Bas

Policia Faz Cerco A Predio De Professor Que Cultiva Maconha

Recommended Posts

porra

to puto ate agora tambem!!!!

pq policias de sao cristovao foram pro recreio???

la na barra/recreio, nao tem civil????......eu achei estranhissimo

outra..pra onde eles foram levados? polinter?? kd eles???

temos q protestar

a mesma globo q faz uma revista legal com uma materia sobre grower, nem tentam explicar em suas materias...

esse assunto irrita mt....tanto q qndo soube da notica, na moral, nem quis ver o video, so li a materia q chegou d tarde, o q ja me deixou boladao!!! (o video chegou d noite)

se o baixista do ponto, ficou 14 dias preso, por aquelas plantinhas......imagina esses caras...torcer pra q saiam logo..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que infelicidade,coitada dessa familia de ter que passar por um constrangimento desse,e o Nem ta solto,porque será que nao fica ninguem de binoclinho espionando o Nem da Rocinha ein??Isso que eu gostaria de entender.Será que quando cercarem o Nem(se isso realmente acontecer pq esse tipo eles cuuustam a prender)ele vai se entregar pacificamente?Sobre a questao dos pés é tudo muito subjetivo,108 pes nao configura trafico nao e mesmo que eles vendessem alguma coisa o que deve ser analisado é para onde esse dinheiro voltava,possivelmente para investimento no cultivo que mantinham e nao para compra de armas e muniçoes ou alguem achou fuzil,pistola e granada na cobertura?Acharam foi Ferts,lampadas,coolers,seeds e revistas especialisadas e com isso nao da pra matar ninguem,e poderiam muito bem nao vender tambem uma vez que aqui tem um monte de maconheiro cascudo que sabe muito bem que fumando todos os dias e dependendo da quantidade para se manter a subsistencia levando se em conta que eram dois usuarios 108 pés nao seria nada de astronomico,nao julguem a quantidade de pes mas tentem pensar na quantidade consumida mesmo que voce fume pouco,se imagine fumando mais do que vc fuma e quantos pes precisaria manter para obter uma subsistencia de grande consumo multiplicado por dois,sem falar no gasto.Tem pessoas aqui que acreditam nas bobagens propagadas pelos canas.Os canas estão ali pra isso,pra aumentar a dimenção das coisas,pra camuflar a incompetencia deles em prender bandidos de verdade,se fossem pessoas bem intencionadas jamais seriam policiais dessa especie,ou alguem aqui acha que delegadazinha de policia civil lotada em Sao Cristovão agindo no Recreio tem boas intençoes?É honesta?Tem cultura?Inteligencia?Manda invadir morro so pra ver se vai,quem vai sao outros policiais,pq esses tipos so servem pra isso,pra aparecer no jornal quando matam pessoas de bem pra dar esplicaçoes fantasiosas de pq nao conseguiram pegar o bandido,ou pra explicar como pegaram um frango de 15 anos roubando uma bala no supermercado.A ignorante da delegada prendeu a ja ta julgando o professor e seu filho,hoje essa delegada desmoralisou o judiciario,passou por cima de quem bate o martelo,inventou fatos e até a qualidade da droga ela caracterisou,disse que a ganjah era de boa qualidade e que era vendida por um preço diferencido,como ela sabe?Jah sei,apertaram um la na delega e testaram a potencia do beck??Faz um smoke report aqui no growroom sua delegadazinha mediocre,se fosse gente de bem,bem intencionada com um minimo de cultura e responsabilidade social de verdade se preocupando em prender os verdadeiros bandidos e nao preocupada em aparecer na midia prendendo grower nao seria policial ne.LIBERDADE PRO PROFESSOR!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

segundo Andre Barros disse no video os 108 pés rendiam 50g pra cada eu consumo bem mais que isso no mes então não é um nº alto de pes creio eu

Eles colhem 1g por pé então? Acho que o André não disse isso não, apesar de não ter ouvido o que ele disse... Eu vi a foto dos pés... Se na pior das hipóteses cada um desse 10g, eles teriam mais de meio kilo cada um... O que, para mim, não é nada... Eu consumo mais do que meio kilo por mês fácil...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

TEM GENTE AQUI MUITA ANARQUISTA, ACORDEM PRA VIDA O MUNDO NÃO É ASSIM NÃO, SE QUER FAZER O QUE QUISER VA PARA OUTRO PLANETA, PORQUE AQUI SOMOS ESCRAVOS DA ESCÓRIA DA SOCIEDADE E TEMOS QUE NOS ADAPTAR! A NÃO SER QUE VOCÊS FAÇAM UMA REVOLUÇÃO E CAIAM PRA CIMA DESSA PORRA TODA!

ps: voto na revolução ! heheehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vcs viram o curriculo do Pai do cara? me impressionei, coloquei o nome dele no google, o sujeito é um professor conceituado, morou mtos anos nos EUA, onde fez cursos... é triste ver pessoas de BEM passar por bandido, pessoas q construiram sua vida com suor do trabalho agora sao vistas como mal elementos e traficantes... isso é mto triste... ATé QUANDO?????????

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A redação da lei não fala em pequena quantidade de plantas, a lei fala em "plantas destinadas a produção de pequena quantidade de droga". É uma diferença sutil mas importante e que pode fazer diferença nesses casos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, peraí

...naum é hora de treta entre nós mesmos, por fv

"há males que vem pra bem"

como podemos transformar esse mal em bem ? Essemomento de marketing...Isso foi divulgado em todo lugar, porque naum antecipar uma marcha da maconha, levantar o assunto, discutir na sociedade :ativismo: , sei la, um protesto enfrente a delegacia...entregar um folheto para a delega, esclarecer pra ela que semear naum eh trafico,,gravar, colocar no you tube.....

pegar o rabixo dessa divulgação em massa...e esclarecer que planatr naum eh trafico, pelo contrário

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O jeito que informaram a noticia só serve para aumentar a ignorancia em massa por parte dos leitores ouvintes e etc, Tinham que botar a noticia assim,Com o aumento de pessoas plantando maconha para o seu consumo própio para não contribuir com o trafico,a policia mais uma vez faz uma prisão equivocada de pessoas de bem em cima de uma denuncia hipócrita.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

porque naum antecipar uma marcha da maconha, levantar o assunto, discutir na sociedade :ativismo: , sei la, um protesto enfrente a delegacia...entregar um folheto para a delega, esclarecer pra ela que semear naum eh trafico,,gravar, colocar no you tube

:ativismo: :ativismo: :ativismo: :ativismo: :ativismo:

LIBERDADE PARA O PROFESSOR!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

108 pés, isso da 54 pés para cada, digamos que metade seja femea e a outra metade macho...são 27 pés. ou mesmo que sejam 54 pés de clone, isso geraria após varios mese uma media de 50g por pé seco...ta vamo aumentar um pouco e por 300g pra cada um por cultivo... 300g dura quanto?

mais uma vez a destinação é o diferencial se a pessoa é traficante ou usuário.

A policia deve apresentar alguma prova de que eles vendiam, nem que seja 1g, caso contrario, penso, cabe a ação buscando a responsabilidade civil do estado e a decorrente indenização pela prisão ilegal, como em todos os casos que não for provado pelo Estado, que o cultivo de cannabis não era destinado ao consumo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vamos conseguir porra nenhuma de benefício para as pessoas que cultivam para consumo próprio nesse país, tô me convencendo disso.

Parece que aqui ninguém cultiva maconha pro seu consumo (ou seja, que planta toda a maconha que consome, que não compra mesmo), por que vejo gente falando em 10 pés serem suficientes.. o que é isso? 10 pés? Só se for um outdoor enorme, com as plantas de 2 metros, num cultivo muito bem feito, aí dá pra tirar sustendo de 10 plantas. E isso se não for plantar um ciclo só por ano, como o out muitas vezes determina.

Rapaz, tô apavorado com essa discussão aqui. Tenho, repito, mais de 50 plantas nesse momento em minha casa, e fazem 3 meses que não tenho fumo. O que eu e os outros que realmente cultivam nesse fórum vão pensar? Vocês acham que tenho alguma confiança de que vou receber apoio de vocês na hora que der merda? Ou vou ver discussão de que dei mole por ter mais do que 25 plantas? Bem mais provável a segunda alternativa.

PRECISAMOS estar uns do lado dos outros, na hora boa, mas principalmente na pior. Não há, na minha opinião, a menor chance de alguém se tornar realmente autosustentável em maconha com menos de 30-50 plantas. E isso jamais seria considerado PEQUENA QUANTIDADE como diz a tal da lei. A questão é clara: não dá pra agir dentro dessa lei que estão aqui debatendo e se tornar autosustentável.

Então na hora que alguém cai por conta de uma lei que não dá conta da realidade, ficamos do lado da lei, que "pelo menos dá a tal brecha pro cultivo pra consumo sendo pouca quantidade", ou ficamos do lado do cultivador, que, a seu modo, com os critérios de consumo que só ele conhece, planta o que considera necessário?

Eu planto mais do que a "Pequena quantidade", e mal consigo me sustentar. Fica mais uma vez a dúvida: a hora que eu cair, qual vai ser a discussão? Se eu estou certo ou errado? Se dei mole ou não? Ou vão realmente entender a situação absurda que a gente vive, penando no trampo que dá um cultivo pra autosustento, e ainda tendo que aguentar julgamento de todo mundo, até dos prórios maconheiros?

Tô realmente assustado com a postura dos cultivadores brasileiros, e também dos muitos membros desse fórum que nem cultivam (a maioria por sinal). A quem teve paciência de ler, foi mal pelo post enorme.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Instrução para a campanha de liberdade:

- Não divulgar o NOME dos envolvidos (a pedido deles);

- Deixar claro que o plantio é para consumo proprio;

- Sendo consumo próprio, não pode ser acusado de tráfico;

- LIBERDADE JÁ!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

cadjurah estamos todos torcendo por você, você é um cara esperto e nunca vai rodar, porque esta aprendendo a lição de que para ser a resistencia no mundo de hoje precisamos ser espertos. Nós somos a resistência, nós um dia mudaremos o conceito de muitas coisas, mais não podemos simplesmente desabafar nossos argumentos tendo como referencia o medo. Você esta claramente abalado com a situação ocorrida, está até se colocando no lugar do cara, mais não perca as experanças. A hora chegará. Somos todos irmãos lutamos pela mesma causa, mais não podemos nos deixar levar pela sociedade hipócrita, eles querem isso, eles sentem nosso medo, por isso dessas aprensões e tudo. MAS NÓS SOMOS A RESISTÊNCIA!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tô de cara!!! Como tem nego careta aqui no growroom!

PUTA QUE PARIU!! :chaudeslarmes:

Quem é usuário cronico sabe que quanto mais maconha tiver , melhor... a gente fuma tudo,

até 1 kg se tiver!

Agora, vem esses fdp preconceituosos a julgar o cara que quer fumar o dia todo e planta

e trabalha pra isso! .... nem todo mundo quer fumar só em finais de semana!

ABAIXO A CARETICE!

alguma noticia sobre os dois?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu trabalho eh para evitar merda e nao pra limpa-las?

Discordo!

Quem fizer parte da rede de advogados do Growroom não tem q escolher trabalho nao

Se for pra ser voluntário é pra ser voluntário

O Trabalho vai ser o que vier! Ou iriamos fazer o trabalho pela metade? Deixar os caras q foram presos se fuder? E pior, ainda terminar de fuder expondo aqui publicamente os pontos fracos da defesa??

Ta errado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bas intendo seu ponto de vista como uma pessoa de grande escala hierarquia no forum, mas ao meu ponto de vista ele não estava deixando os caras presos se fuderem, apenas estava nos orientando, como um bom advogado a realidade do caso. Não podemos nos desvirtuar, estamos sendo radicais tanto quanto eles. Esconder os fatos é algo que eles fazem, não agente. A paz esta com agente e contra isso nada pode nos deter. Sugiro o fim desse topico e a criação de outro a respeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pois é... essa discussão sobre número de plantas e comércio de produção própria é muito complicado. acho que mesmo aqui no GR teremos visões completamente diferentes, logo, acho que precisamos fazer esse debate de forma saudável, e com intenção de RESOLVER O PROBLEMA.

temos um caso concreto, taí, os caras tão presos. ok, eles tinham 108 plantas. mas pelo que vi na reportagem nada indica tráfico, pelo contrário: muitas revistas, livros, ferts, vasos... coisas que, se a polícia bater aqui em casa AGORA, tb vai achar. óbvio que tenho muito menos plantas que isso, mas não vem ao caso.

mas resumindo: A LEI ESTÁ DO NOSSO LADO. é importante manter isso em mente. o que temos que descobrir como mudar é a forma com a qual a lei é aplicada. se você planta pra consumo próprio, NÃO PODE IR PRESO. ponto. tanta gente responde processo em liberdade, até assassinos, então temos que convencer o judiciário e a polícia A NÃO PRENDER QUEM POSSUI PLANTAÇÃO E ALEGA CONSUMO PRÓPRIO. não deve ser difícil rastrear vestígios de tráfico, se faz a investigação, MAS COM A PESSOA SOLTA. se ficar comprovado tráfico, pronto. agora, se ficar comprovado consumo próprio, NADA REPARA o tempo que uma pessoa passa na cadeia POR NADA. aí reside o absurdo que precisamos combater.

então, porra, foco: o importante é a pessoa não ser presa, e se for, ficar o mínimo de tempo possível na cadeia. depois a gente discute e brinca com o cara por ele ter 108 pés LINDOS de maconha em casa, ok?!

vou colar aqui o esqueminha que fiz e vou colar no grow HOJE MESMO. é preciso lembrar que A LEI ESTÁ, SIM, DO NOSSO LADO. está expresso, claro como dois mais dois são 4. o artigo 28 não permite flexibilização, apenas uso discricionário e errado por parte da polícia. portanto, isso tem que estar claro para todos! É LEI.

LEI DE TÓXICOS - 11.343 / 2006

Capítulo III

DOS CRIMES E DAS PENAS

Art. 27. As penas previstas neste Capítulo poderão ser aplicadas isolada ou cumulativamente, bem como substituídas a qualquer tempo, ouvidos o Ministério Público e o defensor.

Art. 28. Quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido às seguintes penas:

I - advertência sobre os efeitos das drogas;

II - prestação de serviços à comunidade;

III - medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo.

§ 1o Às mesmas medidas submete-se quem, para seu consumo pessoal, semeia, cultiva ou colhe plantas destinadas à preparação de pequena quantidade de substância ou produto capaz de causar dependência física ou psíquica.

§ 2o Para determinar se a droga destinava-se a consumo pessoal, o juiz atenderá à natureza e à quantidade da substância apreendida, ao local e às condições em que se desenvolveu a ação, às circunstâncias sociais e pessoais, bem como à conduta e aos antecedentes do agente.

§ 3o As penas previstas nos incisos II e III do caput deste artigo serão aplicadas pelo prazo máximo de 5 (cinco) meses.

§ 4o Em caso de reincidência, as penas previstas nos incisos II e III do caput deste artigo serão aplicadas pelo prazo máximo de 10 (dez) meses.

§ 5o A prestação de serviços à comunidade será cumprida em programas comunitários, entidades educacionais ou assistenciais, hospitais, estabelecimentos congêneres, públicos ou privados sem fins lucrativos, que se ocupem, preferencialmente, da prevenção do consumo ou da recuperação de usuários e dependentes de drogas.

§ 6o Para garantia do cumprimento das medidas educativas a que se refere o caput, nos incisos I, II e III, a que injustificadamente se recuse o agente, poderá o juiz submetê-lo, sucessivamente a:

I - admoestação verbal;

II - multa.

§ 7o O juiz determinará ao Poder Público que coloque à disposição do infrator, gratuitamente, estabelecimento de saúde, preferencialmente ambulatorial, para tratamento especializado.

Art. 29. Na imposição da medida educativa a que se refere o inciso II do § 6o do art. 28, o juiz, atendendo à reprovabilidade da conduta, fixará o número de dias-multa, em quantidade nunca inferior a 40 (quarenta) nem superior a 100 (cem), atribuindo depois a cada um, segundo a capacidade econômica do agente, o valor de um trinta avos até 3 (três) vezes o valor do maior salário mínimo.

Parágrafo único. Os valores decorrentes da imposição da multa a que se refere o § 6o do art. 28 serão creditados à conta do Fundo Nacional Antidrogas.

Art. 30. Prescrevem em 2 (dois) anos a imposição e a execução das penas, observado, no tocante à interrupção do prazo, o disposto nos arts. 107 e seguintes do Código Penal.

===================================================

DO PROCEDIMENTO PENAL

Quando se tratar da prática das condutas previstas no art. 28 da lei e, salvo se houver concurso com os crimes previstos nos arts. 33 a 37, "será processado e julgado na forma dos arts. 60 e seguintes da Lei no. 9.099, de 26 de setembro de 1995, que dispõe sobre os Juizados Especiais Criminais".

Tal como ocorre com as infrações penais de menor potencial ofensivo, nas condutas previstas no art. 28 (porte ou plantação para consumo próprio), não se imporá prisão em flagrante, devendo o autor do fato ser imediatamente encaminhado ao juízo competente ou, na falta deste, assumir o compromisso de a ele comparecer, lavrando-se termo circunstanciado e providenciando-se as requisições dos exames e perícias necessários. Exatamente como está previsto no art. 69 da Lei nº. 9.099/95. Caso ausente a autoridade judicial, tais providências "serão tomadas de imediato pela autoridade policial, no local em que se encontrar, vedada a detenção do agente." Aqui, diversamente do que ocorre nas infrações penais de menor potencial ofensivo, não deve ser lavrado, em nenhuma hipótese, o auto de prisão em flagrante, ainda que o autor do fato não assine o referido termo de compromisso. Está vedada expressamente a detenção do agente.

Após tais providências, deve o agente ser submetido a exame de corpo de delito, se o requerer ou se a autoridade de polícia judiciária entender conveniente, e em seguida liberado.

Já no Juizado Especial Criminal, o Ministério Público deverá propor a transação penal (art. 76 da Lei no. 9.099/95); a proposta terá como objeto uma das medidas educativas (como define a própria lei) previstas no art. 28 desta Lei, a saber: advertência sobre os efeitos das drogas; prestação de serviços à comunidade ou medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo.

Diz a lei que quando se tratar das condutas tipificadas nos arts. 33, caput e § 1o, e 34 a 37, o juiz, sempre que as circunstâncias o recomendem, empregará os instrumentos protetivos de colaboradores e testemunhas previstos na Lei no. 9.807, de 13 de julho de 1999.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vamos conseguir porra nenhuma de benefício para as pessoas que cultivam para consumo próprio nesse país, tô me convencendo disso.

Parece que aqui ninguém cultiva maconha pro seu consumo (ou seja, que planta toda a maconha que consome, que não compra mesmo), por que vejo gente falando em 10 pés serem suficientes.. o que é isso? 10 pés? Só se for um outdoor enorme, com as plantas de 2 metros, num cultivo muito bem feito, aí dá pra tirar sustendo de 10 plantas. E isso se não for plantar um ciclo só por ano, como o out muitas vezes determina.

Rapaz, tô apavorado com essa discussão aqui. Tenho, repito, mais de 50 plantas nesse momento em minha casa, e fazem 3 meses que não tenho fumo. O que eu e os outros que realmente cultivam nesse fórum vão pensar? Vocês acham que tenho alguma confiança de que vou receber apoio de vocês na hora que der merda? Ou vou ver discussão de que dei mole por ter mais do que 25 plantas? Bem mais provável a segunda alternativa.

PRECISAMOS estar uns do lado dos outros, na hora boa, mas principalmente na pior. Não há, na minha opinião, a menor chance de alguém se tornar realmente autosustentável em maconha com menos de 30-50 plantas. E isso jamais seria considerado PEQUENA QUANTIDADE como diz a tal da lei. A questão é clara: não dá pra agir dentro dessa lei que estão aqui debatendo e se tornar autosustentável.

Então na hora que alguém cai por conta de uma lei que não dá conta da realidade, ficamos do lado da lei, que "pelo menos dá a tal brecha pro cultivo pra consumo sendo pouca quantidade", ou ficamos do lado do cultivador, que, a seu modo, com os critérios de consumo que só ele conhece, planta o que considera necessário?

Eu planto mais do que a "Pequena quantidade", e mal consigo me sustentar. Fica mais uma vez a dúvida: a hora que eu cair, qual vai ser a discussão? Se eu estou certo ou errado? Se dei mole ou não? Ou vão realmente entender a situação absurda que a gente vive, penando no trampo que dá um cultivo pra autosustento, e ainda tendo que aguentar julgamento de todo mundo, até dos prórios maconheiros?

Tô realmente assustado com a postura dos cultivadores brasileiros, e também dos muitos membros desse fórum que nem cultivam (a maioria por sinal). A quem teve paciência de ler, foi mal pelo post enorme.

apoiado, to mesma situação...UM ANO E TRES MESES SEM COMPRAR MACONHA E FINANCIAR O TRAFICO,

depois de dois meses sem fumo agora que tirei 30g...que tenho fumar fininho pra não me passar...nem vou disser quantas plantas tenho espalhadas por ae pra não pensarem que sou traficante...agora nego sabe o tempo que demora? o tempo que demora pra crescer e o tempo que demora pra flora? que so se fuma as femeas? que perde 70% do peso depois de seco? que a folha o galho e raiz não se fuma? o trabalho, a dedicação e o tempo que se gasta somente pra fumar coisa boa e não financiar o crime?

queria poder ter 108 pés e rir durante um ano com meus potes cheios...to de cara com a hipocrisia que rola aqui dentro... se fose um pé grande que rendesse 3kg certamente iriam rodar como trafico e teria neguinho defendendo os porcos.

hoje eu vejo quem é quem e quem ta do lado de quem... o joio ta automaticamente se seprando do trigo...opniões respeitadas tem neguinho que ta aqui de passagem, so quer comedia e ver planta bonita e tem outros que assumem as merdas, botam a cara, gastam tempo e dinheiro pela causa.

Nada pessoal contra ninguem, apenas revejam seus conceitos, maconheiro ja foi um bixo mais revoltado...hoje é tudo pacifico e aceita essa merda toda como certa, paz e amor no meio da guerra não rola...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Discordo!

Quem fizer parte da rede de advogados do Growroom não tem q escolher trabalho nao

Se for pra ser voluntário é pra ser voluntário

O Trabalho vai ser o que vier! Ou iriamos fazer o trabalho pela metade? Deixar os caras q foram presos se fuder? E pior, ainda terminar de fuder expondo aqui publicamente os pontos fracos da defesa??

Ta errado.

Não me refiria ao GR, e sim a uma vocação como Advogado num Estado que esconde as leis do povo numa publicação que ninguém tem acesso (DOU) e numa linguagem que nem os juristas dominam por completo. A lei existe para que as pessoas ajam de uma determinada maneira e não para punir as pessoas. O sentido maior da lei é tornar nossa vida mais harmônica e não prender os outros. A prevenção aqui é no sentido de abrir os olhos de growers que tenham cultivos para consumo próprio em condições semelhantes, ou seja, de evitar futuros problemas.

Quanto ao caso já existente ajudarei no que for preciso, SEMPRE!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

esse video da reportagem eh patetico, cara.

alguem se ligou em uma dessas passagens?

"... que compravam as sementes pela internet e que elas vinham da europa..."

ai a camera mostra um policial segurando um envelope de semente de abobora!

e

"... os peritos fizeram testes e compravaram que havia maconha pronta para consumo..."

eles deram um look nos tricomas com microscopio (70% leitosos para uma onda mais euforicae corporal, 80% ambar para uma coisa mais couchlocking ou no tradicional 50% - 50% pra uma combinacao de onda cerebral e corporal), checaram que o fumo tava bem seco e curado ha mais de 30 dias no pote de vidro guardado em lugar escuro?

putz, q tristeza!

forca pro professor!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...