Ir para conteúdo
Growroom

Mcdonald’S Da Maconha


CanhamoMAN

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

McDonald’s da maconha Com variedade de produtos e marketing ativo, empresas brigam pela liderança de mercado nas regiões dos Estados Unidos que legalizaram o consumo da erva

21/10/2014 - 18H10/ atualizado 18H1010 / por Fabiano Rampazzo

Em 22 dos 50 estados norte-americanos, o uso medicinal da cannabis já é permitido, sendo que nos estados do Colorado e de Washington o consumo é legal inclusive para fins recreativos (e o Alasca pode se tornar, ainda este ano, o terceiro estado a liberar o uso da erva com esse propósito). Hoje, a legalização conta com o apoio da maioria da população, e especialistas acreditam que a maconha deve se transformar em um mercado com lucro na casa dos bilhões de dólares em menos de cinco anos.

É que a lei nos estados que permitem o consumo recreativo prevê a abertura de coffee shops em que qualquer pessoa poderá comprar até 28 gramas da erva para consumo próprio. Peter Norris, presidente da Diego Pellicer, empresa especializada na locação de imóveis para negócios nessa área (sim, na área da maconha), está otimista. “Este é apenas o começo. Acreditamos que mais estados seguirão o exemplo de Washington e do Colorado nos próximos dois anos", ele diz. E algumas marcas começam a ganhar destaque nesse mercado prometendo a melhor experiência possível com seus produtos — que vão desde a erva pura até protetores labiais, refrigerantes e chocolates.

MERCADO EMERGENTE

Conheça algumas marcas que já começam a lucrar com a legalização

279_mcconha_01.jpg

A Cannariginals (1), da Califórnia (estado que só legalizou o uso medicinal), tem vários analgésicos em forma de óleos e pomadas na sua cartela de produtos. Já a Mary Janes (2) revende seus protetores labiais e loções corporais em dispensários da Califórnia e do Colorado. E a Dixie Elixirs (3), com sede em Denver, comercializa subprodutos como cigarrilhas, chocolates, balas e refrigerantes. Joe Hodas, diretor da empresa, está otimista: “Acho seguro dizer que veremos a legalização total no país nos próximos cinco anos”.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Consultores Jurídicos GR

Essa é a beleza do livre mercado. Foi so o estado permitir que a iniciativa privada se apressou pra atender a demanda dos consumidores. Empresarios sedentos por lucro brigando entre si pela preferencia dos maconheiros.

Vamos ver como vai ser a distribuicao estatal no uruguai rsrs.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por Maconheira000
      Olá maconheiros(a),tenho 17 anos,daqui uns dias faço 18 anos, comecei a fumar com 14 anos e rodei em fevereiro desse ano,minha vó deu maior sermão,choro e ainda fico falando q ia me internar na clínica,e ficava me chamando de drogada todo o dia,e ainda ela tranca a porta do quarto,pq ela acha q vou roubar o dinheiro dela.
      E para ainda mais,meus pais são autoridades e minha família é tudo crente (crente bem fanáticos),não tenho como morar com os meus pais,por questões pessoais não daria nem um pouco certo.
      Tô planejando a me mudar para capital faz tempo,moro no interior,e pior q minha família tb não aceita eu ir morar na capital falam q é perigoso e tudo mais,já até falaram q se eu for eles vai tentar me impedir.
      Aceito conselhos,e tenho uma pergunta,podem me internar na clínica mesmo eu sendo de maior?ainda mais q meus pais tem essa autoridade.
    • Por YellowGandalf
      O Senado adiou a votação da Legalização da Cannabis Medicinal para próxima semana.
      O tópico que deve ser votado na semana que vem é de grande urgencia, estamos torcendo que essas familias consiga fazer esses remédios sem precisar pagar toneladas de dinheiro para empresas farmaceuticas gringas que importam remedios da mesma planta para o Brasil, confira o video e deixe sua opinião tbm
      21/11/2018
    • Por xBarbieMaconheira
      A cannabis é mto influente no México (tanto q o termo marijuana vem de lá). Soube q legalizaram a erva lá, mas n sei pq não vi tanto alarde nem algo que comprove como ocorreu lá. 
      https://www.upi.com/Mexicos-Supreme-Court-legalizes-cannabis-for-recreational-use/9621541024238/
      https://veja.abril.com.br/mundo/suprema-corte-do-mexico-libera-uso-recreativo-da-maconha/
      A página da Wikipédia sobre maconha no México atualizou e falou que legalizaram... Mas n vi nhm maconheiro comemorando e nem a BBC publicando matéria sobre. E aí?
    • Por GrowerUcho
      Boa tarde gurizada!
      Gostaria de compartilhar com vocês uma matéria de 2002 da revista Super Interessante.
      Encontrei essa revista na parada de ônibus, tem um espaço para pegar e deixar livros e revistas, a ideia é compartilhar. Antes de devolver ela pra parada, para que mais pessoas possam ter acesso as informações nela contidas, eu fotografei a matéria sobre a Maconha.
      Tem bastante informações úteis, sobre quais motivos levaram a planta a ser criminalizada. Quanto a isso, brilhou uma luz na minha cabeça sobre a descriminalização aqui no Brasil, quando vocês lerem a matéria, verão que a criminalização foi influenciada pelo Tio Sam, sim o mesmo país que hoje está legalizando geral, inclusive na Califórnia tá 100% liberado, há anos atrás havia imposto a criminalização da planta por vários motivos imorais, tais como o controle das minorias mexicanas presentes naquele país, a substituição do Cânhamo por uma outra indústria rival... Enfim, leiam a matéria! Sobre a luz que me brilhou, se o mesmo país que influenciou a criminalização e que ainda conta com um poder de influência muito grande em vários países (inclusive o Brasil), creio que em não muito tempo sejamos influenciados a descriminalizar a planta. Inclusive podemos vir a ser um futuro mercado para a indústria canábica de lá...
       
      Se quiserem baixar o PDF com a matéria completa, segue o link
       
    • Por FreeZion
      A PL 7270/2014 - parece que voltou com força! Uma luz para regulamentação do plantio caseiro?
      Ultima Atualização :
      23/04/2018 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados ( MESA )
      Deferido o Requerimento n. 8.189/2018, conforme despacho do seguinte teor: “Defiro o Requerimento n. 8.189/2018, nos termos do artigo 142 do Regimento Interno da Câmara dos Deputados - RICD. Outrossim, tendo em vista que o Projeto de Lei n. 8.293/2017 trata de matéria correlata ao Projeto de Lei n. 1.823/2007, apense-se a primeira proposição à segunda. Publique-se. Oficie-se.” Ementa
      Regula a produção, a industrialização e a comercialização de Cannabis, derivados e produtos de Cannabis, dispõe sobre o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, cria o Conselho Nacional de Assessoria, Pesquisa e Avaliação para as Políticas sobre Drogas, altera as leis nºs 11.343, de 23 de agosto de 2006, 8.072, de 25 de julho de 1990, e 9.294, de 15 de julho de 1999 e dá outras providências.
      Explicação da Ementa
      Regula a produção e comercialização da maconha.
       
      Link para Acesso:
      http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=608833
×
×
  • Criar Novo...