Ir para conteúdo
Growroom

Uso De Maconha E Disfunção Erétil.


Bruno Rossi

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

O artigo abaixo me parece mais uma daquelas pesquisas encomendadas pelo grupo dos "contra", sempre procurando atingir o medo de perder coisas que realmente importam - SEXO.

Já falaram do cérebro, do coração, do pulmão, agora é da disfunção erétil.

Vamos analisar o discurso: "Essa novidade pode ser o ponto para mudar de vez a cabeça de algumas pessoas"

- ESSE É o CERNE da questão, perceberam? MUDAR DE VEZ A CABEÇA.

Tendo em vista que as referências sobre consumo saíram do "Escritório das Nações Unidas", é de se supor que a mesma ONU que definiu a atual política de GUERRA ÀS DROGAS, procura novamente trabalhar os medos essenciais.

"(...) pesquisas são cheias de falhas (...)"???????????

- De onde será que tiraram essa pérola?

Imagina só a metodologia da pesquisa: os maconheiros, todos em fila, tendo que ficar com o pau duro em dois minutos enquanto um senhor vestido de branco, com óculos fundo de garrafa, passa com aparelho constatador de ereção avaliando se o bilau ficou ou não duro.

Não, não dá pra aceitar que ainda se utilizem da CONTRA-PROPAGANDA-DETURPADA, pra querer vencer a suposta GUERRA que eles mesmos criaram.

Usuários de maconha podem enfrentar disfunção erétil

A maconha é certamente um produto polêmico. Defensores e acusadores trocam benefícios e desvantagens da planta há anos. Porém, segundo novas pesquisas, os usuários masculinos da maconha deveriam mesmo repensar seu consumo, pois uma das consequências pode ser disfunção sexual.

Essa novidade pode ser o ponto para mudar de vez a cabeça de algumas pessoas. O consumo da maconha é popular hoje em dia, mesmo que ela seja proibida em muitos lugares, especialmente entre os homens no auge da vida sexual. O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime relatou que 162 milhões de pessoas fumam maconha em todo o mundo a cada ano. Mais de 22 milhões a consomem diariamente; isso torna a compreensão de seus efeitos a longo prazo importante.

Os estudos sobre o tema são às vezes de baixa qualidade, mas uma nova revisão de pesquisas sobre saúde sexual e maconha produziu resultados mais sólidos, como a conclusão de que o pênis contém receptores para o ingrediente ativo da maconha, o que sugere que os homens fumantes correm riscos de encarar a disfunção.

O histórico dos estudos nessa área é contraditório. Os cientistas começaram a estudar a maconha e o sexo em 1970. Alguns pesquisadores descobriram que a cannabis parece ter o efeito de uma droga do amor. Em 1982, 75% dos fumantes de maconha alegou em um estudo que a droga reforçava suas vidas sexuais.

Enquanto isso, outro estudo do mesmo ano descobriu que a disfunção erétil era duas vezes mais comum em usuários de maconha. Outros estudos ainda sugerem um efeito dose, em que pequenas quantidades de maconha têm pouco impacto sobre a disfunção sexual, mas maiores quantidades produzem menos ereções.

Porém, todas essas pesquisas são cheias de falhas. Nenhum dos estudos utilizou técnicas de medição validadas ao examinar a função sexual dos homens. As perguntas usadas poderiam distorcer as respostas, como poderia a própria droga. Por exemplo, os 39% de homens que disseram que a maconha prorrogou o sexo pode apenas ter experimentado os efeitos da droga que alteram a percepção do tempo.

Já um estudo de 2010 que descobriu receptores de tetrahidrocanabinol (THC), ingrediente ativo da maconha, no tecido do pênis de cinco pacientes do sexo masculino e seis macacos é preocupante.

Segundo os pesquisadores, esses receptores estavam principalmente na musculatura lisa do pênis. Estudos de laboratório adicionais sugerem que o THC tem um efeito inibitório sobre o músculo; um efeito sério sobre a função erétil, já que o músculo liso constitui 70 a 80% do próprio pênis.

A opinião dos especialistas é que faltam estudos clínicos, pesquisas controladas com placebo que analisem os efeitos da maconha em ambos curto e longo prazo. A partir disso, os resultados mais confiáveis poderão se transformar em campanhas de conscientização. [LiveScience]

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Tem receptores de canabinóides no corpo inteiro.

Os estudos sobre o tema são às vezes de baixa qualidade, mas uma nova revisão de pesquisas sobre saúde sexual e maconha produziu resultados mais sólidos, como a conclusão de que o pênis contém receptores para o ingrediente ativo da maconha, o que sugere que os homens fumantes correm riscos de encarar a disfunção.

Pra mim não sugere nada. Pode ter efeito positivo, pode ter efeito negativo, assim como pode não influenciar em nada. Mas é claro que eles já pressupõe que tem efeito negativo. Isso que eu chamo de um estudo livre de preconceitos.

O negócio é que a proposta do estudo já é influenciada pela visão desses pesquisadores (ou dos financiadores dessas pesquisas). Em vez iniciar o estudo com a proposta de procurar 'se existe influência da maconha no desempenho sexual' eles já iniciam o estudo procurando 'qual o impacto negativo que a maconha tem no desempenho sexual'. O resultado já está comprometido desde o início da pesquisa.

EDIT: É o mesmo caso das pesquisas que relacionam o uso de cannabis com a esquizofrenia. Os estudos sugerem uma relação, mas não necessariamente que seria a causa. Mas eles pressupõe automaticamente uma relação de causa porque os estudos já iniciam inclinados nessa direção. Só que uma das coisas que esses estudos nunca explicaram é: se o uso da cannabis pode causar esquizofrenia, então porque nos últimos tempos com o uso da maconha aumentando pelo mundo inteiro, não houve um aumento proporcional dos casos de esquizofrenia????

  • Like 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

O que eu sabia de pesquisa científica até agora, é que era possível a diminuição da contagem de espermatozóide enquanto o homem tava fazendo uso frequente da maconha, e isso se desfazia rapidamente com a interrupção do uso.

Nem sei se é verdade, e se for, pra mim é ponto positivo para a maconha. Além de todo seu potencial medicinal, ainda tem algum potencial anticoncepcional!

Quem quer ter filhos e achar que a maconha tá atrapalhando, basta parar de fumar. Pelo menos até a mulher engravidar.

E durante a gravidez, acho desaconselhável o fumo pela gestante, inclusive passivo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Matéria paga, ridículo, nada exposto no texto nos leva a tirar essa conclusão do título, e a maneira em que é redigida então, "segundo novas pesquisas, os usuários masculinos da maconha deveriam mesmo repensar seu consumo".

Cigarro e álcool está provado, preto no branco, causa disfunção erétil, o cigarro obstrui vasos sanguíneos já maconha é vasodilatadora, a falta credibilidade dessas "notícias" é um dos motivos pelos quais não as leio.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 9 months later...
  • 1 year later...
  • Usuário Growroom

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

mudar de vez .... tao desesperados mesmoo tao venu que tao perdenu a guerra vao apela po sexo

logico talvez funcione pra quem nunca deu aquela trepada sob efeito da erva ... agora pra cima de nois kkkkkk

igual o mano ali falo daqui a poko agua mineral eh que da cancer .

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

cada um écada um , normalmente o problema de disfunção erétil está relacionado 90% com o psicológico , se vc tem testosterona e broxa é o fator psicológico , se tiver uma baixa de testosterona ou não tiver entra nos outros 10% de causas orgânicas .

na boa , geralmente quando queimo um banza sozinho com uma mina ,fico me segurando pra não pular no pescoço dela haha.

dependendo da strain é afrodisiaco!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
  • Tópicos

  • Posts

    • Gente, não adianta procurar seed por aí em qq seed bank que envia para o Brasil O Seed bank tem que entender a fiscalização que acontece aqui e ter algo muito bom. Não adianta enviar semente dentro de capa de CD. Não vai receber...
    • Falou tudo irmão! Informação vale ouro! E aquela velha história né, o que ninguém sabe, ninguém estraga... eu entrei numa leve noia e até apaguei o post que mandei de SB... Além de ter muita informação boa e dicas de SB que sempre passaram de boas, galera tem que começar meter a cara e ir atrás do que tá querendo... Escolhe a strain, descobre quem é o breeder, vai no site e vê quem são os revendedores... senão tiver site, vai no IG e troca uma ideia com os caras, pergunta quais SB vendem os feijões deles e aí vai atrás... Eu to parando aqui de enviar link de SB no fórum... Qualquer coisa chamem no DM que eu passo os poucos que conheço Tmj
    • Eu já busquei comprar semente diretamente do breeders. No caso, como estava buscando Amnesia Haze, fui atras do "Soma Seeds". Fui no site, peguei o tel dele, entrei em contato pelo Whats.  Em menos de 5 minutos ele me respondeu que enviaria p/ o Brasil E me perguntou qtas sementes. Falei 10 sementes e ele nunca mais me respondeu. Várias mensagens e fui totalmente ignorado depois disso.  Acho que breeder não se interessa muito em vender p cliente final. Com isso, ano passado, comprei a AMN Haze (Soma Seeds) através do Attitude. Chegou tudo certo.
×
×
  • Criar Novo...