Ir para conteúdo
Growroom

Mulher Plantava Maconha Em Casa Em Itapetinga


Não Compre Plante

Recommended Posts

  • Respostas 142
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

Por isso que os caras querem meter presidio privado no nosso rabo...

O Dogo que nem da PMBA é já julgou e condenou a tia por conta das 4 pedras e 8 buchas de prensado...

Touca ninja é muito necessária na Bahia... heauheuaheuhaeuhauehauheuaheuh Mó frio!

E quem levou a culpa? o Pé de Maconha não??

Pede pra sair, Cãozinho dos recalques!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não preciso mostrar minha Id com distintivo para ser respeitado. Diferente de ti, seu bundão!

Tu só nós insufla contra a tua classe, desrespeita todo mundo e paga de bacana!!

Teu perfil é de janeiro de 2009, tua acha que isso te dá respaldo?

Fumo maconha desde antes de tu borrar tuas fraldas, e tu?? Tu fuma maconha??

Fico feliz de saber que tu achou uma besteira meus post. Deixa meu pensamento cada vez mais distante do teu! Significa que tô fazendo o certo.

Vou perguntar de novo.

O que tu quer aqui??

Quanto tempo vai demorar para tu perder a paciência e querer abusar da autoridade que tu acredita ter aqui?

Aturar moleque pagador, malandro, gente desinformada, gente preguiçosa, é mole, quando se "dorme com o inimigo"

Cachorrinho, passa a não ler meus posts.

Ah ia me esquecendo. Tu é uma vergonha, até para o movimento separatista!

OFF-OFF-OFF-Tópic Um movimento que consegue seguir em frente, mesmo com "gentes" tão dispares, merece respeito e caminha para a vitória. Mesmo contra a vontade da corporação!

E tenho dito!

Isso aqui em cima, é o que tem na cabeça do dogo... Só não coloquyei um tolete de merda como imagem pra não me banirem.

Escrevi uma porrada de coisa, alguem acha que esse mané leu? apertou o reply no meu post, deu uma porrada num pobre, depois voltou pra soltar a verborréia como se tivesse me respondendo.

Vou começar com a segregação, aonde esse merda postar, eu não vou postar mais!

nao rola de vc ser homem suficiente e manter sua promessa?

vc acha que perco meu tempo lendo suas baboseiras?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

nao rola de vc ser homem suficiente e manter sua promessa?

Homem que é homem, muda de opinião e assume que mudou e evoluiu.

E tu, é juiz ou policial?

Julgou a tia boca braba, condenou e se pudesse já executava.

Julgou a mim e ao ativista pela data de criação das nossas contas.

Agora tá julgando a minha sexualidade...

Qual a tua divindade? Quem te deu o direito e a posse da verdade absoluta?

E ainda admite que é um intolerante, que não se dá ao trabalho de ler o que escrevem pra ti, e sai atirando a esmo. gastando a tua munição pesada.

Se tua prática é assim num fórum, como será ela no "estrito cumprimento do dever"?

Atira e depois "lê os direitos"? Forja a evidência para não estar nunca errado?

Diferente de ti, que me julgou sem ler o que eu escrevi pra ti, eu posso formar uma opinião totalmente baseada(in-topic) nas tuas posições e declarações.

E sobre não postar... ha ha ha Vai ladrar para outro lado cachorrinho, eu sei o que to fazendo aqui e nunca me calei diante de opressores. Não vai ser tu, não mesmo! NUNCA SERÃO!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara a coisa mais difícil para o ser humano é "conversar" e "ouvir"... neste forum onde todos os membros são teóricamente de uma mesma batalha (a da cannabis) são extremamente intolerantes , alguns arrogantes, alguns que pensam serem os donos absolutos da verdade, a plena igualdade das pessoas é respeitar as diferenças entre elas....enfim não somos um grupo de pessoas que se respeitam... o respeito aqui é só para aqueles que pensam iguais...a intolerância é o pior defeito do humano... não existe verdade existem ponto de vistas, então que tal nos ouvirmos sem ofensas e ódio... e acredito que bandido e gente de bem é uma questão de indole o meio é só para moldar onde estes irão atuar... é isso Paz e Pense Verde

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Cara a coisa mais difícil para o ser humano é "conversar" e "ouvir"... neste forum onde todos os membros são teóricamente de uma mesma batalha (a da cannabis) são extremamente intolerantes , alguns arrogantes, alguns que pensam serem os donos absolutos da verdade, a plena igualdade das pessoas é respeitar as diferenças entre elas....enfim não somos um grupo de pessoas que se respeitam... o respeito aqui é só para aqueles que pensam iguais...a intolerância é o pior defeito do humano... não existe verdade existem ponto de vistas, então que tal nos ouvirmos sem ofensas e ódio... e acredito que bandido e gente de bem é uma questão de indole o meio é só para moldar onde estes irão atuar... é isso Paz e Pense Verde

Fogueira das vaidades com intolerância. Juntando com o viés reacionário típico da sociedade brasileira dá nisso. Muito triste.

Paz e tolerância pessoal.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara a coisa mais difícil para o ser humano é "conversar" e "ouvir"... neste forum onde todos os membros são teóricamente de uma mesma batalha (a da cannabis) são extremamente intolerantes , alguns arrogantes, alguns que pensam serem os donos absolutos da verdade, a plena igualdade das pessoas é respeitar as diferenças entre elas....enfim não somos um grupo de pessoas que se respeitam... o respeito aqui é só para aqueles que pensam iguais...a intolerância é o pior defeito do humano... não existe verdade existem ponto de vistas, então que tal nos ouvirmos sem ofensas e ódio... e acredito que bandido e gente de bem é uma questão de indole o meio é só para moldar onde estes irão atuar... é isso Paz e Pense Verde

clap

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
e acredito que bandido e gente de bem é uma questão de indole o meio é só para moldar onde estes irão atuar... é isso Paz e Pense Verde

Fala Plantador, concordo com tudo que você disse menos com o quote acima. Essa questão de influência do meio x genética é campo obscuro, porém tenho convicção que na personalidade humana o poder do meio é tão ou mais forte do que o da genética. Somos animais muito culturais e aprendemos quase tudo, ao contrário da muitos animais que já vem com o "software" instalado. Se você deixar uma ave suboscine sem nunca ter contato com outras, ainda assim ela vai cantar a vocalização típica da espécie. Se deixar uma pessoa sem contato com outras ela NUNCA vai aprender a falar, nem a sorrir (teve um maluco que fez essa experiência no séc 18 - ele acreditava que a criança iria se expressar pela "língua primordial" - maluco varrido).

Não acredito que no geral as crianças do Jd. Angela (bairro mais violento de SP) tenham índole intrinsecamente ruim. Aposto que se fossem criadas desde pequenas com amor e escolas boas a taxa de banditismo delas seria menor. A mesma coisa se crianças do Morumbi fossem criadas na favela - provavelmente teríamos mais bandidos do que se fossem criadas no seu meio de origem (se bem que muito bandido de verdade, aqueles de colarinho, vieram de lá...).

Esse argumento de índole é perigoso, pois pode ser usado por eugenistas, fascistas e direitistas para culpar as pessoas pela própria miséria. Tipo, no Brasil tem violência demais porque o povo é intrinsecamente pilantra e na Suécia tem pouca violência porque o povo é intrinsecamente bom. Não sei, é um argumento cômodo para um político corrupto que não quer tirar a bunda da cadeira, por exemplo. E para quem quer perseguir os menos validos...

Posso ser ingênuo por acreditar na bondade do ser humano, apesar de reconhecer que tem gente que nasce errada (vide malucos e psicopatas criados em famílias "de bem"). Mas bondade e justiça são coisas que se aprendem. Não sei se você tem contato com crianças, eu sou pai e vejo como as crianças são inocentes. Aposto que se eu pudesse e tivesse condições de criar várias crianças do Jardim Angela, poucas delas sairiam "erradas" na vida.

É isso, paz, tolerância e verde pra todos os irmãos,

ABS

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Homem que é homem, muda de opinião e assume que mudou e evoluiu.

E tu, é juiz ou policial?

Julgou a tia boca braba, condenou e se pudesse já executava.

Julgou a mim e ao ativista pela data de criação das nossas contas.

Agora tá julgando a minha sexualidade...

Qual a tua divindade? Quem te deu o direito e a posse da verdade absoluta?

E ainda admite que é um intolerante, que não se dá ao trabalho de ler o que escrevem pra ti, e sai atirando a esmo. gastando a tua munição pesada.

Se tua prática é assim num fórum, como será ela no "estrito cumprimento do dever"?

Atira e depois "lê os direitos"? Forja a evidência para não estar nunca errado?

Diferente de ti, que me julgou sem ler o que eu escrevi pra ti, eu posso formar uma opinião totalmente baseada(in-topic) nas tuas posições e declarações.

E sobre não postar... ha ha ha Vai ladrar para outro lado cachorrinho, eu sei o que to fazendo aqui e nunca me calei diante de opressores. Não vai ser tu, não mesmo! NUNCA SERÃO!!

a culpa e minha de dar corda pra crianca....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Cara a coisa mais difícil para o ser humano é "conversar" e "ouvir"... neste forum onde todos os membros são teóricamente de uma mesma batalha (a da cannabis) são extremamente intolerantes , alguns arrogantes, alguns que pensam serem os donos absolutos da verdade, a plena igualdade das pessoas é respeitar as diferenças entre elas....enfim não somos um grupo de pessoas que se respeitam... o respeito aqui é só para aqueles que pensam iguais...a intolerância é o pior defeito do humano... não existe verdade existem ponto de vistas, então que tal nos ouvirmos sem ofensas e ódio... e acredito que bandido e gente de bem é uma questão de indole o meio é só para moldar onde estes irão atuar... é isso Paz e Pense Verde

clap

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom
Fala Plantador, concordo com tudo que você disse menos com o quote acima. Essa questão de influência do meio x genética é campo obscuro, porém tenho convicção que na personalidade humana o poder do meio é tão ou mais forte do que o da genética. Somos animais muito culturais e aprendemos quase tudo, ao contrário da muitos animais que já vem com o "software" instalado. Se você deixar uma ave suboscine sem nunca ter contato com outras, ainda assim ela vai cantar a vocalização típica da espécie. Se deixar uma pessoa sem contato com outras ela NUNCA vai aprender a falar, nem a sorrir (teve um maluco que fez essa experiência no séc 18 - ele acreditava que a criança iria se expressar pela "língua primordial" - maluco varrido).

Não acredito que no geral as crianças do Jd. Angela (bairro mais violento de SP) tenham índole intrinsecamente ruim. Aposto que se fossem criadas desde pequenas com amor e escolas boas a taxa de banditismo delas seria menor. A mesma coisa se crianças do Morumbi fossem criadas na favela - provavelmente teríamos mais bandidos do que se fossem criadas no seu meio de origem (se bem que muito bandido de verdade, aqueles de colarinho, vieram de lá...).

Esse argumento de índole é perigoso, pois pode ser usado por eugenistas, fascistas e direitistas para culpar as pessoas pela própria miséria. Tipo, no Brasil tem violência demais porque o povo é intrinsecamente pilantra e na Suécia tem pouca violência porque o povo é intrinsecamente bom. Não sei, é um argumento cômodo para um político corrupto que não quer tirar a bunda da cadeira, por exemplo. E para quem quer perseguir os menos validos...

Posso ser ingênuo por acreditar na bondade do ser humano, apesar de reconhecer que tem gente que nasce errada (vide malucos e psicopatas criados em famílias "de bem"). Mas bondade e justiça são coisas que se aprendem. Não sei se você tem contato com crianças, eu sou pai e vejo como as crianças são inocentes. Aposto que se eu pudesse e tivesse condições de criar várias crianças do Jardim Angela, poucas delas sairiam "erradas" na vida.

É isso, paz, tolerância e verde pra todos os irmãos,

ABS

É complicado o assunto mesmo. Concordo com quase tudo que você disse, mas não acredito que o ser humano nasce intrinsecamente bom. O que temos, MINHA OPINIÃO, é potencial para bondade e para maldade. Por isso somos humanos e imperfeitos. E que trazemos alguma memória de vidas passadas(Karma). Acho que nosso papel no planeta é trabalhar nossa vida para o bem e assim romper o ciclo kármico.

Além disso temos o contexto cultural que é fundamental. E nosso contexto cultural é reacionário. Há poucas gerações vivíamos ainda na escravidão. O assunto é bem complexo! Desculpem o off topic.

Abraços cannábicos!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Com certeza as ramificações para a formação do caráter de uma pessoa são muito complexas, por este motivo temos que ouvir muito mais que falar... acredito que nada é 100% por isso penso que cada caso é um caso e não pode cair na generalização, cada ser humano é um universo que pode ser bom ou não... contaminado pelo meio ou não... que é um exercicio antropológico "peneirar" isso, concordo... nada é tão simples que se possa tabelar e nem tão complicado que não se possa resolver... é isso Paz e Pense Verde

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não acredito que no geral as crianças do Jd. Angela (bairro mais violento de SP) tenham índole intrinsecamente ruim. Aposto que se fossem criadas desde pequenas com amor e escolas boas a taxa de banditismo delas seria menor. A mesma coisa se crianças do Morumbi fossem criadas na favela - provavelmente teríamos mais bandidos do que se fossem criadas no seu meio de origem (se bem que muito bandido de verdade, aqueles de colarinho, vieram de lá...).

Esse argumento de índole é perigoso, pois pode ser usado por eugenistas, fascistas e direitistas para culpar as pessoas pela própria miséria. Tipo, no Brasil tem violência demais porque o povo é intrinsecamente pilantra e na Suécia tem pouca violência porque o povo é intrinsecamente bom. Não sei, é um argumento cômodo para um político corrupto que não quer tirar a bunda da cadeira, por exemplo. E para quem quer perseguir os menos validos...

Posso ser ingênuo por acreditar na bondade do ser humano, apesar de reconhecer que tem gente que nasce errada (vide malucos e psicopatas criados em famílias "de bem"). Mas bondade e justiça são coisas que se aprendem. Não sei se você tem contato com crianças, eu sou pai e vejo como as crianças são inocentes. Aposto que se eu pudesse e tivesse condições de criar várias crianças do Jardim Angela, poucas delas sairiam "erradas" na vida.

Pois bem camarada,

tipificar as pessoas é uma forma simplista de analisar o problema.

Não existe um estudo antropológio que desconsidere totalmente o meio

.

Vamos exemplificar com a polícia.

Conheço um cara bacana, super da paz, curte um reggae, adora fumar "um" e é favorável a legalização da Cannabis.

Nesse último período, o camarada tava participando das provas seletivas da PM do Rio. O medo maior dele era a forma com que a cultura da Corporação iria influenciar no seu dia a dia. Com o meio do qual ele faz parte, que é a Baixada Fluminense.

O fato de que na concepção, a PM era uma entidade que servia aos donos de escravos e ao império, e que ambos, tanto corporação quando sistema político evoluiram, mas que mudando os nomes, uma ainda está ao serviço do outro, atrelada até os dentes. fazia meu camarada tremer.

Pois era de família humilde, tinha na maioria de seus amigos gente pobre, e visto durante a infância e adolescência muitos deles cairem, ou na mão de P2, ou na mão de polícia fardada, ou de justiceiro.

Tinha visto muito ladrão de galinha morto na porta da padaria, maconheiro morto no campo de futebol, etc... Mas uma gente, que pelos relatos, na maioria não era ruim. Eram moleques que jogavam bola com a molecadam que fumavam um com os bródi, que viviam uma vida de criança e de adolescente quando podiam, mas que nem tiveram chance de explicar o por quê daqueles atos. Ou então um reformatário mesmo. Nem um descente, nem um dos tipos que nós temos aqui no Brasil. Nem isso...

Gente que teve escolha de não roubar? De não fumar? Talvez

Os grandes questionamentos do cara eram esses:

"Da primeira vez que me subornarem eu vou dizer não, meu parceiro aceita, eu não entro na roda. Depois de uns dias começam as retaliações, coopções. Como eu vou resistir ao meio?"

"E se um dia desses eu me deparar com um bróder morrendo numa operação? um cara que eu conheço, que sei que era bacana, que tava no desvio, e que acaba morrendo na minha mão?"

Meus camaradas, rãs se hermafroditizaram pois não existiam machos para fecundá-las, no meio em que elas viviam, maconha se hermafroditiza conforme o tratamento que tu der para ela.

Se biologicamente um organismo pode sofrer mutação para sobreviver ao meio, será que psicológicamente não?

A discussão nunca esteve na mulher, mas sim no nível de culpa individual e da sociedade nesse caso. Muitos pontos de vistas se levaram em consideração. E o Crazyfool que era o mais emocionado, veio agradecer o nível do debate que a gente fez, e dizer que influenciou positivamente na forma de ele enxergar o caso. Até "o polêmica" vir dar pitaco e mandar beijar na boca e raspar os pentelhos.

Quem não leu todo o post, faça-o antes de vir bancar de advogado do diabo e ficar em cima do muro.

Quem discorda da função da polícia quando foi criada, eu aconselho ler 1822, do Laurentino Gomes, que conta a chegada da burguesia portuguesa e como ela se estabeleceu e foi deixando a colônia a sua moda.

No mais, acho que já deu muito pano pra manga essa notícia. Vamos passar para a próxima...

Abraço

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...