Ir para conteúdo
Growroom

Proposta De Reação À Aprovação Da Pl7663/10 - Dep. Osmar Terra


Recommended Posts

Pessoal,

não tenho tido muito tempo para o fórum nos últimos dias, mas depois de termos visto a aprovação da PL 7663, do sem vergonha do exmo, dep. Osmar Terra, venho aqui de forma objetiva propor duas ações.

Independente da tramitação da matéria, o fato de ela ter sido aprovada já demonstra que nosso panorama não tem previsão de mudança, no que depender de responsáveis por formular nossas leis, ou seja, esses mas de 300 picaretas que se escondem no congresso e são os principais culpados pelo mau cheiro da nossa política.
Portanto, acredito que já devemos começar a organizar dois movimentos:

- ataque às mídias contra o deputado Osmar Terra, e seus apoiadores (deputados que votaram favoráveis á PL).

criar imagens, depoimentos, releases, memes, etc que falem que este sem vergonha, bombardeá-lo via redes sociais e outras formas. contra-campanha na próxima eleição, pedindo para que NÃO VOTEM...

- organização de uma manifestação contrária à PL pela legalização, em 3 a 6 meses, que possa mobilizar todos os movimentos, e reunir maconheiros e defensores da causa do país inteiro, em Brasília. E eu estou falando de TODOS mesmo, sem distinção!

Não tenho muto mais, nem muito o que discutir, acredito que temos que ser objetivos, e mais do que nunca, devemos reagir, partir para o ataque!

E vocês, o que pensam?

  • Like 10
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

A primeira coisa q me vem na cabeça, apesar ter como rolar neste ano, seria a Marcha da Maconha acontecer em uma única dia em todas as capitais e demais cidades. Acredito que teria mais impacto do que em dias esparsados.

A segunda parada q me vem na mente e é bastante prática: utilizar o avaz pra fazer uma abaixo assinado contra este maldito PL. Todos aqui no GR fazermos uma força tarefa pra chegar no maior número possível de assinaturas e entregarmos isso em Brasília. Não surti efeito prático, mas assim como houve contra o Renan Calheiros, faz um certo barulho na mídia....

Em terceiro, bom, em terceiro vou fumar um para tentar ter uma idéia mais brilhante....

  • Like 6
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Se eu for á brasília não volto pra casa sem mudanças. Nem que saia de lá num saco do IML.

O foda que eu acho que pra conseguirmos alguma coisa teremos que agir como ''marginais''. Digo isso pq com toda certeza iriamos ser repreendidos pela PM ou tropa de choque. E na boa não gosto de ser esculachado já que é pra botar a cara ou vai ou racha. Se ninguém quer enchergar a realidade por bem alguma postura enérgica deve ser tomada.

Na boa eu prefiro me matar a saber que meu dinheiro suado vai parar na conta de algum evaagélico filho da puta.

''comunidade$ terapeutica$'' my ass

  • Like 5
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não é para "amanhã", é para "ontem". Não adianta esperar sentado queimando um como um bom maconheiro, porra!!

tão gozando na nossa cara, e a gente fica de boca aberta esperando? O mundo inteiro para frente, o nosso congresso nos puxando para trás, só para que eles possam se perpetuar naquela merda?

Já leram 1984? ENTÃO LEIAM!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Não tem nenhum coelho pra eu tirar da cartola agora ....sei lá, fora ataque às mídias ou qq outra coisa utilizando a net, qq mobilização não acontece do dia pra noite....mas de qq forma vamos lá galera, se manifestem!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

pra mim, primeiro devemos diferencia as coisas.

as pessoas acham que a cannabis é pior que o CRACk, temos que tirar isto da cabeça das pessoas.

nossa guerra é pra ser a favor da liberação da CANNABIS, e nao das DROGAS.

aproveitar ai essa onda que ta rolando no mundo sobre cannabis medicinal, e fazer barulho tambem.

quem tiver o dom ai de fazer uns videos mostrando a diferença dos usuarios de crack dos maconheiros.

mostrando que quem rouba sao os noiados, os efeitos da cannabis e o do crack etc.

depois mostrar como legalizando o cultivo caseiro, podemos combater o trafico.

obs: temos que mostrar que é um absurdo um usuário de uma planta, pode pegar uma pena maior que a de um assassino.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

pra mim, primeiro devemos diferencia as coisas.

as pessoas acham que a cannabis é pior que o CRACk, temos que tirar isto da cabeça das pessoas.

nossa guerra é pra ser a favor da liberação da CANNABIS, e nao das DROGAS.

aproveitar ai essa onda que ta rolando no mundo sobre cannabis medicinal, e fazer barulho tambem.

quem tiver o dom ai de fazer uns videos mostrando a diferença dos usuarios de crack dos maconheiros.

mostrando que quem rouba sao os noiados, os efeitos da cannabis e o do crack etc.

depois mostrar como legalizando o cultivo caseiro, podemos combater o trafico.

Amigo acho que vc está um pouco desatualizado sobre o assunto drogas. Já pensei como você um dia mas hoje percebo que estava muito errado.

Vai ai algumas informações bacanas pra você refletir seus pensamentos.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Já ultrapassamos essa etapa. Sò não sabe quem não quer.

Não quero debater o motivo, ou como fazer, quero debater uma reação ao ocorrido.

Vamos manter o foco, quem não concorda que essa PL é absurda e altamente retrógrada, e deve ser sim, combatida, e repudiada, nem precisa postar para não entrar no off-topic.

Marcha dos 100.000 maconheiros, contra a criminalização e pela legalização. Eu acredito!

  • Like 7
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Concordo que precisamos nos mobilizar,

Raito você acou errado, a ideia aqui não é promover a legalização, mas juntar o maior número de pessoas possíveis contra esse projeto de lei, a idéia é a mobilização pra essa batalha.

Seria bom começarmos a procurar os coletivos que organizam a marcha para tentar costurar alguma coisa e conclamar também outros movimentos, como o pessoal do moviemento antimacomial.

  • Like 6
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Marcha dos 100.000 maconheiros, contra a criminalização e pela legalização. Eu acredito!

Eu volto a frisar a Marcha da Maconha...acho a maneira mais facil de chegar nisso, tipo nem q jogasse todas pra última data do calendário, sei q tá meio em cima da hora e já rolou em várias cidades, mas tem em várias capitais pra rolar ainda, fora cidades de grande porte tbm. Tinha q adiar tudo e fazer junto e claro também q a Marcha tinha meio q "ganhar esse tema".

São vários coletivos e tal, todos tinham q "se conversar", tem questão de comunicação com prefeitura, polícia mas ae, mas alguém aqui da casa com mais contatos podia ter a iniciativa de disparar para todos esta questão para organizar....não sei se daria tempo tbm, até 20/07 (dia da última marcha) mas o ideal até seria se isso rolasse antes de passar no senado, ou pelo veto da Dirma.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

posso estar desatualizado mesmo, mas nao estou errado não.

sempre que esta rolando alguma coisa sobra a cannabis, logo ela é comparada ao crack.

Sim mas esse é o ponto.

O crac só existe por conta da proibição da cocaína. Posso estar errado até mas produzindo cocaína de qualidade e tendo centros pra usuários não vejo necessidade do governo produzir crac.

É basicamente a mesma droga, porém o efeito do crac é mais devastador justamente por ser uma droga clandestina sem controle de qualidade nenhum.

Antes que alguém venha achar ruim a minha opnião já deixo explanado que não sou a favor de ninguem usar crac mas sim de regulamentar toda e qualquer ''droga''.

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Nesse ponto, acho que as duas "posturas" em questão aqui estão parcialmente certas. Não há dúvida que, conceitualmente, a questão é legalizar ou regular as drogas hoje ilícitas que são consumidas culturalmente. Outra coisa, de suma importância nos dias atuais, dada a dificuldade de se discutir a matéria com a ignorância que prepondera nos lares brasileiros (senhores, não se esqueçam que o congresso foi eleito por estes lares), é importante que a maconha seja percebida como o álcool ou o tabaco, de forma que possamos ter uma luz no cenário atual...

A verdade é que cocaína é diferente de maconha. Claro que também é possivel seu uso recreativo, mas isso NÃO passa pela cabeça do cidadão médio e mais, não existem experiências relevantes onde a cocaína seja legalizada e é óbvio e ululante que não teremos um lugar para dar um teco sem vender álcool, porque isso não faria sentido na cabeça de niguém que cheira de modo recreacional...

Enfim, maconha não é a porta de entrada para as drogas em geral e sim o álcool.

Cannabis é uma droga consumida de modo massivo pela população, diferentemente de cocaína por exemplo...

Cannabis é uma questão sócio-cultural de relevância absurda porque há um consenso que é uma droga leve (sem contar os infinitos aspectos medicinais que PRECISAM ser endereçados em legislação especial). Se tivéssemos um tratamento semelhante ao álcool (no mínimo, pois o lado medicinal da maconha justifica uma legislação ainda menos repressora que o álcool), certamente todos estaríamos muito satisfeitos e em política é preciso ter foco.

Não que a bandeira da descriminalização como um todo deva ser afastada, mas hoje ficou muito claro para mim, assistindo aquela panaceia na camara, que, na hora que o debate entra na comparação de maconha e álcool, a coisa ferve para o nosso lado, porque cada vez mais a medicina (até o Laranjeira) admite que o álcool é um problema de saúde pública, mais relevante que a maconha, que afeta 10% dos "doentes" no país...Imagina!? A parada é estilo câncer! Achei que faltou explorar esse ponto no debate na cultura essa semana...

Enfim, os dois tem razão, mas do ponto de vista do pragmatismo político, temos que desvincular a maconha do crack e vincular a atividades recreacionais como o álcool. Não pode propaganda, exceto em mídias especializadas, o produtor comercial é fiscalizado e recolhe impostos, etc...

Vale a reflexão. Se queremos algo no médio prazo, é melhor vermos essa lei como a Lei do Crack (até porque internação compulsória para maconheiro não se sustenta em tribunal nenhum, mesmo no Brasil) e lutarmos por um tratamento diferenciado para a Maconha. Esta precisa urgente de uma lei própria, porque é uma erva única, com uma cultura milenar MUITO peculiar e substancialmente diferente de outras drogas ilícitas como a cocaína, o ecstasy, etc...

Abraços e tamo na luta.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sim mas esse é o ponto.

O crac só existe por conta da proibição da cocaína. Posso estar errado até mas produzindo cocaína de qualidade e tendo centros pra usuários não vejo necessidade do governo produzir crac.

É basicamente a mesma droga, porém o efeito do crac é mais devastador justamente por ser uma droga clandestina sem controle de qualidade nenhum.

Antes que alguém venha achar ruim a minha opnião já deixo explanado que não sou a favor de ninguem usar crac mas sim de regulamentar toda e qualquer ''droga''.

Sendo realista, exceto os países andinos, acho muito difícil que cocaína seja legalizada nas américas, porque falta o substrato cultural que existe nos andes. Além disso, embora eu tenha convicção que exista uso recreativo de cocaína, também sei que é muito mais fácil alguém ter problemas com o uso de cocaína do que com maconha... Se fincarmos o pé nisso no debate político, perdemos muito em eficácia do discurso e perdemos a oportunidade de ter um tratamento diferenciado para a cannabis....

Note como os modos de produção seriam diferentes, quantidades aceitáveis para uso recreativo seriam difíceis de lidar, a produção e distribuição seria um negócio do estado no caso da cocaína ou das farmacêuticas e seria muito mais controlada... a forma de produção e distribuição da cannabis poderia funcionar de modo muito mais liberal, sendo simples sua produção, etc...

Além do que, o uso da cocaína, principalmente se de boa qualidade, pode levar a morte, sendo que a maconha só vai levar a morte em conjunto com outra condição especial de saúde, porque cannabis mesmo não mata ninguém, nem que o cara se esforce muito....

Fica aí mais uma opinião para refletirmos.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Concordo em partes.

Porém falamos bem da cannabis não só por todos os argumentos que vc disse que ao meu ver são todos válidos, mas principalmente porque todos aqui adoram ganja.

Alguns países sulamericanos tem por cultura mascar a folha da coca e isso é considerado normal pra eles então pq encriminalos por isso?? Mesmo peso mesma medida pra todas as drogas é o mais certo.

Talvez com a legalização da folha da coca nem exista mais a produção de cocaína já que envolve uma série de substâncias qimicas fudidas como gasolina, ac. sulfúrico etc.

Talvez simplesmente vendam as folhas prontas para serem mastigadas, ou em saches para o preparo de chás ou simplesmente a coca cola mostrando sua composição no rótulo de sua embalagem.

O que não podemos é continuar na hipocrisia e proibir qualquer droga que seja.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Sendo realista, exceto os países andinos, acho muito difícil que cocaína seja legalizada nas américas, porque falta o substrato cultural que existe nos andes. Além disso, embora eu tenha convicção que exista uso recreativo de cocaína, também sei que é muito mais fácil alguém ter problemas com o uso de cocaína do que com maconha... Se fincarmos o pé nisso no debate político, perdemos muito em eficácia do discurso e perdemos a oportunidade de ter um tratamento diferenciado para a cannabis....

Note como os modos de produção seriam diferentes, quantidades aceitáveis para uso recreativo seriam difíceis de lidar, a produção e distribuição seria um negócio do estado no caso da cocaína ou das farmacêuticas e seria muito mais controlada... a forma de produção e distribuição da cannabis poderia funcionar de modo muito mais liberal, sendo simples sua produção, etc...

Além do que, o uso da cocaína, principalmente se de boa qualidade, pode levar a morte, sendo que a maconha só vai levar a morte em conjunto com outra condição especial de saúde, porque cannabis mesmo não mata ninguém, nem que o cara se esforce muito....

Fica aí mais uma opinião para refletirmos.

Continuo concordando, mas ainda não acho o programa mais certo e na verdade apenas sanaria parte do problema.

Ainda existiria tráfico de drogas com mortes diárias, guerra urbana, etc...O dinheiro mesmo que numa parcela menor ainda circularia na esfera criminal e não na prevenção com educação de ponta aos jovens e assistencia médica de qualidade aos usuários, dinheiro esse taxado da produção e venda das drogas.

Enfim é um assunto que da pano pra manga.

Ainda existiriam prisões injustas. muitos usuarios continuariam sendo presos.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Velho, estou do mesmo lado que você, sem dúvida. A questão é que o modelo de legalização da cannabis, não será o mesmo da cocaína. Folha de coca é outra história e já é legalizado nos países dos andes (balinhas, chás, folhas in natura, etc), em razão do substrato cultural, mas a cocaína não...

Temos que considerar que um modelo de legalização vai regular o modo de produção e distribuição do produto final (no nosso caso, principalmente, o bud)... Certamente os tratamentos poderiam ser muito mais flexíveis do que em relação à cocaína, ecstasy ou qualquer outra droga...

Edited: vi agora seu post e concordo contigo, o problema não resolveria completamente, mas certamente reduziria muito... Poderíamos aqui, ao menos, sermos nós mesmos ao invés de nicknames ocultos e guardando sigilo sobre nossos hobbies de cultivo e de maconha...

Editado por planta
  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Alguns países sulamericanos tem por cultura mascar a folha da coca e

isso é considerado normal pra eles então pq encriminalos por isso??

Mesmo peso mesma medida pra todas as drogas é o mais certo.

folha da coca é uma coisa a cocaina é outra.

a cannabism fumamos a flor, tirada do pé, totalmente natural.

pra folha da coca virar cocaina, passa por um tanto de merda.

cheira uma carreira de cocaina da pura e voce morre.

fume um beck do puro e o maximo que acontece é voce ficar morgado ai na cama.

tamos do mesmo lado irmao, so acho que se focarmos por enquanto só a legalização/descriminalização da cannabis,

seria melhor recebido pelo governo.

volto a repetir, vamos nos concentrar na cannabis. caso contrario perderemos o embalo do mundo a fora ai.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

folha da coca é uma coisa a cocaina é outra.

a cannabism fumamos a flor, tirada do pé, totalmente natural.

pra folha da coca virar cocaina, passa por um tanto de merda.

cheira uma carreira de cocaina da pura e voce morre.

fume um beck do puro e o maximo que acontece é voce ficar morgado ai na cama.

tamos do mesmo lado irmao, so acho que se focarmos por enquanto só a legalização/descriminalização da cannabis,

seria melhor recebido pelo governo.

volto a repetir, vamos nos concentrar na cannabis. caso contrario perderemos o embalo do mundo a fora ai.

Respeito sua opinião Raito, mais seu pensamento é no minimo egoísta, e se hoje o problema ta nessa escala é justamente por omissão, comodismo e interesse, forte interesse de pessoas que estão ganhando muito para fazer com que outras pessoas pensem assim!

Seja crack, cocaína, tabaco, álcool, maconha, oque fode tudo não é somente a droga, mais a proibição, o medo do contato nem que seja com a palavra, conheço pessoas que tem medo de falar a palavra "Crack ou Maconha", não adianta legalizar ou descriminalizar a maconha e deixar todas as outras de fora, o mercado violento do tráfico mata mais que as drogas não se esqueça disso!

  • Like 4
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

o mercado violento do tráfico mata mais que as drogas não se esqueça disso!

concordo 100%, não é pensamento egoísta nao maninho, é apenas sendo realista.

voce nao ganha uma guerra logo de cara, voce tem que ir conquistando pouco a pouco.

NAO tem como, ja descriminalizar todas as drogas assim.

quando voce fala a palavra DROGA, ou CRAC ou COCAINA, com algum careta, eles logo imagina o capeta e tapa os olhos e os ouvidos.

ja a maconha ta caindo na mídia, as redes sociais e vários países estao comentando sobre ela, e devemos nos manifestar, a hora é agora.

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Irmãos, um ponto relativo a essa discussão que eu não sabia e que acabei de descobrir na matéria do" Bom dia Brasil", da globo, é que a internação compulsória depende de um pedido da família e do aval de um médico. antes, eu achei que estávamos sujeitos a sermos julgados necessitados de internação por parte do Estado, mas pelo visto isso depende antes do bem-estar e demanda da família. Não acho que a medida seja interessante, contudo a situação de risco que via tangenciar o nosso cultivo pelo visto não é tão crítica. A abertura para a arbitrariedade é um pouco menor do que eu acreditava.

De qualquer maneira, a simples cogitação de internação de um sujeito maior de idade, responsável por suas ações e livre no entendimento e decisões relativos à sua conduta, é um absurdo passo retrógrado. Mesmo com o poder e ameaça do Crack, não se justifica voltar as passos da ditadura, tão explicitamente retrógrados e paradoxais dentro de uma democracia.

A maior necessidade parece ser esclarecer as famílias sobre as drogas, para que estas não cogitem internar seus usuários das mesmas. E também sobre corrupção, história e real situação política do País... Fechando com um clichê do Bueno, na Natgeo: "Um povo que não conhece a sua história esta condenado a repeti-la."

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Instituir uma META. Exemplo: O movimento cannábico, tem como meta para os próprios 3 meses, mobilizar 20 mil maconheiros numa MARCHA EM BRASÍLIA. COM APITAÇO, vuvuzelas, difusão das cultura brasileira, com muita animação.... ASSIM COMO FOI E SEMPRE SERÁ AS MARCHAS DA MACONHA, MAS AGORA DE FORMA MAIS AGUDA, unida e propositiva. Demonstrando o retrocesso do PL de osmar terra.

NOTEM, A MARCHA PARA TER UMA MAIOR REPERCUSSÃO TEM QUE SER EM BRASÍLIA. PASSAR 30 MINUTOS APITANDO NA PORTA DO CONGRESSO NACIONAL EM VIA PÚBLICA.

  • Like 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Só uma pergunta!!! Tudo bem essa PL foi aprovada. Agora basta um bando de incompetentes corruptos aprovar uma uma PL, ainda mais em pacotes com outras PLs, para ela sair por ai valendo? Ainda mais nessa esfera?

Não pode ser barrada por alguém numa esfera superior? Por que se a judicial e executivo estiverem de acordo com tudo isso. Então virou uma VERGONHA NACIONAL!! (e consequentemente internacional)!!

Se for assim, realmente o país não tem mais conserto!! Chegou a hora de irmos para rua. Não podemos esquecer que quando é preciso, a união pode derrubar Colors!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Tópicos

  • Posts

    • Esse estudo da Rx foi postado aqui (não lembro por quem) em abril ou maio do ano passado. Mas não estava ainda esmiuçado em forma de texto como vc postou... Era um vídeo, todo em inglês obviamente, numa live de um jornalista com cientistas do laboratório. Eu já tava na secura pra não fazer flush, porque tava com um ciclo com 18 plantas e tinha planejado comprar um tonel de azeitona (250 litros) pra guardar a água que usaria pros flushs... Resultado - assisti ao vídeo (que continha as conclusoes expostas aqui) e abandonei flush desde então. Em setembro colhi meu quarto ciclo sem flushar, desde então, e  vério, pode ser empirismo, placebo, o que for... Planto e fumo meu baseado desde 2012 e não senti NENHUMA diferença.. .Nem pior, nem melhor.. Igual!   Agora o tempo de secagem, esse sim, faz MUITA diferença. EU gosto de secar na própria estufa, no escurinho, e uso um umidificador no QUARTO, não na tenda, pra manter uma umidade mais amena e que permita secar em pelo menos 15 dias. Meu ultimo ciclo elas ficaram 19 dias secando pra chegar no ponto, e tá uma DILIÇA de cheiro rapaziada.    Flush é só pra quem erra mão em fert.. Pra colher não precisa! Definitivamente. Mas o tempo de secagem... ahhhh esse faz diferença demais!
    • Cara, no meu último ciclo tive uma planta BEM curiosa tb. Ela é uma Bruce Banger, eu tinha 3 seeds dela e 2 vieram normais e a outra veio... sem cotilédone! Não achei que fosse sobreviver, já que não teria nutrição básica e eu não poderia fertilizar de cara, mas como ela brotou eu pensei "de algum lugar ela teve energia". E deixei rolar! Ela não tinha folhas, era atrofiada mesmo... Saíam dois microbrotinhos que nem com microscópio de ver tricoma conseguia enxergar direito, mas "parecia" ser folha.  Quanto as suas irmãs já estavam com uns 15 cm mais ou menos, ela começou a nascer - acreditem - ramos laterais! FOi como se ela tivesse passado por um top cut, então ela já "nasceu ramificada de fábrica" digamos assim.   Ficou menor, não rendeu muito, mas valeu a pena manter a bichinha lá, me rendeu 23g seco kkkkkkkkkk   Abraxxxxxxxxxxx e sucesso aí irmão!   
    • Cara, vc cita ali que usa o solo sem nenhum tipo de fertilização. Vc tocou a vega delas por quanto tempo? Qualquer solo pré montado, fertilizado, pode, eu disse PODE precisar de complementos posteriores... Se vc toca uma vega por 30 ou por 60 dias por ex, isso muda muito o comportamento da planta em relação a quantidade de nutrientes disponíveis no solo para o momento da floração...  Se vc tem semente, das duas uma: ou o macho que vc mencionou conseguiu abrir pólen antes de vc identificar, ou essa sua planta é uma herma... Então pra descobrir o que deu errado com ela, não adianta vc olhar como ela está HOJE, mas sim pensar no que vc fez 15-20 dias atrás. O seu Ph está baixo pra solo organico, fertilizado... Ph 6,3 eu toco aqui com solo 100% inerte na flora... Pra organico vc deveria sim estar entre 6,5 e 7,0, na minha humilde opinião...    Posta fotos irmão! Abrax
×
×
  • Criar Novo...