Ir para conteúdo
Growroom

Voo Nacional, Ajudem Please


bernardinz

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

Fala aí galera, tudo bem? Sou novo aqui no fórum e queria tirar uma dúvida.. Terei uma viagem pra fazer e queria saber se é tranquilo levar no MÁXIMO 10g já dichavados.. tava pensando em colocar o chá naquele plástico ziplock e botar no saco, mas li que alguns aeroportos estão com body scanner, além dos possíveis cachorros, que não sei se encontrariam. Sei que existem tópicos se tratando disso, muitos falando que é de boa, alguns receosos, mas gostaria de uma informação mais próxima da situação atual dos aeroportos. Valeu galera, abração!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Como Alien falou, ninguém aqui vai poder te garantir nada..

O que direi pode ser mal visto por muitos, mas isso é Brasil.

EU particularmente nunca viajei sem levar maconha comigo

Pra isso eu tento sempre viajar bem arrumado. Bem vestido

Já viajei com desde 10g até 100g e graças a Jah foi de boa!

2 coisas. Se for levar no saco, viaje com roupa livre d metal.

Se aquela porra apitar por um cinto que seja vc vai tremer!!!

Outra opção é na mala despachada e se der merda vc nega

A mala está em poder da companhia e você pode culpa-lá!!!

Mas lembre-se. Vivemos em uma sociedade preconceituosa

Se você tem Dreads, cara de doidão, tattoo a mostra, evite!!

Boa sorte!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu sempre levo green em minhas viagens domésticas... O scanner corporal só detecta metais, pois mais que isso se tornaria cancerigeno para o ser humano...

Levo em média 20~30g bem compactado e no saco (dentro da cueca). Nunca deu nada errado.

Claro que uma série de fatores influenciam...

Quem olha pra minha pessoa, jamais imagina que sou usuário de cannabis, quando eu abro pra alguém que gosto ou uso, a pessoa chega a dizer "Não acredito!"...

Agora, se vc tem dreads, se veste "de acordo" com o seu lifestyle, tenha mais atenção, pois querendo ou não vc se torna mais paloso, chama mais atenção e tal...

Não estou dizendo que vc pode viajar tranquilo que não vai dar nada, estou dizendo como as coisas rolam pra mim...

Cada galinha sabe o tamanho do grão que come...

  • Like 8
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sempre viajei em vôo domésticos nacionais com maconha... Mas se seu avião tiver destino internacional (mesmo você só indo para lugares nacionais, fazendo parte da escala) é melhor tomar mais cuidado...

O negócio é como falaram ali, não pode ter nenhum metal pro detector não apitar. É bom não ir perfumado com o odor característico também, entre outras coisas que podem chamar atenção.

Tem que ter culhões né fera. Eu me forço a esquecer que to com alguma coisa e sempre viajo tranquilo. Pra mim é melhor levar comigo a erva do que ter que procurar pra comprar em outra cidade...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Ninguem precisa de maconha todo dia, passar a se prender nisso é como aqueles presidiarios de filme que vivem arrastando uma bola de metal pelo pé... sempre um peso pra carrega... as vezes é bom ficar sem fumar cara, quando voce voltar vai dar contraste! rs

  • Like 3
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Muito obrigado pelas respostas galera. Então, se alguém me vir a última coisa que pensariam é que curto maconha, e quanto a questão de não valer a pena arriscar por não conseguir ficar sem, minha situação é justamente a contrária, muito raramente fumo e lá, como estarei longe de tudo e todos, seria minha primeira oportunidade de poder fumar tranquilo.. Será minha primeira viagem de avião.. muita dúvida ainda..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Se for para levar, prefiro no bolso. Num lugar que dê para pegar e dispensar num lixo, num vaso de planta, atrás de um móvel se achar que tá sinistro. Faz o pacote com saco plástico todo lacrado com fita crepe tipo uma múmia porque veda bem e não estala quando amassa.

Se for tomar geral não é diferente na cueca ou mocado na mala. Só a agonia da possibilidade de ser flagrado já é stressssssss.

IMO.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Pois é black flag, se você ver notícias de apreensão de maconha em aeroporto é sempre kilos e grandes tabletes de maconha, e eu só quero levar uns 10g.. Não tenho certeza de que o raio x detecta uma quantidade tão pequena, ainda mais dichavada.. mas não sei né

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Alguma diferenca de vc ser pego com 10g na rua ou em um aeroporto nacional? Pelo que eu sei, nenhuma.

Não sei pq tanto cagasso, só esse ano desci 3 vezes em guarulhos com pelo menos 10g no saco, fora outros aeroportos.

Só na marcha foram umas 20g pra ficar 3 dias.

Quem te entrega é vc mesmo.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

leva no saco e pronto, na mala IMO é pior, vc nunca sabe por onde ela passa. Eu pelo menos prefiro saber o que está acontecendo do que ser surpreendido pela polícia ao pegar a mala na esteira....

voo nacional nunca vi ninguém passar por scanner corporal. Acho que Guarulhos tem só 1 ou 2 equipamentos desses e nem sempre estão funcionando

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 weeks later...
  • Usuário Growroom

Galera, resolvi arriscar e correu tudo certo. Agi normalmente, não ocorreu nenhum problema, foi muito tranquilo, muito mesmo. Passei com 10g dichavados num plástico ziplock dentro da cueca, debaixo do saco. Passei apenas pelo detector de metal e foi de boa, ainda voltei com um restinho. Bom, só vim deixar o relato mesmo porque eu era muito inseguro, talvez isso sirva de conforto pra alguém que queira arriscar. Detalhe: voô NACIONAL. Não sei como são os procedimentos de viagens internacionais, mas essa não arrisco de jeito algum. Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por amigadoverde
      OI AMORESSSS
      essa é minha primeira vez postando algo no fórum do growroom mas eu sempre li as coisas por aqui pra me informar rsrsrs a questão galera é a seguinte:
      sou mulher, branca, tenho 19 anos e todos os anos costumo viajar para a argentina (pq sou de lá mas moro aqui) e sempre levo uma de 5 ou 10 ( o suficiente pra fazer 3 ou 4 beckzinhos), maaaas a última vez que viajei foi no ano de 2017, passei pela colombia, aruba e argentina em janeiro e não pegaram nada (eu levava na calcinha, embaixo do absorvente -que obviamente eu n estava menstruada-). Eu era menor de idade (burra) e me recordo que pelo menos no galeão e em ezeiza o procedimento de segurança era o seguinte: passar pelo detector de metal, deixar a bolsa de mão pra passar pelo raio-x, aí as vezes eles passavam aquele detector que apita também. Tem uma cabine de raio-x corporal mas que nunca vi ninguém passando nela mas sei que as pessoas são selecionadas de forma aleatória. (Isso em ambos os aeroportos)
      Então, minha dúvida é: vocês sabem se o procedimento de segurança se expandiu pro raio-x corporal pra todos ao invés de aleatoriamente???. Vocês acham que não devo levar nem umazinha de 5????
      Preciso de uma orientação kkkkkk desde já agradeço vcs anjos maconheiros ❤️😍❤️
       
  • Tópicos

  • Posts

    • Mandou bem @Terraqueo ...  @Mr.Pothead ... @Negobong ... que são os que tu citou tb Debate com conteúdo e respeito ... coisa má o meno rara nessas 218 páginas . Outro dia li 1 mantra de 1 grower que escreve sobre cultivo + 30 anos . Tudo se resume a: GENETICA AMBIENTE ALIMENTAÇÂO  Parada muito complexa ... eu tô metendo os ciclos direto desde 2014 ...  Comecei com vega in flora out ... Prenseed  2018 ganhei 1 seed fem Kosher kush ... Clone F123 back cross ... genetic drift ... vi toda parte Indica do mix se diluir no Gen dominante paraguaio ... aprimorando o sub ... tamanho dos containers ... calendário de long season short season spring crop ... Clones fodas chegaram com meu envolvimento no growerismo ...  Tem as pragas ... biodinamica .. no till. Estudo observação evolução ... 550g secas em 3 ciclos em 2020 . Cada um no seu quadrado ...  Foco O&M ... Vicio em plantar > porque depois de 35 anos fumando sei lá ... Tudo bem ..não vou falar que não fico + locão ... Colhi 1 clone de Green Crack esse ano que derrubou . Growroom mesmo me banindo 2x ... Ajudou prá carai . Plantar pra não comprar         
    • Blz Sade ? Concordo com quase tudo que você falou mas... vc disse " Genética (seeds de qualidade são feitas a partir de clones Premium, clones que foram selecionados" . No post que comentei isso, descrevi as geneticas que comprei. Apos muita pesquisa... Se tiver algo a comentar... se a fonte traz um possível CUT premium.   E falou também : "Em resumo, se você não tem experiência e setup, a seed sozinha não vai fazer milagre." Falei isso depois de muito plantar e colher plantas muito saudáveis e acredito que meu setup não deixe a desejar. Por isso estou exigindo uma BOA qualidade nos frutos. Estou na dependência só da genética.   Sim. É o mesmo que eu falo. Mas, também precisamos esclarecer qtos % da planta você recebe qto compra a semente do breeder real. Quantos % ? Mais de 50% ?     Sim, tem menos de 10% considerando que a semente que você compra do breeder não tem 100%. É um % baixo também.   Ou seja, compra um produto mais caro quem quer uma melhor qualidade. Quem não tem dinheiro, compra o fiat uno que via andar bonito tb.  
    • Podia se fazer n coisas. Mas pior do q era no passado impossivel. Melhor deixar do jeito q tá.
×
×
  • Criar Novo...