Ir para conteúdo
Growroom
CanabinolAction

Crise Na Classe Média Britânica Impulsiona Criação Doméstica De Maconha

Recommended Posts

Crise na classe média britânica impulsiona criação doméstica de maconha

Moradores de áreas afluentes do país alugam cômodos para traficantes para aumentar suas rendas.

Da BBC

imprimir

maconha.jpgCrise na classe média britânica impulsiona criação

doméstica de maconha (Foto: PA)

Traficantes de drogas estão alugando quartos em residências de classe média em bairros de subúrbio nas cidades britânicas, onde instalam pequenas plantações de maconha, já que estas localidades despertam menos suspeitas por parte da polícia.

Mas a tendência tem se verificado também entre pessoas da classe média, e as razões alegadas vão desde segurança em não precisar se expor no contato com criminosos para adquirir a droga, até a uma forma de tornar o consumo mais barato.

Amy é uma alta executiva da região de Cheshire, no norte da Inglaterra, que também cultiva maconha no sótão de sua casa.

''Perto de onde eu vivo, há uns tipos suspeitos que estão traficando drogas. Mas nas vezes em que foram feitas buscas na casa deles, eu sorria e pensava: 'Vocês estão no lugar errado. Vocês deveriam estar aqui, esta é que é a casa em que as drogas estão', mas ninguém sabe disso'', afirma Amy, que não quis revelar seu nome verdadeiro.

Ela passou a cultivar a planta após um colega de trabalho tê-la ensinado como fazer. Ela vinha comprando a droga para seu companheiro, que sofre de esclerose múltipla, mas não se sentia à vontade em encontrar com traficantes em estacionamentos desertos.

Poucas semanas após ter aprendido a fazer uma colheita de qualidade em sua própria casa, Amy se tornou a mais recente agricultora de luxo do cultivo doméstico de maconha. Agora, ela usa os lucros gerados pelo cultivo com forma de incrementar a sua já considerável renda.

Casos levantados pela BBC sugerem que há diversos casos parecidos com o dela na Grã-Bretanha.

Em uma época em que pessoas relativamente afluentes estão sentindo o peso da crise econômica, a oportunidade de ter um lucro rápido é algo que está se mostrando atraente para a classe média britânica.

'Vida confortável'

Amy afirma que o dinheiro livre de impostos ajuda-a a manter um estilo de vida confortável em uma parte do país conhecida por abrigar mansões ostentosas de jogadores de futebol.

''Não foi essa a minha motivação no início. Mas depois percebi quanto dinheiro eu conseguiria fazer com isso se eu levasse a coisa bem mais a sério'', afirma.

Usando jeans de grife e portando óculos escuros sobre a cabeça, Amy parece alguém que estaria mais à vontade em uma estação de esqui do que com traficantes de rua.

Mas, a despeito dos riscos associados ao uso frequente de maconha, ela não se sente pouco à vontade de fazer parte desta longa cadeia de comércio ilegal.

''Não estou forçando ninguém a consumir essas drogas. No final das contas, isso é algo que cabe a cada um. Todo mundo tem acesso à internet, todo mundo tem conhecimento dos efeitos que essas coisas têm, seja de primeira mão ou por ter lido a respeito. Cabe a cada pessoa e, penso eu, em pequenas quantidades, não é nada demais para a maior parte das pessoas'', afirma, com convicção.

Amy afirma que a o equipamento básico para o cultivo hidropônico de maconha custou cerca de 2 mil libras (cerca de R$ 5,5 mil) e foi adquirido facilmente em lojas e pela internet. O cultivo hidropônico é uma técnica que não faz uso do solo, na qual as raízes das plantas recebem um solução contendo água e nutrientes essenciais ao desenvolvimento.

Ela vende drogas para um traficante local e seu lucro é de 5 mil libras (R$ 14 mil) a cada dez semanas, uma recompensa pela qual Amy acredita que justifica o risco de ser presa.

Não que ela ache que vai ser pega. Amy está confiante de que sua origem faz dela alguém acima de suspeitas:

''Vivo em uma casa muito bonita, com um imenso jardim e estou cercada de pessoas em situação semelhante à minha. Casais com filhos, profissionais. Acredito que meus vizinhos ficariam muito chocados se soubessem o que eu faço.''

Para Jas, um traficante da cidade de Wolverhampton, pessoas como Amy são os fornecedores ideais para alguém como ele, porque também acredita que pode evitar com mais facilidade ser rastreado pela polícia do que cultivadores que atuam em regiões mais pobres.

Jas explica que como a criação hidropônica de maconha envolve o uso de luz e de aquecimento, a polícia passou a saber identificar 'fazendas' de grande porte - onde a maconha é cultivada em cada cômodo de uma casa - por meio de helicópteros que sobrevoam as regiões suspeitas com sensores de calor.

É por isso que ele e outros traficantes deixaram de alugar casas inteiras para cultivar maconha e em vez disso estão buscando quartos individuais em bairros de subúrbio.

''De maneira geral, tenho muitos clientes para quem vendo maconha que são de classe média. Se digo para eles que eles podem faturar entre 2 a 3 mil em dez semanas, eles perguntam: 'como?' e eu respondo que 'eu preciso de um quarto emprestado'. A maior parte das pessoas que fazem isso para mim tem empregos. São pessoas genuinamente de bem.''

A polícia da região de West Midlands, na Inglaterra, afirma que o cultivo de maconha ainda é dominado por gangues de traficantes, mas contam já ter se deparado com ocorrências em apartamentos de luxo.

O traficante Jas cita o exemplo de seus forncedores, uma consultor de informática, que cultiva maconha em um quarto vago de sua casa.

''Se você o visse na rua, jamais pensaria que ele teria qualquer envolvimento com algo ilegal. Não creio que ele tenha sido preso ou feito algo errado em toda a sua vida. Ele me passou o contato de algumas outras pessoas que também estão interessadas.''

Frank, que também não quis divulgar seu nome verdadeiro, é outro criador de maconha dos sofisticados subúrbios de cidades britânicas.

Ele perdeu o emprego no ano passado e passou a alugar um quarto para um traficante de maconha de modo a enfrentar a pior fase da recessão. A oferta que ele recebeu foi de 2 mil libras (cerca de R$ 5,5 mil) por entre 8 a 10 semanas.

''Eu precisava do dinheiro na época. Ele (o traficante) era quieto, nunca incomodou ninguém, nunca fazia barulho. A minha mulher sabia disso e tolerou a coisa por seis meses, até que nossas finanças voltaram ao normal. E ele se retirou.''

''Nós estávamos preocupados em sermos pegos, mas, vivendo em uma casa de família, a polícia e os vizinhos não suspeitavam de nada. Eles pensavam que ele só estava vindo à nossa casa para tomar uma xícara de chá.''

Frank admite que se a situação ficar difícil novamente, vai retomar o cultivo de maconha sem hesitar, apesar de ter duas crianças em casa.

Mas a polícia afirma que pessoas como Frank e Amy não devem ser complacentes. ''Há muita ignorância a respeito disso. Proprietários que têm total controle sobre o local em que vivem, ou parte do local e que têm ciência de que atividades criminosas estão sendo realizadas ali não serão tratados de forma branda pelos tribunais. Eles correm o risco de pegar penas de até 14 anos de prisão.''

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/09/crise-na-classe-media-britanica-impulsiona-criacao-domestica-de-maconha.html

:420: :420: :420: :420: :420: :420: :420: :420: Passo da hr galera vamo legalizar!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for pra aguardar, esperar, é melhor fazer isso sentado pois não vai acontecer nunca, ou a gente luta ou os proibicionistas que lutam pelos seus salários e interesses próprios vão lutar mais e prevalecer. A gente tá com a faca e o queijo na mão, nós estamos com a razão, o momento, a tendência mundial é o afrouxamento das leis de drogas pela constatação óbvia que a guerra às drogas falhou, mas se não houver movimento, ninguém lutando para botar alguém lá no STF pela tríade que já conhecemos (medicinal, recreacional e religioso), nada vai acontecer, vamos Marchar, a mídia vai repercutir umas semanas e o assunto vai cair no esquecimento, igual os deslizamentos de terra todo ano no Rio, a violência relacionada a armas e trânsito, o alcoolismo, as centenas de casos de corrupção...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para aquelas bandas de lá, isso aí é normal... Já deve ter virado até um tipo de trabalho paralelo, pessoas de bem plantando maconha ou alugando quartos para aumentar suas rendas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito louco é que a maconha de rua dos ingleses são fumos indoor. Será que traficante lá seleciona strains diferentes pra cultivar e vender?

Aqui só tem fumo prensado do Paraguai, ninguém sabe que porra de planta pode ser.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

po... prensado aqui é coisa de nostalgia de rasta ou de nego que num aguenta green

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu irmão passou 2 semanas em londres

o mais engraçado é que ele num encontrou nenhum green lá

só marroquino vendido por uns arabes locos que tinham maior medo dele ser um poliça a paisana

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sei como rola a distribuição de erva por esses paíes de 1o mundo.

Mas fala tu Canadense, quando tu pega um fumo tu tem 100% de certeza que é a genética que o vendedor diz ser?

Pq mesmo sendo green acho que dependendo da distribiução o dealer senão for grower pode meter o papo que e´qualquer genética maravilhosa né, pra vender legal

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

depende do tamanho da cadeia e aonde vc está em relação ao grower...

alem das coisas que tão rolando na cidade... macaco velho bate o olho e ja sabe...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pode crer, por isso que não tem nada mais lucrativo do que ser grower e o dealer ao mesmo tempo....

deve dar um trabalho monstro certamente, mas acho que deve rolar de viver super bem nesse esquema....

vambora Brasil legaliza logo que vai tá cheio de grower autonomo por aqui hahaaha

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Porra..essa parada thermal é foda hien, os caras arrumam de todos os jeitos alguma forma de reprimir, inclusive invadindo de certa maneira a privacidade dos cidadão.

Mas pensando bem tambem existem varias tecnicas de "isolar" o Grow afim de não ser pego por esses "Thermals"... por exemplo usando o porão ao inves do soltão como é o costume por lá... mas enfim.

Sempre acreditei nisso tambem , que a melhor coisa é ser Grower e o Dealer ao mesmo tempo, o problema que além de dar um mega trabalho, rola um medo maior de ser preso, já que de certa forma voce acaba se expondo mais.

Vamo que vamo, agita essa legalização porra!!! ¬¬ , vai ser a cura da crise financiera, e da saúde mundial! :335968164-hippy2:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a maioria de gringos que eu conheço que cultivam com LEDs é por causa desses "thermals"

graças ateus que só a policia dos municipios aqui aos redores que tem helicopteros e usam thermals..

porem, eu, ja uso como calefação no inverno...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Tópicos

  • Posts

    • Fora os gatos, quem faz isso geralmente é lesmas   já perdi varias pra elas,  elas vem no escuro fazem isso ou devoram só metade e de manhã elas desaparecem 
    • @Affeldt  Pra falar a verdade não sei dizer, mas acredito que não em estágios inicias talvez tenha um amarelamento mas em estágios mais avançados que não é o seu caso iria aparecer outros sintomas antes do amarelamento. Quanto as lojas tenta mega grow, grow pro, e green power, vega e flora todas são lojas físicas e online  mas a ultima vez que fui na vega e flora as coisas biobizz tava vencida.   Pode fazer mais organico ainda compra broto de alfafa no mercada ou na onde vende fruta e verdura bate um punhado dele com um pouco de babosa e dá para as plantas tem mais um monte de receita assim mais dá mais trabalho mais resolve também mais ai é outra visão, é coisa pra depois que já souber oque está fazendo tem que ler muito se quiser iniciar vê uns video sobre kfn no you tube eu recomendo cris trump se souber ingles ou se não souber dá pra colocar legenda traduzido pra br no youtube, esses dias alguem postou as receitas escritas por aqui em alguem lugar mais não lembro onde 
    • bom dia! depende da umidade também mano mas se for quente e seco, significa que o solo tende a secar mais rápido então a temperatura ai pode influenciar na sua rega e na quantidade que vc oferece pras plantas o ideal pro solo aqui onde moro é utilizar de 30 a 50% de material inerte, eu gosto de usar o pó de côco não pode pesar a mão na terra e humus pq os dois tendem a compactar o solo  
×
×
  • Criar Novo...