Percoff

Psicóloga Cristã Tem 15 Dias Para Excluir Opiniões Religiosas De Seus Sites

Recommended Posts

Guest crazyfool*

mano, olha o q virou esse tópico!

porra uma das cabeças do movimento maconha nao ta sendo calada pelo conselho de psicologia, por misturar suas convicçoes religiosas com a sua profissao de psicologa, e a gente aqui batendo boca com o Herbo, ele tem direito de axar o q ele quiser tbm!... se ele acha injusto q a Marisa lobo seja proibida de tratar homosexualismo como doença, ou axa injusto a marisa Lobo nao poder mais falar q ateus são enviados do sete pele, e que a maconha vai contra a conduta da "boa familia Brasileira"

, foda se, eh direito dele , ele pode achar o que ele quiser!

ele expos alguns pontos d vista e geral aqui ta caindo de pau em cima dele.... isso n pode acontecer galera, a gente tem q saber se respeitar!

mesmo as ideias do cara sendo contrarias as minhas, n posso obrigar ele a mudar o jeito q pensa, nem nenhum d vcs podem fazer isso.

a letra foi dada já, o Herbo n é nenhum muleke, tenho certeza q ele aceitou as criticas d peito aberto, e mesmo assim continua mantendo se firme nas suas convicçoes, então beleza.

Só n podemos deixar esse clima de guerra tomar conta do topico.

cada um d nós pensa d uma forma diferente, enquanto alguns vibram com essa decisão da Marisa ter q fechar a matraca outros nao concordam, assim como nem todo mundo concorda em liberar a cannabis, é a vida!

independente do q cada um de nós acha, a Vadia tem 15 dias pra se redimir, e tirar os comentarios preconceituosos do blog lixo dela, isso é fato! .....gostando ou não....passa a regua e fecha a conta!

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Saber respeitar um cara que veio desrespeitando e tirando falinha em cima dos outros...

AH TÁ NÉ.

e CRAZY, se tem nego aqui que não abraça a causa, então que de prefixo e saia do ar né. Pqp, que vá postar no Fórum Cristão então.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom galera, vou postar um texto grande aqui, mesmo certo de que muitos não o lerão. Espero me fazer entender um pouco melhor aos que se derem ao trabalho de lê-lo. Para quem não deseja ler, peço desculpas pela polêmica e garanto que não estou aqui para desunir ninguém, mas promover um debate saudável com pessoas com conceitos e conhecimentos acima da média. Fico triste com o desrespeito em qualquer situação, principalmente entre pessoas que estão aqui por terem idéias em comum se ofendendo mutuamente por discordarem de outras. Dito isso:

Entendo perfeitamente agora a questão e a preocupação dos amigos. Minha dúvida e motivo de discordância foi o fato de considerar uma censura exagerada por parte do conselho, pelo simples fato de ela definir a formação dela no blog. Ou seja: Blog é um espaço pessoal onde ela tem o direito de emitir a opinião que quiser e o fato de ela assinar como psicóloga não implicaria automaticamente qualquer embasamento científico nos pensamentos dela. Isso, como ficou claro para mim agora, só vale para mim. Não considero ciência sinônimo de verdade, por isso não me atenho a autoridade científica para corroborar argumentos, mas a lógica e a comprobabilidade deles. É claro, e isso é muito natural, que outras pessoas podem se sentir inclinadas a aceitar determinados argumentos com base no pregresso acadêmico da psicóloga. Vejo agora que por esse ponto de vista o conselho tem razão.

Muito foi aqui discutido sobre o mal que ela pode ter feito em exercício da profissão. Essa não é nem nunca foi a questão, pelo menos de minha parte, por não haver sequer necessidade de discutí-la, já que a censura a ela se limitou às redes sociais, e ela continuará plenamente habilitada para exercer a psicologia, mal ou não. A questão para mim, portanto, é ver o blog como extensão de sua vida pessoal, espaço de livre emissão de pensamento, direito humano fundamental. Via portanto que ela poderia associar as coisas nesse âmbito, até por talvez considerar sua faculdade como razão argumentativa que a levou a ter as crenças que tem hoje. A ciência tem tantas conclusões absurdas quanto a religião. Em âmbito pessoal portanto ela era obrigada a omitir sua formação para poder ter opiniões divergentes?

Vejo portanto que isso já é, de fato, pacífico. O conselho foi justo na medida em que leigos possam ser influenciados pela pretensa qualificação de pesquisadora que ela detém, muito embora ainda que o seja. Como não cabe desmistificar a inquestionável aura de verdade que detém a ciência, para se evitar danos, corta-se o mal pela raiz. Em nenhum momento acredito que isso não possa trazer benefícios, nem que a manutenção de idéias preconceituosas não possam trazer malefícios. À parte isso, portanto, irei voltar a questão da liberdade de expressão, visto que a questão do uso de autoridade para legitimar a má fé já foi amplamente explicada pelos companheiros do fórum. Minha dúvida, que talvez seja melhor motivada nos próximos parágrafos, é mais abstrata e independe dos interlocutores. Assim sendo, vou em frente.

Acredito que é fácil se julgar quanto se é preto no branco. Mas reafirmo minha concordância com o Herbo sobre a liberdade de expressão em todas as circunstâncias, pois em situações não tão claras como essa a censura pode facilmente ser adotada sem justiça, basta que o pensamento vigente seja crítico apenas com os seus fins mas não com os seus métodos. Se contra-argumentar é um dever, censurar é fugir ao dever pois o ignorante enganado permanecerá nestas condições e ainda se sentirá injustiçado por aqueles que só querem o seu bem.

Acredito que defender um pensamento é diferente de defender a liberdade de pensamento. Uma é fruto da convicção, outra da consciência de que todos temos os mesmos direitos. Já disse isso e repito: Não acredito que esse fato seja um motivo de comemoração por parte de todos desde fórum, visto sua razão social, e digo isso porquê? A opinião dela sobre as drogas isoladamente não levaria a uma censura de suas redes sociais. Acredito inclusive que a opinião dela sobre maconheiros não foi de grande peso, e quiçá, corrijam-me os que sabem mais, nem foi citada como uma das razões para a infração ética. Confere?

É claro que entretanto esse fato seja um motivo de comemoração para os que discordam dos pensamentos dela e o consideram prejudicial para a sociedade: é justo e louvável pensar assim. Mas não vejo vitória sobre os verdadeiros males que ainda persistem: o pensamento preconceituoso e a falta de criticidade argumentativa, que fundamenta o preconceito. A única coisa que pode por um fim ao preconceito é a razão, a clareza e a busca incessante da verdade, por meio do debate de idéias, com paciência e respeito.

Por essa razão eu não desejo, e deixo isso muito bem claro, a extinção de quem eu não concordo. Eu desejo convencê-los de que o lado que eu defendo é mais justo e verdadeiro. E quanto aos mal intencionados? Desejo que também permaneçam, para servir de contraponto à minha razão: assim os que concordarem comigo ou com eles podem avaliar por seus próprios meios aquilo que consideram melhor para si e mais justo para a sociedade. Consenso em totalidade não é possível de se conseguir sem coerção. Por isso aceito as diferenças e ao contrário do que possa parecer, isso não enfraquece em absoluto minhas convicções. Muito pelo contrário, permitir ao outro pensar da maneira que deseja só reforça para mim mesmo como estou do lado certo.

Obrigado aos que leram e espero que possam no futuro mudar a imagem que fizeram de mim neste primeiro momento.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mano, olha o q virou esse tópico!

porra uma das cabeças do movimento maconha nao ta sendo calada pelo conselho de psicologia, por misturar suas convicçoes religiosas com a sua profissao de psicologa, e a gente aqui batendo boca com o Herbo, ele tem direito de axar o q ele quiser tbm!... se ele acha injusto q a Marisa lobo seja proibida de tratar homosexualismo como doença, ou axa injusto a marisa Lobo nao poder mais falar q ateus são enviados do sete pele, e que a maconha vai contra a conduta da "boa familia Brasileira"

, foda se, eh direito dele , ele pode achar o que ele quiser!

ele expos alguns pontos d vista e geral aqui ta caindo de pau em cima dele.... isso n pode acontecer galera, a gente tem q saber se respeitar!

mesmo as ideias do cara sendo contrarias as minhas, n posso obrigar ele a mudar o jeito q pensa, nem nenhum d vcs podem fazer isso.

a letra foi dada já, o Herbo n é nenhum muleke, tenho certeza q ele aceitou as criticas d peito aberto, e mesmo assim continua mantendo se firme nas suas convicçoes, então beleza.

Só n podemos deixar esse clima de guerra tomar conta do topico.

cada um d nós pensa d uma forma diferente, enquanto alguns vibram com essa decisão da Marisa ter q fechar a matraca outros nao concordam, assim como nem todo mundo concorda em liberar a cannabis, é a vida!

independente do q cada um de nós acha, a Vadia tem 15 dias pra se redimir, e tirar os comentarios preconceituosos do blog lixo dela, isso é fato! .....gostando ou não....passa a regua e fecha a conta!

Concordo crazy e discordo Herbo, com respeito ao forum e a todos. E a vadia agora tem 10 dias! ...a advertência do conselho foi dia 09/02/12.

Editado por sapo.Ro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Guest crazyfool*

po , como ja diziam, mulher , religião e futebol....nao se discute

só axo q acima d tudo tem de haver respeito, ainda mais entre membros do fórum, estamos carecas d saber q somos minoria, e esse bater d cabeças nao ajuda em nada a união do nosso movimento, sózinho, nao somos nngm, mas juntos somos quase 50.000 cadastrados no fórum, e isso significa muito mais do que 5 dezenas d milhares d chapados, significa q temos q nos unir , apesar das diferenças pra conseguir atingir um objetivo maior, que é ser ouvido .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Spartacus e Herbo.

Gastem essa energia para o nosso lado.

Usem todo o arsenal retórico (interessante o topico dos sofismos e falacias) que vcs possuem para defender o Sativa Lover, por exemplo, em vez da maluca da psicologa cristã.

Spartacus, a mim não incomoda se rasgarem a carteirinha do Laranjeiras! Motivo justo não falta.

Penso que geralmente direitos vem acompanhados de deveres, liberdade de expressão inclusive. A psicologa cristã não cumpre o dever de embasar seu discurso.

Sei que vcs ainda vnao continuar bancando os advogados do diabo nas proximas paginas, mas francamente estão canalizando mal seu tempo e sua energia...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me desculpem me intrometer, mas o Herbo escreveu na página 8 que o Sigmund Freud are judeu e religioso, e isso pode ser verdade sobre descendência, mas ele não era crente de forma alguma, estou lendo um livro dele chamado "O futuro de uma ilusão" onde ele examina a religiosidade de forma psicoanalítica e chega a conclusão que a religiosidade não só atrasa nossa sociedade de chegar a um ponto de avanço e direitos homogêneos, como afirma que a religiosidade em si existe devido a sentimentos de inferioridade não bem resolvidos na infância, então, não, ele não tinha crenças, se você ler suas obras descobrirá que ele era um questionador nato, e uma questão como a religião não passaria despercebida pelos seus sentidos e inteligência.

Exatamente. Tive uma discussão com um crente no twitter sobre esse ponto.

https://twitter.com/#!/OCannabista/status/168485482953576448/photo/1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Spartacus e Herbo.

Gastem essa energia para o nosso lado.

Usem todo o arsenal retórico (interessante o topico dos sofismos e falacias) que vcs possuem para defender o Sativa Lover, por exemplo, em vez da maluca da psicologa cristã.

Spartacus, a mim não incomoda se rasgarem a carteirinha do Laranjeiras! Motivo justo não falta.

Penso que geralmente direitos vem acompanhados de deveres, liberdade de expressão inclusive. A psicologa cristã não cumpre o dever de embasar seu discurso.

Sei que vcs ainda vnao continuar bancando os advogados do diabo nas proximas paginas, mas francamente estão canalizando mal seu tempo e sua energia...

é bem por aí....

E tentei manter o nível da argumentação em todos os posts, se errei em algum desculpe a quem se sentiu ofendido, to aqui pra debater idéias não pessoas

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso aí. Mas até paciência tem limite. Todo mundo argumentando A, o cara B. Aí depois quando a gente argumenta B, ele argumenta F. Aí não tem cabimento nem seriedade na discussão.

E não interessa o que nós pessoalmente achar ou não achar, tomou a rajada, com razão, e não existe falar-se em proibicionismo contra ela. Pelo contrário, ela é que fode um monte de gente por aí com seus argumentos falhos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

po , como ja diziam, mulher , religião e futebol....nao se discute

só axo q acima d tudo tem de haver respeito, ainda mais entre membros do fórum, estamos carecas d saber q somos minoria, e esse bater d cabeças nao ajuda em nada a união do nosso movimento, sózinho, nao somos nngm, mas juntos somos quase 50.000 cadastrados no fórum, e isso significa muito mais do que 5 dezenas d milhares d chapados, significa q temos q nos unir , apesar das diferenças pra conseguir atingir um objetivo maior, que é ser ouvido .

ouvir até ouvem, o objetivo maior é que é maior.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Spartacus e Herbo.

Gastem essa energia para o nosso lado.

Usem todo o arsenal retórico (interessante o topico dos sofismos e falacias) que vcs possuem para defender o Sativa Lover, por exemplo, em vez da maluca da psicologa cristã.

Spartacus, a mim não incomoda se rasgarem a carteirinha do Laranjeiras! Motivo justo não falta.

Penso que geralmente direitos vem acompanhados de deveres, liberdade de expressão inclusive. A psicologa cristã não cumpre o dever de embasar seu discurso.

Sei que vcs ainda vnao continuar bancando os advogados do diabo nas proximas paginas, mas francamente estão canalizando mal seu tempo e sua energia...

Acho que pode fechar o tópico. Ninguém vai mudar de opinião. A discussão tá andando de lado. Todo mundo já embasou seus argumentos. Só se repete. Se não convenceu não convence mais.

No início também tive dúvidas se era correto caçar ela. Mas acho que quando se olha pelo lado da ética não tem como negar que a Marisa está agindo de forma errada.

Ela não está proibida de pregar, ser religiosa e odiar gays e maconheiros. Ela só não pode fazer isso em nome da psicologia.

Simples e claro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"Acho que pode fechar o tópico. Ninguém vai mudar de opinião...."

Acho que nesse momento podem alegar intolerância à liberdade de manifestação do pensamento.... :335968164-hippy2: ....deixa rolar, é só todos se respeitarem sem criar clima de guerra.

Quero ter a satisfação de comemorar aqui no tópico daqui a 10 dias o resultado da comissão do conselho.

Editado por sapo.Ro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Herbo partiu de uma premissa falsa, a que a liberdade de expressão é irrestrita, também com relação às questões atinentes ao código de condutas dos psicólogos.

Pra quem pretende discutir discurso, falácias e etc, seria bom ele partir com a cabeça aberta antes de qualquer coisa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha opinião é essa. Todos, como cidadãos, tem o direito de se expressar.

Eu, inclusive, em nome da liberdade total de expressão, acho que discursos odiosos não devem ser proibidos. Mas é uma opinião pessoal que não encontra respaldo na lei.

Agora quando eu assino, proclamo ou tenho uma opinião, respaldada por uma classe profissional e um estudo teórico, devo seguir alguma linha de conduta. Essa linha pode ser questionada? Sim, claro, mas caso a regulamentação da profissão não aceite sua reclamação, acho até mesmo o mais ético sair por livre e espontânea vontade da classe. Afinal, se eu não me alinho com a linha de conduta geral, talvez oq eu deva fazer é fundar a minha própria linha de pensamento. No caso da Marisa seria a Psicocristandade.

Um médico não pode dizer para vc rezar para curar seu câncer e largar os remédios. Um engenheiro não pode dizer para não usar cimento pois Jesus segura o prédio, um juiz não pode condenar alguém pois feriu a lei de Deus. Mas todos eles podem falar isso como indivíduos. Acho isso simples e claro. Não entendo qual a dificuldade em entender a diferença do indivíduo e do indivíduo inserido dentro de uma classe.

  • Like 5

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha opinião é essa. Todos, como cidadãos, tem o direito de se expressar.

Eu, inclusive, em nome da liberdade total de expressão, acho que discursos odiosos não devem ser proibidos. Mas é uma opinião pessoal que não encontra respaldo na lei.

Agora quando eu assino, proclamo ou tenho uma opinião, respaldada por uma classe profissional e um estudo teórico, devo seguir alguma linha de conduta. Essa linha pode ser questionada? Sim, claro, mas caso a regulamentação da profissão não aceite sua reclamação, acho até mesmo o mais ético sair por livre e espontânea vontade da classe. Afinal, se eu não me alinho com a linha de conduta geral, talvez oq eu deva fazer é fundar a minha própria linha de pensamento. No caso da Marisa seria a Psicocristandade.

Um médico não pode dizer para vc rezar para curar seu câncer e largar os remédios. Um engenheiro não pode dizer para não usar cimento pois Jesus segura o prédio, um juiz não pode condenar alguém pois feriu a lei de Deus. Mas todos eles podem falar isso como indivíduos. Acho isso simples e claro. Não entendo qual a dificuldade em entender a diferença do indivíduo e do indivíduo inserido dentro de uma classe.

45bb7_like-button.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha opinião é essa. Todos, como cidadãos, tem o direito de se expressar.

Eu, inclusive, em nome da liberdade total de expressão, acho que discursos odiosos não devem ser proibidos. Mas é uma opinião pessoal que não encontra respaldo na lei.

Agora quando eu assino, proclamo ou tenho uma opinião, respaldada por uma classe profissional e um estudo teórico, devo seguir alguma linha de conduta. Essa linha pode ser questionada? Sim, claro, mas caso a regulamentação da profissão não aceite sua reclamação, acho até mesmo o mais ético sair por livre e espontânea vontade da classe. Afinal, se eu não me alinho com a linha de conduta geral, talvez oq eu deva fazer é fundar a minha própria linha de pensamento. No caso da Marisa seria a Psicocristandade.

Um médico não pode dizer para vc rezar para curar seu câncer e largar os remédios. Um engenheiro não pode dizer para não usar cimento pois Jesus segura o prédio, um juiz não pode condenar alguém pois feriu a lei de Deus. Mas todos eles podem falar isso como indivíduos. Acho isso simples e claro. Não entendo qual a dificuldade em entender a diferença do indivíduo e do indivíduo inserido dentro de uma classe.

Bravo :emoticon-0137-clapping:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, vc q gosta das falácias continua né...onde eu disse q psicólogo podia medicar?? E pra completar muda o assunto, falando de outro problema da sociedade que nada ter a ver com o assunto em pauta. Relação entre médicos e laboratórios é um problema real, mas é outro assunto brother, nada a ver com o que tá sendo discutido aqui.

Por favor, responda minha pergunta sobre o médico

"se eu escrevo e publico um artigo falando pra todo mundo que tem uma infecção não tomar anti-biotico e sim ir até Aparecida a pé e assino Togo, Médico CRM XXXXX-X. Devo ser punido ou pra vc isso também é liberdade de expressão???"

não falei que você disse que médico podia medicar, você tem CRM ?? porque pelo que eu entendi a questão não é que a mulher não tem registro. e você seria preso por falcidade ideologica, é diferente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

e eu não censurei nada, só falei que o discurso do ódio é tão estupido quanto o discurso dela, talvez até mais, e se você quer ser tão estupido quanto ela parabéns, você conseguiu. abraço ai...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Herbo partiu de uma premissa falsa, a que a liberdade de expressão é irrestrita, também com relação às questões atinentes ao código de condutas dos psicólogos.

Pra quem pretende discutir discurso, falácias e etc, seria bom ele partir com a cabeça aberta antes de qualquer coisa.

falsa ?? você esta afirmando que é falsa, onde você fundamenta isso, eu já te citei voltaire, quem você cita pra embasar tamanha estupidez ? Pperverso, pra um consultor juridico você nnao tem argumento NENHUM pra nada. e continua com o papo de censurar a liberdade de expressão, você é um facista disfarçado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haa! só cheguei agora aqui... :P

Esse GR, me dá horas de leitura... uhaeuheauhaeuhaeuhae

Passou da conta mesmo galerinha... Todo mundo que se exaltou no pessoal, espero que peçam desculpas e se acertem... eu dei minha letra e pulei fora... Togo, sou teu fã! Que elegança!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...