ricco y locco

Secagem, Cura, Thca, Thc. Cbd E Cbn: Secagem E Cura Tutorial Regatado Do Marcelo (2002-2003)

Recommended Posts

oi!

estou postando um texto do Marcelo,
escrito por volta de 2002-2003 aqui no grow
que permaneceu perdido na noite dos tempos e que
recentemente eu resgatei e é parte integante do post de minha autoria:

QUANDO COLHER (al gusto)

med_gallery_1198_4499_24599.jpg

http://www.growroom....fectcloseupjpg/

===================================================================================

Beleza galera??

Andei vendo uns posts a respeito da cura do fumo..
como faço às vezes gostaria de passar minha experiência
a respeito deste assunto..portanto acendi um e vou escrevendo...

Quando começei a plantar
eu simplesmente colhia no momento certo
( para quem não sabe qual o melhor momento de colher
eu sugiro dar uma olhada nos outros posts específicos deste tema..)
esperava secar (ou às vezes nem esperava ) e fumava..... mais tarde isso se revelou um grande erro..

percebi q meu fumo estava bom mais ainda faltava algo..
começei a consultar um monte de fóruns e mais tarde comprei
um pequeno livro específico sobre o assunto (la importancia del curado - Urtigueras - LCC) ,
que me forneceu todas as respostas para que eu iniciasse minhas experiências com a cura
(nesse lance de plantar maconha só se aprende lendo bastante e experimentando mais ainda... )

.. espero com esse tutorial
convence-los da importância da cura
e passar o método que costatei ser mais eficaz para mim.

A cura é fundamental para conseguirmos
uma maconha de melhor sabor, potência e menos agressiva para nosso pulmões..

além disso com um processo adequado de cura poderíamos,
ao menos em teoria, variar certos aspectos das características psicotrópicas do fumo...

Os cubanos têm os melhores charutos em parte pelo apurado processo de cura que promovem em seu tabaco...

o correto envelhecimento do vinho é um processo parecido com a cura... mas vamos lá..

Na etapa final do desenvolvimento da planta
ela incrementa muito sua produção de resina..
nessa resina se econtram - entre muitos outros componentes - os psicotrópicos cannabinóides...

os principais cannabinóides encontrados nesta etapa são:
o ácido tetrahidrocannabinóico (THCA)
o famoso THC
o cannabidiol (CDB) e
o cannabinol (CBN)... existem outros componetes variantes,
e suas versões ácidas mas eles são em pequena quantidade e portanto irrelevantes para nós..

Seus efeitos aproximandos (considerando-se q cada pessoa tem uma reação diferente...) são:

THCA > não é muito ativo psicotropicamente falando.. têm 10% do poder psicotrópica do THC.

THC > é o componente mais conhecido e responsável pela onda euforizante q sentimos em alguns tipos de maconha.. do tipo querer ir fazer as coisas... ( apesar de estarmos bem loucos e não conseguirmos fazer nada... )

CDB > proporciona um sentimento euforizante pesado porém de curta duração... mais ou menos como quem não fuma (tabaco) e fuma um cigarro, tragando bem fundo... vc vai ficar tonto, talvez enjoado mais por pouco tempo.... os papas do assunto dizem q este é o psicotrópico que nosso sistema nervoso mais rapidamente cria resistência... tb se diz q as experiências desagradáveis com a maconha (tipo pânico e enjoo) são devidas geralmente ao CDB, por isso estas sensações são mais comuns em fumantes novatos...para os fumantes experientes no entanto este componente pode ser prazeroso..

CBN > Têm as características relaxantes da maconha (leia-se chapadonas...)

Bom o THCA é o que está mais abundante neste momento (antes de colher, na etapa final de seu desenvolvimento..) um fumo
com muito CBN é geralmente aquele q te dá vontade de não fazer nada.. o CBN tb acaba por se decompor em outros componentes não psicoativos, porém depois dos outros componentes acima citados.. e daí é q vem aquele fumo velho, um pouco chapante e nada euforizante..

No momento da colheita a planta têm mais THCA (pouco ativo) do que THC (muito ativo) têm tb uma parte de CDB (legal pois é bem psicoativo) e uma pequena parte de CBN ( q deixa chapadão) .. quem quizer comprovar isso basta fumar um bud ( de boa qualidade..) recem colhido... provavelmente ele não carburará mas experimentem colocar um um bong ou cachimbo.. vcs irão, provavelmente, ficar levamente euforizados (pela ação do THC) e nada chapados (pois ainda têm pouco CBN).. depois curem corretamente o fumo e tentem comparar as ondas ( se vcs se lembrarem.. )

Bom aí é q entra a primenra parte de processo de cura que é a Secagem

1. SECAGEM
secagem é o processo de deshidratação da maconha (secagem mesmo.. q tira a agua e deixa ele "carburável").. e pricipalmente de transformação do THCA em THC.... isso se faz deixando o fumo em contato irrestrito com o oxigênio do ambiente.. o problema é q parte do THC se transforma em CBN e portanto o que conseguimos realmnte é aumentar o THC e o CBN ou seja nesta etapa o fumo fica mais euforizante e mais sedante ...

A secagem ideal é obtida da seguinte maneira:

a) corte o caule da planta e a pendure de cabeça para baixo, sem cortar as folhas... isso é util pois as folhas acabaram por cubrir os buds delicadamente, os protegendo de qualquer manipulação externa... lembrem-se q os cristais e as resinas são bastante frágeis e quanto menos as manipularmos melhor...

cool.png mantenha sua planta no escuro, em um ambiente ventilado (mas sem ventanias...) e seco.. na temperatura ideal entre 18 e 22 C ( é importante não ter uma temperatura cima de 30 C pois isso acelera muito a conversão de THC em CBN e aí teremos um fumo muito chapante e pouco euforizante..)

C) a secagem se dá lentamente... não tenha pressa.. caso esteja na seca compre uma paranga, mais não apresse o processo... NUNCA use fornos ou secadores de cabelo.. sei por experiência própria, q isso é nada mais do q disperdiçar o fumo...

D) o processo está completo quanto o peso de tudo chegou a 25% do inicial... mas têm uma maneira mais prática de verificar.. basta tentar entortar o galho.. se ele quebrar e dentro estiver seco, beleza...

E) não deixe secar demais.. pois um mínimo de humidade (cerca de 10% do peso em água) é necessário para o processo seguinte (cura) mas não deixe húmido demais pois senão vai mofar.. é galera só com o a experiência...
Bom findo este processo manicurem a planta (tirem tudo q não for buds.. fohals e galhos desnecessários.. eu tiro até as folhinhas pequenas..) e passemos para a cura propriamente dita.

2. CURA
Na etapa da cura queremos q a clorofila (q dá um péssimo gosto a maconha e "pega na garganta") e outros componentes se decomponham.. a correta cuar melhora muito o sabor e o aroma do fumo..
A decomposição da clorofila se dá em aproximadamente em 60 dias e a transformação de outros óleos essenciais ( q dão o aroma) se dão em 90 dias.. assim q o processo ótimo de cura leva 3 meses.. mais em uns 50 dias já temos um excelente fumo..
Lamentavelmente neste processo parte do THC oxida tranformando-se em CBN.. com a maconha perdendo assim parte de sua psicoatividade eufórica embora ganhe muito em matéria de sabor... o processo ideal de cura é uma combinação de gosto pessoal, condições ambientais e genética da planta...

Uma boa maneira é ir curando e experimentando um pouquinho, até q se chege ao ponto ou se acabe a paciência...

Durante a cura ocorrem nos buds inúmeras reações químicas o alguma atividade de biosintese.. basta lembrar de como amadurece e depois apodrece uma maçã, mesmo depois de colhida..

Depois de tentar algumas técnicas de cura eu faço assim:

A) Guardo os buds em um recipiente hermeticamente fechado e opaco, preferencialmente aqueles vidros com tampas vedadas com borracha.. como os vidros são translúcidos eu os guardo em uma caixa de papelão ou armário fechado, sem luz...

É importante q o vidro fique cheio até a metade, somente e com os buds sotinhos.. poius assim teremos um pouco de O2 necessário para a cura...

Buds q pegam luz poderão acabar por desenvolver microorganismos anairóbicos q acabarão por estragar o produto final... se vcs deixarem eles com oxig6enio a vontade eles acabarão por envelhecer, oxidando todos os componentes legais... se bem q um pouco de oxigênio é necessário para a cura... a temperatua ideal é de 25 C

cool.png uma vez por semana abro o vidro dou uma "mexidinha nos buds" e fecho de novo.. isso é importante para renovar o O2 e contribuir p/ quebra da clorofila...

C) caixas de papelão não são indicadas pois elas renovam o ar muito... caixas de madeira, desde q bem fechadas e q a tampa feche bem são boas, mas neste caso encha a caixa de buds (assim teremos menos espaço para o O2, para compensar a renovação pela porosidade da madeira..) e a abra a cada 10 dias... eu experimentei e gostei..

Quando chegar ao ponto, geralmente após umas 6 ou 7 semanas guarde o fumo em pequenos vidros herméticamente fechados e opacos e não os abra mas... e como fumar? já q esles não podem ser abertos
bom abram os vidros somente das quantidades de fumo q vcs vão consumir na próxima semana de guardem os outros sem abrir e sem renovação de O2.. outra opção é guardar pequenas quantidades de fumo em embalagens de filme preto... (sem abrir..) este é, sem dúvida, o melhor jeito de conservar a maconha.. se vcs o expuserem ao O2 depois de chegarem no ponto exato da cura a processo vai continuar, oxidando todo o THC e cagando tudo...

Congelar não é uma boa opção - apesar de diminuir a velocidade da degradação dos canabinóides - pois acaba por deshidratar o fumo, danificando as moléculas que dão o aroma e sabor...

O fumo velho é aquele
q o THC já virou CDB e o CDB já se decompos...
embora mais lentamente q o THC (note q a essa altura o THCA já foi para o caralho..)

Bom e o CBD, aquele q dá pânico, e junto com o THC é o psicotrópico mais legal??
ele se decompõe lentamente... com muito pouco O2 e portanto quase q independente da armazenagem... portanto sentiremos mais os efeitos do CBD em fumos mais novinhos... mesmo se o acondicionarmos corretamente..

Reitero q tudo isso depende de ínumeros fatoras tais como gosto pessoal, e genética das plantas.. mas em linhas gerais é isso...

Espero poder ter ajudado...
Um abraço,

marcelo
==========================================================================================

em linhas gerais..

esse post é um desdobramento
de um post muito interessante escrito pelo Delta, vale a pena ser lido!

http://www.growroom.net/board/topic/43855-a-importancia-da-maturacao-da-cannabis/

good buds!

  • Like 14
  • Thanks 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

muito bom

mas a questao é simples se colher antes vai ser fraco e se colher depois vai dar mais fome .

colha perto do maduro e não depois e nunca muito antes .

com o tempo tu sabe

fumo tem que chapar , ficar sorridente e uns deixam amuado !

mais tem que deixar os zóio de lula e vermelho senão neguinho volta pro trafico .

essa coisa de fumar o verde sem fazer a mente é caretice

  • Like 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

essa coisa de fumar o verde, pelo que li é exatamente o que o laranja podre se refere do quadro psicótico...

ou seja, ele se refere ao fumo verde como única maconha existente no mundo, o que não é verdade. é a maconha colhida cedo, a maconha comercial, que visa exclusivamente o lucro. por isso a necessidade de uma regulamentação, pois existem vários tipos de fumo em detrimento da época da colheita/amadurecimento da planta...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve Ricco,

aproveitando pra perguntar...

fiz exatamente esse tipo de secagem/cura.

só errei na manicure... eu manicurei antes de secar...quais as conseqüências de ter feito isso???

Abraço!

  • Like 4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu cara, seus posts sempre ajudam muito...

To no meu primeirissimo cultivo com 4 plantas e ja colhi uma, cedo por motivos de forca maior e da pra perceber direitinho oq voce disse.

Mto obrigado, sem a galera do GR eu nao teria conseguido..

abracos

td de bom!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve Ricco,

aproveitando pra perguntar...

fiz exatamente esse tipo de secagem/cura.

só errei na manicure... eu manicurei antes de secar...quais as conseqüências de ter feito isso???

Abraço!

um bom raca! (hash)

;)

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente. resgate, eu já tinha lido isso não lembro onde, o tempo traí a memória e alguns detalhes eu estava confundindo.

Já estou no ponto em que devia estar com os potes fechados e continuava a abrir de 15 em 15 dias por causa do medo de mofo.

Outra coisa os potes de filmes pretos que anda difícil de achar podem ser substituídos por potes de exames de fezes ou urina comprados nas farmácias por 1 real. Aki eu enrolo silver tape para ficar escuro e dá para encher um pote de cada genética e fumar tranquilo até por mais de uma semana sem abrir de novo os potes.

Tá rolando outro texto excelente aki no growroom sobre a maturação da cannabis que eu recomendaria a leitura pois fala da importancia do fumo ser colhido maduro, informação nova e bem embasada.

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Ricco y locco, parabéns bom texto, porém eu tenho em minha memória que é na fase de cura, quando o THCA vai transformando-se em THC, e uma pequena parte deste em CDB, por isso a diferença gritante em qualidade entre um fumo bem curado(60 dias) e o verdinho( chiclete).Vale ressaltar que a secagem/cura bem como a fase anterior a colheita, no amadurecimento das flores, manter se possível for a planta, em temperaturas entre 18 a 22o C, favorecem a manutenção não só dos princípios ativos da flor como também os terpeno ides responsáveis pelo sabor e odor das flores. Corrija-me se eu estiver errado pois faz um tempão que me li sobre o tema. Grato.

Caraca olha o homi ai!!!

Saiu da toca??

Saudades brow, de tu e do artista/apresentador marofento...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Resgatando esse ótimo tópico...

O que acham de fazer a cura em latas como de nescau, neston, etc? Será dá certo? Ou melhor investir um pouquinho e comprar um potes de vidro?

Valeu!

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só uma resalva a fazer, como já foi dito, salvo engano no mesmo tópico de onde foi tirado esses texto. Potes de filmes são péssimos lugares para se guardar fumo, primeiro além de deixar resíduos como a maior parte dos plásticos principalmente quando aquecidos (carregados junto ao corpo) ainda possui os resíduos dos componentes químicos que recobrem a superfície do filme e são tóxicos.

Para guardar fumo, principalmente por longos períodos é sempre preferível vidros com tampas herméticas, na prática potes de vidro de conserva e geléia em geral funcionam bem, as vezes é bom passar um veda rosca nos menos confiáveis.

  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma duvida nesse processo de cura que após ler alguns tópicos ainda não consegui tirar.. Depois que minha planta, germinou, cresceu, entrou em fase de flora e os buds já tão gordinhos pronto pra tirar.. Eu corto os galhos que os buds estão? Ou corto o caule da planta por completo? Feito isso como ela repete o processo? Ela repete ou só clonando?

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

oi!

pra manter a planta viva você poda algumas ramas, mas via de regra você colhe ela inteira mesmo..

existem tutorias aqui que explicam o processo de "revegetação" da planta, mudando os ferts pra vega e mais tempo de luz..

tem especies que não revegetam, tem especies que revegetam, precisa pesquisar aqui no forum.. boa sorte!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom o topico! porem a temperatura e cura a 25c eu acho meio alta, estava pensando em conservar os meus Buds numa adega de vinho a uns 18c no maximo...

abraco

_________________________________________________________________________________________________________

Diario do Growlove -> http://www.growroom.net/board/topic/53106-diario-do-growlove/page-2#entry1108145

LEGALIZA O CULTIVO BRASIL! :love-weed: :rollj: :rollj: :rollj: :rollj: :rollj: :love-weed:

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dei um vacilo grande ontem, esqueci o ar condicionado do quarto de secagem ligado, quando me dei conta os buds j estavam secos de mais, estão esfarelando.
Alguem tem alguma dica do que posso fazer pra voltar um pouco a humida, ou corro risco de mofar tudo ?

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Dei um vacilo grande ontem, esqueci o ar condicionado do quarto de secagem ligado, quando me dei conta os buds j estavam secos de mais, estão esfarelando.

Alguem tem alguma dica do que posso fazer pra voltar um pouco a humida, ou corro risco de mofar tudo ?

 

Mano pesquise sobre boveda 62. Ele deixa a umidade correta para consumo da erva! Se passou do ponto ou se ainda não está na hora, o boveda 62 da conta do recado!

 

 

Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Revivendo mais um bom conteúdo de 2011 .

Fiz uma cura de uma planta em 2016, uma Ruderalis hibrida, que durou 16 dias .

Leio muito o povo dizer que pra uma boa cura é preciso de alguns meses pra deteriorar a clorofila etc e tals, mas não é preciso .

O fato é que quando curamos a erva em um maior período de tempo, a gente perde o mais interessante que é o THC . (pra quem ama THC)

Meu conselho pra quem quer uma erva forte e de bom gosto, é curar em no máximo 20, 25 dias . Não haverá o gosto ruim da clorofila que nem dizem .

Além do mais, curas corretas e de curto período é muito mais vantajoso do que curas longas, devido ao fator THC .

Muitos gostam mais do CBD, CBN, então deixam mais tempo curando pra obter êxito nestas características .

Mas o fato é que quanto mais velha a erva, menor THC ela terá, mesmo tendo sabor e aroma melhor (o que não acho verdade) .

Se for pra fumar um fumo pouco chapante, leve a cura por 3 meses, mas ... se seu objetivo é BRISA e SABOR, cure em menor escala de tempo .

Do que adianta um fumo ser saboroso, ter bom cheiro, boa fumaça e não chapar o bastante ? De nada ! Concordam ?

3 meses de cura ? Loucura isso ! Em 20 dias, 25 dias temos uma erva de bom gosto, aroma, peso e potência . É isso que queremos ! Ou não ?

De qualquer forma, é valido também a cura em períodos maiores, porém não é regra de que o fumo fica melhor . Isso é falácia .

Sou grower desde 2014, estudo desde 2012, já perdi quase 400gr de erva por errar na cura (ser apressado) e em 3 anos consegui 2 colheitas sendo que apenas uma eu fumei (a do link abaixo) e outra eu perdi por cabaçar demais . Colhi, pendurei no varal por 3 dias e levei pro pote de vidro de 3 litros logo na sequência, isolando a parte externa do pote com saco de lixo preto (para que os buds não tivesse contato com a luz (mesmo estando dentro do guarda- roupas os potes)), mantendo fechado por 96hrs (por conselho dos mais antigos do fórum), para então abrir pela 1ª vez . Em 2 intervalos de 96hrs que eu deixei o pote fechado, a erva mofou toda, exalou cheiro de XIXI e tudo mais . Fiquei puto da vida com isso, que aconteceu ano passado 2016, mas os quase 400gr que eu perdi na cura me ensinou grandes e valiosas lições que eu estou agora em 2017 aplicando . Há 4 dias estou executando o processo de cura da minha primeira Maria de 2017 . Desta vez de forma correta e precisa . Estudei para karalho e desta vez não vou seguir conselhos errados . :D

Colhi a 1ª parte da Maria no dia 20-JUNHO-2017, fiz a manicure das folhas e levei para o guarda- roupas os ramos manicurados, pendurados de ponta- cabeça e em regime de escuridão total . Desta vez é muita erva e eu não vou vacilar de novo, pois aprendi com o meu erro anterior . Seguir os conselhos dos growers mais antigos que dizem ser necessário manter os buds dentro do pote fechado e escondidos num local escuro, por mais de 48hrs dentro dos primeiros dias de cura, me levou a errar na cura . O certo é nos primeiros dias a gente abrir mais vezes os potes e com o passar da 1ª semana, aumentar o intervalo de tempo (ai sim haverá vantagem) . Mas manter os potes fechados e no escuro por mais de 48hrs nos primeiros dias de cura, pode te fazer perder a erva mofada, mesmo vc tendo secado ela corretamente dentro do guarda- roupas antes da cura nos potes .

O fato é que também existem várias informações sobre cura que nos leva (nós, iniciantes) a errar por tentar seguir algo que alguém disse ser o correto . Por exemplo : o fato de eu abrir os potes de vidros de 96 em 96 horas foi absorvido de dicas de cura de pessoas que disseram que isso seria necessário para a NÃO DEGRADAÇÃO do THC pelo contato do AR e LUZ, porém isso me induziu ao erro (esta informação), visto que após a secagem do fumo (antes da cura), se colocarmos os buds em potes de vidros de 3 litros (com espaço pra O2) e deixarmos mais do que 24hrs fechado nos primeiros dias, o fumo pode vir a  mofar (por umidade) e se perde toda a colheita por seguir conselhos mal explicados de pessoas que se dizem experientes ou pelo menos aparentam .

Então aconselho à todos os iniciantes que JAMAIS (durante a cura) deixe o pote de vidro FECHADO e escondido com os BUDS por mais de 24hrs nos primeiros dias, aumentando pra 48hrs o tempo de abertura dos potes somente após uns 7 dias, pois se manter o pote fechado de 48hrs em 48hrs, dependendo da condição de clima e tempo da sua região e do seu armário, sua erva em 5 dias poderá mofar . Manter os potes fechados por muito tempo não é aconselhável no inicio da cura, há não ser que você tenha todos os equipamentos de medição de umidade do ar, do pote, enfim ... e controle isso bem de pertinho para não correr o risco de errar . Então minha dica é : jamais deixe os potes fechados por muitas horas nos primeiros dias de cura (apos a fase da secagem) . Isso pode comprometer o seu trabalho . Não se deve ter pressa ! Tb não se deve vacilar e deixar o fumo entocado no armário sem abrir os potes, pois desta forma você correrá o risco de abrir e ver um véu de mofo sobre os buds, apesar de muitos dizerem que abrem de 48 em 48hrs nos primeiros dias de cura . É triste demais errar por seguir conselhos errados e mal explicados  desse povo que vive de teorias mal explicadas . :(

Aconselho a todos uma cura de no máximo 25 dias para obter um fumo de potência e sabor IMPECÁVEIS .

Mais que 25 dias já é coisa dessa gente que produz kilos e kilos e pode manter guardado .

Enfim ! A cura é, pra mim, o processo mais delicado, mas não é difícil de se realizar .

Só cuidado com as receitas prontas que vocês seguem, pois na maioria das vezes pode dar errado .

 

  • Like 6

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

esse topico é excelente pela epoca que foi criado, mas hoje em dia a tecnicas muito mais certeza onde vc nao tem que adivinhar nenhum ponto da secagem e da cura, ela e toda auxiliada por aparelhos de medição, entao o topico e bom e ajudou muito, mas hoje em dia pra mim e bem ultrapassado, por experiencia propria o topico " cura e secagem perfeita sem adivinhação " é o topico mais essencial para um grower, nao adianta nada saber cultivar e nao saber secar curar e armazernar perfeitamente os buds.

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera comprei um pote de vidro hermético para a Cura, porém veio com defeito e não veda 100% o O2, testei com coca cola kkkkk e o gás vazou, será que consigo mesmo assim fazer a cura no pote?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...