Ir para conteúdo
Growroom

Biólogos Afirmam Que Pés Apreendidos Em Pouso Alegre Não São Maconha


CanhamoMAN

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

POLÊMICA

Biólogos afirmam que pés apreendidos em Pouso Alegre não são maconha

http://www.otempo.com.br/cidades/bi%C3%B3logos-afirmam-que-p%C3%A9s-apreendidos-em-pouso-alegre-n%C3%A3o-s%C3%A3o-maconha-1.961610

PUBLICADO EM 15/12/14 - 20h47

Mais de 100 plantas foram arrancadas de um lote pela Polícia Militar do Sul de Minas no último dia 24 de novembro; nas redes sociais, várias pessoas se manifestaram após verem reportagens sobre a apreensão

  • image.jpg
    Pelas fotos, especialistas conseguiram notar a diferença entre as folhas da planta apreendida e da Cannabis sativa
  • image.jpg
    Folhas da maconha são diferentes das da planta apreendidas
  • image.jpg
    Pelas fotos, especialistas conseguiram notar a diferença entre as folhas da planta apreendida e da Cannabis sativa
  • image.jpg
    Cerca de 140 pés foram arrancados do lote pela polícia

PUBLICADO EM 15/12/14 - 20h47
JOSÉ VÍTOR CAMILO
A Cannabis sativa, que no Brasil é mais conhecida como maconha, é a droga ilícita mais consumida em todo o planeta com mais de 177 milhões de usuários de acordo com o Relatório Mundial sobre Drogas, emitido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2012. Apesar disso, muito pouco se sabe sobre a planta, algumas vezes levando até mesmo autoridades a cometerem erros.




No último dia 24 de novembro, em Pouso Alegre, no Sul de Minas Gerais, a Polícia Militar (PM) fez uma apreensão de mais de 100 pés de uma planta que seria maconha e estavam localizados em um lote vago do bairro Faisqueiras. Após a veiculação de fotos em veículos de imprensa, várias pessoas se manifestaram nas redes sociais fazendo brincadeiras sobre a apreensão, indicando que as plantas seriam na verdade de mamona ou mandioca.
Após a repercussão, O TEMPO ouviu o biólogo Pedro Lage Viana, que é doutor em Taxonomia Vegetal, ramo em que se trabalha na identificação de espécies. Segundo ele a planta não é maconha e nem mamona ou mandioca. "Trata-se de uma espécie da família das Euphorbiaceae chamada Astraea lobata (L.) Klotzsch, que é conhecida em algumas localidades como Erva-de-rola ou Sangregão", precisou o especialista.
Ainda conforme o biólogo, uma das várias diferenças entre as plantas de maconha e as apreendidas pela polícia é facilmente identificada. "A maconha tem folha digitada, que é uma folha composta, subdividida em folíolos distintos que saem de um mesmo ponto, como os dedos de uma mão. Já a Erva-de-rola tem folhas lobadas, que é uma folha simples, ou seja, não é subdividida em folíolos, mas apresenta lobos, como a folha do mamão", explicou o especialista.
Viana ficou sabendo da reportagem por meio de um grupo no Facebook chamado DetWeb, que reúne mais de 4.500 pessoas em sua maioria botânicos profissionais e estudantes da flora brasileira. "O objetivo do grupo é a troca de experiências e, também, determinações botânicas por meio de fotografias. Um dos moderadores divulgou essa reportagem e inicialmente gerou muitas brincadeiras, porém, achamos que a situação é extremamente grave, já que revela o despreparo por parte da polícia", explicou.
Os biólogos procuraram a imprensa para se pronunciarem formalmente repudiando o ocorrido e ressaltando a importância da identificação precisa de espécies. "O que nos espanta não é não-profissionais da área errarem isso, mas sim o fato de não procurarem algum botânico taxonomista para confirmarem a identificação da espécie", indagou o biólogo.
Investigação
Procurado pela reportagem, o delegado de Tóxicos de Pouso Alegre, Gilson Baldassari, informou que um laudo técnico feito pela perícia do município havia confirmado o encontro do THC, que é o principal princípio ativo da planta. Ao ser informado sobre especialistas que garantem que a planta apreendida não é a droga, o policial se defendeu.
"Hoje eles estão mexendo nessas coisas igual fazem com alimentos transgênicos. Vai ver que surgiu uma nova espécie de maconha e a gente nem sabe", afirmou Baldassari. A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que o laudo inicial realmente indica que se trata de maconha. Porém, uma amostra das plantas foi encaminhada para a perícia de constatação em Belo Horizonte, sendo que os resultados ainda não foram devolvidos ao delegado responsável pelo caso.
Após uma nova matéria publicada em um site de notícias em que se afirmava que os laudos periciais confirmavam que a planta se tratava de maconha, um dos especialistas que fazem parte do grupo DetWeb procurou o veículo de imprensa e postou um texto tratando sobre o assunto na rede social.
Na mensagem, o profissional afirma que neste caso o problema não foi além da botânica por ninguém ter sido preso no local. "Mas se o proprietário do terreno fosse encontrado, poderia ser intimado por plantar o que ele nunca plantou. Além disso, quando a polícia informa possuir um laudo que garanta ser a planta Cannabis sativa ele acaba transferindo o ônus da prova ao possível preso, o que poderia ser muito difícil de provar pois as plantas podem ter sido incineradas", diz o texto.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 years later...
  • Usuário Growroom

A polícia brasileira beira a surrealidade. Compará-los a porcos é uma sacanagem, terrível com os inteligentes e pacíficos suínos!!! FUCk THE P...!!!

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cacete em kkkkkkk

Não sabem a diferença de usuário pra traficante, vão saber de maconha pra mamona ? KKKKKKKKKKK

Policia ta foda!!!! 

Não sei se já notaram ...

mas a mídia sempre especifica o nome "maconha sativa" ... como se a indica fosse legal no país né ? kkkkkkk

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 2017-6-7 at 09:43, eddielombra disse:

Quem mandou nao estudar? Virou policial...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk triste realidade!

23 horas atrás, maconheiro2010 disse:

Não sabem a diferença de usuário pra traficante, vão saber de maconha pra mamona ? KKKKKKKKKKK

kkkkkkkk até que os buds parecem mamonas, não? (vai ver fumaram um antes de colher a mamona)

Em 2017-6-7 at 09:43, eddielombra disse:

Ja tinha visto outra noticia parecida, onde policia num sei aonde desenterrou mais de 100 pés de mamona.. imagina o trabalho que deu. Kkkkkkkkkkkk

Olha a notícia... http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2014/12/apreensao-de-pes-de-maconha-em-mg-gera-polemica-nas-redes-sociais.html Disseram que em Pouso Alegre o povo chapa é com Mamona kkkkkkk

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 2017-6-7 at 15:02, maconheiro2010 disse:

Cacete em kkkkkkk

Não sabem a diferença de usuário pra traficante, vão saber de maconha pra mamona ? KKKKKKKKKKK

Policia ta foda!!!! 

Não sei se já notaram ...

mas a mídia sempre especifica o nome "maconha sativa" ... como se a indica fosse legal no país né ? kkkkkkk

inclusive a anvisa botou a C. sativa como erva medicinal, mas a indica acho q eles nao consideram não hauoaaoheaw

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Em 2017-6-7 at 09:39, tikones disse:

meu, olha a resposta do delegado,

transgenico? nova especie? é esse tipo de gente que representa a ordem no pais, triste...

Me obriguei a rir, sou estudante de biologia,

Nessas horas penso porque um cara de cargo de "respeito" não admite o erro ao invés de falar uma asneira dessa.

Tu ter uma informação errada ou a falta dela não é problema, problema é quando sendo leigo, tenta induzir outros leigos a acreditarem em algo que está sendo afirmado por especialistas que não é.

Quis compartilhar o pensamento.

Peace.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Tópicos

  • Posts

    • eu pularia o vaso de 7l. acho q é possível vegar elas no 1.7 e daí mandar pra flora nos de 11. mas ñ é infalível. meu esquema de sucesso num grow +/- parecido com o teu em termos de iluminação e espaço é o seguinte: germinação ou enraizamento dos clones em substrato totalmente inerte em pequenos copos de iogurte, acho que de 100ml ou até menos (ex, danoninho pequeno, clássico das antigas). apareceu raiz ou germinou, mando para vega sem descartar o torrão inerte em vasos de uns 2,5 litros (uns 30cm de altura por uns 10cm de diametro), levo toda vega neles, faço podas etc, 4 a 6 tops formando, planta com +/- 30~45cm, hora da flora. transplanto pra flora em vasos de 11 litros, e lá ficam até colheita. sempre usando um bom solo orgânico, descansado e com cobertura mulch, uso alguns princípios do no-till, embora continue usando vasos. não é infalível, mas pra mim deu muito certo no passado. mi casa su casa tmj
    • Vai fuçando o fórum, lendo os tópicos, os antigos ainda têm muita informação boa. A ferramenta de busca daqui não é das melhores, mas pode ajudar se bem usada. É isso, dá trabalho mesmo pra aprender, faz parte do processo. Mas vou tentar te ajudar com suas dúvidas. O ideal é você preparar um solo definitivo pra transplantar a menina quando for o momento. Como você usará matérias orgânicas, o mínimo de 15 dias é necessário para que esses materiais decomponham melhor. Mas o ideal mesmo seriam uns 30 dias. De toda forma, o bom seria medir o pH do runoff desse solo pra ver se ele tá bem regulado quando ficar pronto. Não recomendo jogar esses materiais por cima da terra do vaso que vc já usa, a probabilidade de queimar e até matar a planta é grande. Sobre o enraizador, ele pode ajudar sim, eu usei nas minhas, é uma boa opção.
    • Regando com mais água e deixando mais água escorrer no fundo em cada rega. Assim tu vai ter certeza de que a água passou por todo substrato e limpou o excesso que acumulou.  Se tu não deixar escorrer, o sal vai acumulando no fundo, porque a água nova que entra na parte superficial do solo leva todo excesso pro fundo e acumula tudo lá em baixo. (acredito que tu esteja usando fert mineral, por isso tá usando o medidor de pH no substrato).   Então o ideal é ter uns 30% de RunOff. Ou seja, se regar com 3L de água precisa sair 1L por baixo. Assim tu vai ter sempre a certeza de que nada estará acumulando, evitando overfert e alteração de pH.
×
×
  • Criar Novo...