Ir para conteúdo
Growroom
leprechaunz

Contemplando A Cultura Canábica Na Vida Das Ruas

Pixação/Grafite: repressão funciona?  

24 votos

  1. 1.

    • Não, mas deveria. Essa galera podia tá fazendo outra coisa! Ou não?
      5
    • Enquete sem sentido essa hein.. kkkk
      7
    • Legaliza!!
      5
    • Eu curto.
      5
    • Porque tem várias respostas pra escolher?
      2
    • Já dizia minha vó, "a função da repressão policial não é reprimir, é manter a ditadura do pensamento"
      7


Recommended Posts

lol

precisou de uma lei que criminaliza o pixador e libera o grafiteiro.

pareeeeece outra lei que eu conheço, que libera o usuário e prende o traficante AHAHAHAHA

ou num seria:

Libera o traficante e prende o usuario.

:casacaiu::ativismo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o Neofito. Temos que deixar as "paixoes" de lado e pensar no sentido pratico da coisa: pixacao pega mal para nossa causa. Nao vamos conseguir impedir ninguem de pixar, mas tambem acho que nao devemos incentivar. Ja grafite eh outra coisa, arte de verdade....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

concordo. tem espaço pra todo mundo na sociedade, ele só precisa ser visto, observado e utilizado.

agora invadir espaço de outra pessoa?

essa galerinha que curte estragar patrimonio alheio.. que acharia se um dia sua casa estivesse toda pintada de cor uniforme, uma cor q a pessoa não gosta, com móveis esquisitos e dispostos de forma que não fique legal? qual sentimento rolaria se tivesse sido feito por alguém que você nem conhece e não tem nada a ver com você e alem disso, totalmente aquém da sua vontade?

já observei o visual das pichações nas bandas por aí, sou do interior mas procuro observar criticamente as coisas... não é feio, fica visualmente interessante a simbologia sinalizada nos mais variados vãos urbanos.

indiferente da "bad trip" q passa na cabeça de cada um estragar propriedade alheia não tem cabimento em situação alguma!

tem que horrorizar pra ser marcante??? oras... quem pense assim que vá rever seus conceitos...

não há um único exemplo na história da humanidade que demonstrou que isso no final das contas dá certo.

O limite básico pra mim é vc não fuder com o outro...não fudendo ninguém, faz o q quiser.

Quer chocar alguém, ótimo, mas usa teus meios. Pixa teu carro, tua casa, tua mina, sei lá, mas não fode com o q não é teu.

É a lógica da descrimilização da maconha né, pq proibir algo q só faz mal a mim mesmo??? No caso de pixar ou grafitar as coisas dos outros não é bem por aí, é crime pois tem vítima. Pra mim quem faz isso naõ tem noção de viver em sociedade, devia ir pro zoologico

grafitar??? qualquer pessoa na face da terra deve, ao menos no fundo da sua sensatez, observar e admirar um bom grafite...

ainda assim, eu tava preparando uma puta crítica à isso que vou resumir em uma pergunta de alguém ignorante que não entende muito bem do negócio:

onde é q um grafiteiro profi aprende a profissão e adquire a prática pelos seus trampos?

o resto da bagaça fica no critério de cada um...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pestanejei em ressuscitar o post, mas não aguentei... acho de extrema importância o debate saudável, a conversa, o diálogo entre maconheiros, seja sobre o que for. pensar menos em "isso ou aquilo suja o movimento", polarizar o bem e o mal, ter um discurso legalista baseado em uma lei que tanto faz mal a todos nós.

pixei por alguns anos e tenho muitos amigos pixadores. pixo com X, não com ch. movimento que acontece no brasil, porém em são paulo é muito peculiar, as letras retas... na minha opinião, pichar é jogar piche sobre a parede sem muito o que pensar antes, tipo mensagens de amor ou protesto, algo sem muito nexo nem padrão estético. pixar é um movimento que, quer queira ou quer não, é artístico. uma arte de arteiro, porém arte que já teve reconhecimento internacional: vide bienal de berlim, uma rapazeada do fundão de osasco que foi convidada a expor seu trabalho lá. o real pixador, se dedica à letra, se preocupa em fazer "na régua", reto, bem feito. mesmo sendo, pelo olhar de 90% da população, algo feio e sujo. a intensão não é diferente disso. é pra chocar. como diz djan "cripta": é o grito mudo dos excluídos!

acho que a questão do olhar sobre o pixo esbarra muito mais em um discurso elitista da arte, que propriamente dito da análise completa do movimento. o feio e o bonito, a arte e a não arte....este embate já deve ter vido a tona em tantos e tantos movimento artísticos que vinham quebrar padrões e subverter estéticas... quem tem peito pra dizer o que é ou não arte?

existe um pixador paulistano que se chama Rafael. ele fez belas artes, bem interessante o trabalho dele. foi expulso da faculdade após apresentar o tcc sobre pixação de maneira verdadeira e subverssiva, que causou CHOQUE TOTAL na universidade de playboys artistas. o mesmo choque aconteceu em berlim, quando queria justamente legalizar, destinar um espaço em tela para se expor a pixação, esquecendo que sua essência imutável é a subversão e desobediência. a anarquia visual. o fazer sem pedir. o alcançar o inalcançável.

"tem cara que enfia tinta no c* e peida na tela, m*rda de artista, bafo de artista. arte, arte, arte mesmo é outra coisa."

recomendo

 

 

 

@edit

só pra completar... muitos pixadores começaram pixando e se tornam grandes artistas:

VICIO zezao

CALIGRAPIXO

CRIPTA djan

Rafael Augustatiz

os próprios GEMEOS

entre inúmeros outros....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...