Ir para conteúdo
Growroom

Usuário Do Mês


GrowerX1999

Recommended Posts

  • 3 weeks later...
  • Usuário Growroom

Boa noite confrades!

É com grande satisfação que venho anunciar o ilustre user do mês de Dezembro de 2010

Quem levou o mês de Dezembro foi o forista

GringoD2

Nossos parabéns a este cultivador.

Parabéns a todos que contribuem ou já contribuíram para manter o Growroom Vivo pois é o coletivo que forma o fórum como ele é! :thumb:

Feliz ano novo a todos!

E vale a pena lembrar que Jamais haverá ano novo se continuar a copiar os erros dos anos velhos

Abs,

X99

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Mais doque merecido ....

Esse mano ai eh super dedicado ... des do dia q inicio seus cultivos vem devorando nos estudos ... e o melhor de tudo, compartilhando desse conhecimento adquirido com todos ...

É isso ae gringaun ... 2011 promete pra todos nos :D

vamo q vamo

Sano ... sua premiação tbm e mais q merecida ... tu eh um cara super dedicado, que apesar das tarefas do dia a dia sempre arruma um tempo pra da atencao pra nossa comunidade ...

Um otimo acontecimento no ano de 2010 pra mim foi ter te conhecido ... fica na paz meu velho ... vc ainda tera muito reconhecimento pela frente meu amigo ...

vamo q vamo

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Usuário Growroom

Pow galera, to sem tempo para acessar direto agora pela temporada, mas fiquei de cara e agradeço de coração o reconhecimento de todos voces.

Aqui tanto no CC como no GR conheçi uma nova familia, pessoas verdadeiras que so querem o bem comunitario. Como todo grower passa por um brainstorm no primeiro ano de cultivo, eu mudei muito a minha forma de pensar.

Como agradecimento pelo reconhecimento, continuarei, na medida do possivel, a divulgar a ideia do cultivo caseiro.

Um mais que planta um menos que compra, é assim que a babilonia cai.

Mais uma vez agradeço a todo o GR pelo reconhecimento dado, que 2011 seja um otimo ano para todos nós.

Abraços do Gringo...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Processando...

  • Tópicos

  • Posts

    • IRRIGAÇÃO AUTOMÁTICA   Alguém já usou sistema de irrigação automática ? Vi esse na internet. Gostaria de saber da experiência de outras pessoas. Agradeço.    
    • Novidades no STJ.   "Mídia NINJA - A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) firmou o entendimento de que a posse de objeto para cultivar maconha não pode ser enquadrada no Artigo 34 da Lei de Drogas, que prevê pena de três a dez anos de reclusão para esse tipo de crime, se o plantio for destinado exclusivamente para o consumo próprio. Com esse entendimento, os ministros do STJ concederam um habeas corpus para garantir que um homem flagrado com 5,8 gramas de haxixe e oito plantas de maconha não seja processado pelo Artigo 34 da Lei de Drogas, já que em sua casa foram encontrados também diversos materiais para o cultivo de maconha e extração de óleo da planta.  Para a ministra Laurita Vaz, "Considerando que as penas do Artigo 28 da Lei de Drogas também são aplicadas para quem cultiva a planta destinada ao preparo de pequena quantidade de substância ou produto (óleo), seria um contrassenso jurídico que a posse de objetos destinados ao cultivo de planta psicotrópica, para uso pessoal, viesse a caracterizar um crime muito mais grave". Ter ferramentas e insumos para o plantio de maconha é um pressuposto natural para quem cultiva a planta para uso pessoal, motivo pelo qual “a posse de tais objetos está abrangida pela conduta típica prevista no parágrafo 1º do Artigo 28 da Lei 11.343/2006 e, portanto, não é capaz de configurar delito autônomo", concluiu Laurita em seu voto."
    • A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) firmou o entendimento de que a posse de objeto para cultivar maconha não pode ser enquadrada no Artigo 34 da Lei de Drogas, que prevê pena de três a dez anos de reclusão para esse tipo de crime, se o plantio for destinado exclusivamente para o consumo próprio. Com esse entendimento, os ministros do STJ concederam um habeas corpus para garantir que um homem flagrado com 5,8 gramas de haxixe e oito plantas de maconha não seja processado pelo Artigo 34 da Lei de Drogas, já que em sua casa foram encontrados também diversos materiais para o cultivo de maconha e extração de óleo da planta.  Pelo Artigo 34 da Lei 11.343/2006, é crime “fabricar, adquirir, utilizar, transportar, oferecer, vender, distribuir, entregar a qualquer título, possuir, guardar ou fornecer, ainda que gratuitamente, maquinário, aparelho, instrumento ou qualquer objeto destinado à fabricação, preparação, produção ou transformação de drogas”. Tal dispositivo, contudo, só pode ser aplicado na hipótese em que a produção da droga seja destinada ao narcotráfico (Artigo 33 da Lei de Drogas), entendeu a relatora do caso no STJ, ministra Laurita Vaz. Já nos casos enquadrados como uso pessoal, isso não seria possível.   Isso porque o Artigo 28 da mesma lei prevê penas mais brandas – de advertência ou prestação de serviços comunitários – para quem “adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal”. Desse modo, seria um “contrassenso” punir alguém com penas mais duras por crime que serve de preparação para uma violação mais branda, entendeu a relatora. No caso concreto, o próprio Ministério Público processou o homem apenas como usuário, sob o Artigo 28. Para Laurita Vaz, ter ferramentas e insumos para o plantio de maconha é um pressuposto natural para quem cultiva a planta para uso pessoal, motivo pelo qual “a posse de tais objetos está abrangida pela conduta típica prevista no parágrafo 1º do Artigo 28 da Lei 11.343/2006 e, portanto, não é capaz de configurar delito autônomo”.   https://noticiapreta.com.br/stj-define-que-ter-item-de-cultivo-de-maconha-para-uso-pessoal-nao-e-crime/amp/
×
×
  • Criar Novo...