Ir para conteúdo
Growroom

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

adnelsinho, relato interessante cara.

Na boa, muito obrigado por ter falado disso, me deu coragem a falar de algumas coisas que vem acontecendo comigo também.

Cara, a ansiedade me pegou também e o estranho é que eu fumo há uns 6 anos e fumava bem mais antes e não dava isso, mas agora se eu der uns 7 trago eu já começo a sentir os batimentos "fugindo" de controle e quando mais eu foco em controlar mais parece que vai acontecer uma coisa ruim. Na boa, isso é uma bosta cara porque eu não consigo parar de fumar, e eu só fumo prensado e sei que é uma merda.

Tudo isso começou depois de um dia que eu fui em uma rave, tomei uma bala (dollar - verde) que não deu brisa nenhuma, então eu e meus amigos bolamos ~18g num beck só, começamos a fuma que nem uns loko, conforme o tempo ia passando um a um eles iam parando de fumar, até que só sobrou eu, e na boa tinha sobrado uns 30% do beck, mas eu simplesmente não conseguia fumar, então eu parei, mas logo depois bateu bad, eu comecava a falar pra eles que tava saindo sangue da minha boca e que queria embora etc, não conseguia ficar mais ali.

Enfim, depois disso cara eu nunca mais fumei um beck igual antes e depois de um tempo começou a me dar essas coisas do batimento cardiaco (ela vem com "forças" diferentes, sempre varia) e na boa é um saco porque ela vem logo depois que eu fumo, é inevitável, mas eu continuo fumando do mesmo jeito.

O que eu tenho a dizer, sei que pode parecer idiotice, mas depois que eu fumei além do meu limite na rave essa bosta começou, e porra mano, é trash demais cara, é como se fosse uma coisa que você sabe que pode controlar, mas não consegue.

Um ótimo dia a todos galera e por favor saibam a hora de parar porque eu me arrependo até hoje daquele dia de merda, mas como é impossível voltar no tempo, bora seguir a vida porque ela continua sendo maravilhosa do mesmo jeito.

Obrigado a todos pois pode parecer que não, mas já sinto que me ajudou bastante eu ter compartilhado isso com alguém, obrigado!

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 87
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Caros amigos cultivadores, andei tendo alguns problemas aqui com uso de sativas e como sou adepto do amor à planta, espero que só comentem quem puder agregar alguma informação ou ajuda. Não sou ne

mano adelsinho o cloridrato de fluoxicetina mais conhecido como PROZAC é anti depressivo mais tem como efeitos colaterais principalmente a falta de apetite e insonia. Cara sofro de panico a 5 anos e f

Mano estou tendo problemas de ansiedade tb.... nao tive nenhuma crise aguda como essa... mas recentemente venho tendo muitas crises menores sempre que fumo ...taquicardia, palpitações... fiz exames de

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

Salve rapaziada, tive a oportunidade de ler alguns comentários (não li todos) mas percebo que essa crise de "panico / ansiedade" não é tão anormal como eu imaginava. 

Bom, resumidamente o meu ocorreu depois de fumar muita erva em um dia só, acabei indo parar no hospital e fiquei internado durante 5 dias, fiz todos os exames de pulmão, coração e otorrino, como era de esperar, não tinha nada. Fiquei 3 semanas sem usar e aos poucos fui dando uns pegas pra ir sentindo (como a galera deu dicas), no começo rolou bem, mas voltei ao tabagismo também e nesta semana passei por tudo isto de novo, mas não fiquei internado e nem fui para o hospital. Sempre que fumei depois da internação, foram raras as vezes que consegui curtir a brisa 100% sem problemas, infelizmente sempre dá algo, por cima os sintomas em mim são:

- palpitação

- Apineia do sono (Acordar com falta de ar e não conseguir dormir)

- preensão do peito, realmente parece que estão esmagando o coração

- Falta de ar

Hoje estou tomando fluoxetina e entendi o limite do meu corpo, por mais bacana q seja sentir a brisa quando se fuma consideravelmente bastante, entendi que preciso de novo de um tempo para tudo voltar ao normal, aos poucos vou desmamar dos remédios (fluoxetina e stillnox para dormir) e quem sabe dando uns peguinhas também, mas como a maioria comentou, tem que ir de leve e ir sentindo a brisa. Infelizmente lendo os comentários descobri que a crise de ansiedade não é incomum, mas poderia ser muito pior, graças a isto fiz um checkup e pretendo me preocupar mais com a saude, algo que sempre achei ser de ferro. o Prolema está na cuca e agora é acompanhar o progresso.

A dica que dou (como passo isto pela segunda vez) é: tenham paciencia quando isto acontecer, nosso organismo não anda na velocidade que queremos, é melhor sossegar um tempo e conseguir retomar hábitos que nos fazem bem, do que continuar fazendo as mesmas coisas e agravar o problema.

Abraços!

jj

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom
Em 7/25/2016 at 18:43, Chiitus disse:

adnelsinho, relato interessante cara.

Na boa, muito obrigado por ter falado disso, me deu coragem a falar de algumas coisas que vem acontecendo comigo também.

Cara, a ansiedade me pegou também e o estranho é que eu fumo há uns 6 anos e fumava bem mais antes e não dava isso, mas agora se eu der uns 7 trago eu já começo a sentir os batimentos "fugindo" de controle e quando mais eu foco em controlar mais parece que vai acontecer uma coisa ruim. Na boa, isso é uma bosta cara porque eu não consigo parar de fumar, e eu só fumo prensado e sei que é uma merda.

Tudo isso começou depois de um dia que eu fui em uma rave, tomei uma bala (dollar - verde) que não deu brisa nenhuma, então eu e meus amigos bolamos ~18g num beck só, começamos a fuma que nem uns loko, conforme o tempo ia passando um a um eles iam parando de fumar, até que só sobrou eu, e na boa tinha sobrado uns 30% do beck, mas eu simplesmente não conseguia fumar, então eu parei, mas logo depois bateu bad, eu comecava a falar pra eles que tava saindo sangue da minha boca e que queria embora etc, não conseguia ficar mais ali.

Enfim, depois disso cara eu nunca mais fumei um beck igual antes e depois de um tempo começou a me dar essas coisas do batimento cardiaco (ela vem com "forças" diferentes, sempre varia) e na boa é um saco porque ela vem logo depois que eu fumo, é inevitável, mas eu continuo fumando do mesmo jeito.

O que eu tenho a dizer, sei que pode parecer idiotice, mas depois que eu fumei além do meu limite na rave essa bosta começou, e porra mano, é trash demais cara, é como se fosse uma coisa que você sabe que pode controlar, mas não consegue.

Um ótimo dia a todos galera e por favor saibam a hora de parar porque eu me arrependo até hoje daquele dia de merda, mas como é impossível voltar no tempo, bora seguir a vida porque ela continua sendo maravilhosa do mesmo jeito.

Obrigado a todos pois pode parecer que não, mas já sinto que me ajudou bastante eu ter compartilhado isso com alguém, obrigado!

Ja fumei muito mais q um beck de 18 gramas, ja chegamos a fechar de 200 com cogumelos junto e nao deu nada de negativo, cada organismo responde dum jeito, problemas psicologicos pre existentes podem ter vindo a tona, agora causar duvido.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 weeks later...
  • Usuário Growroom

Adnelsinho, pelo jeito que falou é uma coisa interna, no psicológico mesmo. 

Não entendo sobre remédios psquiátricos, mas se tenho um palpite (porque conselho não dou), é que você pratique alguma atividade física. Quando você pratica exercício físico o teu cérebro libera endorfina, que é uma droga natural produzida pelo corpo. Já tive crises de ansiedade fumando maconha, a maioria delas não foram tão fortes, então nada que uma água e respiração não resolvesse. Mas já tive vezes que tive paranóias fortes tanto com maconha quanto com outras drogas (LSD, ecstasy), daquelas que você fica de 5 a 10 horas nessa paranóia. Horrível mesmo, imagino que a sua deve ter sido pior ainda. 

Faz 3 anos que pratico Jiu jitsu e a última paranóia tensa que tive foi um pouco depois de eu começar a treinar. Ficava ouvindo vozes, falando sobre mim, me xingando, falando mal da minha família e essa paranóia deve ter durado umas 10 horas mais ou menos. 

Posso te dizer que essa paranóia me afetou por um bom tempo na minha vida e treinar jiu jitsu me ajudou muito a superar isso. Um pouco após essa crise eu ainda tinha muitos "flashbacks" dessas vozes e isso sempre me incomodava, mas sempre depois dos treinos minha mente relaxava e eu tinha um pouco de paz. Com o tempo toda essa paranóia foi passando e hoje em dia estou bem melhor. 

Talvez não seja a solução, mas digo, sem medo de errar, que praticar algum esporte vai te fazer melhor, tanto pro seu corpo quanto pra sua mente. Se for Jiu jitsu então melhor ainda! Hahaha

Não esquenta muito também não cara, eu acho que pode ser uma fase "baixa" da sua vida, todos temos nossos altos e baixos, então acredito que logo você supera essa e tá pronto pra próxima. 

Se cuida man! 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 8 months later...
  • Usuário Growroom
Em 2013-2-27 at 06:37, Juniaum disse:

Saudações irmão adnelsinho. Como todos aqui também não sou médico, mas tive diversas crises quase como a sua durante meus mais de 35 anos uso de cannabis. Todas as vezes., para mim, ficar um tempo sem fumar foi a solução. Você falou que usa sativa. Fica um tempo sem fumar. Quando voltar experimente usar a indica.

 

Abs

Boa noite irmão, meu primeiro post aqui.E infelizmente essa primeira postagem está se dando por um motivo similar. Há umas duas semanas tomei duas colheres de extração de cannabis em óleo de coco. Cara, fiz a degustação às 11 hrs da manhã, pois como só tinha compromisso às 21 hrs imaginei que dava tempo da onda (que eu sei, que se processa de uma forma diferente em nosso corpo tornando mais longa e potente em alguns sentidos no nosso corpo) passar. Foi simplesmente a pior onda da minha vida, aconteceu quase tudo que o Adnelsinho falou, só não pedi ajuda, tive que aguentar tudo até o fim pois se pedisse ajuda pra galera conhecida por perto teria meu filme muito queimado com a vizinhança. A partir desse dia, em aproximadamente 80% das vezes que fumei senti alguns desses sintomas (da penúltima vez chegou perto do que senti no dia do óleo.) e no dia seguinte passei o dia com uma sensação muito ruim, acho que pela descarga de ansiedade do dia anterior. Sou um pouco hipertenso, e estava sem tomar os remédios de pressão nessas últimas semanas por um motivo besta. Voltei com a medicação e normalizei a minha pressão arterial que durante a minha última crise bateu nas alturas.

Hoje quando estava me sentindo melhor, quase normalizado, resolvi fazer um fininho só pra testar. E num que a onda veio ruim pra cacete novamente com falta de controle de respiração, desequilíbrios e muita ansiedade. Não acredito que minha pressão tenha subido muito, pois to tomando os remédios religiosamente, mas o prazer de fumar um está quase que acabado nessas últimas semanas. Tomei um Diazepan agora a pouco e a vibe ruim passou por completo, to só lerdão por conta do back e do comprimido de diazepan. 

Vi que vc já tem 35 anos de experiência e já passou por isso outras vezes. Quanto tempo você ficou sem fumar para as coisas no seu corpo se restabelecerem e as crises passarem? Tava com medo de ter que cortar a erva por completo, o que acho que seria uma grande sacanagem, pois ela me ajuda muito a relaxar, rir com a galera e fazer planejamentos de vez em quando. 

Abraços!

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 months later...
  • 5 weeks later...
  • Usuário Growroom

Tive umas crises dessas. Três, mas só quando fumei. 

Fiquei três meses sem fumar, e você normalmente fica mais sensivel deoois de um tempo sem.

Resolvi fumar um com amigos e dei  apenas quatro tragadas na ultima vez, não queria passar disso. A onda que veio  não foi nem gostosa como antes, só foi um relax. 

Fiquei um pouco com medo de estar sensivel demais e acabar dando uma tragada a mais e perder a linha de novo. Alguém assim tbm? 

 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 months later...
  • Usuário Growroom

Olá irmãos, 

A alguns meses venho tendo essas crises de ansiedade, fumo a 3 anos, mas nos últimos dois anos passei a fumar todos os dias, paticamente o dia todo, eu trabalho em casa, então sempre que passava pelo quarto ou eu dava uma bongada ou uns peguinhas no beck só pra ficar na brisa mesmo. Como sempre fumo em casa, as vezes meu primo me chama pra gente fazer aquela session nos picos por ai, então, em uma dessas sesh, quando a gente terminou o último beck, comecei a me sentir mal, um apavoro do nada, coração disparou, um entalo na garganta como se eu fosse querer vomitar, um frio tremendo(moro em Fortaleza, aqui n existe frio) então depois desse dia minha vida mudou completamente, eu nunca mais consegui esquecer aquela bad.

Quando eu to bolando o beck, minha mente já pensa que eu vou sentir aquela bad de novo, então antes mesmo de fumar, eu já fico ansioso, com frio na barriga, ai já sabe né ? é praticamente certeza que role uma crise. Dificilmente eu consegui curti um beck 100% depois da primeira crise, mesmo eu sabendo que ta acontecendo, fico tentando me acalmar, ai por um segundo eu fico bem, mas depois a ansiedade e o apavoro já volta com tudo.

O que mais me frusta, é saber que eu antigamente curtia a onda por inteiro, quanto mais chapado eu tivesse, melhor estaria, agora assim que a crise começa, minha mente se volta contra a maconha, sai o pensamento de quanto mais chapado melhor e entra o pensamento que o efeito precisa passar logo, pra bad ir embora ... 

Depois de meses lutando contra eu mesmo e meu psicológico, acho que eu perdi essa guerra, hoje lavei meus bongs, dei o resto da minha ganja pro meu primo, guardei tudo e decide parar. Tá me trazendo mais coisas ruins do que boas, porque sempre que fumo eu me sinto mal. Vou dar um tempo, tentar que meio que esquecer tudo isso, voltar pro Jiu-Jitsu, surfar e dar tempo ao tempo, quando eu me sentir confortável ou seguro pra fumar de novo, tentarei, mas não tão cedo, vou esperar pelo menos uns 6 meses.

Então, só queria desabafar aqui mesmo, só minha noiva e meu primo sabiam disso que estou passando e lendo casos e casos aqui praticamente iguais ao meu, resolvi relatar meu caso também, abraço a todos! 

  • Like 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom
17 horas atrás, Ayrtonsoul disse:

 

Já tive 2 bad trips.

Bom, não sei se posso te aconselhar em algo, mas, se pudesse, fume pouco e controle a brisa.

Dê 3 ou 4 tragadas e espera bater (obvio que vai bater leve, quase sem chapação), provavelmente não vai dar nada, e vai aumentando a dose.

Comigo funcionou. 

Mas se quer parar, é seu desejo pessoal e ninguém pode interferir.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 months later...
  • Usuário Growroom

E ai man. Vi o seu testemunho hoje. Nao sei como voce está hoje, mas mesmo assim resolvi responder. 

Acredito que passei por algo parecido. E ja estou bem melhor.  Mas sem fumar. Primeiro fumar muitos becks por dia . Eu estava exagerando.

 Crise de ansiedade foi o que tive. Fiz algumas pesquisas e acredito que maconha e ansiedade nao combinam. A nao ser que voce consiga uma planta rica em CBD. O THC é quem causa os sintomas que fomenta a ansiedade.

Conseguir uma planta rica em CBD somente é a minha esperanca pra poder voltar a fumar. 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Salve!

Como vcs descreveram, a experiência é muito ruim.

Comigo também aconteceu. Depois de um tempo, com psiquiatra, remédio e o diabo, percebi que a crise acontecia quando fumava uma erva específica que precisei colher mais cedo. A mesma planta (clone) colhida mais tarde dava o efeito contrário, corporal, relaxado, quase sono,  do jeito que eu gosto .

Então sugiro a quem sentir os sintomas repare se não está colhendo cedo demais, sem nenhum tricoma âmbar. A solução pode ser mais simples do que trocar a strain.

Tem um tópico interessante falando sobre a relação tempo de flora e crises de pânico.

A Importancia Da Maturação Da Cannabis

https://www.growroom.net/board/topic/43855-a-importancia-da-maturação-da-cannabis/

Abraço a todos! Melhoras pra quem ainda tá no perrengue.

Editado por Jorge Grower
O link estava errado
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por felipkkkjk
      Eu sempre fumei maconha, mas a minha namorada nunca tinha fumado antes, conversamos sobre isso e ela decidiu experimentar, tudo lindo perfeito, a primeira vez foi na praia, só eu e ela, mas não aconteceu absolutamente nada, nenhum efeito corporal ou mental, absolutamente nada. Justamente por eu ter passado por isso na primeira vez que eu fumei, eu não estranhei nem nada, só expliquei que é perfeitamente normal e que talvez nas próximas vezes bate normal, mas ela já tentou cerca de cinco ou seis vezes e nunca aconteceu nem um traço de "tô ficando meio chapada". A gente já tentou com flor e prensado e não teve efeito nenhum, normalmente a gente fuma um cigarro inteiro, as vezes dois, mas nunca resulta em nada, e isso é extremamente decepcionante pra ela, porque ela sempre associou o efeito com uma coisa incrível.

      Alguém tem ideia do que fazer pra dar certo? A gente tava pensando em fazer um brisadeiro ou tentar de novo com uma planta melhor.
      OBS: Ela tá tragando certo.
    • Por nicolas.png
      Olá, no fim do ano vou viajar com um grupo de amigos para um cruzeiro nacional pela MSC e queria mt levar minha ganja (não muita, seria pra uma semana só), eu não iria fumar, só vaporizar, queria saber quais são os riscos, até pq tenho 17 ainda e n seria bom ser pego nessa situação, 
    • Por lviee
      Sempre gostei de fumar maconha, fumo a 2/3 anos, nunca me trouxe problema nenhum, sempre fumei feliz ou triste e sempre consegui aproveitar bem a brisa, mas nesses ultimos tempos, fiquei uns 2 meses sem fumar nada, e até estava tranquilo mas quando deitava para dormir a cabeça demorava pra relaxar e eu tinha muitos pensamentos, pensava em como seria o outro dia e algumas coisas que eu poderia fazer no dia seguinte, pensava em coisas que já aconteceram e no geral antes de conseguir dormir eu tinha muitos pensamentos.
      Ontem eu fumei um fino que me deram de salve, e guardei a ponta, ao chegar em casa, misturei essa ponta com um pouco de tabaco e fumei, nas duas ocasiões não foram quantidade suficiente para me chapar, mas um leve relaxamento, até ai estava de boa, fumei a ponta jogando, após algum tempinho a internet no pc parou de funcionar e eu apaguei a luz e me deitei pra dormir, quando do nada a cabeça foi a milhão, eu tava tendo muitos pensamentos um em cima do outro, não conseguia controlar muito bem e o coração acelerado, levantei pra beber água e a principio achei que oque causava isso era ficar no escuro, pois quando eu me levantava só sentia um pequeno desconforto, mas quando deitava novamente as coisas já pioravam, ao deitar depois de beber água tive um pouco de tremedeira e me conformei que estava tendo uma bad trip e tentei me acalmar controlando a respiração, as coisas foram se acalmando mas até agora não sei oque causou isso, não quero parar de fumar maconha pois eu estou bem comigo mesmo e não passo estresse ou qualquer outra coisa que possa ser gatilho pra uma bad trip, sempre fumei tranquilo e curtia uma brisa, isso simplesmente aconteceu do nada e eu não sei explicar, pesquisei bastante e quem geralmente tem bads trip foi porque fumou em um dia ruim ou em um local ruim, fumei dentro de casa, feliz, e mesmo assim passei por essa, mais alguém já passou por uma situação parecida?
    • Por Naart
      Dale rapaziada, parei de fumar faz quase um ano as vezes eu dava um 2 enfim, quando voltei a usar percebi que não me sentia bem na presença de pessoas (estranhos, amigos e familiares) o que era novo para mim pois smp curtia a onda com a galera tranquilo, percebi que qndo fumava sozinho em casa eu ficava tranquilo bem dboa, sou ex dependente químico de cocaína estou as 2 anos limpo no começo a maconha fazia diferença no meu tratamento por prefirir ela do q o álcool, ela me manteve bem durante o primeiro ano dps fui parando por conta dessa "paranóia" só vim fazer um relato e saber se alguém mais ja passou por isso...
      Vlw galera, forte abraço
    • Por viniciuscruz
      Aos 17 anos eu fumava maconha as vezes, e um certo dia fumei e tive pressão alta(21x10) e BPM altíssima também, coração parecia que ia estourar no peito. Fui parar no pronto socorro da minha cidade no dia com muita paranóia e pânico achando que todos queriam me matar, e me injetaram calmante e foi passando, porém, após esse fato minha vida nunca foi a mesma, precisei tomar remédios depois pq eu comecei da dar crises de pânico com um flashback de tudo que senti no dia que passei mal, até hoje se eu der mole posso sentir isso sendo que isso foi em 2014, e depois disso nunca mais eu quis fumar porém antes de me sentir mal eu gostava muito da experiência. O que vocês acham que poderia ter me ocasionado tais problemas? Quais as possíveis causas?

×
×
  • Criar Novo...