Ir para conteúdo
Growroom

Ativismo: Surf Na Remada!


ricco y locco

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

boa noite, galera!

lembrando que hoje é início de janela excelente de germinação..

um living colour pra inspirar!

aproveitando o tema das rip currents e sumidouros,

descobri matérias interessantes no site da hardcore,

e peço licença para anexar os registros aqui no post..

inserts da revista Hardcore em

http://hardcore.uol.com.br/revista

hc-logo.jpg

SER LEVADO PELA CORRENTEZA?

As correntes marítimas

são um problema, principalmente quando o mar está grande.

Ouvimos especialistaspara saber como evitar este problema

eagorasite.jpg

Por Rafael Thomé

Pode parecer besteira, mas é comum surfistas (e banhistas) caírem em correntes marítimas.

Basta estar no local errado, geralmente em uma praia que não conhece bem, e uma correnteza de alto-mar pode levá-lo em poucos instantes para uma zona atrás da arrebentação. O surfista Neco Padaratz tem a experiência de 10 anos na elite do surf mundial e sabe dos riscos que uma session envolve.

“Quando o mar sobe muito rápido, surge a corrente de retorno – a pior do mundo. Geralmente, o cara só percebe quando começa a ser puxado para o alto-mar e vê todo mundo remando pro inside, aí fica aquele volume de água que parece tomar conta dos braços. Sair dali é difícil”, analisa o surfista.

A chamada corrente de retorno acontecem um local mais profundo e com menos onda,

onde o volume d’água que veio com a série retorna para o alto-mar com bastante força, inutilizando qualquer tipo de remada.

A saída do mar depende muito das características de cada praia, mas existem algumas regras que podem ajudar na maioria dos casos.

O salva-vidas carioca Marcos Monteiro indica que, caso você seja arrastado,

uma das melhores maneiras de tentar sair da água é traçar uma linha diagonal

em relação à praia e procurar o local que tenha mais ondas, usando a força do mar a seu favor.

“Se não for possível chegar até a praia,

a melhor opção é tentar manter a calma e levantar um dos braços para que alguém, de preferência um guarda-vidas, vá resgatá-lo.

Nunca, em hipótese alguma, largue sua prancha”, alerta Marcos.

Caso a correnteza esteja forte e você não consiga mais remar nem chamar pedir ajuda,

o tenente Cléber do Vale diz que “o melhor a fazer é boiar e deixar a corrente te levar até outra praia, onde poderá sair”.

Caso se depare com uma situação de risco em alto-mar, como alguém se distanciado do lineup, preste ajuda à vítima, mas, para isso, é importante seguir algumas dicas. Segundo Marcos Monteiro, “o desespero, a velocidade e direção de deslocamento da vítima indicam risco de afogamento. O ideal é tomar muito cuidado na aproximação para não ser levado junto, além de usar algum objeto como boia e tentar passar tranquilidade”.

SOBREVIVER A UMA SÉRIE MONSTRUOSA

Big rider Danilo Couto dá dicas de como enfrentar uma série gigante na cabeça

bombadestaquinho.jpg

Por Fernando Gueiros

Entrar em um mar com ondas de mais de 50 pés não é para qualquer um.

O cara que está disposto a encarar lajes e reefs distantes da costa para praticar o big surf precisa saber muito bem como encarar as adversidades.

Uma vaca ou um mal posicionamento durante a série podem resultar na cena que ninguém deseja:

ver a espuma gigante do tamanho de um campo de futebol rolando de uma montanha na sua direção enquanto você está só com a cabeça para fora d’água.

O big rider Danilo Couto, vencedor do Billabong XXL com uma onda de mais de 60 pés dropada na remada em Jaws, já passou por isso.
Ele enfrenta uma série destas com trabalho psicológico e tranquilidade: “A regra padrão é relaxar, respirar para abrir o pulmão, largar a prancha e não mergulhar muito fundo”. Ao manter-se “não muito fundo”, a onda ajuda a tirar o surfista da área de impacto. “É melhor ser carregado para fora da zona crítica do que ser sugado para o fundo”, completa.

O bom preparo físico também é imprescindível. O vencedor do Billabong XXL trabalha a respiração fazendo ioga, jiu-jitsu e treinos informais, como natação convencional e debaixo d’água (quase uma apneia) e treinos com pedras submersas – sem esquecer que a prática do surf de ondas grandes pede o uso de coletes salva-vidas especiais.

O treinamento deste baiano cascagrossa funciona. A série mais forte que ele tomou em Jaws foi em janeiro de 2010: “Fiquei 20 segundos submerso e quando tentei colocar a cara para fora veio outra bomba e me jogou de novo para baixo. Eu fiquei mais um tempão debaixo d’água e sabia que viria mais uma onda, meu instinto me fez bater as pernas para subir bem rápido. Consegui pegar mais um pouco de ar e afundei novamente”. A hora de decidir entre subir em busca de ar e perder energia; ou ficar lá embaixo apostando no que resta de ar é crucial.

O momento tem que ser bem calculado e você deve ter a certeza de que não tem nenhuma bomba estourando na superfície antes de subir.

Resumindo

1 Para entrar em mares com ondas gigantes é fundamental ter um colete salva-vidas – existem modelos finos, especiais para a prática do big surf, que permitem remadas e mergulhos.

2 Encha o pulmão de ar, largue a prancha e afunde pouco – deixando que a espuma te leve para o inside.

3 Mantenha-se relaxado e com o corpo bem situado para evitar colisões no fundo. A onda irá levá-lo para uma área de menos impacto, você só vai precisar de fôlego, paciência e lucidez.

4 Opte por subir para tomar ar se tiver certeza de que a “tormenta” não está estourando na superfície. Se vierem mais ondas na sequência, encha o pulmão e mergulhe novamente.

5 Considere-se a salvo depois de ser tirado da área de impacto. Procure as pedras na costa para sair da água. Mesmo depois da série ter passado, nem pense em ficar de bobeira no meio dos quebra-cocos.

FICAM AQUI ESTAS INSTRUÇÕES

PARA SOBREVIVER A ESTAS SITUAÇÕES COMUNS NO ESPORTE

Eu incluiria uma 6ª alternativa,

salientando que tão logo as ondas te levem pra fora da area de impacto, ou setor de demolição,

que se inicie nadar de costas, olhando o céu e se preocupando apenas em relaxar e respirar, observando

e mergulhando nas ondas seguintes.. em pouco tempo você consegue chegar na praia beem relaxado e tranquilo. simples assim!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

lendo este insert nos textos acima

"Caso a correnteza esteja forte e você não consiga mais remar nem chamar pedir ajuda,

o tenente Cléber do Vale diz que “o melhor a fazer é boiar e deixar a corrente te levar até outra praia, onde poderá sair..”

lembrei do que aconteceu no fim de semana de 3 e 4 de junho de 2006..

pegando carona no CHRONOJOHN,

a máquina do tempo do jogo THE DAY OF THE TENTACLE, da LucasArts

gallery_1198_4499_99886.jpg

gallery_1198_4499_10547.jpg

gallery_1198_4499_2247.jpg

convido vocês todos a acompanharem-me nessa viagem no tempo.. bora viajar!

"diario de bordo 3 e 4 de junho de 2006"

e-mail enviado pro Edinho Leite e pro Maurício, que na época eram editores da Revista Hardcore,

e que hoje trabalham como reporteres esportivo da pasta de esportes radicais no canal ESPN- BRASIL

Fala Edinho, Maurício, aqui quem escreve é o RyL, beleza?


Boas!

Mais um fim de semana com ALTAS ONDAS!!
Conforme previsto na bóia em alto-mar de Ilhabela,

este foi o segundo swell que atingiria a marca dos 13 segundos (o que reverberou nos fatos que seguem):

Consegui varar a arrebentação ABSURDA que se configurou no fim de semana.
Onde pude observar a sessão de tow in de dentro dágua, que acontecia uns 700 metros em direção ao norte da costa.

- Sábado, auge da séria ondulação de Sudeste-LESTE. Vale ressaltar que nessas condições, o
surf em Maresias não é o mais propício, mas a força da ondulação era tamanha que poderosas
esquerdas arrebentavam a partir da barraca do Alê, até o norte da praia, sem sequer passarem
pelo Parcel próximo à Paúba. A situação era adequada para o povo do surfe a motor (tow in)
nas valas do Bar do Meio, que passou o dia se divertindo a valer.

Como de costume, quando o mar se apresenta nessas condições, não gosto de ficar observando
as ondas absurdamente enfurecidas. Observo apenas os refluxos de correnteza que rumam de
volta para o outside e rumo para o outside na remada. Não tem outra coisa a fazer senão isso, nessas condições. Sério mesmo.

O Quebra-Coco no canto direito de Maresias arrebentava vagalhões com mais de oito pés na
bancada muito rasa era um dos raros lugares "seguros" para se atravessar para o outside . 22
anos surfando nessa praia, tive oportunidade de surfar diferentes combinações de ondulação,
ventos, marés, temperatura, clima. Nenhuma delas parecida com esta ondulação. Que
criteriosamente ordenou sérias esquerdas. Ao chegar na beira prestes para iniciar a remada,
vi uma rara direita rodando colada no canto direito, com a força de 6 pés mexicanos após
maral, incrivelmente rasa, rápida, tubular e perfeita. Estava difícil segurar a adrenalina,
e literalmente pus minha vida nas Mãos de Deus nessa travessia. "Deus, eu tenho certeza que
o Senhor não quer que eu me machuque, confio e sei que não vou me machucar".

Este foi o meu pensamento, e sem parar um instante sequer, conclui uma remada tranquila
atravessando um quebra-coco ultra sinistro. Passei todas as ondas remando com a 7'2",
talvez umas 20 no joelhinho totalmente sincronizado. Ondas Absurdas, visões terrivelmente
belas do caos. A última delas, antes que eu finalmente chegasse no outside era um caroço de
três metros completamente cavado, que fatalmente iria acabar comigo sem dó, mas que
milagrosamente foi interceptado por uma onda de pico maior ainda, que veio na diagonal
redirecionada pela costeira do canto direito, que literalmente atropelou as más intenções da
besta mal intensionada. Numa fração de segundo, abriu-se um espaço numa parede
vertical onde tranquilamente pude passar no joelhinho. Milagrosamente.

Outside vazio, mudança de maré. Amigos towinzeiros passando próximo,
concentrados. A sessão permaneceu assim o dia todo, na espera de alguma onda que simplesmente não apareceu...
Simplesmente, pois nessas condições, uma onda que normalmente muito se parece com Backdoor
não eclodia, passava batida pela bancada de outside e se transformava num emaranhado de
correntezas que implodiam em ondas ocas de um metrão lá no inside, ondas que mais lembravam
queijo numa ratoeira. O sujeito surfa uma ondinha destas, sai na revista e boa. E na hora de
voltar pro outside, o que acontece?!? Dói ter a prancha partida nestas condições, pois ela
(a guilhotina de água) simplesmente aparece assim, na tua frente. Aí, nego... tirar o leash é um bom começo rsrs.

Fim de sessão, passar pra comprimentar os amigos towinzeiros, rir um pouco,

observar a muito próxima paisagem com altas gatas rsrs. Mais um dia na Maresias!

A notícia de que um camarada que foi surfar na praia da Baleia e se encontrava
perdido no oceano, pois segundo sua filha a última vez que tinha sido avistado já passava
da Ilha das Couves
. De organizarmos uma expedição relãmpago noite adentro, com os jets da
galera do tow in na casa do Fantinha. Miguel, Pudi, Fantinha e Romeu, que já fazia a
comunicação para o grupamento de guarda-vidas de São Sebastião, conseguindo
autorização maior do Coronel Onias de apoio de resgate com helicóptero.

De mapear por carta náutica a região para traçar um plano diretor para o resgate noturno.
O Caixa queria ir também, ajudar no resgate, juntamente com outros moradores surfistas.

Cálculos envolvendo marés, direção e velocidade do vento, quadrante e variação da ondulação.

A cada momento o jogo de variáveis aumentava e as opiniões cada vez mais caminhavam rumo ao absurdo.

"- Pára pra pensar, olha a força deste terral!! O cara sumiu as duas e meia da tarde e já são
quase oito horas.." dizia o Romeu.

"- Pô, então o cara deve estar sabe aonde? Em Boracéia numa hora dessas.." Calculava Fantinha

Quinze minutos de telefonemas, a mesma situação...

"- Pára pra pensar, olha a força deste terral!! O cara sumiu as duas e meia
da tarde e já são quase oito horas.." repetia o Romeu.
"- Pô, então o cara deve estar sabe aonde? Na Riviera numa hora dessas..." calculava Fantinha

Algumas considerações depois...


"- Pára pra pensar, olha a força deste terral!! O cara sumiu as duas e meia
da tarde e já são quase oito horas.." contemporizava o Romeu.

Aí, eu não me contive, e falei:

"- Pô, então o cara já deve estar no Paraná numa hora dessas..

Se marcar, voltou pra São Paulo e deve estar na avenida Paulista!"

Eu já estava imaginando uma longa noite estrelada de vento quente, mar
agitado, remada sonolenta e vagarosa, alguns peixes e muita história boa pra contar pros
netos. Uma noite que muda a vida de qualquer ser humano.

Por muita sorte,

o resgate não precisou acontecer, pois nosso amigo conseguiu retornar à orla em Juquehy (?!?).

med_gallery_1198_4499_9627.jpg

sujeito de sorte..!

Domingo. Mar um pouco menor.

Esquerdas poderosas enroscando com dois metros no Bar do Meio.
Arrebentação não tão grande, mas ininterrupta e brutal. Lembro de ter passado três caroços
de um metro e meio. Na quarta onda, no chacoalho, a prancha escapou debaixo da água no final,
mas nem chegou a esticar o leash. Na quinta ou na sexta onda, iniciei o joelhinho praticamente no estômago da
onda, e pra prancha e eu não virarmos junto com o lip, já dentro da parte líquida da onda, permiti que a prancha voltasse

um pouco mais à superfície, agarrando as bordas novamente próximo ao final da prancha, terminando o joelhinho e segurando a prancha
como se estivesse erguendo um troféu fora da água. Bem louco, pra não dizer bizzarro. Ainda bem que ninguém viu rsrs!!

Após passar o trivial (leia-se: mais algumas ondinhas) naquelas horas estava
novamente no outside! Com toda a humildade, agradeço muito a Deus, pois naquelas condições,
passar pro outside na remada, duas vezes, no mesmo fim de semana é ganhar na MegaSena rsrs.

O total estado de alerta não me permitiu que eu fosse inspecionar as
esquerdas que eclodiam a 800 metros dali, nas proximidades do Bar do Meio. Mas aumentou meu
conhecimento nesse tipo de situação e minha experiência.


Descobri que nessas condições o barulho das ondas explodindo na bancada de areia é ensurdecedor.

E ainda nem estamos no inverno...
A água ainda está morna...
Está fazendo o sol de sempre na hora certa...
Mesmo na chuva fria, ainda não está aquela friaca braba de inverno, ou seja:

A VIDA ESTÁ APENAS COMEÇANDO

good waves!

ps: em espírito, levo todo mundo pra dentro d'água comigo numa sessão dessas. saudades!
ps2: nosso amigo da baleia vai fazer uma churrascada no próximo sábado pra reunir o povo e
contar as aventuras de náufrago vividas no dia do aniversário da própria
filha. No final das contas, tá tudo bem!

RyL

em linhas gerais, estas são as

RIP CURRENTS, ou CORRENTEZAS DE RETORNO e os SUMIDOUROS..

viram como funcionam na prática?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Massa... Concerteza o surf é muito iradooo, a galera q pega onda poderia posta umas fotos das ondas e surfando nos picos... pq o que tem de surfista cannabico... hahahaha Se a galera se instiga ai eu começo postando... uma foto da pessoa surfando e onde fica a onda, o que acham?? Massa saber q a galera do GR tb bota pra baixo hehehehe Aloha :335968164-hippy2:

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

ew, rastanhamo!

seja bem vindo ao post!

se você tiver alguma foto ou história legal pra contar pra gente, fique avonts pra postar aqui!

isso eu vi agora no youtube e achei do caralho!

a propósito

amanhã já é sexta feira e TEM ONDA BOA!!!

pelo menos até amanhã.. depois lesta geral! boas ondas!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

porraa mlkkk q vídeo sinistro me emocionei aqui... realmente a caridade é uma virtude q todo mundo deveria ter, e nunca ... jamais julgar o próximo!!! o surf nos ensina mtas coisas, a ser uma pessoa melhor... vamo nessa pra praia q o swell ta encostando boas ondasss Aloha :335968164-hippy2::love-weed:

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

opa!

tá vindo umas fiolinhas de LESTE pra animar a galera!

é campeonato de surf em Ubatuba, e a maioria do povo correndo pras praias que o LESTE funfa melhor..

..mas tem umas valas muito divertidas na praia toda!

na sexta, tivemos a passagem de um "pedaço" de swell de sul, a agua tava uma friaca, vento frio e céu cinza,

mesmo assim deu pra chegar atrasado quase anoitecendo no canto direito e quase não entrar na água, não estava animador..

daí apareceram dois sujeitos que me lembraram o tempo queu chegava de SP seco pra surfar qualquer coisa pra tirar a nhaca da semana,

e foi o suficiente pra mudar de idéia e encarar o frio, o vento, os chuviscos e o anoitecer e matar a fissura dessas ultimas 3 semanas sem surfar..

na volta encontrei uma galera, que queria saber como tinha sido a fiolagem, aliás,

foi aquele surf que você é o unico a se encorajar a surfar e acaba cruzando toda a galera que queria ter ido surfar e não foi..

hoje, sábado, o sol se escancarou, a praia ficou cheia de turistas retornando à vida praiana normal..

boas valinhas na praia toda, apesar da ondulação de LESTE não ser a mais propícia, as fiolinhas estavam muito divertidas!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

até tem umas ondas, mas devido a uma mordida de cachorro

que me obrigou a levar uns pontinhos na batata da perna, e fui me "costurar" em Boissucanga

(o bichinho foi perdoado, apesar da bocarra) estarei fora de combate por algumas semanas..

obrigado a equipe que me costurou! esqueci o nome do Doutor e da equipe de enfermagem!

ainda estou sob o efeito da adrenalina, caraca, que raiva! no estaleiro de novo.. auau

boas ondas a todos!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 month later...
  • Usuário Growroom
e como o tempo não para
terça-feira, 29 de outubro de 2013
moreiraa..!
moreiraaa..!
moreiraaa, CANTO DO MOREIRA!
após longos e chuvosos dias frios, a natureza resolveu reagir
o dia amanheceu ensolarado, mas o mar deu as caras mesmo lá pelas 11 da manhã.
soube deste swell pelos comentários durante a semana, mas teria preferido passar em alguma lanhouse e checar o windguru.
prancha certa, leash idem, parafina ok e bora pro Moreira!
ao chegar na 7, aquele visual sem-fim das valas gigantescas, povo na praia, nos restaurantes da orla, observando o show proporcionado pelo povo que optou pelo surf a reboque hoje.
ao passar pela 15, a galera do bairro amarradona com o swell intermitente de boas proporções trazia ondas rápidas, onde a técnica de pilotar e surfar com jet era testada. Vez ou outra, de muitas vezes ou outras, os caras entravam rasgando na onda já meio que desabando e conseguiam se enfiar dentro das tocas cilindricas proporcionadas pelo intenso terral.
passei pela turma de amigos brincando com todo mundo, Alê da barraca, Caixa, Charles da pousada, Anão, Araketu, Big Dog, todo mundo na maior vibe, aguardando a vez pra fazer tow in. Pra quem gosta o prato tava cheio! Aí mandei:
"- Tudo preguiçoso.. tuuudo preguiçoso..
- e aí Ryl, pronde é que você vai?
- moreiraa..!
moreiraaa..!
moreiraaa, CANTO DO MOREIRA!"
no fim, tava todo mundo cantando o refrão e dando risada. a praia hoje era nossa!
-aew, leva um colete pra atravessar..?
..se precisar de ajuda, chama nóis"
agradeci a vibe e abracei a prancha, meio que sinalizando que estava confortavel assim. e mandei um salve pra todo mundo, levando comigo todo mundo pra minha remada!
Chegando ao canto direito, observei por umas duas horas alguma remota possibilidade de achar boas intermediárias nas séries com bombas intermitentes, alguma "fiolinha" que tivesse algo em torno de 6 a 8 pés (!?!) pra poder sentir melhor a prancha e esquentar pra depois tentar alguma bomba. Da areia mesmo. Pude oservar que lá não havia possibilidade de achar algo decente sem se perder no inside, no setor de demolição que as bombas apresentavam próximo a entrada no outside, além daquela famosa correnteza que puxa tudo pras pedras próximas à costeira.. essa aulinha eu já tive, então, valeu ter encontrado os amigos no jet, todo mundo bem e amarradão!
Hoje o mar baixou bastante em relação ao bombardeio de ontem, mas ainda assim ondas com 1 metro e meio, dois metros perfeitas, rolavam nas valas espalhadas pela praia, quem aproveitou curtiu o sol pela manhã. Tô estreando uma 6'9" novinha em folha, no estilo daquela que se partiu em 4 pedaços no dia 29/12/12 aqui mesmo. A prancha tem as mesmas caracteristicas, com um pouco mais de refinamento pra remada. Consegui estrear ela em 2 drops bem tubulares amarradão. Ela não embicou, numa situação que outras pranchas embicariam ou virariam lip.. A outra 6'9" tinha canaletas mas um pouco mais de borda e menos rocker, essa nova é uma prancha mais enxuta e pegada de gunzeira. sólida e harmoniosa.. pra duas ondas surfadas, sepa pra vida toda! obrigado, senhor!
hoje tava todo mundo sossegado de ontem, uma correnteza absurda e chata, mas o mar clean..
Miguel , Alê, Carioca, Jé e Jô, Bahia, Jejé, todo mundo se divertindo nas valas. Até o sol apareceu no finzinho!
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

maneiríssimo!

camboja clássico no meio da semana,

sepa você viu o sorriso (a lage) ativado..!

só pra quem é mesmo! se divertiu a vera, né nego?

hoje, sexta feira,

o mar deu uma reagida típica de primavera,

ondulação de sul com 1.9 com 11 segundos em negrito..

até ia trabalhar, mas daí bateu aquela "falta de caráter" providencial, mas deixei avisado que iria surfar..

um dia destes na praia não se desperdiça: é de graça! e é só atravessar a rua!.

destaque pro Bahia,

que numa passada de emergência pro outside,

me escutou, deixou a segunda da série passar e remou forte na BOMBA DA TARDE!

" - Na de trás, Bahia, REMA FORTE NA DETRÁS!.. VAAAAAAIII!!!!"

tá lá o molecão de sorriso em riste, próximo á beira.. que tubão! mais um pra contar pros netos..

acabei achando uma caverna líquida maravilhosa,

depois de transitar por duas horas na correnteza..

no fim do tunel acabei conhecendo a Giovanna de São José do Rio Preto.. beijo Gi!

LIFE´S A BEACH!

amanhã lesta geral e é festa no sirena! bora pra balada, pra quem gosta..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

QUARTA E QUINTA FEIRA, 13 E 14 DE NOVEMBRO DE 2013

solzão, céu azul, ondulação de sudeste com um intenso vento terral o dia todo..

um pouco de garoa no começo da quarta, mas o sol resolveu realmente dar as caras

e proporcionou a noite mais quente dos ultimos anos, a mosquitaiada adorou! de noite foi foda pra dormir..

boas bombas, naquela hora que o sol se espelha no mar

e as ondas parecem ser feitas de ouro com aquela transparência azul turquesa..

nenhuma gota fora do lugar..! por do sol de tirar o folego! obrigado, senhor!

hoje, quinta feira,

o sudeste ainda bombou juntamente com o terral,

mas as fortes correntezas e as séries demoradas com aquela sensação térmica de água gelada, já virando pra leste..

só de se estar lá é um puta prêmio!

algumas boas ondas e friaca geral. puta por-do-sol!

praia RECHEADA de gatas! feriado de 15 de novembro no bairro!

pra comemorar o surf de ontem, tô deixando um presente pra vocês

depois do surf, no trabalho mesmo eu desenhei o queu tava sentindo e queria passar a vibe pra vocês..

gallery_1198_4499_103833.jpg

usa de wallpaper, sepa

bom feriadão pra todo mundo aqui!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 weeks later...
  • Usuário Growroom

..e como o mundo não para, meio que atrasado, nessa segunda feira ainda com boas ondas..

Sábado, 23 de novembro de 2013

Hoje foi aquele dia tipico onde a indecisão de escolher a prancha correta pra surfar foi uma batalha entre os neuronios..

Não existe coisa mais terrível do que a escolha da ferramenta certa para atuar neste campo de batalha.

Simplesmente não se pode errar na escolha do equipamento,

pois como já disseram e vocês vem observando neste post, nestes dias estas ondas não estão brincando..

Começo de swell de sul, 1.9 metros com 9-10 segundos.

Amanhã a previsão diz que serão 2.2 com 12-13 SEGUNDOS!!!

Garoa, tempo fechado,

vento frio virando pra terral em certos momentos,

e a sensação térmica desagradável de um inverno que já se foi..

Ao passar pela 10

fui presenteado por um belo par de olhos azuis acompanhado de um sorriso.. meio que me desejando a melhor sorte! linda..

Ao passar pela 12,

na quadra de futvolei

onde o Jão Grandão e o Sergim do canto mágico estavam batento uma pelada
(não, não estavam socando uma mulher nua, estavam jogando futvolei), mandei:

- Vocês já viram o mar hoje?

o que essse povo tá fazendo na areia com essas ondas bombardeando a praia!?!

Ao passar pela 15,

o povo do tow in chegando de mansinho,

pouco a pouco a arena iria ficar cheia de jets..

avistei o Buster conversando ao celular dentro duma picape e mandei:

-Ainda está dentro do carro?!? kkk

-E onde é que você acha queu tava até agora?!?

-Tá bão! Quero ver você aqui amanhã então..!

e me mandei pro Canto do Moreira!

lá chegando foi legal ver a quantidade de guerreiros dentro da água, na ação, na remada..

o mar estava pesado e storm e sem sol nenhum e trazendo aquela sensação térmica de desconforto..

pra quem surfou pela semana no solzão de rachar

tubos verde-esmeralda e azul-turquesa, vir até aqui já valeu só por aqueles olhos azuis acompanhados do sorriso..!

mas já que a gente já estava aqui..
entrei e varei, mesmo na insistência das guilhotinas que insistiam em quebrar na minha frente..

mas agora com prancha nova, com um refinamento voltado pra essas situações,

é uma sucessão de joelhinhos impossíveis "possíveis", nem paro a remada, nem abandono o barco..

quem ficou no inside, meio que no quebra coco entre a 20 e a 21 pegou boas intermediárias,

o problema é que neste inicio de swell as ondas estão vindo cruzadas e intermitentes, difícil de se posicionar,

e as bombas chegam vindo em série: muitas, mas demoradas.. sensação de frio.. podia aparecer esse sol heim, solzão..!

começou a rebostear e eu decidi poupar a prancha nova

que gosta de praia com céu azul e cavernas tubulares translucidas verde-esmeralda e azul-turquesa,

e ficar com o surf da semana passada na cabeça.. amanhã serão 2.2 metros de sul com 12-13 segundos!

aparece, solzão!

Domingão

domingão o sol não apareceu,

e por incrível que pareça o mar deu uma diminuida minima, e ficou perfeito e pesadão.

O mar totalmente glassy parecia camuflar a forte correnteza que se abateu na praia toda.

Muitos jets, e pra felicidade geral da nação, muita gente NA REMADA, principalmente nas valas da rua 15, praça dos jets aqui no bairro.

chegando na 20, fui cuspido do mar numa primeira tentativa,

me ejetando da missão antes da correnteza me levar em direção às pedras.

O plano b foi driblar a forte correnteza na entrada da 20

e encarar as bombas que fumavam vindas do horizonte, cada vez mais longe, embora em séries bem espaçadas..

se me perguntam quando estava mais fácil pra varar e surfar?

tanto o sábado quanto o domingo estavam perigosos tanto para o surf na remada quanto para o surf a reboque..

no outside, os amigos passavam nos jets e cumprimentavam, desejando boas ondas.

ainda assim as intermediárias entre os trens de carga que desabavam no inside não apareciam,

e a correnteza e a sensação térmica de friaca nesse w.o. de sol que rolou nesse fds fizeram do domingão um bom dia pra remada..

na realidade apareceram duas ondas muito perfeitas.

uma logo na entrada, bem antes de se chegar ao outside, a primeira de um seriado meio interminável e grande,
e a onda de troca de maré, no local certo da "bancada" de outside, mas essa o caixa ou o richard, que estavam de jet,

a uns 70 metros de onde eu estava posicionado, um deles foi mais rápido e estilingou o parceiro de reboque na onda da tarde na 20..

ficou a boa lembrança destes meus amigos de
mais de 20 anos, molecada que a gente viu crescer junto no surf!

pelo menos eu já sei chegar no ponto exato onde as
ondas das trocas de maré acontecem por estas plagas..

é longe, heim, fii! haja braço pra remar e fôlego pra curtir!

amanhã é segunda feira,

o mar deu uma melhorada e ainda não abaixou,

e parece que o astro rei vai dar as caras por aqui! (outro W.O. .. eita, solzão! cadê vc?)

sonhando com as cavernas líquidas..

blue eyes..

obrigado, senhor!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

a boa noticia é essa bongado:

poucas coisas permanecem na vida da gente

familia, amizades.. e o surf! pode acreditar!

vai ter um tempo na tua vida que estar mais tempo na praia vai ser um desdobramento natural, bota fé!

e por falar nas ondas..

pra vocês terem uma idéia de como as coisas andam aqui pelo bairro nestes dias, peço licença ao Bruno Lemos, que acabou nos fornecendo um verdadeiro "curso" de como são estes dias em lugares como Jaws, na ilha de Maui.. nesse registro disponível no WAVES.

mais uma vez, peço licença ao Claujones, já agradecendo a cortesia de novo..

insert do post

MAD DOGS SOLTOS EM JAWS, de Bruno Lemos, no site waves

http://waves.terra.com.br/surf/noticia/mad-dogs-soltos-em-jaws/55124

repare que logo no começo da filmagem, aos 20 segundos, o Bruno aparece pesquisando no celular um site muito parecido com o windguru, fornecendo as coordenadas do dia que acaba de se descortinar, mostrando um swell iniciando o dia com 17.4 pés (algo em torno de 5.2 metros) com periodo de 17 segundos!!!

domingo tivemos um balanço de 2.2 metros com 12 segundos..

pra vocês terem uma idéia de como funcionam as coisas aqui no bairro..

lógico que não dá pra comparar o peso de Jaws com Maresias,

mas já dá pra cruzar as informações e ver por onde a banda toca..

há muitos anos tive a oportunidade de surfar um swell que,

em certos momentos do dia registrou picos de vagas 3.6-3.9 metros

com 16-17 segundos de periodo entre as vagas!! Foi animal aquele dia!

imagina esses 5.2 metros previstos naquela manhã

resgatada pelo Bruno em Maui, então.. é claro que é Jaws!

mais ou menos assim é que pensa

ou calcula a cabeça de um ser surfista amante das ondas do oceano..

aí também existem outras coordenadas cruzadas

que são as famosas cartas na manga, tipo lua, maré, etc.. o resto é fé!

é um esporte cuja graduação você planeja, observadas as coordenadas..

..e é pra vida toda!

pra você viajar um pouco e se planejar pelo que o windguru está prevendo pra este fds..

ao que parece, domingo vai ser um "passeio no parque"!

boas ondas!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

salve, HinduKush!

seja bem vindo a bordo!

muito legal esse video, valeu sua contribuição!

canoa hawaiiana é um dos esportes mais alucinantes,

a galera tem que estar toda integrada, parece fácil mas precisa muito treino..

teve uns tempos que o Murilo trouxe uma canoa hawaiiana gigante, tipica para realizar travessias oceanicas

normalmente ela fica exposta e à disposição das pessoas no verão, em frente a praça do surf, aqui no bairro..

caramba..

eu contente com o dia de amanhã..

conferi o que a previsão diz pra semana, e veja o que está previsto pro próximo FDS!

gallery_1198_4499_174293.jpg

POWERED BY WINDGURU.CZ/PT

..parece que

A COBRA VAI FUMAR!!!

ow.. deixa eu escutar esse Gary Numan de novo, vai..

só pra viajar no que vai ser o surf no fim de semana que vem!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

..e zapeando no youtube, encontrei esse registro da Maya,

torcendo muito pra que tudo dê certo sempre pra você, viu..!

Maya..

se você não se incomoda, me escute:

abusa do anjo da guarda não, vai.. a gente gosta de você inteira!!!

http://www.youtube.com/watch?v=6H8Rc2xlVYs

bom fim de semana pra todos! amanhã tem altas aqui no bairro!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

gallery_1198_4499_1925.jpgHIGH SURF ADVISORY

ATENÇÃO:

A COSTA SUDESTE BRASILEIRA

SERÁ BOMBARDEADA POR UM SWELL

COM BOAS PROPORÇÕES NAS PRÓXIMAS HORAS!!!

O pico desta ondulação está sendo previsto para SÁBADO,

onde a previsão de um período de vaga se manteve com 16 segundos!!!

gallery_1198_4499_89940.jpg

POWERED BY WINDGURU.CZ/PT

gallery_1198_4499_1691.jpg

enquanto a gente aguarda ansiosamente, acabou de sair no WAVES

uma sessão animal ocorrida em Pipeline,no Hawaii, na sexta feira passada

ISTO É REMADA

http://vimeo.com/80697844

bom fim de semana!

solzão, contamos com você!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

..fumou, Pura Vida!

você esteve na cena e sabe muito bem o que vai ser escrito nas próximas linhas..

estou aqui na lan house agora, escrevendo este texto, vai lendo, vou salvando e atualizando.. vamos lá

SÁBADO, 7 de DEZEMBRO de 2013

MARESIAS SURREAL

tô com a música do Gary Numan na cabeça..

faziam 25 anos queu tava atrás deste som, deixa eu curtir um pouco, é jabá não..

sepa, vai de pink floyd e boa leitura!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=SbYvxodgWb4

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=2tkCpUl0Io8

quem esteve neste sábado

na praia de Maresias, litoral norte de São Sebastião,

teve a rara oportunidade de apreciar um espetáculo épico, de pujante beleza proporcionado pela Mãe Natureza

conforme previsto pelas bóias oceanicas, hoje tivemos o ápice de uma ondulação que há um bom tempo não ocorria no bairro..

queu me lembre, parecido com o dia de hoje

só aquele mar ocorrido em 29 de dezembro do ano passado, quando quebrei a minha prancha em 4 pedaços..

tenham a certeza de que esta semana a internet vai ser bombardeada com registros no youtube, waves e toda a mídia especializada..

TAVA SHOW!!!

Hoje foi um dia que vai ficar guardado na memória das milhares de pessoas que estiveram acompanhando o show de coragem

daqueles que se enveredaram no surf rebocado. Talvez até fosse dia pra remada, o que parecia estar ocorrendo pela manha, porque

o resto do dia o mar confirmou a previsão e no começo da tarde o mar subiu vertiginosamente, para a alegria da galera praticante de tow in..

pois é, contente pelos meus amigos, que comandaram o espetáculo na entrada 15, bunker do pessoal do surf reebocado.

contente pelo começo de por do sol que voltou a aparecer entre as nuvens cinzas que se formaram de tarde, e que pintou de ouro todo aquele cenário com ondas extremamente grandes, fortes e tubulares, na minha segunda ida ao canto direito, numa terceira tentativa de varar

a arrebentação do canto do moreira, quase de noite, o que acabou não ocorrendo pois não havia mais luz natural pra visualizar as séries que vinham lá do horizonte.. é, dessa vez eu relato o diário de bordo meio triste, verdade seja dita não havia como atravessar a arrebentação rumo ao outside.

aliás, na hora eu agradeci a Deus de estar vivo só por ter tido a oportunidade de estar indo pro canto direito e

acompanhar um por do sol absurdamente psicodélico.. absurdamente psicodélico..

num período de vaga inicando o dia com 12 segundos, chegando aos 17 SEGUNDOS, a praia iniciou seu espetáculo com ondas de um metro e meio no começo da manhã, excelente formação, proporcionando tubos rápidos e sólidos.. Próximo do meio dia, o bagulho começou a ficar louco, como era de se esperar, e a ida até o canto direito da praia foi uma das coisas mais legais que já vivi aqui na Maresias.. Séries intermitentes com ondas de oito pés bombavam sem parar num lapso de 15 minutos, quando séries MAIORES, beirando os 10 pés riscavam o horizonte e bombardeavam a bancada de areia, numa maré ultra seca e perigosa! A adrenalina começou a querer tomar conta do meu corpo, mal via a hora de iniciar a travessia pro outside, naquelas condições.. Praia polvilhada de jet skis, o povo na entrada 15 feliz da vida, com o que estava começando a acontecer..

encontrei o Rikka saindo da praia, com o dever de casa cumprido, com uma 8'4" na remada,

amarradão, mesmo sem esboçar alguma emoção..

aí foi uma sucessão de encontros com os amigos se preparando pras sessões de tow in, contem bem umas duas centenas de pessoas..

Fantinha, Netinho, Alfredo Bahia, Carneiro, toda a galera do jet, é muita gente curte essas ondas há mais de duas décadas.. valeu ver esse povo

não tenha dúvida, o tow in é um esporte de equipe e que cada vez mais agremia amigos e novos participantes, como se fosse uma unica familia, todo mundo se diverte..

a lan house tá fechando amanhã tem mais!!!

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

(estou escrevendo este post agora, mas já vai vendo o que vai acontecer neste bairro amanhã!!!

OBRIGADO, SENHOR!!!

gallery_1198_4499_46683.jpg

POWERED BY WINDGURU.CZ/PT

mal se dorme nessas noites..!

amanhã eu continuo esse relato

boas ondas a todos!

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

fala Joey!

pode ter certeza que muita coisa vai sair na midia, cara!

o queu achar, peço licença e posto aqui pra vocês, estava realmente absurdo o surf..

o que aconteceu ontem foi um dos mais belos espetáculos da natureza!

tem um restinho deste relato iniciado ontem, que transcrevo pra vocês:

DIÁRIO de BORDO (continuação)

com relação ao que vivemos neste sábado, algumas coisas gostaria de salientar
próximo da mudança do período de vaga de 12 segundos subindo para a casa de 17 SEGUNDOS, tive a oportunidade de ver, igual todas as milhares de pessoas que assistiam ao espetáculo que a Mãe Natureza proporcionou, um sortudo domando uma pequena "montanha" de água. A onda seguramente passava dos 10 pés.
Tratava-se de uma direita monstruosa e cavalar que começou a dobrar muito no outside..
O surfista, estilingado com perfeição na onda, só teve o trabalho de se posicionar no bowl da onda desde o inicio da decolagem,
chegando no inside completamente inserido dentro do "pocket" monstuoso que o tubo estava proporcionando, e saiu seco na baforada..
na 10 encontrei o Duda e pedi a ele que avisasse os guarda vidas que à partir das quatro horas da tarde o período de vaga iria aumentar de 12 segundos para 16 (bateu 17!!!), e quando houvesse a troca de maré a tal ONDA DE MARÉ iria acontecer, que ficasse de sobreaviso, pricipalmente entre as entradas 7, 8 e 9 isolando o trecho de praia dada a possibilidade de panico e atropelamento caso essa onda aparecesse.
Na realidade, conversando com o Ale lá no Flor de Sal, me disse que houve um "pequeno tsunami" nas proximidades do grupamento do corpo de bombeiros e salva vidas, a onda meio que chegou a invadir a garagem do grupamento, preciso confirmar.. o impacto real desta "onda de maré"..
precisa limitar a velocidade dos carros nesse perimetro urbano..
não importa de quem é a responsabilidade
SÃO VIDAS HUMANAS, FAMILIAS EM PASSEIO, NA REALIDADE
tenho que ir até a prefeitura habilitar a placa antes da temporada..
a respeito deste fato, gostaria de salientar
que faziam quase 10 anos que não acontecia uma convergência de fatores assim, ou seja,
faziam aproximadamente DEZ ANOS que uma onda semelhante deu o ar de sua graça nas valas do Bar do Meio..
houveram os RED NOSEs que foram campeonatos criteriosamente selecionados
e os caras pinçavam as melhores condições deste quebra cabeça, mas nada igual à montanha surfada pelo sortudo surfista..
e não foi o unico tubo!
com certeza o que aconteceu aqui em Maresias vai ser o TALK of THE TOWN na sua cidade essa semana. Pode acreditar..
Na realidade, eu sugeriria que a "vejinha" fizesse uma matéria especial voltada pra leigo mesmo, turista,
pra galera observar a NECESSIDADE DE PROTEGER E PERPETUAR ESTE NOSSO HAWAII DISTANTE A DUAS HORAS E MEIA DA CAPITAL..
tá dada a idéia.. tenho certeza que "repórteres de campo" e material fotográfico ou faceboográfico estão á disposição..
... MAS NÃO DAVA PRA FALAR QUE NÃO TINHA UMA GOTA FORA DO LUGAR..
o mar cuspia bombas intermitentes sem canal, ou com este extremamente duvidoso..
ainda assim, aqui na Maresias existem dias que o mar está ainda MAIOR, com CANAL e séries BEM DEMORADAS e SOLZÃO..
repito:
ainda assim, aqui na Maresias existem dias que o mar está ainda MAIOR, com CANAL e séries BEM DEMORADAS e SOLZÃO..
AH! teve uma hora queu pensei que estivesse BEM LOkO, (na realidade até estava kkk)
pois apareceu um sujeito com uma prancha do tamanho de um FUN BOARD com alças e acreditem.. MOTORIZADA!!!
O mais absurdo é que a prancha "remava" numa aceleração parecida com o inicio da aceleração de um jet!
Remava muito rápido, e estava sendo pilotada por um sujeito que parecia que iria ter problemas no outside,
porque não é só ter o brinquedo.. é saber o que fazer lá fora nessas circuntancias..
eu até pensei: puta merda, será queu vou ter que tirar esse cara de dentro da agua ?!?
pelo próprio bom senso e instinto de sobrevivência, o sujeito viu que estava acima do possivel e retornou pra areia.. fiquei com muita vontade de testar o brinquedinho hoje! (conversando com a Monica, me disse que existe uma firma chamada wave jet que criu um sistema de propulsão acoplável a qualquer tipo de prancha.. vou procurar pra ver. A pranchinha rema bem, viu!
tá na mão!
CARACA!!! EU QUERO UMA DESSAS!!!
só o final price é que assusta!
===========================================================================
Wave Jet Gun System

Details

WaveJet Guns are developed by leading industry shapers with advisement from Big Wave Champ Garrett McNamara and tested by some of the best big wave surfers in the world. WaveJet Guns assist surfers in paddling out and surfing into bigger waves without a tow in.

System comes with:

  • WaveJet Power Pod
  • Blank pod for non-powered use
  • Seatooth-enabled Wrist Controller
  • Charging Station
  • User's manual
Additional Information Dimensions 10’ 4” x 20.5” x 4”
$4,595.00 AUAU!
===========================================================================
continuando..
O Richard, sempre solicito, oferecia carona pros amigos de remada até o outside (eu declinei e agradeci). Até que no meio da tarde algum amigo dele apareceu com prancha e aceitou a carona, sendo atravessado pelo jet ski até as ondas. Permaneceu por meia hora buscando posicionamento e desceu uma bomba, morrendo dentro do tubo no inside (close-out) e saiu do mar amarradão.
ah.. tem essa também.. graças a Deus não tenho que provar nada pra ninguém, e na realidade estou me poupando pras ondas VERDADEIRAS dos dias EXTREMAMENTE PERFEITOS..
Surfar esses barrels fechando, o perigo de se machucar e ficar impossibilitado temporariamente ou quebrar a prancha no meio de um bombardeio desses, ficando fora de combate já não é mais a minha praia, haja vista a qualidade dos tubos que estarão acontecendo daqui a pouco.. já é domingo e a previsão é que o solzão permaneça firme, num dia propício a se surfar TUBOS CRISTALINOS com os amigos na remada e com a praia cheia de gatas!
Passei pelo Doutor Alfredo Bahia, ao final deste dia na 15, já recolhendo equipamento. Parecia criancinha de tão feliz que se encontrava. O Alfredo por motivos profissionais precisou se ausentar daqui do bairro que tanto ama por quase cinco anos.
Para nós que amamos essas ondas e que já passamos por afastamento involuntário, sabemos o quão sofrido é,
e é bom ver o cara no rip, decolando TÚNEIS ATRÁS DE TÚNEIS, só pra não perder o costume! Passei por ele me comprimentou:
- RyL! O homem dos mares impossíveis!
retribui a vibe, incorporando um sotaque italiano e mandei
- Dotore Alfredo, el mare oge tá parecendo bangue bangue à italiána..! As ondas estão muuuito "INHORANTES"..!
na realidade, merecidamente o Alfredo não se cabia dentro dele mesmo de tão amarradão que ele estava, neste retorno..
aliás, o milagre aconteceu de novo e ESTAVA TODO MUNDO FELIZ!
amanhã tem mais!
pra quem fica, o surf adentra a semana toda com solzão..
pra quem vai, essa semana a night de São Paulo será uma das melhores a serem vividas aí na capital..
O teor de mulheres bronzeadas que vivenciaram esse maravilhoso fim de semana aliadas à vibe dos guerreiros que se habilitaram a estar na água e surfar estas ondas fará das noites paulistanas nesta semana o segundo melhor lugar do mundo pra ser vivenciado..
vocês vão escutar narrações de histórias de um dia fantástico, SURREAL, absurdamente belo e maravilhoso. Quem esteve aqui viveu, presenciou e consagrou esse estado de êxtase que é surfar estas ondas aqui. Fora a economia de passagem aérea, hoje aqui aflorou HAWAII! E ainda existem condições MAIS PERFEITAS E HARMONIOSAS, pra neguinho não ficar metendo o arrego e reclamar de nada, apenas pegar a prancha e.. remar!
nossa! agora a cabeça voou longe!
até amanhã, aliás, até hoje! quase quatro e vinte da manhã.. hora de acordar e etc, etc, etc..
boas ondas a todos!
Domingo
o domingo amanheceu ensolarado, meio com nuvens..
O mar abaixou, mas ainda assim ondas pesadas e tubulares.
O forte vento terral e a correnteza continua fizeram da sessão de domingo um dia legal pra remar, escalar algumas bombas..
o vento está tão forte, que por duas vezes eu já estava dropado,
mas o vento tirava a prancha da linha de drop, soprando a prancha pra cima e pra trás.
Mesmo assim está sendo um dia maravilhoso.
A maioria do povo já foi embora, com a lembrança
do dia de surf espetacular que premiou quem se aventurou no sábado, junto as valas gigantescas..
bom, moçada, amanhã o surf continua, sem crowd, pra galera do bairro e da cidade..
quem teve a sorte de poder permanecer aqui nesta segunda feira vai surfar ondinhas de sonho nas valas da praia!
boas ondas e boa semana pra todos!
fica ligeiro que esta semana tem JANELA EXCELENTE DE GERMINAÇÃO de NATAL!
jingle bells!
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Conteúdo Similar

    • Por Saviovf
      Madame e Maconhela ... FDP ... Só porque tu é o Banbanban da parada ... Quebrou a mandinga e apertou TODA flor da casa seu  fela >>> Tamo no Modo Tripa de 20 >>> e tu sincronisa essa merdinha de seu  J5 ... Na LG aqui do Living >>> Vai colhe quando? Escuto antes do Bom Dia  ... 
       

×
×
  • Criar Novo...