Ir para conteúdo
Growroom
  • Tópicos

  • Posts

    • Me ajuda aí galera, na  Sou cultivador, pretendo iniciar um indoor maneiro de 100x100x200, mas tô meio bolado com algumas questões. Pra nós, nós sabemos que é pequeno e pra pouca quantidade, mas aos olhos da lei, pode parecer uma mega estufa com tecnologia alienígena de transmutacao da cannabis em monstro   1- moro com minha mãe, ela faz doces sob encomenda e aqui em casa tem balança. De uso dela, vou ter que sumir com isso mesmo sendo de uso dela pra trabalho?   2- To montando meu indoor com ajuda dela, da mesma forma que ela paga meu prensado, ela tá me ajudando a largar o prensado e em consequência gastar menos dinheiro, ela pode ser enquadrada por associação ao tráfico por me dar dinheiro? Ela geralmente paga meu cartão de credito, deposita 250 reais, pois meu limite é baixo, era 200 e agora virou 400, tô comprando as coisas no cartão pra ela pagar. Recebo auxilio também    3- Sou desempregado, um agravante pra me enquadrarem no 33, mas eu não vendo maconha, nunca vendi nem pretendo vender num estado onde é proibido. Como diz o Bas, passarinho que come pedra sabe o cu que tem, e eu não tenho cu pra ser traficante. É somente pro meu consumo   4- Faço tratamento com anti psicótico (parei nos últimos meses) e tenho psoriase genital, o que me causa enorme constragimento, além de ser uma auto imune que afeta várias questões da minha vida, da depressão, ansiedade, dentre outras coisas... não entro com o HC com medo de negarem e mandarem a polícia aqui depois    5- O growroom ainda presta ajuda aos cultivadores que rodam? Quero deixar avisado que minha escola ensina que Grower não é traficante, pretendo não passar do modelo uruguaio de 6 plantas fêmeas em flora e não ter um grow de vega nem clonagem por enquanto, quando o fizer, tentar manter um limite de plantas não ultrapassando 6 na vega, apesar de no modelo uruguaio permitir várias plantas sem sexo definido   6- Tô no Rj interior, quem eu posso acionar no caso de dar merda? Por muito tempo fiz ativismo de trincheira, a mudança começa no micro. A ponto de que quando roubaram meu cel anos atrás, o ladrão falou que eu troquei meu cel (que custava caro) por uma bucha de 20, e eu dentro do carro da civil indo buscar meu cel falei que não, que sou até a favor do cultivo caseiro, kkk... na época da Universidade (agronomia) batia de laboratório em laboratório impulsionando a pesquisa, mandava e-mail pra Anvisa direto, ficava tentando autorização do reitor da época, mas aí rolaram algumas coisas pessoais na qual tive que largar a academia. Pretendo fazer experimentos por conta própria um dia, mas isso tá muito distante ainda  O cultivo da cannabis é terapêutico pra mim,  alem da substância. Cultivar cannabis me motiva a viver, a fazer as coisas... eu nasci pra isso. Gostaria muito de me mudar pro Uruguai, como a maioria dos cultivadores, mas grana é um favor limite demais, talvez se eu tivesse paz pra cultivar e fumar flor, eu conseguisse ter forças pra conseguir um trabalho, sei lá, e meter o pé daqui... eu preciso cultivar!!!!!!! Eu sempre coloquei uma plantinha ou outra no quintal, mas agora vou preparar uma estrutura para que eu consiga colher de acordo com o meu consumo, que se dá o ano todo Abraco, em breve meu diário aí... 2021  
    • Humm... estranho! Qual marca e quais produtos vc está utilizando? Normalmente qualquer linha de produtos que tenha uma "base" grow já vai ter S na composição...  E sim, a planta utiliza bem pouco, é bem difícil ter deficiência de S... 
    • Gostaria da opinião de vocês sobre o meu primeiro grow que estou fazendo. Não sei como julgar a evolução das minhas meninas, se estou acertando ou errando, e o que precisa melhorar.   Ainda continuo com problemas como amarelamento das folhas.. não sei se é natural, mas parece que a planta tá perdendo mais folhas do que repondo.. algumas já nascem amareladas.   Já tentei: - Ver se o PH estava ok - Aumentei o nitrogênio - Suplementei com sal de magnésio.   Não sei o que fazer.     
×
×
  • Criar Novo...