconteceu algo surreal com ele.

Ele foi condenado a prestar serviço comunitário por um tempo, por ter sido flagrado com maconha. Daí ele tava indo certinho na instituição, cumprindo a determinação. Até que certo dia resolveu acender umzinho lá, achando que ninguém ia perceber.

Daí o supervisor do negócio flagrou o movimento. Mas ao invés de se ferrar, a estória do amigo termina bem -- o supervisor queimava um também e depois do serviço os dois queimaram uma vela junta.

Detalhe: colocada pelo supervisor!

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

valeu todo mundo ai incentivando, assim chega dá gosto de escrever...
aleluia, hahahahaha que situação surreal mesmo rsrs!
quero pedir também umas sugestões... quem puder passar, tamo ai.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

valeu cara... hehehe.. a sinopse não pode revelar detalhes da história, saca? mas quando digo que ele vai conhecer de perto o submundo do crime e os jogos de poder, não descartei a possibilidade de ele ir em cana ou qualquer situação que traga pra ele além de mais realidade, mais profundidade. kkkkkk não sei dizer exatamente qual vai ser o gênero do livro, mas nessa caminhada tá bem puxado pro drama rsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado mesmo pelo incentivo cara... To curtindo muito escrever isso, na metade do 1º "Episódio" já. A galeria não tá funcionando, queria postar uma arte que vou usar como "capa". Fico realmente feliz que tenha gostado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aí Brother, leia esse livro, talvez dê uma clareada nas suas idéias..

Foi eu que escrevi, pode te ajudar a definir uma linha de escrita, na criação de uma enredo e no desenvolver da história.

Ler outros livros que se encaixam no assunto (Maconha), lhe dará mais argumentos.

Qualquer dúvida estamos aí..

http://atravessandoaporta.blogspot.com.br/

O link para download está no blog.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show!

Eu também estava escrevendo um livro, como eu chamo o "Primeiro Romance Canábico Brasileiro". A história criei em 2011.

Mas andei sem inspiração.

Seguindo alguma técnica para escrever livros @cirilonesta?

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que tenho nos arquivos aqui um manual de roteiro e de como criar histórias. se alguém se interessar....me manda um email ou uma mensagem que a gente dá um jeito hehe. att ( E BORA ESCREVER SOBRE PESSOAL, EU SEI QUE VC TEM AQUELA HISTÓRIA ENGRAÇADA OU BEM LEGAL ENGAVETADA).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

Manda num rapidshare da vida esse manual. Eu já li bastante sobre o assunto "Como escrever livros" mas parece que não tem uma regra de ouro. Mesmo assim toda leitura vale a pena. Acho que escrever é algo como um dom mesmo, como a música. Eu toco guitarra, mas não nasci com o dom. É o mesmo quando escrevo. Acho que minha história é mais interessante que a forma como a descrevo mas sinto que com o treino, tenho evoluído bastante.

Eu voltei a escrever nas últimas semanas. Alguns trechos eu andei reescrevendo, muita coisa eu escrevi sobre os efeitos de um bom Black Label então tinha muita bobagem. Um detalhe é que nunca escrevi nada queimando um baseado.

Outra coisa que gera bastante dúvida é sobre a editoração. Eu li sobre mandar imprimir na China, imprimir por conta mas agora com a alta do dólar é bem inviável. Alguém conhece os caminhos para conseguir uma editora e como faze-la se interessar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...