Ir para conteúdo
Growroom

Denunciar

  • Conteúdo Similar

    • Por Gabiss
      Oi gente... Já tinha fumado antes uma duas vezes Mas fazia cerca de 5 anos atrás e nestas duas já tinha tido uma experiência péssima, onde me sentia fora do corpo e como se tudo fosse um sonho e o mundo não existisse de verdade. Fora das noções do tempo (para mim se passavam horas e não havia passado nem 5 minutos no relógio).
      Decidi novamente tentar dar uma chance para a maconha, fumei foi no final de novembro e novamente voltou a mesma bad trip. 
      Eu gritava, chorava e não me sentia no corpo.. como se tudo não passasse de um sonho e por horas como se não significasse nada. Me esquecendo de quem sou e da vida que levo.
       
      Pois bem, este sábado sem fumar, sem consumir e sequer cheirar a maconha... novamente tive o efeito da mesma. Comecei a me sentir fora do corpo, como se estivesse sonhando, como se nada daquilo que estava vivendo no momento, fosse real e comecei a chorar sem sentir minhas lágrimas. 
      Mas não usei, sequer pensei em maconha neste dia. 
       
      Alguém sabe dizer se é normal? Ou já passou por isso?
    • Por mex530
      Bom Dia, tarde ou noite.
      Hoje venho relatar um tema pouco abordado, mas que pode existir muita dependência em indivíduos que se encontram melhor no mundo das ideias ao invés do mundo real.
      A abundancia de conteúdos pornográficos em nosso dia a dia, tanto em comerciais de TV, quanto nas propagandas da internet, quanto em sites adultos são de fácil acesso e diversas vias para se conhecer além do corpo, os próprios desejos e preferencias.
      Por conta disso, em muitos momentos de nossas vidas damos uma descontraida com nosso amigo lá de baixo e recebemos uma abundancia de dopamina.
      Em certos momentos, nos reprimimos (não em todos os casos) e preferimos ficar no nosso canto, nossa bolha pessoal do conforto. Nos isolando do mundo externo mergulhamos ao todo desejo do mundo da internet e caímos em sites pornográficos que nos mostram uma perspectiva a qual jamais iremos chegar, mas que satisfaz e nos alegra por mínimos através do ato da masturbação, tanto para homens quanto para mulheres.

      Com o uso da cannabis, em alguns indivíduos, acaba acrescentamos o habito de procrastinar em frente a tela e não sair para o mundo externo nascendo assim uma zona de conforto. 
      Quando saímos para o mundo externo, acaba gerando um caso desgovernado de ansiedade por não ser nada daquilo que criamos em nossa mente com a ajuda da internet e o individuo acaba voltando para a tela e seu conforto. Em alguns casos, em forums, pessoas com algumas dessas perspectivas são comparadas aos incels (uma referência a membros de uma subcultura online que se definem como incapazes de encontrar uma parceira romântica ou sexual). 
      A cannabis estimulando nossos sentidos, pode nos dar uma sensação muito maior de prazer, aumentando nossa auto-critica consideravelmente. 
      Mas o pós, a pós-masturbação para muitos é a pior parte, aquela "depressão" e auto-questionamento e penitencia: "Porque eu fiz isso?" "De novo..."
      Levando em conta que:
      'O consumo de maconha também diminui a produção de testosterona.
      (O estimulo natural do homem)
      e até 7 dias sem se masturbar aumenta a testosterona em 45%'
       
      Faço a vocês uma questão a ser discutida: quais os perigos da masturbação excessiva com o uso da cannabis?  Os maiores problemas que se pode enfrentar?  Como reverter esse quadro? 
       
      Alguns artigos que foram base: https://www.vice.com/pt_br/article/pgempm/masturbacao-beneficios-cientificos-pessoais
      https://www.yourbrainonporn.com/pt/rebooting-porn-use-faqs/any-connection-between-orgasm-abstinence-and-testosterone-levels/testosterone-research-versus-testosterone-myths/#abstinent 
      https://mundoh.com.br/seducao-pratica/o-mal-da-masturbacao/
      https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/maconha-entrevista/


       
×
×
  • Criar Novo...