Ir para conteúdo
Growroom

Voo Nacional, Ajudem Please


bernardinz

Recommended Posts

  • Usuário Growroom
Em 27/12/2014 at 21:38, bernardinz disse:

Galera, resolvi arriscar e correu tudo certo. Agi normalmente, não ocorreu nenhum problema, foi muito tranquilo, muito mesmo. Passei com 10g dichavados num plástico ziplock dentro da cueca, debaixo do saco. Passei apenas pelo detector de metal e foi de boa, ainda voltei com um restinho. Bom, só vim deixar o relato mesmo porque eu era muito inseguro, talvez isso sirva de conforto pra alguém que queira arriscar. Detalhe: voô NACIONAL. Não sei como são os procedimentos de viagens internacionais, mas essa não arrisco de jeito algum. Abraços

Boa mano...vc foi do galeão ne? Vou semana que vem.... vc me animou hahahh

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 5 months later...
  • Usuário Growroom

Dica, não leve muito, e sempre leve dichavado, nunca em prensado. Tudo que é organico quando passa no rx fica amarelo, quanto mais prensado, mais amarelo fica. Tanto em voos nacionais como internacionais. Viajo bastante e nunca tive problemas. Quando faço voos nacionais levo comigo na minha bolsa e quando viajo pra fora despacho na bagagem, também coloco outras coisas com cheio forte na bagagem, perfume, sabonete, comidas..., a erva dichavo e ponho no plastico ziploc e ainda dentro de uma latinha de tabaco bem fechada e ponho junto a outros alimentos, ou coisas com cheiros mais fortes (evito levar em pequenas bolsinhas como nessesieres, carteiras de couro e tecido por que o tecido absorve o odor)...  Andar com bagulho é arriscado em todas as partes e nunca se pode garantir nada... todo cuidado é pouco. Conheço gente que vive andando com flagrante por ai e nunca foi pego e também conheço gente que se ferrou por causa de uma ponta... 

Nas viagens procuro levar o menos possível... 

Valeuuuu! Paz.

 

 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom
Em 28/11/2014 at 14:39, mcgyver disse:

Ninguem precisa de maconha todo dia, passar a se prender nisso é como aqueles presidiarios de filme que vivem arrastando uma bola de metal pelo pé... sempre um peso pra carrega... as vezes é bom ficar sem fumar cara, quando voce voltar vai dar contraste! rs

Para mim não existe viajar para uma praia, cachoeira ou qlqr destino com natureza sem cannabis huhahahaha, viagem é uma coisa que estará marcada na sua vida não por algo material mas pelo momento vivido, tem que curtir ao máximo. 

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 10 months later...
  • 3 weeks later...
  • 1 month later...
  • 9 months later...
  • Usuário Growroom

cara, acho meio impossível dar errado se você já dichava, coloca dentro de um shampoo (a embalagem do shampoo mesmo vazia ainda tem cheiro então ajuda) é só vc ir sempre colocando dentro de uma coisa, bota a massa dentro de um plástico bem vedado, aí esse plástico bota dentro do shampoo, se quiser colocar o shampoo dentro de outra coisa também.... e bota dentro da mala la, no fundinho escondido entre as roupas... 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 years later...
  • 1 month later...
  • 1 month later...
  • Usuário Growroom
Em 25/03/2021 at 19:22, torugosoler disse:

Valeu mano, 5 anos depois esse posto me inspirou a levar minha ganja junto na viagem, tô voltando agora e vou arriscar, foda-se hahahahhaha Tmj 👊👊

E aí cara, para o feedback pra nss! Deu certo?!! Ahahah 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por amigadoverde
      OI AMORESSSS
      essa é minha primeira vez postando algo no fórum do growroom mas eu sempre li as coisas por aqui pra me informar rsrsrs a questão galera é a seguinte:
      sou mulher, branca, tenho 19 anos e todos os anos costumo viajar para a argentina (pq sou de lá mas moro aqui) e sempre levo uma de 5 ou 10 ( o suficiente pra fazer 3 ou 4 beckzinhos), maaaas a última vez que viajei foi no ano de 2017, passei pela colombia, aruba e argentina em janeiro e não pegaram nada (eu levava na calcinha, embaixo do absorvente -que obviamente eu n estava menstruada-). Eu era menor de idade (burra) e me recordo que pelo menos no galeão e em ezeiza o procedimento de segurança era o seguinte: passar pelo detector de metal, deixar a bolsa de mão pra passar pelo raio-x, aí as vezes eles passavam aquele detector que apita também. Tem uma cabine de raio-x corporal mas que nunca vi ninguém passando nela mas sei que as pessoas são selecionadas de forma aleatória. (Isso em ambos os aeroportos)
      Então, minha dúvida é: vocês sabem se o procedimento de segurança se expandiu pro raio-x corporal pra todos ao invés de aleatoriamente???. Vocês acham que não devo levar nem umazinha de 5????
      Preciso de uma orientação kkkkkk desde já agradeço vcs anjos maconheiros ❤️😍❤️
       
  • Tópicos

  • Posts

    • To contigo mano... Acho que o que tu postou aí complementa o que postei por agora... Outro caso que da p citar é o da MIMOSA... Todo mundo acha que foi criação da Barney's por ser 1 breeder mais antigo e famoso. No fim eles recruzaram com 1 macho da Barney's e vendem como MIMOSA EVO... E se a produção for de bulk, a MIMOSA verdadeira fica perdida no meio de tanta cruza.
    • Galera a casa caiu pro stealth da OA, podem perceber que eles seguraram todas as encomendas inclusive as que tinham pago o despacho e foram todas apreendidas na mesma leva e no mesmo horário que foi incluído no sistema, ou seja, já Flagraram e o mesmo vai acontecer com as próximas encomendas, fiquem atentos e não peçam OA pois já era, alguém lá de dentro se ligou nisso tudo pois são muitos pacotes iguais vindos do mesmo lugar (Espanha), vamos ver até quando o att vai aguentar infelizmente
    • Opa, bom dia mano. Então, sendo sincero, ainda me falta muito conhecimento nessa parte de phenohunt e entender o pool genético de cada strain. Sabe mais ou menos o que é F1 e F2?!?! Sendo assim, tentarei te explicar de uma forma simples e resumida o meu entendimento da produção de bulk. Primeiramente não existe seleção em bulk mano... Ai que tá a maior parte do problema. Porque as empresas/breeders que produzem bulk nem compram sementes para fazer seleção, normalmente eles pegam 1 clone do real criador e tentam reproduzir em larga escala ou cruzam com uma outra strain deles mesmos e acabam criando outra coisa.  Talvez estejam romântizando a produção em grande escala, como se os produtores de bulk tivessem um galpão bonitinho com toda aparelhagem certinha, controle de seleção, polinização e tudo mais... não mano, eles mandam 1k de sementes lá p/ Marrocos e as bichanas são cultivadas ao ar livre, a Deus dará... se reproduzindo ali mesmo, pela natureza. Tu acha que nesses campos só tem a strain A e B que estão ali para formarem a C que a seed vai ser vendida?!? Tu acha que eles vão cultivar apenas apenas a Tangi e Kosher Kush p sair as 24k (por exemplo) ou terá outras strains junto no mesmo campo de cultivo?!?  Qual o controle de polinização que tu vai ter? Como saber se não vai ter polém de outras genéticas no meio da cruza Tangi X Kosher Kush?!? Isso que nem fomos para o pool genético ainda, nem falamos na parte econômica da coisa (porque 1 produtor de bulk vai comprar o clone mais caro e fiel a strain, se ele só quer produzir sementes e não tá preocupado com a qualidade?!?). Tu pode até ter achado exagero os 10%, mas não deixa de ser uma realidade... não tô falando que é a regra geral ou o comum, tô falando que existe sim a possibilidade da tua Gelato bulk ter apenas 10% do profile da verdadeira gelato. Nao é cuspir no prato que comeu não mano... Eu mesmo já plantei bulk e era o que eu tinha acesso com o pouco conhecimento que eu tinha e também o preço dos packs de 1 breeder mais confiável. Como disse o outro mano, acho que nossos problemas são mais os impecilios políticos e proibicionistas de plantar aqui no BR. Concordo contigo e com o Erva Sagrada que é facada no rim pagar $60 num packzin com 10 regulares, ainda mais com o dólar do bozo batendo 5.60... Se tu pode achar uma planta premium no meio das bulk?!? Como eu disse, única certeza dessa vida é a morte. Mas a probabilidade é bem baixa... "Ah, mas o fulano lá em 1982 achou o macho perfeito para todas as cruzas dele e bla bla bla... Em 1982, não existia essa cruza atrás de cruza, as genéticas era mais preservadas ou menos defasadas com cruzas ruins, etc. Pode ver que, praticamente todas as grandes descobertas de cepas, fenos e perfis genéticos não foram descobertos nas produções em grande escala, exatamente pela falta de controle de qualidade. Por fim, acho que estamos aqui para aprender. E, observando e lendo o que os growers mais antigos aqui do fórum falam e fazem, conforme nós iniciantes formos aprendendo e evoluindo, o bulk vai se tornando algo até contrário ao que queremos para a cena canábica. É isso mano, dava p falar muito mais coisas, mas além do meu conhecimento limitado nesse assunto, o tópico ia ficar fora de contexto. Que tu ache uma planta p chamar de keeper.      
×
×
  • Criar Novo...