Ir para conteúdo
Growroom

Ministro Do Stf Quer Debate Sobre Uso De Maconha Em Cultos


Recommended Posts

  • Respostas 55
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

  • Usuário Growroom

Discordo dimetralmente, felizmente quem iria julgar é o STF e não os deputados e senadores. Sim uso religioso, protegido por todas as convenções internacionais e vindo de tempos imemoriáveis. Foi dessa forma que os cultos que utilizam a ayuasca conseguiram permissão para o uso religioso. As religiões tem base em alteração de consciência seja através de ingestão de plantas ou de transe induzido pela fala ritmada do pastor (ou você acho que eles falavam daquele jeito só pra fazer tipo?).

E sim, se o cara tiver uma igreja e comprove que essas drogas são de uso religioso pra ele pode conseguir a licença para o uso. Só lembrando o principio ativo da ayuasca é o DMT semelhante ao LSD. Eu ainda me impressiono como tem doidão careta nesse mundo...

Esses dias conversando com dois colegas de fumaça comentei sobre a legalização da erva eles acharam um absurdo eu quere legalizar a reva de forma irrestrita, eles acham que tem que ser legalizada só pra quem quer fumar poder plantar o seu e nada mais, quanta cartetice...

EDIT: só pra constar, mais fácil é conseguir o uso religioso que só depende do STF, já o medicinal depende da criação de uma agência responsável e muita regulamentação, que ai sim os proibicionistas vão sentar em cima.

Sobre o que eu disse, é caso acontecer de levar em debate para o uso religioso, e nao levar em debate o uso medicinal, mais focar o uso religioso;

Bem, quem estudou um pouquinho sobre lsd e ja tomou sabe do que to falando os riscos nos laboratorios clandestinos da vida. fora a historia de que o homem tocou e modificou.

Mas este nao é o tema aqui...

Citei algumas Drogas que estragam com a vida do sujeito. como LSD, CRACK, COCAINA , pois é nisso que os proibicionistas irao pensar.

Nao importa se é o STF, ou senadores e deputados, e sim o que importa é que tera um julgamento. Voce acha que nao existe proibicionista na mesa so porque é o STF???

Nao estou dizendo que sou contra as igrejas, estou falando do que os ministros irao pensar na hora de fazerem uma votação...

nao é dificil de ver...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Ao meu ver, cai muito na subjetividade, como controlar a crença e a fé? Num país laico como o Brasil, impossível. Pra mim, liberar o uso religioso chega mais perto de uma liberaçao mesmo, e nao tao perto de uma legalizaçao. Com o uso medicinal, ainda há uma restriçao e controle maior, querendo ou nao. E os argumentos sobre o medicinal sao baseados em fatos, estudos, onde nao cabe a subjetividade. Nao que uma liberaçao para o uso religioso nao é adequada. Pelo contrário... mas acho que é um pulo muito grande ir da proibiçao para a o uso religioso, e fica difícil saber onde cairemos após esse pulo.

Na minha opiniao, tem que passar pelo medicinal antes, pois a aceitaçao deste por parte da sociedade careta/evangélica/proibicionista é um pouco mais facil.

Para a sessao no STF, se eles argumentarem tal como fizeram na sessao da marcha, apoiando-se na constituiçao e para expor suas idéias, é capaz que ganhemos. Se tomarem qualquer outro rumo que nao este, acho que nao passa..

ExaTAMENTE...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Olha o préconceito irmão, cada um usa o que quer para o seu corpo. Eu me amarro heim LSD, se abrir Igreja Psicodélica do Reino de Deus eu to dentro igual a igreja de jah, eu só quero poder fazer o que eu quero para mim mesmo.

Falou e disse. Mas ainda prefiro um XTC a um bicicleta.. Mas na natureza, aí não tem melhor ne..

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Olha o préconceito irmão, cada um usa o que quer para o seu corpo.

Eu me amarro heim LSD, se abrir Igreja Psicodélica do Reino de Deus eu to dentro igual a igreja de jah, eu só quero poder fazer o que eu quero para mim mesmo.

grande mofs, tudo bem mano?

Eu nao fui preconceituoso nao, para mim tem é de legalizar tudo.

Mas nao é assim que os proibicionistas pensam e veem, isso é uma visao deles que eu quis expressar...

Sobre voce gostar de lsd voce sabe de onde veio isso ?

pelo menos a ganja é voce que planta...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Por isso existe redução de danos para este tipo de droga, mas ja ouviu redução de danos para cannabis?

card+redu%C3%A7%C3%A3o+de+danos+para+uso+de+pastilhas.jpg

Redução de danos é uma prática que visa reduzir as consequências adversas decorrentes do uso de substâncias lícitas ou ilícitas.

Cada droga reage diferente em cada pessoa. O tipo da droga, a qualidade, a alimentação, o ambiente, o organismo, a companhia, tudo influencia na experiência.

Algumas dicas básicas:

- Mantenha-se hidratado;

- Evite o uso de álcool ou outra droga simultaneamente;

- Não use desacompanhado. Tenha pessoas de confiança perto de você e que saibam o que você está usando;

- Pense em como irá voltar para casa. Algumas drogas distorcem a noção de tempo e reação. Nunca dirija sob o efeito de qualquer droga.

Primeiros socorros:

• Fique perto (se possível) e peça a alguém que chame uma ambulância e/ou assistência médica.

• Desaperte as roupas, controle a respiração e verifique as pulsações (pulso ou pescoço, de lado). Coloque-o na posição lateral de segurança (evitando-se sufocamento por vômito).

• Certifique-se que as vias respiratórias estão desimpedidas. Verifique também se a pessoa não está engolindo a língua. Se estiver sem respirar, faça respiração boca-a-boca até chegar a assistência médica.

Fonte: http://coletivobalance.blogspot.com

Ja ajudei muito neguinho sequelado na UP com doce estragado quando trabalhava no tipi ao lado do balance. todos sao meus conhecidos e sabem do que falo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

lsd pode se plantar... tem um fungus chamad ergot que é LSD natural...

ergot é foda! Controlar a concentração é foda!

Não é tão seguro quanto o LSD!

O ergot na real é "O" fungo do LSD. Foi a partir dele que o Albert Hoffman sintetizou LSD pela primeira vez em 1938

Aqui tem a história, inclusive da primeira viagem de LSD em 1943.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Não vejo como o debate sobre o uso religioso poderia ser prejudicial a nossa causa, já há decisão favorável ao Ayahuasca, o que abre precedente para uso de alterador de consciência por religiões.

A questão de parte dos religiosos serem contra vai de encontro justamente com os princípios do estado laico, que dentre eles está no não impedimento à demonstrações de fé e religião.

Um dos ministros chegou a, por retórica, questionar o que seria droga, e aqui cabe o mesmo enquadro. O que pode ser considerado droga? O próprio conceito de droga é subjetivo. Creio que o Lewandowski que tenha citado a questão.

Felizmente o STF tem discernimento e lógica na aplicação do Direito, logo, as bancadas evangélicas e religiosas conservadoras/reacionárias não teriam vez (imagino eu) neste debate, principalmente por se tratar o julgamento de outras religiões, o que os levaria a, constitucionalmente, controlarem seus contrapontos e adequá-los à racionalidade, ao invés de atacarem (como comumente fazem) outras demonstrações religiosas que não as suas.

Eu acho que um ponto muito importante que estamos perdendo neste debate todo é que é fundamental uma revisão nas classificações das drogas. Justamente para haver a diferenciação de drogas de alto, médio e baixo potencial de risco, melhorando a qualidade do debate no país. Por muitas vezes vemos comparadas à Cannabis diversas outras drogas sem sequer ser considerado sua análise de risco, o fato é que a ausência desta diferenciação dificulta os avanços pontuais às políticas de drogas leves, e esse, ao meu ver, é um ponto bastante importante a ser discutido, mas que raramente é abordado no debate.

Acredito ainda que o caso religioso ser levado antes do medicinal é mais adequado, visto que no país já há jurisprudência para acatar a decisão, (haja visto já existir a autorização do uso religioso de outras substâncias psicotrópicas), e neste caso não cabe ataque direcionado pelas bancadas religiosas e seus pupilos; enquanto que o debate medicinal, embora já esteja em pauta e esteja sendo difundido, ainda precise de corroboração científica nacional, debate no campo médico e, este sim, cabe contestação legítima (ainda que saibamos serem tendenciosas e falaciosas muitas vezes) das bancadas religiosas.

IMO

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Olha pessoal, a maconha é realmente uma experiencia religiosa. Não adianta você frequentar várias igrejas (católica, evangélica, espirita), pois você nunca vai saber qual a verdadeira experiencia e efeito desejado da crença em sua singularidade; com a maconha é a mesma coisa, não se deve misturar ela com alcool, tabaco, opiaceos, pilulas e qualquer outra coisa sintetizada. Dessa forma, o uso da substancia é considerado sagrado e exclusivo, e a reação são efeitos positivos. Eu vou ser um rasta que tem uma interpretação unica do rastafarianismo, não acredito que esse rei da etiopia é Deus na terra e outros detalhes, mas acredito piamente que a erva é sagrada e o maior presente da natureza para os seres humanos. Possivelmente só desenvolvemos a iteligência graças a ela ( há vários estudos nesse sentido). Assim como os Cristãos e os Budistas tem suas vertentes o rasta também tem, pois querendo ou não todo maconheiro vive essa religião.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

União do Vegetal não utiliza cannabis

na verdade são bem contra, pois atendem ao fato de serem respeitadores das leis nacionais

e outra...nenhuma instituição tem "precedente" de nada...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

utiliza o daime cara foi isso q ele quiz dizer.

se eu posso tomar daime na igreja e nao posso na rave, pq nao minha erva tb.

cara, nego tem q parar d ver apenas o proprio umbigo! respeito quem nao tem religiao e tal, mas tem gente q usa mesmo a erva de forma sacramental...agora se ta certo errado se é bonito ou se é feio ai nao é comigo.... ai e com cada um.

mas o uso religioso existe, tem q ser respeitado.... mas no fim é óbvio que se trata tdo d hipocrisia. pq no fim d tdo minha religiao e recreativa e minha recreaçao é religiosa.

tem é q liberar agente pra usar uma erva po, parece idade media, caça as bruxas, q te prendem no calabouço pq tu ta com um chumasso d ervas...qq isso gente 2011 ne.... mais um ja é o fim do mundo porra....

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Acho que é isso que o cabelo falou.

O conceito de religião precisa ser expandido, estou me religando com o bem-estar, com a disposição para trabalhar, ficar de alto-astral.

Cultuo a planta e ponto final ela é minha religião e todas as religiões deveriam trazer trazer mais felicidade do que imposições e medos.

O conceito final é viver em plenitude, unido ao universo em colaboração com o bem-estar do próximo ou seja em paz.

Se houver um local onde ofereça a erva para fumar e também arte, filosofia, informações práticas para melhorar minha vida, já to lá.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Po realmente neguinho ta sendo muito cabeca fechada...

A religiao eh o maior dos tabus, nao se pode questionar nenhum aspecto de nenhuma religiao sem ser tachado de preconceituoso.

Eh sem sombra de duvida a melhor cobertura do mundo. mil vezes melhor que o medicinal. nego pode dizer que vc nao ta doente, mas duvido ele provar que vc nao tem fe... (fe na cannabis)

Nao precisa nem ter espaco fisico, vc pode usar seu sacramento em casa... so entro em contato com meu deus se eu fumar tricomas de nevilles haze e tals... :<img src=:'>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Eu acho o meio mais viável atualmente no Brasil, mas fico pensando na situação da Holanda, podem liberar o uso religioso sem liberar a produção? O entendimento religioso de cada um não é a questão, eu posso seguir meu culto individual sem atrelamento à nenhuma instituição.

Positive Vibrations

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

galera não interessa se é religioso, medicinal ou recreativo.. tem que introduzir a erva na sociedade de forma regular. Se for religioso viro rasta, se for medicinal falo que minhas costas ta doendo pra ganhar a carterinha, se for recreativo economizo grana pois tenho certeza que vai ficar bem caro

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

o mundo vai acabar e os caras não liberaram ainda! vo te contar uma coisa..

galera.. o uso religioso é um ótimo carro-chefe! é só estudar as nossas leis (e to falando sério) e analisar quanto e o quê se necessita para abrir uma igreja! ( se não me engano, é constituir uma assembléia, pagar algumas taxas básicas, e você tem a isenção de luz e agua e de movimentação financeira, com direito a assinar carteira dos empregados!

Para os que acreditam na erva santa, fundar uma igreja é uma opção..

e lembraaaando que existem outras vertentes que utilizam ayahuasca fora do contexto religioso, até mesmo como forma de terapia intensiva para dependentes químicos.. e o governo vê tudo isso com bons olhos..

e lembrando que a doutrina do santo daime utiliza a santa maria fora de seus rituais oficiais, de forma sacramentada!

aliás essa conversa do celso, tá me cheirando a alexxxxx polari!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Usuário Growroom

Não quis criar um topico novo pra esse cidadão...desculpem o off

Olha o piti da Tia Reynaldete, que comédia hein galera;

"Blog

Reinaldo Azevedo

Análises políticas em um dos blogs mais acessados do Brasil

18/06/2011

às 18:26

VÃO TRABALHAR, SENHORES PAIS NÃO-MACONHEIROS, PARA SUSTENTAR VAGABUNDO!

Vadia exibe um cartaz com uma reflexão profunda sobre a microfísica do poder

Vadia exibe um cartaz com uma reflexão profunda sobre a microfísica do poder

Alguma coisa o incomoda, leitor? O vizinho do lado, o frio, a distribuição desigual da beleza, da riqueza, das mulheres, dos homens, da felicidade? Marche! Vá para a rua! Incomode os outros com o que o faz infeliz. Deixe claro que é culpa é “deles”. Mas “deles” quem? Não interessa! “Eles” sempre são culpados.

Em várias cidades do país, aconteceu hoje a chamada “Marcha da Liberdade”, organizada principalmente pelos maconheiros que estão convictos de que o trânsito deve parar porque eles querem queimar mato. O barato, antes, era fumar escondido da polícia; hoje, eles pedem proteção uniformizada para defender o que consideram um “direito”. Para os maconheiros, a erva integra o capítulo dos direitos naturais do homem, entendem?

Pois bem! Em São Paulo, a marcha reuniu, estima a polícia, duas mil pessoas. É um troço mixuruca quando se consideram os 11 milhões de habitantes da cidade e as categorias envolvidas no ato: Marcha da Maconha SP, Coletivo Desentorpecendo a Razão (DAR), o circuito Fora do Eixo, Movimento Passe Livre, Organização Popular Aymberê, Coletivo Intervozes, Centros Acadêmicos, Tribunal Popular, Comitê contra o Genocídio da População Negra, movimento LGBT e ciclistas. No Rio, a manifestação não reuniu mais do que mil pessoas.

Em Brasília, aconteceu uma coisa engraçada ou óbvia: a Marcha da Liberdade, cuja concentração estava marcada para o Parque da Cidade, reuniu meia-dúzia de gatos pingados. Havia mais gente da Marcha das Vadias, onde compareceram também muitos vadios. Vadios em Brasília??? Às 15h30, todos se juntaram na vadiagem na praça da torre. Erraram de lugar, acho eu.

O número ridículo de pessoas que comparecem a essas manifestações dá conta da popularidade da pauta dessa gente, que só é influente na imprensa e, como se sabe agora, no STF. Daqui a pouco, nem os maconheiros vão se interessar por esses eventos. Que graça tem essa rebeldia protegida pela polícia? Quanto a vadias e vadios, convenham que os pelados da UnB já foram bem mais longe na… ousadia intelectual!

Bando de babacas!

Em matéria de pornografia e falta de decoro, a algumas centenas de metros dali, em certa praça, é que se pratica a verdadeira sacanagem. Eis a geração sucrilho, sustentada até os 35 anos pelos pais, que nem fumam maconha nem ficam pelados em público porque têm de trabalhar para sustentar vadios e vadias."

Por Reinaldo Azevedo

AAAAAh elas estão dexxcontroladaxxxx!!!! Ahhhhhhhhhh elaxxxx tão descontolada.... :rastabannab:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...