sano

Ilegal - Vídeo Mostra Como Derivado Da Maconha Ajudou Menina Com Epilepsia Grave

Recommended Posts

Vídeo mostra como derivado da maconha ajudou menina com epilepsia grave

A brasileira Any Fischer, 5 anos, sofre da síndrome de CDKL5, um problema genético raro que causa uma epilepsia grave e sem cura. Aos 3 anos, ela conseguiu andar, mas, em poucos meses, perdeu quase tudo o que havia conquistado em seu desenvolvimento. Ela sofria cerca de 60 convulsões por dia. A família, inconformada com a situação, foi atrás de uma alternativa e ficou sabendo sobre os benefícios do canabidiol (CBD), substância extraída da maconha e proibida no Brasil.

O CBD é um componente da maconha que não dá "barato". Seu único efeito colateral conhecido é causar sono. A substância tem sido usada como remédio em parte dos Estados Unidos e Israel, entre outros países. Com o componente, as convulsões diárias de Any sumiram. "O que ela perdeu em quatro meses, o canabidiol devolveu em nove semanas", conta a mãe, Katiele, em um documentário lançado nesta quinta-feira (27), em São Paulo.

O uso de CBD para crianças com epilepsia se popularizou a partir do ano passado, nos EUA, após a divulgação do documentário "Weed", da CNN, que mostra como a substância mudou a vida de uma outra menina que sofre de uma forma rara de epilepsia. O filme americano contou com o neurocirurgião Sanjay Gupta, que, depois de conhecer casos como o da criança, chegou a publicar um artigo em que pede desculpas por um texto escrito anos antes, em que se manifestava contrário o uso medicinal da maconha.

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/03/27/video-mostra-como-menina-se-livrou-de-convulsoes-com-derivado-da-maconha.htm

Apoio à campanha:

http://catarse.me/pt/repense#about

  • Like 15

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu vi esse documentário e achei ótimo, está muito forte.

A única coisa que eu não entendi até agora, é pq o tópico que eu iniciei ontem com esse documentário não foi para o fórum até agora?!

deixa quieto. as vezes acontece muita coisa estranha neste fórum...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu vi esse documentário e achei ótimo, está muito forte.

A única coisa que eu não entendi até agora, é pq o tópico que eu iniciei ontem com esse documentário não foi para o fórum até agora?!

deixa quieto. as vezes acontece muita coisa estranha neste fórum...

Desculpe, não tinha visto seu post!

Vai ele quotado abaixo

Galera ta no portal UOL a manchete do novo documentario brasileiro sobre Cannabis, vejam lá nesse link

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/03/27/video-mostra-como-menina-se-livrou-de-convulsoes-com-derivado-da-maconha.htm#fotoNav=7

A chamada mostra que vai ser muito pesado.

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

adorei e compartilhei já..

Esse é o caminho.. esfregar na cara dos reaças td q a gente sabe... Parabéns aos idealizadores!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Simplesmente lindo!
Me enche os olhos de lágrimas e faz perceber que a luta não é em vão.
Quando comecei o ativismo, tomei muitos tapas na cara. Amigos, família, mídia...
Hoje não os olho com angústia ou raiva, mas com um sorriso pois vejo a mudança que o ativismo está fazendo, e como muitas pessoas estão se beneficiando com a luta.

Entrei no ativismo no primeiro momento que descobri que a cannabis havia reduzido tumores cerebrais em ratos, numa pesquisa espanhola. Topei com a pesquisa enquanto fuçava a web para convencer minha namorada que a cannabis não era aquele demônio que era pintado pela mídia. Quando li sobre a pesquisa, entrei em choque. Colou as placas do cérebro. Minha mãe havia falecido questão de 2 anos antes justamente da doença que estavam pesquisando em ratos. Glioblastoma multiforme. Uma espécie de câncer cerebral, terminal e no máximo chega a 2 anos de luta. Lutamos até o fim e tentamos de tudo, mas na época, não sonhava dos efeitos da cannabis sobre o câncer.
E lá estava eu, olhando para uma pesquisa que poderia ter dado uma melhor qualidade de vida ou quem sabe, ter permitido passar mais tempo com minha mentora. (segue um link aqui para consulta http://www.newscientist.com/article/dn6283-cannabis-extract-shrinks-brain-tumours.html#.UzWQI6hdXIY)
Os anos passaram e muita coisa aconteceu. Muita coisa mudou. A mudança ainda vai continuar até o dia que nos veremos livres da proibição. Na minha opinião, uma mudança para um mundo um pouco melhor de se viver.
Parabéns a todos os ativistas que ao longo dos anos vêm galgando terreno.
Obrigado GR por ter sido um das minhas maiores fontes de conhecimento sobre o tema e o melhor espaço para discuti-los.

:emoticon-0137-clapping::emoticon-0137-clapping::emoticon-0137-clapping:

  • Like 8

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal gostaria muito q a maconha medicinal acontece no brasil....salvaria muit gentr ......mais no brasil os poiticos tao nem ai para medicina......minha mae tem problema de mal de parkison...ela nao para de tremer a mao....issu me deixa contrangido n ao existe remedio que melhore essa doenca........vo tentar trazer umas seeds que so tenho cbd e tentar fzer uma experiencia culinaria para verse funciona........vi um materia da usp q deram uma boa melhorada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse vídeo me encheu os olhos de lágrimas.

Tenho muita fé de que, o quanto antes, nossos esforços vai ajudar e salvar muitas vidas!

Paz!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desculpe, não tinha visto seu post!

Vai ele quotado abaixo

Que isso Sano tranquilo, na real o objetivo é informar não importa quem seja o portador. E esse documentario ta mt foda, quero ver qual será a reação dos anti, nego é tão idiota que eu ja vi imbecil comentando que deviam prender a mãe da Any por tráfico. ouvir isso é foda :cadeirada:

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Quando a gente ficou sabendo do CBD e decidimos importar, nós tínhamos a consciência de que era um produto derivado da cannabis sativa e por este motivo ilegal no país. Mas o desespero de você ver a sua filha convulsionando todos os dias, a todos os momentos, é tão grande que nós resolvemos encarar e trazer da forma que fosse necessária, mesmo que fosse traficando e foi o que a gente fez. A palavra é essa: traficar."

Isso que é uma mulher guerreira!

  • Like 7

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CARVALHO! Lindo o vídeo, e mais importante ainda é que é um relato brasileiro neste momento que o debate neste medíocre país está a tona como "nunca antes na história deste país".

Sabemos de reportagens e vídeos gringos com o mesmo teor, mas estes, praticamente só nós neste país temos conhecimento. Ter uma família brasileira expondo o drama que vive pela doença do filho e que, a única maneira de lhe proporcionar mais conforto é recorrer ao "contrabando", "tráfico" devido as leis absurdas contra a canabis, é fenomenal! E digo isso não é pq queremos usar a justificativa "medicinal" para podermos nos "recreacionar", as propostas q temos em tramitação são francas e objetivas. Não quero usar canabis pra lazer com justificativa medicianl, uso pra lazer por lazer! Bem como defendo o uso medicinal, por medicina!.

E ainda no final, pisa neste órgão incompetente e de interesses escusos q é a Anvisa.

Principalmente dps q ter me tornado pai, ver uma criança sofrendo assim me sensibiliza ainda mais. O sofrimento da criança q não poderá ter uma infância normal, bem como a dos pais, é aliviado por uma planta q é até, digamos, "banal". Se meu filho tivesse algum problema, ou se um dia vier a ter um filho q tenha algum problema com o qual possa tratar com canabis, faria sem exitar.

Parabéns aos pais desta linda garota e tbm a garotinha, q poderá ter uma vida com melhor qualidade.

E como era mesmo aquele argumento dos proibicionistas: "Salvem as criancinhas" pois então, estão sendo salvas! Não poderia haver ironia melhor que essa.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Você vai vendo como o tsunami verde invadiu o globo como nunca antes visto! O poder da informação está aí!

É emocionante esse vídeo e não dá nem para imaginar como é esse tipo de situação de fato, pelo vídeo já é foda, imagina você viver isso com sua família? Ver seu filho(a) morrer e ficar parado? Tem que ter muito culhão para remar contra a maré!

Vamos compartilhar esse vídeo ao máximo!

Imagina quantas pessoas em sofrimento terminal, intermediário e inicial poderão ser salvas ou no minimo ter o sofrimento amenizado?

Salve vidas! Compartilhe!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você vai vendo como o tsunami verde invadiu o globo como nunca antes visto! O poder da informação está aí!

É emocionante esse vídeo e não dá nem para imaginar como é esse tipo de situação de fato, pelo vídeo já é foda, imagina você viver isso com sua família? Ver seu filho(a) morrer e ficar parado? Tem que ter muito culhão para remar contra a maré!

Vamos compartilhar esse vídeo ao máximo!

Imagina quantas pessoas em sofrimento terminal, intermediário e inicial poderão ser salvas ou no minimo ter o sofrimento amenizado?

Salve vidas! Compartilhe!

E já tem gente nos comentários dizendo ter problemas em casa semelhante e querendo mais informações sobre a família!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vem muito mais por ai! Essa casa verde aqui está em todas!

  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vei, masi uma vez, fico impressionado com os comentarios da galera do contra.

Cada coisa pior que a outra. So nao fico mais puto pq sei q a galera nao tem a informação que precisa.

Porra, nego acha que o cara começa a fumar maconha, ai dps vai beber, fumar cigarros, xeira po e se acabar no crack.

Tomara, tomara, que a decisao para a legalização nao depende do voto popular, pq ai tenho certeza que estaremos FUDIDOS!

Vai ser tipo: 80% contra, 20% a favor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sinceramente desejo que nenhum desses caras que escrevem essas merdas tenham filhos com epilepsias raras como Dravet e Rett ou CDLK5, e que precise "traficar" para dar tratamento digno a seus filhos.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vei, masi uma vez, fico impressionado com os comentarios da galera do contra.

Cada coisa pior que a outra. So nao fico mais puto pq sei q a galera nao tem a informação que precisa.

Porra, nego acha que o cara começa a fumar maconha, ai dps vai beber, fumar cigarros, xeira po e se acabar no crack.

Tomara, tomara, que a decisao para a legalização nao depende do voto popular, pq ai tenho certeza que estaremos FUDIDOS!

Vai ser tipo: 80% contra, 20% a favor.[/quote

Concordo com vc brother e também temo por isso

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alguém já enviou esse vídeo pro Jean e pro Cristovão?

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Esse artigo fala os principais tópicos de um livro do N.Chomsky chamado "Visões alternativas" sobre metodos conhecidos de manipulação de opinião pública. Vejam como quase todos os grupos de interesse se utilizam deles (inclusive o movimento pela legalizaçnao da maconha)

"1. A estratégia da distração – O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração, que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites sociais, políticas e econômicas. É o que Chomsky chama de “armas silenciosas para guerras tranquilas”.

2. Criar os problemas e depois oferecer as soluções -Este método também é chamado de problema→reação→solução Cria-se um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este se torne “suplicante” (clamor) das medidas que se deseja implantar.

3. A estratégia da gradualidade – Para fazer que se aceite uma medida inadmissível, basta aplicá-la gradualmente, a conta-gotas, num prazo alargado.

4. A estratégia do adiamento – Outra maneira de provocar a aceitação de uma decisão impopular é a de apresentá-la com “dolorosa e necessária” (o “cortar na carne”), obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura.

5. Dirigir-se ao público com se ele fosse uma criança -A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discursos, argumentos e imagens particularmente infantis, muitas vezes a roçar a debilidade (com desenhos, animaizinhos, criancinhas), como se o expectador fosse uma criança ou um deficiente mental. Um conhecido “âncora” da Rede Globo disse em off, que o brasileiro tem mentalidade de Homer Simpson.

6. Utilizar a emoção acima da reflexão – Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para injetar ideias, e mensagens. Isto acontece em comerciais de tevê, programas políticos, campanhas sociais, aulas e encontros de igreja, etc.

7. Manter o povo na ignorância, alimentando ideais medíocres -A qualidade da educação dada às classes socialmente inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância entre estas e as classes altas permaneça inalterada no tempo, e seja impossível alcançar uma autêntica igualdade de oportunidade para todos.

8. Estimular uma complacência com a mediocridade -A vulgaridade, incultura, e o ser mal-falado ou admirar personagens sem talento, estão na moda.

9. Reforçar o sentimento de culpa pessoal – Fazer crer ao indivíduo que ele é o maior (ou único) culpado por sua própria desgraça, por insuficiência de inteligência, de capacidade de preparo ou de esforço.

10. Afirmar que conhecem as pessoas melhor do que elas próprias – Os sistemas de informática “espionam” a vida das pessoas, usuários desses programas. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce controle e poder sobre os indivíduos, superior ao que eles pensam que realmente tem. Fonte:http://site.adital.com.br/site/index.php?lang=PT"

Ps O ancora da globo de que fala o texto, pra quem nao sabe, é o W.bonner.

Editado por Jahbaa the Hut
  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Conteúdo Similar

    • Por Saviovf
      Eu dei uma choradinha ....
      Foi lançado em  29 DE MAIO 2019 
      Soube via Hempadao .
      Pessoal  , estou sem palavras  ... nem 3 mil  no Youtube ....
      Acho que todos os usuários deveriam pelo menos tentar ver ...
      Abs
       
    • Por highbythebeach
      Olá, estou buscando tirar dúvidas e encontrar experiências de outras pessoas. Abri essa enquete, pois estou sofrendo males no intestino e vou fazer uma colonoscopia para descobrir o que me afeta. O fato é que sinto muito desconforto (algumas dores) e constipação (intestino preso), tomei muitos remédios e eles não ajudaram em nada a não ser em intoxicar meu fígado. Gostaria de saber quais efeitos você sentiram com o uso da cannabis no intestino/estômago usando a planta como tratamento, também gostaria de saber se alguém com síndrome do intestino irritável/doença de crohn como se sentem com o uso da cannabis.
    • Por urzadota
      Segue o vídeo ensinando: https://www.youtube.com/watch?v=1VNSvkZ_D_c
    • Por Careca Dos Dreads
      Salve rapaziada,tudo certo?
      Bom, a um tempo atrás tive uma crise de ansiedade devido a um coma alcoólico q despertou isso em mim.Eu já fumava antes disso acontecer, mas só as vezes, e depois do acontecimento a erva me ajudou bastante,tava fumando um Beck por dia depois de uma pedalada na praia olhando o pôr do sol e me fazia muito bem. Acontece q criei um pensamento q não queria depender de nenhuma coisa externa pra me sentir bem comigo e fiquei preocupado e com medo de estar viciado na erva. 
      Comecei a fumar só final de semana, mas nao deu muito certo pq chegava segunda feira e me dava um pouco de abstinência, eu conseguia não fumar durante a semana, mas às segundas e terças eram difíceis por causa disso. 
      Enfim, vi uma informação na internet q as pessoas mais propícias a se viciarem na erva são jovens com ansiedade, e isso me deixou em dúvida se deveria voltar a fumar, pois sinto falta do bem q a maconha me fazia, mas também tenho medo de ficar viciado.
      Queria saber a opinião dos senhores a respeito.
      Valeu rapaziada.