Ir para conteúdo
Growroom

Marina Silva: 'Nunca Bebi, E Nunca Fumei Maconha'


bong420

Recommended Posts

  • Usuário Growroom

FONTE: http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4568755-EI15315,00-Nunca+fumei+maconha+e+nunca+bebi+diz+Marina+Silva.html

A candidata à presidência pelo Partido Verde, Marina Silva, afirmou, durante sabatina promovida pela Rede Record nesta quinta-feira (15), nunca ter fumado maconha e ser contra a legalização da droga. "Nunca fumei maconha, nunca bebi bebida alcoólica, só Biotônico Fontoura. (...) Tenho uma posição contrária e defendo o plebiscito. Acho que falta informação sobre o tema".

Questionada sobre o casamento homossexual, Marina afirmou que trata a questão diferenciando o direito à união civil do casamento. "No meu entendimento, o casamento é um sacramento. Não faço aquele jogo de falar por entre os dentes, de ir à Igreja e dizer uma coisa e ir à comunidade e dizer outra". Sobre a adoção por casais gays, Marina disse caber aos especialistas a decisão de quem é apto para adotar uma criança.

A candidata ainda afirmou que o uso do Santo Daime em cultos religiosos não pode ser visto com preconceito, mas se retirado do contexto, pode levar a aborrecimentos. "É uma prática religiosa que tem origem em comunidades indígenas. Tirado do contexto e tratado de forma esteriotipada, pode criar problemas. Mas não pode ser tratado com preconceito".

Preconceito

Marina afirmou sofrer preconceito por ser evangélica e se defendeu dizendo que ter uma religião não a torna uma pessoa conservadora e limitada. "Fico triste quando vejo algumas pessoas acharem que pelo simples fato de professar a fé evangélica eu seria, a priori, uma pessoa limitada, conservadora".

A candidata verde disse ainda que sempre fez questão de combater o preconceito contra as pessoas que não têm uma religião. "Nunca gostei da forma como muitas vezes, até no meio religioso, as pessoas ficavam dizendo que o presidente Lula ia acabar com a Bíblia e com a religião".

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

é nunca fumou

]

so portou metralhadora sequestrou diplomata

e se , deixam impor ao indio as religiões evangelicas e catolicas

pq nos proibir de sermos praticantes das religioes desses mesmos indios

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Só há dois candidatos a presidente que defendem abertamente a legalização das drogas, a começar pela maconha: Zé Maria do PSTU e Plínio do PSOL. Por um acaso são os poucos candidatos de esquerda de verdade. Mas estão fora da mídia. Não interessa aos poderes dominantes que pessoas que defendem o fim do colonialismo que vivemos, da exploração, da opressão se elejam. Como eleição não é corrida de cavalo, temos que votar naquele que vai representar aquilo que acreditamos, o que achamos justo e honesto, e não o que as pesquisas (fraudadas, inventadas) dizem que vai ganhar. Naquele que tem programa de governo e projeto político de sociedade. Vcs reparam que campanha no Brasil não se discute projetos políticos ou programas. Campanha política dos candidatos da mídia é mero espeáculo vazio de ideias com claques de ignorantes batendo palmas. Só a esquerda será capaz de tocar a legalização de drogas, isso é um fato. Talvez Dilma até seja a favor, como alguns setores do PT são. Mas pela governabilidade, o PT se vendeu tanto aos interesses dominantes, se transformou numa coisa esquizofrênica, que duvido que ela tenha coragem de defender isso.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Nessas eleições, galera, vote legalize. Procurem os candidatos que são a favor da legalização nos seus estados, sempre tem alguém. Precisamos eleger uma bancada da legalização na Câmara para que o debate nos próximos quatro anos ganhe espaço na mídia e nas ruas, com informações qualificadas. Na próxima, legislatura, segundo o Cinco, será possível avançar na questão da descriminalização do usuário, na regulamentação do plantio e no abrandamento da pena de traficante preso sem arma e sem estar envolvido com outros crimes ou atos violentos, ou seja, o sujeito que não é um bandidão, mas que passa droga no varejo prá levantar um dinheiro. Não é muito, mas serão avanços e abrirão as portas para a legalização de fato. Mas é claro, ao esclher o candidato veja a vida pregressa dele, a formação, as demais propostas, pois tem gente bizarrinha que defende a legalização, mas em outros pontos é péssimo, vide Gabeira.

sds,

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...
×
×
  • Criar Novo...